Topo
pesquisar

Fotossíntese

Biologia

Fotossíntese é um processo realizado por organismos produtores em que se observa a captura da energia solar e sua transformação em energia química.
As plantas, por meio da fotossíntese, são capazes de sintetizar seu próprio alimento.
As plantas, por meio da fotossíntese, são capazes de sintetizar seu próprio alimento.
PUBLICIDADE

A fotossíntese, termo que significa “síntese utilizando a luz”, é geralmente definida como o processo pelo qual um organismo consegue obter seu alimento. Esse processo é realizado graças à energia solar, que é capturada e transformada em energia química. O processo de fotossíntese ocorre em tecidos ricos em cloroplastos, sendo um dos tecidos mais ativos o parênquima clorofiliano encontrado nas folhas.

Leia também: Nutrição das plantas

A seguir, descreveremos os principais acontecimentos do processo de fotossíntese.

Etapas da fotossíntese

Nas plantas, a fotossíntese acontece nos cloroplastos e caracteriza-se pelas diversas reações químicas observadas. Essas reações podem ser agrupadas em dois processos principais:

  • Reações luminosas: ocorrem na membrana do tilacoide (sistemas de membranas internas do cloroplasto).

  • Reações de fixação de carbono: ocorrem no estroma do cloroplasto (fluido denso no interior da organela).

Na fotossíntese, gás carbônico é utilizado e oxigênio liberado. As trocas gasosas com o meio acontecem graças à presença de estômatos.
Na fotossíntese, gás carbônico é utilizado e oxigênio liberado. As trocas gasosas com o meio acontecem graças à presença de estômatos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fotossistemas

Antes de entender cada reação que ocorre na fotossíntese, devemos conhecer o local em que algumas dessas reações acontecem. As reações luminosas acontecem, por exemplo, na membrana do tilacoide, mais precisamente nos chamados fotossistemas.

Os fotossistemas são unidades nos cloroplastos em que estão inseridas as clorofilas a e b e os carotenoides. Nesses fotossistemas, é possível perceber duas porções denominadas de complexo antena e centro de reação. No complexo antena são encontradas moléculas de pigmento que captam a energia luminosa e as leva para o centro de reação, um local rico em proteínas e clorofila.

No processo de fotossíntese, é possível verificar a presença de dois fotossistemas ligados por uma cadeia transportadora de elétrons: o fotossistema I e o fotossistema II. O fotossistema I absorve luz com comprimentos de onda de 700 nm ou mais, enquanto o fotossistema II absorve comprimentos de onda de 680 nm ou menos. Vale destacar que a denominação de fotossistema I e II foi dada na ordem de suas descobertas.

Reações luminosas

Observe o esquema com os principais pontos do processo de fotossíntese.
Observe o esquema com os principais pontos do processo de fotossíntese.

Nas reações luminosas, inicialmente a energia luminosa entra no fotossistema II, onde é aprisionada e levada até as moléculas de clorofila P680 do centro de reação. Essa molécula de clorofila é excitada, seus elétrons são energizados e transportados da clorofila em direção a um receptor de elétrons. A cada elétron transferido, ocorre a substituição desse por um elétron proveniente do processo de fotólise da água.

Pares de elétrons saem do fotossistema I por uma cadeia transportadora de elétrons, impulsionando a produção de ATP (grande fonte de energia química) pelo processo conhecido como fotofosforilação. A energia absorvida pelo fotossistema I é transferida para moléculas de clorofila P700 do centro de reação. Os elétrons energizados são capturados pela molécula da coenzima NADP+ e são substituídos na clorofila pelos elétrons provenientes do fotossistema II. A energia formada nesses processos é guardada em moléculas de NADPH e ATP.

Leia também: O que é ATP?

Mapa Mental: Fotossíntese

* Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

Fixação do carbono

Nas reações de fixação do carbono, o NADPH e o ATP produzidos anteriormente nas reações luminosas são usados para reduzir o dióxido de carbono a carbônico orgânico. Nessa etapa, ocorre uma série de reações denominadas ciclo de Calvin. Nesse ciclo, três moléculas de CO2 combinam-se com um composto denominado ribulose-1,5-bifosfato (RuBP), formando um composto intermediário instável que se quebra produzindo seis moléculas de 3-fosfoglicerato (PGA).

