close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Estônia

A Estônia é um pequeno país da região do Báltico, no nordeste da Europa, que integrou a União Soviética até 1991. Vivem no país aproximadamente 1,3 milhão de habitantes.

Bandeira da Estônia.
Bandeira da Estônia.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Estônia, ou República da Estônia, é um país situado na região do Leste Europeu, localizado na região do Báltico. Sua capital é a cidade de Tallinn. A Estônia dispõe de um clima temperado continental e relevo que varia do plano ao colinoso, resultante em parte da ação pretérita de geleiras. A população estoniana é relativamente pequena, de 1,3 milhões de habitantes.

A economia do país tem como base o setor de serviços, dos quais se destacam os transportes, as telecomunicações e as finanças. É membro da União Europeia e foi parte da União Soviética até 1991, quando reconquistou a sua independência.

Saiba mais: Romênia — outro país localizado no Leste Europeu

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Estônia

  • Estônia é um pequeno país localizado no nordeste do continente europeu.

  • Situa-se na região do Leste Europeu.

  • Sua capital é a cidade de Tallinn.

  • A Estônia é banhada pelo mar Báltico e dispõe de clima temperado continental.

  • As geleiras modelaram parte do relevo do país, composto por colinas e morros.

  • A Estônia tem uma população de 1,3 milhão de habitantes.

  • Quase 70% dos seus moradores vivem nas cidades.

  • A população da Estônia tem decrescido nos últimos anos, o que se deve ao saldo migratório negativo e à mortalidade elevada em comparação à natalidade.

  • O país faz parte da União Europeia e da Otan.

  • Sua economia é liderada pelos serviços, como finanças, telecomunicações e transportes.

  • A música tem importância central na cultura da Estônia.

  • O país foi parte da URSS até 1991, quando reconquistou a sua independência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais sobre a Estônia

  • Nome oficial: República da Estônia.

  • Gentílico: estoniano.

  • Extensão territorial: 45.261 km².

  • Localização: Leste da Europa.

  • Capital: Tallinn.

  • Clima: temperado continental.

  • Governo: república parlamentarista.

  • Divisão administrativa: 39 municipalidades (15 rurais e 24 urbanas).

  • Idioma: estoniano.

  • Religiões:

    • ortodoxa: 16,2%;

    • luterana: 9,9%;

    • outras religiões cristãs: 2,2%;

    • outras: 0,9%;

    • nenhuma: 54,1%.

  • População: 1.325.000 habitantes (ONU, 2021).

  • Densidade demográfica: 31,3 hab./km².

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,892.

  • Moeda: euro.

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 39,54 bilhões (FMI, 2022).

  • PIB per capita: US$ 29.740 (FMI, 2022).

  • Gini: 0,304.

  • Fuso horário: GMT +2.

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Banco Mundial;

    • Fundo Monetário Internacional (FMI);

    • Conselho da Europa;

    • União Europeia;

    • Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE);

    • Organização Mundial do Comércio (OMC);

    • Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Etimologia de Estônia

O nome oficial do país, no idioma estoniano, é Eesti Vabariik ou Eesti, na sua forma reduzida, de modo que a teoria mais aceita para a origem do nome liga a denominação atual da Estônia ao povo Aesti, ou Éstios, que no primeiro século da era comum viveu na região nordeste da Europa, onde hoje se localizam os países bálticos.

Mapa da Estônia

 Mapa da Estônia.

Geografia da Estônia

A Estônia é um país europeu localizado na região nordeste do continente, pertencente à região cultural e histórica do Leste Europeu. Sua capital é a cidade de Tallinn. O país é banhado pelo mar Báltico a oeste, sendo, por essa razão, categorizado como um dos Países Bálticos, junto da Letônia, com o qual faz fronteira ao sul, e da Lituânia.

O território estoniano faz divisa ainda com a Rússia, situada a leste. Além disso, seus mais de 45 mil km² de extensão compreendem a parcela continental da Estônia e mais de 1500 ilhas e ilhotas situadas no Báltico.

→ Clima da Estônia

O clima predominante na Estônia é o temperado continental, embora haja influência do oceano na ocorrência climática das áreas próximas do litoral, onde as condições são mais amenas. Os verões no país são frescos, com média de 17 °C, e os invernos variam de moderados a frios, com temperaturas que podem chegar a -8 °C em algumas regiões. A precipitação anual média é de 650 mm.

→ Relevo da Estônia

As formas de relevo encontradas na Estônia são derivadas da ação pretérita de geleiras. Ao norte, se encontram os terrenos aplainados, enquanto a região central do país é marcada pela presença de colinas e morros. Ao sul, se concentram as formações conhecidas como morena (moraine), que consistem em colinas formadas por meio de depósitos sedimentares de origem glacial.

