Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

O que são organelas celulares?

Organelas celulares são estruturas envoltas por membranas que estão presentes nas células eucariontes. Mitocôndria e retículo endoplasmático são exemplos de organelas.

As organelas celulares estão presentes nas células eucariontes, tais como as células animais e vegetais.
As organelas celulares estão presentes nas células eucariontes, tais como as células animais e vegetais.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Organelas celulares são estruturas envolvidas por membranas que estão presentes no citosol de células eucarióticas. Essas estruturas apresentam funções especializadas que garantem o funcionamento adequado da célula. São organelas celulares:

  • núcleo;

  • mitocôndria;

  • retículo endoplasmático;

  • complexo golgiense;

  • lisossomo;

  • peroxissomo;

  • plastídios;

  • vacúolos.

Os ribossomos, por não apresentarem membranas, não são considerados organelas celulares. Alguns autores, no entanto, preferem nomeá-los de organelas celulares não membranosas.

Leia também: O que é ciclo celular?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre organelas celulares

  • Organelas celulares são estruturas envolvidas por membranas que apresentam funções específicas.

  • As organelas celulares estão presentes nas células eucariontes.

  • O núcleo é a organela mais proeminente da célula eucarionte e destaca-se por possuir em seu interior os cromossomos e o nucléolo.

  • As mitocôndrias são conhecidas como as usinas de energia da célula.

  • O retículo endoplasmático é formado por uma grande rede de túbulos e bolsas achatadas e pode ser dividido em retículo endoplasmático liso ou rugoso.

  • O complexo golgiense atua na modificação, empacotamento e distribuição de diferentes substâncias.

  • Lisossomos atuam na digestão intracelular.

  • Peroxissomos atuam na oxidação de moléculas tóxicas.

  • Os plastídios podem ser classificados em cloroplastos, cromoplastos e leucoplastos. Cloroplastos são o tipo mais conhecido, relacionado com a realização da fotossíntese.

  • Existem diferentes tipos de vacúolos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que são organelas celulares?

Organelas celulares são estruturas envolvidas por membranas que apresentam funções específicas e estão presentes em células eucarióticas. Elas funcionam como pequenos órgãos que trabalham de modo a permitir o funcionamento adequado da célula. Algumas das funções desempenhadas pelas organelas são a digestão intracelular (lisossomos), a produção de energia (mitocôndria) e secreção de substâncias (complexo golgiense).

Onde as organelas celulares estão presentes?

Quando consideramos a definição de organelas como estruturas que estão presentes no citosol e apresentam membranas, concluímos que as organelas celulares são estruturas encontradas exclusivamente na célula do tipo eucarionte. Alguns autores, no entanto, também consideram estruturas não membranosas como organelas, sendo esse o caso dos ribossomos. Para esses autores, ribossomos são chamados de organelas não membranosas.

Seguindo essa segunda linha de raciocínio, as organelas estariam presentes em todos os tipos celulares, existindo, nesse caso, organelas membranosas e não membranosas.

Veja também: Diferenças entre células procariontes e células eucariontes

Quais são as organelas celulares e quais são suas funções?

Núcleo

Interior de uma célula com núcleo no centro e uma cadeia de DNA representando o material genético contido nessa organela.
O núcleo controla as diferentes funções da célula e contém a maior parte do material genético da célula.

O núcleo é uma organela que atua controlando as funções celulares e destaca-se por ser envolvido por duas membranas que recebem o nome de envelope nuclear. O núcleo é considerado a organela mais proeminente da célula eucarionte e apresenta em seu interior os cromossomos e o nucléolo. Essa organela contém a maior parte do material genético da célula, mas não é o único local onde este material pode ser encontrado. Mitocôndrias e plastídios também possuem seu próprio DNA.

O nucléolo está envolvido na produção dos ribossomos, estruturas relacionadas com a produção de proteínas. É no nucléolo que o RNA ribossomal se unirá às proteínas importadas do citoplasma e originará as subunidades ribossomais. Cada subunidade sairá do núcleo por meio dos poros presentes no envelope nuclear e apenas no citoplasma se unirão.

Mitocôndria

Representação em 3D de uma mitocôndria.
Mitocôndria é o local onde ocorre a respiração celular.

As mitocôndrias são conhecidas como as usinas de energia da célula. É nelas que ocorre o processo de respiração celular, o qual promove a produção de ATP (adenosina trifosfato). A respiração celular é um processo dividido em três etapas: a glicólise, o ciclo de Krebs e a fosforilação oxidativa. Apenas a glicólise não ocorre no interior da mitocôndria.

Essa organela destaca-se por apresentar, normalmente, formato oval e ser envolvida por duas membranas. A membrana mais externa envolve completamente a mitocôndria, é lisa e contínua. Já a membrana interna apresenta dobras que são chamadas de cristas.

Entre a membrana externa da mitocôndria e a membrana interna há um espaço chamado de espaço intermembranar ou intermembranoso. O espaço delimitado pela membrana interna, por sua vez, recebe o nome de matriz mitocondrial.

As mitocôndrias apresentam o seu próprio DNA, o qual se apresenta de forma circular. Nessas organelas também observa-se a presença de ribossomos, que se destacam por serem menores do que os observados no citoplasma da célula. Essas características reforçam a chamada teoria endossimbionte, que estabelece que essas organelas eram originalmente células procariontes que foram engolfadas por células eucariontes e passaram a viver em simbiose.

Retículo endoplasmático

Túbulos e bolsas que formam as estruturas lisa e rugosa do retículo endoplasmático de uma célula.
O retículo endoplasmático é dividido em liso e rugoso, sendo esse último repleto de ribossomos aderidos à sua membrana.

