close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Letônia

Letônia é um país báltico de 1,8 milhão de habitantes pertencente à região do Leste Europeu. É membro da União Europeia, com economia voltada ao comércio exterior e serviços.

Bandeira da Letônia.
Bandeira da Letônia.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Letônia, ou República da Letônia, é um país báltico localizado no nordeste da Europa. Integra a região do Leste Europeu. Apresenta clima temperado continental e relevo pouco acidentado, formado por terrenos planos em sua maioria.

Vivem na Letônia mais de 1,8 milhão de pessoas, concentrando-se principalmente nas áreas próximas da capital, a cidade de Riga. Membro da União Europeia e da Zona Euro, o comércio internacional desempenha um papel central na sua economia.

Confira no nosso podcast: Países mais e menos ricos do mundo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Letônia

  • A Letônia é um país europeu localizado na região nordeste do continente.

  • É banhado pelo mar Báltico e pertence ao Leste Europeu.

  • Sua capital é a cidade de Riga.

  • Apresenta clima temperado continental e relevo formado por terrenos planos e suavemente ondulados.

  • Sua população é de 1,8 milhão de habitantes, dos quais 68,5% vivem nas cidades. A capital concentra quase 34% de toda a população do país.

  • Integra a Otan.

  • É membro também da União Europeia e da Zona Euro.

  • Sua economia é característica de uma nação desenvolvida, e é pautada pelo setor de serviços, com destaque para o comércio.

  • Seus habitantes desfrutam de uma boa qualidade de vida, com amplo acesso aos serviços de infraestrutura urbana.

  • Fez parte da União Soviética até 1991, quando reconquistou sua independência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais da Letônia

  • Nome oficial: República da Letônia

  • Gentílico: letão

  • Extensão territorial: 64.573 km²

  • Localização: norte da Europa

  • Capital: Riga

  • Clima: temperado continental

  • Governo: república parlamentarista

  • Divisão administrativa: 36 municipalidades e sete cidades-estado

  • Idioma: letão

  • Religiões:

    • luterana: 36,2%;

    • católica romana: 19,5%;

    • ortodoxa: 19,1%;

    • outras: 1,7%.

  • População: 1.867.000 habitantes (ONU, 2021)

  • Densidade demográfica: 30 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,866

  • Moeda: Euro

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 40,83 bilhões (FMI, 2022)

  • PIB per capita: US$ 21.490 (FMI, 2022)

  • Gini: 0,356

  • Fuso horário: GMT+2

  • Relações exteriores:

Mapa da Letônia

Mapa da Letônia

Geografia da Letônia

A Letônia é um país báltico localizado na região nordeste da Europa, entre a Estônia (ao norte) e a Lituânia (ao sul), com capital em Riga. Pertence à região histórica e cultural do Leste Europeu. O território letão é banhado pelo mar Báltico a oeste e a noroeste, na região onde se formou o golfo de Riga. Faz divisa ainda com a Rússia, a leste, e com Belarus, a sudeste.

  • Clima da Letônia

O tipo climático predominante na Letônia é o temperado, recebendo elevados teores de umidade por meio dos ventos que sopram do mar Báltico em direção ao continente. Os verões são frescos e chuvosos, com temperaturas médias de 17 ºC. Já os invernos são bastante frios, com mínimas frequentemente abaixo de 0 ºC e ocorrência de precipitação na forma de neve. O volume anual de chuvas varia de 500 mm a 750 mm.

  • Relevo da Letônia

As planícies, formadas por terrenos planos e suavemente ondulados, e os planaltos são as duas principais formas de relevo que constituem a geomorfologia da Letônia. O ponto mais elevado do país é o monte Gaizinkalns, que fica a uma altitude de 312 metros acima do nível do mar.

  • Vegetação da Letônia

A vegetação da Letônia é caracterizada por florestas temperadas, que recobrem aproximadamente 54% da área do país, e pradarias (ou estepes). Além da cobertura natural, uma parcela de quase 40% da superfície do território letão é formada por cultivos agrícolas e pastagens.

Floresta temperada
As florestas temperadas recobrem pouco mais da metade do território da Letônia.
  • Hidrografia da Letônia

A Letônia dispõe de uma densa rede hidrográfica formada por milhares de cursos d’água e pequenos lagos. Os rios do país são curtos, e a maior parte deles não excede 100 km de extensão. Os principais são os rios Daugava, Gauja, Salaca, Lielupe e Venta.