As moléculas de PGA são então reduzidas a seis moléculas de gliceraldeído 3-fosfato (PGAL). Cinco moléculas de PGAL rearranjam-se e formam três moléculas de RuBP. O ganho do ciclo de Calvin então é de uma molécula de PGAL, a qual servirá para a produção de sacarose e amido.

Equação da fotossíntese

A equação balanceada para a fotossíntese pode ser descrita da seguinte forma:

Observe a equação balanceada da fotossíntese.
Observe a equação balanceada da fotossíntese.

É importante destacar que, geralmente, observa-se na equação da fotossíntese a formação da glicose como carboidrato produzido. Entretanto, no processo de fotossíntese, os primeiros carboidratos produzidos são os açúcares constituídos por apenas três carbonos.

Importância da fotossíntese para o ecossistema

A fotossíntese é, sem dúvida, essencial para os ecossistemas, sendo responsável, por exemplo, pelo fornecimento de oxigênio, o qual é utilizado por grande parte dos seres vivos para processos de obtenção de energia (respiração celular). Não podemos esquecer-nos ainda de que os organismos fotossintetizantes fazem parte do primeiro nível trófico das cadeias e teias alimentares, sendo eles, portanto, a base na cadeia trófica.

Na fotossíntese, as plantas e outros organismos fotossintetizantes conseguem converter a energia solar em energia química. Ao ser consumida, a energia acumulada pelos produtores passa para o próximo nível trófico. Desse modo, podemos concluir que, para um ecossistema funcionar adequadamente, esse depende da captura de energia solar e sua conversão para a biomassa dos organismos fotossintetizantes.

Leia também: Cadeia e teia alimentar

Fotossíntese e quimiossíntese

A fotossíntese e a quimiossíntese são dois processos realizados por organismos autotróficos. A quimiossíntese destaca-se por ser um processo em que a energia solar não é necessária, sendo esse um processo realizado por muitos organismos que vivem em ambientes extremos, como fontes hidrotermais nos abismos oceânicos. Na quimiossíntese, ocorre a síntese de moléculas orgânicas utilizando-se a energia química proveniente de compostos inorgânicos. Na fotossíntese, por sua vez, observa-se um processo em que compostos orgânicos são formados utilizando-se a energia luminosa absorvida por pigmentos especiais.

Resumo da fotossíntese

  • A fotossíntese é um processo em que a energia solar é capturada e utilizada na produção de moléculas orgânicas.

  • A fotossíntese acontece nos cloroplastos.

  • Clorofila e carotenoides estão arranjados nos tilacoides dos cloroplastos, em unidades chamadas de fotossistemas.

  • Duas etapas podem ser observadas na fotossíntese: reações luminosas e reações de fixação de carbono.

  • No final da fotossíntese, são produzidos carboidratos.

  • A fotossíntese garante que oxigênio seja disponibilizado para o meio ambiente.

  • Os organismos fotossintetizantes são produtores na cadeia alimentar.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Fotossíntese"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/fotossintese.htm. Acesso em 18 de julho de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

A fotossíntese é o processo autotrófico realizado pelos seres clorofilados – plantas, cianobactérias, bactérias fotossintetizantes e alguns protistas – para a obtenção do seu próprio alimento. A equação da etapa fotoquímica da fotossíntese é:

Questão 2

(PUC-SP) A propriedade de “captar vida na luz” que as plantas apresentam se deve à capacidade de utilizar a energia luminosa para a síntese de alimento. A organela (I), onde ocorre esse processo (II), contém um pigmento (III) capaz de captar a energia luminosa, que é posteriormente transformada em energia química. As indicações I, II e III referem-se, respectivamente a:

  1. Mitocôndria, respiração, citocromo.
  2. Cloroplasto, fotossíntese, citocromo.
  3. Cloroplasto, respiração, clorofila.
  4. Mitocôndria, fotossíntese, citocromo.
  5. Cloroplasto, fotossíntese, clorofila.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola