Célula animal

Biologia

PUBLICIDADE

A célula animal é uma célula do tipo eucarionte e, portanto, apresenta estruturas como núcleo e organelas citoplasmáticas. Algumas organelas permitem diferenciar uma célula animal de uma célula vegetal. Na célula animal, destacam-se a presença de lisossomos e a ausência de parede celular, plastídios e vacúolo central ou de suco celular.

Leia também: Diferenças entre células procariontes e eucariontes

Características básicas de uma célula animal

A célula animal, assim como todas as células, apresenta membrana plasmática e citoplasma. Por ser uma célula eucarionte, possui núcleo e também organelas celulares. Vamos explorar a seguir cada uma dessas importantes partes da célula.

Na célula animal da figura, é possível observar com clareza a presença do núcleo e do citoplasma.
Na célula animal da figura, é possível observar com clareza a presença do núcleo e do citoplasma.
  • Membrana plasmática

A membrana plasmática é uma membrana que envolve a célula, garantindo a separação do conteúdo celular do meio externo. Ela é constituída por uma bicamada lipídica, na qual se encontram proteínas associadas de diferentes formas. Algumas proteínas se estendem através da bicamada lipídica, enquanto outras estão apenas ligadas à sua superfície. Além de envolver a célula, a membrana plasmática apresenta uma série de outras funções, como controlar o que entra e o que sai da célula. Essa propriedade é conhecida como permeabilidade seletiva.

Leia também: O que é o modelo do mosaico fluído?

  • Citoplasma

O citoplasma está localizado, nas células eucariontes, entre a membrana plasmática e o núcleo, preenchendo o interior celular. É no citoplasma que são encontradas as chamadas organelas celulares e também o citoesqueleto, uma complexa rede de proteínas constituída por filamentos de actina, microtúbulos e filamentos intermediários.

Denominamos de citosol a parte do citoplasma que não é dividida por membranas intracelulares, ou seja, o citosol consiste no material localizado entre as organelas. Ele apresenta uma consistência gelatinosa, sendo formado por água e várias substâncias gelatinosas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Organelas celulares

As organelas são estruturas envolvidas por membrana que se encontram suspensas no citosol de células eucariontes. Nas células animais, podemos observar a presença das seguintes organelas:

O retículo endoplasmático pode ser dividido em dois tipos: retículo endoplasmático liso e rugoso, os quais se diferenciam pelo fato de o rugoso apresentar ribossomos ligados à sua membrana. O retículo endoplasmático liso apresenta como funções a síntese de lipídios e a desintoxicação. O retículo endoplasmático rugoso, por sua vez, relaciona-se com a síntese de proteínas. O complexo golgiense, por sua vez, está relacionado com modificação, armazenamento e secreção de substâncias.

Os lisossomos são organelas relacionadas com a digestão intracelular e também com a reciclagem de materiais orgânicos da célula. Essas organelas são típicas da célula animal, não sendo observadas em células vegetais.

Já os peroxissomos se destacam por promover reações em que o peróxido de hidrogênio é formado e degradado. Essa organela está relacionada com a oxidação de moléculas tóxicas.

As mitocôndrias são organelas extremamente importantes, sendo denominadas, por muitos autores, de “casas de força” das células. É nas mitocôndrias que ocorre a respiração celular, um processo que leva à produção de ATP para a célula.

Os centríolos estão relacionados com o processo de divisão celular. Frequentemente são indicados como organelas exclusivas da célula animal, porém eles ocorrem na maioria das células eucariontes, não estando presentes apenas nas células não flageladas das plantas, algas vermelhas e fungos.

Não podemos deixar de citar os ribossomos. Essas estruturas não são consideradas organelas por muitos autores, devido à ausência de membranas. Sua função é realizar a síntese de proteínas. Eles estão presentes em células eucariontes e também procariontes.

Na figura acima é possível observar as principais estruturas presentes em uma célula animal.
Na figura acima é possível observar as principais estruturas presentes em uma célula animal.
  • Núcleo

O núcleo é uma estrutura típica da célula eucarionte, sendo esse o local onde está a maior parte da informação genética da célula. Responsável por controlar as atividades celulares, ele é envolvido por duas membranas, que, em conjunto, são denominadas de envoltório nuclear ou carioteca. No núcleo encontramos, além do DNA, uma região chamada de nucléolo, onde há grande quantidade de RNA. É no nucléolo que as subunidades ribossômicas são formadas.

Diferenças entre as células vegetais e animais

A célula animal e a célula vegetal são dois tipos de células eucariontes, apresentando, portanto, muitas características em comum. Podemos diferenciá-las, no entanto, observando a presença ou ausência de determinadas estruturas. Veja a seguir as principais diferenças entre esses tipos celulares.

  • A célula vegetal apresenta parede celular, estrutura ausente na célula animal.

  • A célula vegetal apresenta algumas organelas típicas. Plastídios e vacúolo de suco celular ou vacúolo central não são observados em células animais.

  • Lisossomos são organelas encontradas apenas na célula animal.

Para saber mais, acesse: Diferenças entre células animais e vegetais.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Célula animal"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/celula-animal.htm. Acesso em 27 de outubro de 2020.