Demografia da Letônia

A população atual da Letônia é de 1.867.000 habitantes, de acordo com dados das Nações Unidas. Trata-se da segunda maior concentração populacional da região do Báltico e a 34ª do continente europeu. Com uma baixa densidade demográfica, que é da ordem de 30 hab./km², sabe-se que a população da Letônia não se encontra bem distribuída pelo território. A área mais populosa do país fica no litoral norte, principalmente nos arredores da capital.

As cidades concentram 68,5% dos moradores da Letônia, que pode ser, por isso, considerada um país urbanizado. A principal delas é Riga, capital nacional, onde vivem cerca de 634 mil pessoas, o equivalente a 33,9% de toda a população do país. Outras cidades populosas do território são Daugavpils, com 111 mil habitantes, e Liepāja, com 85 mil.

Vista da cidade de Riga, capital da Letônia.
Riga, capital da Letônia.

Com a quarta maior taxa de mortalidade do mundo (14,65 mortes por mil habitantes) e saldo migratório negativo, a população da Letônia tem encolhido a uma taxa de 1,1% ao ano. Com isso, a idade mediana da população tem aumentado gradativamente, o que caracteriza o processo de envelhecimento populacional. A expectativa de vida na Letônia é hoje de 75,9 anos.

Leia também: Países com deficit demográfico — aqueles com crescimento vegetativo negativo

Economia da Letônia

A Letônia apresenta uma economia pequena porém altamente desenvolvida, sendo a segunda maior da região do Báltico. O país é membro da União Europeia desde 2004, e ingressou na Zona Euro uma década mais tarde, em 2014.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Letônia é hoje de 40 bilhões de dólares. Grande parte desse valor é derivada do comércio exterior, um dos pilares da economia do país. Os principais parceiros comerciais da Letônia estão no Leste Europeu, dentre os quais citamos Rússia, Lituânia e Estônia, além do Reino Unido, Alemanha e Suécia. O país é um grande exportador de madeira, materiais de transmissão e bebidas, enquanto importa petróleo refinado, carros e aeronaves.

No geral, o setor terciário responde por quase 74% do PIB letão. Além do comércio, destacam-se os serviços de transporte. A indústria é responsável por uma fatia de 22,4% do PIB, concentrando-se na produção de alimentos, metais, fibras sintéticas, eletrônicos e fármacos. Já o setor agropecuário na Letônia abastece os mercados interno e externo com carne de porco e aves, leite, feijão, batata, trigo e cereais.

Infraestrutura da Letônia

A Letônia é um país com elevado índice de desenvolvimento, onde a qualidade de vida ofertada para população é alta. Uma das formas de se observar tal fato é com base na infraestrutura urbana, que atende a aproximadamente 99% da população do país, sendo a cobertura relativamente menor no meio rural do que nas cidades.

A água potável, por exemplo, chega a 98,6% dos moradores do campo, enquanto a estrutura de saneamento básico compreende 85,3% dessa parcela da população. Nas cidades os índices superam, respectivamente, 99% e 94%.

Todos os moradores da Letônia têm acesso à eletricidade. A matriz energética do país está dividida entre fontes renováveis, com destaque para a água, e os combustíveis fósseis, que perfazem 39% da capacidade instalada.

Os transportes na Letônia são realizados por meio das rodovias principalmente, cuja malha soma 70 mil km de estradas. As ferrovias são menos numerosas (1,86 mil km), enquanto as hidrovias são escassas e pouco utilizadas. Os portos marítimos, em contrapartida, são muito movimentados, estando o principal na cidade de Riga.

Governo da Letônia

A Letônia é uma república parlamentarista. O presidente da república é o chefe de Estado, e a sua eleição ocorre de maneira indireta por meio dos membros do Parlamento. Já o primeiro-ministro é o chefe de governo, e o ocupante do cargo é indicado pelo presidente e posteriormente aprovado pelo Parlamento. O Parlamento, ou Saeima, é o órgão do Poder Legislativo. Ele é unicameral e formado por 100 assentos, com membros eleitos de maneira direta.

História da Letônia

A região nordeste da Europa, que compreende os países Bálticos, foi ocupada inicialmente pelo conjunto de populações que ficaram conhecidas como bálticas. No decorrer do tempo, essa área esteve sob o domínio de diversos outros povos estrangeiros, que influenciaram na sua constituição territorial e também cultural. No século IX da era comum, os vikings, oriundos da Escandinávia, se estabeleceram, por um breve período, onde hoje fica a Letônia.

Pouco tempo mais tarde, no século XII, os alemães adentraram a partir do oeste, e ampliaram seu domínio durante os períodos subsequentes até abrangerem todo o território da Letônia. A permanência alemã no país foi de aproximadamente três séculos e, nesse intervalo, o território letão passou a integrar ainda a Confederação da Livônia junto da atual Estônia.

