close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Conselho de Segurança da ONU

O Conselho de Segurança da ONU é o espaço decisório de uma das principais instituições políticas do mundo.

O conselho de segurança é o principal órgão da ONU
O conselho de segurança é o principal órgão da ONU
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

A Organização das Nações Unidas (ONU) é um dos principais organismos internacionais existentes na atualidade, sendo responsável por uma série de objetivos e atributos, que dizem respeito, principalmente, à geopolítica e ao desenvolvimento humano no mundo. O Conselho de Segurança da ONU é, por sua vez, um dos principais espaços decisórios da instituição, sendo considerado a sua instância mais importante.

O objetivo do Conselho de Segurança da ONU, ao menos em termos oficiais, é lutar por medidas e ações que visem à segurança internacional e à promoção da paz mundial. Por isso, tem o poder de mediar conflitos e aprovar resoluções que devem ser seguidas por todos os países-membros das Nações Unidas.

Sede do Conselho de Segurança, em Nova York. Os seus membros reúnem-se na mesa redonda principal ¹
Sede do Conselho de Segurança, em Nova York. Os seus membros reúnem-se na mesa redonda principal ¹

Nesse contexto, é importante destacar como esse organismo é formado. A composição do Conselho de Segurança da ONU é de quinze países-membros. Cinco deles são permanentes e dez são temporários, de modo a serem substituídos em um período máximo de dois anos. O conselho permanente é composto por algumas das principais potências econômicas e/ou políticas da atualidade, a saber: Estados Unidos, Rússia, Reino Unido, França e China. Com exceção do último país citado, todos os membros estiveram entre os vencedores da Segunda Guerra Mundial, conflito que precedeu a criação da própria ONU em 1945.

Vale lembrar que, nas reuniões do Conselho de Segurança da ONU, todos os países que o compõem possuem direito a voz e voto. Todavia, apenas os membros permanentes têm direito a veto. Isso significa que, para a aprovação de qualquer resolução, além de nove votos favoráveis, é necessária uma unanimidade entre o conselho permanente, o que gera muita dificuldade na resolução de medidas consideradas críticas e importantes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por esse motivo, existem muitas críticas ao Conselho de Segurança e, não por acaso, muitas reivindicações para que seja realizada uma completa reforma em sua estrutura, discurso reproduzido por vários países, muitos deles interessados em ganhar um assento permanente. O Brasil, por exemplo, é um dos Estados que mais vêm lutando nesse sentido na última década, atuando em ações humanitárias e militares da própria ONU para ganhar apoio (como no caso do Haiti) e exigindo publicamente que o atual funcionamento do órgão seja revisto. Até mesmo a página oficial do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores) defende abertamente a Reforma do Conselho de Segurança da ONU, sob a alegação de que ele se encontra defasado frente ao panorama político da Ordem Mundial atual².

Outra entre as principais críticas ao Conselho de Segurança é o fato de esse ser a única instância da ONU com poder decisório, ou seja, que deve ser seguido por todos os países signatários da organização. Para muitos, esse papel deveria ser cumprido pela Assembleia Geral, um espaço da ONU em que todos os seus países-membros possuem direito a voz e voto e onde as resoluções devem ser aprovadas por uma maioria de dois terços.

O curioso é que qualquer tipo de reforma na estrutura da ONU ou no próprio Conselho de Segurança deve ser aprovado pelo próprio conselho, o que inclui as regras acima citadas de unanimidade entre os permanentes e um total de nove votos favoráveis. No entanto, esses membros são totalmente contrários à mudança desse cenário, uma vez que o poder de veto eleva os seus respectivos poderes no âmbito geopolítico internacional.

 

¹ Crédito da imagem: Sean Pavone / Shutterstock.com
² Ver: Página oficial do Itamaraty sobre a Reforma do Conselho de Segurança


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Conselho de Segurança da ONU"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/conselho-seguranca-onu.htm. Acesso em 21 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Relacione a conferência de Berlim com o mapa do continente africano. 

Por Alice de Amorim da Silva
Responder
Ver respostas

Verdadeiro ou Falso?

Mapas são representações gráficas em escala reduzida da superfície terrestre ou de parte dela sobre um plano podem ainda representar especialmente determinadas informações gráficas, compondo, assim, os mapas temáticos

Por Anna Clara
Responder
Ver respostas

Videoaulas


Estude agora


Pré-Enem | Contextualização da introdução até a construção de uma tese

O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que...

Por que a gasolina aumenta tanto no Brasil?

Assista à videoaula e conheça os fatores que provocam os aumentos nos preços da gasolina e demais derivados do...