O retículo endoplasmático é formado por uma grande rede de túbulos e bolsas achatadas e pode ser dividido em retículo endoplasmático liso ou rugoso. O retículo endoplasmático rugoso recebe essa denominação devido à presença de vários ribossomos aderidos à sua membrana. Diferentemente do retículo endoplasmático rugoso, no retículo endoplasmático liso nenhum ribossomo é observado.

A síntese de proteínas está relacionada principalmente com o retículo endoplasmático rugoso. O retículo endoplasmático liso, por sua vez, relaciona-se com metabolismo de carboidratos, síntese de lipídios, desintoxicação de drogas e outras substâncias, além do armazenamento dos íons de cálcio.

Saiba mais: Endocitose — entenda como as células se alimentam

Complexo golgiense

Discos achatados que compõem a organela denominada complexo golgiense.
O complexo golgiense relaciona-se com a modificação, empacotamento e distribuição de substâncias.

O complexo golgiense se caracteriza por ser uma organela formada por vários discos achatados e está relacionado com a modificação, empacotamento e distribuição de diferentes substâncias. Após serem liberadas do retículo endoplasmático, muitas vesículas de transporte chegam ao complexo golgiense. Os produtos do retículo endoplasmático, que chegam até o complexo, sofrem uma série de modificações e posteriormente são enviados, através de vesículas, para outras partes da célula. Em células secretoras, essa organela é bastante desenvolvida.

Lisossomo

Estrutura esférica de um lisossomo.
O lisossomo realiza a digestão intracelular.

O lisossomo é uma organela celular que apresenta formato esférico e que se destaca por ser rico em enzimas digestivas. Ele atua na digestão intracelular em diferentes situações, ajudando, por exemplo, na alimentação de organismos unicelulares e promovendo a reciclagem de material orgânico da própria célula.

Peroxissomo

Peroxissomos são organelas envoltas por uma membrana simples e que apresentam em seu interior diferentes enzimas. Algumas enzimas presentes no peroxissomo atuam produzindo peróxido de hidrogênio enquanto outras atuam na degradação dessa substância. Essa organela está relacionada com a oxidação de moléculas tóxicas.

Plastídios

Também chamados de plastos, os plastídios são estruturas encontradas na célula vegetal. Destacam-se por possuírem um envoltório formado por duas membranas, uma matriz denominada estroma e um sistema de membranas denominado tilacoides, os quais estão dispostos na matriz.

Estrutura de um cloroplasto, organela presente em células vegetais.
É no cloroplasto que a fotossíntese ocorre, em células vegetais.

Os plastídios podem ser classificados em cloroplastos, cromoplastos e leucoplastos. Os leucoplastos são plastídios que não apresentam pigmento, diferentemente dos cromoplastos e cloroplastos. Os cromoplastos são ricos nos chamados carotenoides, e os cloroplastos, ricos em clorofila. Entre os plastídios, o cloroplasto é o tipo mais conhecido, destacando-se por ser o local onde ocorre a fotossíntese.

Vacúolos

Vacúolos são estruturas presentes em diferentes tipos celulares. Os chamados vacúolos alimentares são aqueles formados no processo de fagocitose. Os vacúolos conhecidos como vacúolos contráteis atuam em eucariotos unicelulares promovendo o bombeamento do excesso de água do interior da célula para fora dela.

Vacúolos encontrados na estrutura de um Paramecium.
Os vacúolos contráteis podem ser observados no Paramecium.

Há ainda o chamado vacúolo central, um tipo de vacúolo característico das células vegetais. Nas plantas, esse vacúolo, que geralmente é o maior compartimento desse tipo de celular, atua na estocagem de produtos do metabolismo vegetal, na digestão de componentes celulares e na manutenção do pH da célula e da rigidez dos tecidos vegetais.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "O que são organelas celulares?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-organela-celular.htm. Acesso em 21 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


O que é célula?

Descubra o que é célula e conheça mais sobre essa unidade estrutural e funcional dos seres vivos.
O que é Biologia?

O que é mitocôndria?

Você sabe o que é mitocôndria? Clique aqui para entender melhor essa importante organela que está relacionada com a respiração celular.
O que é Biologia?

O que é o modelo do mosaico fluído?

Entenda o que é o modelo do mosaico fluído, que foi proposto em 1972.
O que é Biologia?

Núcleo celular

Neste texto conheceremos mais a respeito do núcleo das células, de sua estrutura básica bem como das importantes funções que ele desempenha.
Biologia

Célula vegetal

Conheça as principais estruturas que caracterizam uma célula vegetal e aprenda a importância de cada uma delas para a planta.
Biologia

Célula animal

Conheça mais sobre a célula animal, isto é, seus componentes e as estruturas que a diferenciam da célula vegetal.
Biologia

Células procariontes

Amplie seus conhecimentos sobre as células procariontes conhecendo suas principais características!
Biologia

Células eucariontes

Amplie seus conhecimentos sobre as células eucariontes entendendo melhor as suas principais características!
Biologia

Cloroplastos

Clique aqui e aprenda um pouco mais sobre os cloroplastos, descobrindo como é a estrutura dessa organela celular e seu papel em plantas e algas.
Biologia

Ribossomos

Você sabe o que é um ribossomo e qual a sua função na célula? Clique aqui e conheça mais sobre os ribossomos, estruturas presentes em todos os tipos celulares.
Biologia

Retículo endoplasmático

O retículo endoplasmático é uma importante organela encontrada em células eucariontes. Saiba mais sobre a estrutura e função dessa organela, aqui!
Biologia

Lisossomos

Clique aqui e aprenda o que é um lisossomo, qual o seu papel em uma célula e em que tipos celulares essa organela membranosa é encontrada.
Biologia

Complexo golgiense

Saiba mais sobre o complexo golgiense, uma organela celular que apresenta uma série de funções importantes para a célula eucarionte.
Biologia