Com a sua dissolução em meados do século XVI, o território letão foi dividido entre os poloneses e suecos, havendo uma disputa pela cidade portuária de Riga, atual capital da Letônia. A partir do século XVIII, a Letônia foi incorporada à Rússia.

Os anseios pela independência da Letônia se ampliaram no início do século XX, e intensas disputas foram travadas com a Alemanha, que ainda exercia influência sobre o país, especialmente na região de Riga. Após os acontecimentos da Revolução Russa de 1917, a independência da Letônia foi reconhecida pelo país do Leste Europeu em 18 de novembro de 1918. O reconhecimento da Alemanha veio dois anos depois, em 1920.

Na década de 1940, o país foi incorporado à União Soviética, destacando-se enquanto uma das economias mais promissoras do bloco. As campanhas russas pela glasnost (abertura política) e perestroika (reestruturação econômica) reverberaram na Letônia durante o final da década de 1980, quando surgiu um movimento pela restauração da independência do país, conquistada no ano de 1991 e reconhecida pela Rússia em 6 de setembro daquele mesmo ano. Apesar disso, novas disputas com o país aconteceram nos anos seguintes, cessando na segunda metade dos anos 2000.

  • Videoaula sobre a União Soviética

Cultura da Letônia

A cultura da Letônia expressa elementos provenientes dos povos que viveram na região do Báltico há centenas de anos, da mesma maneira como é possível identificar a influência cultural de países vizinhos, como Estônia, Rússia, Belarus e Lituânia, muitos dos quais têm as mesmas raízes históricas.

Os festivais são muito populares na Letônia. Um deles é baseado em uma antiga celebração pagã que acontece, todos os anos, no dia 23 de junho, na virada da primavera para o verão, e recebe o nome de Jani ou Celebração da Noite do Solstício de Verão. Outro importante evento é o Festival de Canção e Dança da Letônia, que celebra as danças e músicas típicas do país e foi, inclusive, listado pela Unesco como patrimônio imaterial da humanidade. Destaca-se ainda os inúmeros museus e centros culturais que se concentram na capital, Riga.

O país apresenta, além disso, uma longa tradição nas artes manuais e artesanato, principalmente o realizado com materiais como couro, tecido e madeira. A culinária do país é baseada nos elementos tradicionais de sua agropecuária, além dos produtos da pesca. Um dos pratos tradicionais da Letônia é o Pelēkie zirņi ar speķi, um ensopado feito de ervilha, cebola frita e grão-de-bico.

Leia também: Finlândia — país europeu localizado na região norte do continente

Etimologia da Letônia

O nome oficial da Letônia no idioma letão é Latvijas Republika, ou Latvijas, em sua forma encurtada. Sua origem remonta ao povo latgaliano, uma das etnias que habitavam a região do mar Báltico entre os séculos VIII e XII da era comum. Letônia é uma das variações dos nomes anteriores atribuídos ao país: Lethia e Lettigallia.

Curiosidades sobre a Letônia

  • Devido à elevada nebulosidade, o período de céu limpo e ensolarado na Letônia é bastante curto: de 30 a 40 dias anuais.

  • O Mercado Central de Riga é um dos maiores da Europa.

  • Jacob Davis (1831-1908), alfaiate inventor do jeans, nasceu na Letônia.

  • O esporte nacional da Letônia é o hóquei no gelo.

  • Em Liepaja, no litoral da Letônia, é possível passar uma noite na prisão de forma voluntária. A atividade acontece na prisão de Karosta, uma dependência histórica que esteve em atividade até o final dos anos 1990 e hoje é muito procurada por turistas.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Letônia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/letonia.htm. Acesso em 19 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Verdadeiro ou Falso?

Mapas são representações gráficas em escala reduzida da superfície terrestre ou de parte dela sobre um plano podem ainda representar especialmente determinadas informações gráficas, compondo, assim, os mapas temáticos

Por Anna Clara
Responder
Ver respostas

como era a situaçao da cidade de berlin durantguerra e o periodo da guerra  fria

Por davi Abner
Responder
Ver respostas

Estude agora


Uma análise filosófica do mundo hiperconectado

A internet e as redes sociais são o palco para um novo modelo de socialização. Por isso, a filosofia e a sociologia...

Como fazer uma redação sem saber nada sobre o tema?

É muito provável que você já parou diante de um tema e pensou: “Sobre o que eu vou escrever?”, e pode ter...