→ Vegetação da Estônia

A Estônia é recoberta pela floresta temperada decídua, composta por abetos, pinheiros, álamos e bétulas, além de espécies arbustivas. A área florestada do país chega a 52,1% de sua superfície.

Parque Nacional de Soomaa, na Estônia.
Parque Nacional de Soomaa, na Estônia.

→ Hidrografia da Estônia

A rede hidrográfica da Estônia é constituída por rios curtos e milhares de lagos de extensão variável. O maior rio que banha o território estoniano é o Parnü, com 145 km de extensão. Os dois principais lagos do país são compartilhados com a Rússia, sendo eles o lago Peipus, o maior deles, com área de 3.555 km², e o lago Pskov. Nota-se ainda a formação de pântanos próximo à costa.

Demografia da Estônia

A Estônia possui 1.325.000 habitantes, a terceira menor população dentre os países bálticos e a 35ª do continente europeu. A distribuição populacional sobre o território estoniano é relativamente homogênea, sendo a sua densidade demográfica de 31,3 hab./km². Uma parcela de 69,6% dos habitantes do país vive nas áreas urbanas, com destaque para a capital, Tallinn, que concentra 441,3 mil habitantes. No entanto, a população urbana tem decrescido lentamente nos últimos anos.

 Vista de Tallinn, capital da Estônia.
Tallinn, capital da Estônia.

A população da Estônia apresenta uma das mais baixas taxas de crescimento do mundo, atualmente de -0,71%. Na realidade, a tendência recente é a de encolhimento populacional. Isso se deve ao elevado índice de mortalidade, que fica entre os maiores do mundo, e à baixa taxa de natalidade registrada no país. Além disso, a intensa corrente emigratória proporciona um saldo migratório negativo, contribuindo para o decréscimo da população.

Diante desse cenário, o envelhecimento populacional é uma realidade na Estônia, seguindo a tendência de muitos países europeus. A idade mediana da população do país é de 43,7 anos, enquanto a expectativa de vida é de 77,8 anos.

Economia da Estônia

A Estônia é um país desenvolvido, com uma economia moderna e baseada no sistema de mercado. O Produto Interno Bruto (PIB) per capita do país se destaca como um dos mais altos da região da Europa Central e também dentre os países do Báltico, tendo atingido o valor de 29,7 mil dólares. Desde 2004 o país é um membro oficial da União Europeia, tendo ingressado na zona euro sete anos mais tarde.

O PIB do país é de 39,54 bilhões de dólares. A maior parcela desse valor, 68,1%, é derivada do setor terciário, que compreende o comércio, no qual boa parte da economia estoniana se apoia, e os serviços em geral, dentre os quais se destacam as telecomunicações e finanças. Esse segmento concentra também quase 77% da mão de obra da Estônia. A indústria responde por 29,2% do PIB nacional, sendo grande produtora de alimentos, madeira e elementos fabricados dessa matéria-prima, eletrônicos, tecnologias da informação e da comunicação, roupas e tecidos.

A agropecuária é responsável por 2,8% da economia da Estônia, sendo que suas atividades ocupam uma área aproximada de 20% de toda a sua superfície. O setor se destaca pela produção de leite, carne de porco, trigo, milho, aveia, cevada e centeio.

Veja também: Alemanha — o país mais rico do continente europeu

História da Estônia

Os primeiros habitantes da Estônia chegaram na região do Báltico há milhares de anos, no mesmo período em que outros futuros países daquela área vivenciaram o início de seu povoamento. Nos primeiros séculos da era comum, o território já se encontrava dividido em algumas poucas unidades administrativas. A partir do século X, os vikings da Escandinávia avançaram pela região e inauguraram um período de intensificação das ocupações estrangeiras nos Países Bálticos, incluindo a Estônia.

Os alemães adentraram no país no século XII, o que suscitou a introdução do cristianismo na Estônia e outros países da região e em conflitos diretos entre os vikings, que tinham como primeira motivação a religião, uma vez que os escandinavos seguiam matrizes pagãs. O domínio alemão se estendeu até o século XVI, e, nesse intervalo, Letônia e Estônia formavam a Confederação Livoniana, chamada também de Livônia. Com a desintegração dessa confederação, a Estônia foi incorporada ao Império Sueco, que passou a compreender grande parte da região do Báltico.

Após um período de conflitos entre a Suécia e a Rússia, os territórios do nordeste europeu foram anexados ao Império Russo a partir do século XVIII, incluindo a Estônia. Muitas reformas foram engendradas no território estoniano, inicialmente beneficiando as classes mais abastadas. No início do século XIX, entretanto, medidas econômicas e sociais foram direcionadas aos camponeses e proporcionaram a eles uma melhora significativa na vida em geral.

A urbanização e a industrialização avançaram, ao mesmo tempo em que o sentimento nacional ganhava novos contornos. A Revolução Russa do início do século XX surtiu efeitos na Estônia, e o país conquistou a sua independência em 1918, mas foi dominado pela União Soviética (URSS) no ano de 1940. A recuperação de sua soberania só aconteceu com o fim da URSS em 1991. A Estônia se tornou membro da União Europeia no ano de 2004 e em 2011 ingressou formalmente na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Cultura da Estônia

A cultura da Estônia é caracterizada como muito diversa, pois dispõe de elementos dos povos que primeiro habitaram a região do Báltico, além de receber a influência de outros países vizinhos, com os quais compartilha uma história de formação populacional e até mesmo territorial em comum. Dentre esses países estão Letônia, Rússia e Belarus, além de Ucrânia e Finlândia, de onde uma parte de sua atual população é oriunda.

O país tem uma ampla e antiga tradição nos campos da música e da dança, apresentando um vasto repertório folk, que é acompanhado por coreografias típicas, além de outros estilos e ritmos que são fundamentais para a cultura nacional.

O artesanato também apresenta grande importância para o país e é feito com materiais dos mais variados tipos, como tecidos e madeira. A arquitetura estoniana reconta um pouco da história do país. Além disso, inúmeros museus reúnem desde artefatos históricos até elementos típicos das atividades científicas e industriais desenvolvidas na Estônia.

A culinária da Estônia é composta por ingredientes típicos da região do Báltico, tendo as carnes como elementos centrais de muitos de seus preparos. Um dos pratos típicos do país é o verivorst, conhecido no Brasil como chouriço.

Infraestrutura da Estônia

A Estônia é um país com elevado índice de desenvolvimento, e sua população desfruta de uma qualidade de vida acima da média em muitos quesitos, de acordo com a OCDE. Um deles é a educação, com 99,8% da sua população alfabetizada e a maioria dos adultos acima de 25 anos, mais precisamente 91%, tendo completado a educação básica (até o ensino médio).

A infraestrutura urbana (ou social), compreendendo a estrutura para a garantia do saneamento básico e acesso à água potável, atende a todos os moradores das cidades e à maioria daqueles que vivem no campo. Além disso, todos os moradores da Estônia possuem acesso à energia elétrica, a qual advém dos combustíveis fósseis, que representam 72% da matriz energética nacional, e de fontes renováveis, como os ventos e a biomassa.

Nos transportes, utiliza-se principalmente as rodovias e as ferrovias, além dos grandes portos marítimos situados ao longo da costa, dos quais se destaca o Porto de Tallinn, um dos mais importantes do mar Báltico.

Leia também: Dinamarca — país europeu que oferece uma elevada qualidade de vida aos seus moradores

Governo da Estônia

O sistema de governo da Estônia é o republicano parlamentarista. O presidente da república desempenha a função de chefe de Estado, e a sua eleição acontece por meio do Parlamento. Ou seja, a escolha do representante máximo do Poder Executivo da Estônia é feita indiretamente.

O chefe de governo é o primeiro-ministro, que é indicado ao cargo pelo presidente e aprovado pelo Parlamento. O Parlamento estoniano, ou Riigikogu, é o órgão representante do Legislativo. É unicameral e composto por 110 membros, os quais são eleitos por voto direto.

Curiosidades sobre a Estônia

  • Saaremaa é a maior ilha da Estônia, com área de 2673 km².

  • O monte Suur Munamägi abriga o ponto mais elevado da Estônia e da região do Báltico. Situa-se a uma altitude de 318 metros.

  • O transporte público é gratuito para moradores da Estônia.

  • O centro histórico de Tallinn abriga a cidade medieval mais bem preservada da Europa.

  • A votação da Estônia pode ser realizada online. O país foi o primeiro do mundo a implementar esse sistema, o que ocorreu em 2005.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Estônia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/estonia.htm. Acesso em 20 de maio de 2022.

De estudante para estudante


Verdadeiro ou Falso?

Mapas são representações gráficas em escala reduzida da superfície terrestre ou de parte dela sobre um plano podem ainda representar especialmente determinadas informações gráficas, compondo, assim, os mapas temáticos

Por Anna Clara
Responder
Ver respostas

como era a situaçao da cidade de berlin durantguerra e o periodo da guerra  fria

Por davi Abner
Responder
Ver respostas

Estude agora


Tempos derivados do infinitivo pessoal

São derivados do infinitivo pessoal os tempos futuro do presente e futuro do pretérito. Assista a esta videoaula para...

Países mais populosos do mundo

Assista à nossa aula e conheça os países mais populosos do mundo. Entenda a razão para o grande crescimento...