Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Copa do Mundo Catar 2022

A Copa do Mundo acontece pela primeira vez no Oriente Médio, no Catar especificamente.

Esquema ilustrativo traz bola de futebol no canto superior direito e o texto “Catar 2022” à esquerda, em fundo marsala.
A Copa do Mundo de 2022 acontece no Catar, no Oriente Médio.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A Copa do Mundo é o principal evento de futebol e é realizada a cada quatro anos. O Catar (ou Qatar) foi escolhido como a sede do torneio em 2022, apresentando uma competição totalmente diferente das edições anteriores.

Leia também: Países participantes da Copa do Mundo de 2022

Tópicos deste artigo

Particularidades da Copa do Catar

A 22ª edição da Copa do Mundo foi a primeira realizada no Oriente Médio, entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro de 2022. Geralmente, o mundial de futebol é disputado em junho e julho, mas, devido às altas temperaturas do verão no Catar, que passam dos 40 ºC, houve essa mudança. Com isso, a realização da Copa de 2022 ficou no período do outono, quando o clima costuma ficar entre 25 ºC e 30 ºC.

Logotipo da Copa do Catar 2022 (Crédito: Divulgação/Fifa)
Logo da Copa do Catar 2022 [1]

Outra particularidade dessa Copa é a dimensão territorial do país-sede. O Catar ocupa uma área de apenas 11,6 mil km², bem menor que as dos países que receberam o evento nas edições anteriores: Rússia (17,1 milhões km²) e Brasil (8,5 milhões de km²). Por essa característica, as seleções não têm a necessidade de viajar de avião de uma cidade para outra e todos os trajetos para os jogos são realizados de ônibus, em poucos minutos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Cidades-sede da Copa do Catar

A Copa do Catar conta com cinco cidades como sedes: Doha (a capital), Al Khor, Al Rayyan, Al Wakrah e Lusail.

Doha é a capital do Catar e a cidade mais populosa do país, com cerca de 1,3 milhão de habitantes. A cidade está localizada na costa do Golfo Pérsico, no leste do país. Doha também é considerada o centro econômico do Catar.

Al Khor fica localizada a 50 km de Doha e é uma cidade costeira, ao norte do país, com uma população aproximada de 31 mil habitantes. Com cerca de 20 km de distância da capital, Al Rayyan é um município de 450 mil habitantes e fica localizado no oeste do Catar. Al Wakrah tem cerca de 31 mil habitantes e fica a 40 km da capital, no sul do país.

  • Lusail

Vista de Lusail, cidade construída para receber a Copa do Mundo do Catar.[2]
Vista de Lusail, cidade construída para receber a Copa do Mundo do Catar.[2]

O Catar construiu a cidade de Lusail para receber a abertura e a final da Copa do Mundo 2022. Situada a, aproximadamente, 20 km de distância da capital, Doha, o projeto, que teve um custo aproximado de R$ 175 bilhões, é a sede do principal estádio da competição, o estádio Lusail, com capacidade para 80 mil pessoas. A nova cidade conta com hotéis, ilhas artificiais, marinas, shoppings, lojas de luxo e de entretenimento e outros comércios.

Leia também: 50 curiosidades sobre o Catar

Estádios da Copa do Mundo no Catar

A Copa do Mundo no Catar tem oito estádios para receber os jogos. Entre eles, apenas o Khalifa foi reformado e continuará com sua capacidade original de 40 mil lugares após o fim do torneio. Os outros sete estádios foram construídos. Entre eles, seis terão suas capacidades reduzidas após o mundial e um será desmontado. Depois da Copa, o Catar doará os assentos para estádios de outros países.

Com a proximidade entre os estádios da Copa de 2022, os torcedores podem acompanhar mais de um jogo por dia. A maior distância será de 55 km, entre os estádios de Al Khor, que fica ao norte, e Al Wakrah, no sul. Veja o mapa a seguir:

Com projetos ambiciosos, mesmo com a mudança nas datas para a prevenção do calor, todos os oito estádios têm um sistema de climatização para amenizar a temperatura. Conheça os estádios da Copa do Catar:

  • Estádio Khalifa (Doha)

Vista de cima do estádio Khalifa: único que foi reformado para a Copa do Catar
Estádio Khalifa: único que foi reformado para a Copa do Catar [3]

O estádio Khalifa foi reformado e ficou pronto em maio de 2017. Ele foi construído em 1976 e é o mais tradicional do país. Está localizado em Doha e tem capacidade para 40 mil torcedores. Na reforma, ganhou os arcos superiores, como uma forma de representar o abraço dos torcedores. O complexo possui centro aquático, shopping e hotel. Os jogos serão realizados nesse local até as quartas de final.

  • Estádio Al Janoub (Al Wakrah)

Vista de frente do estádio Al Wakrah, o primeiro da Copa do Catar a ficar pronto.
Estádio Al Wakrah: primeiro estádio da Copa do Catar a ficar pronto [4]

Foi o primeiro estádio construído e entregue pelo comitê organizador da Copa, em maio de 2019. O estádio está localizado na cidade de Al Wakrah e tem capacidade para 40 mil pessoas. O projeto é uma homenagem aos tradicionais barcos de pesca de pérolas, símbolos do país, conhecidos como dhow. Foi idealizado para receber partidas até as quartas de final da Copa.

  • Estádio Nacional Lusail (Lusail)

Vista do Estádio Nacional Lusail, no Catar.
Maior estádio da Copa do Catar tem capacidade para receber 80 mil pessoas.[5]

Esse é o principal estádio da Copa, construído na cidade de Lusail. Seu projeto quis representar a cultura árabe com peças como vasos, tigelas e peças artísticas na decoração. Com capacidade para 80 mil pessoas, o estádio foi escolhido para ser palco da final do torneio. Com o fim da competição, ele será transformado em um centro comunitário para a população.

  • Estádio Al Bayt (Al Khor)

Vista de frente do estádio Al Bayt, preparado para os jogos até a semifinal da Copa do Catar
Estádio Al Bayt receberá jogos até a semifinal da Copa [6]

O estádio Al Bayt tem capacidade para 60 mil pessoas e está localizado na cidade de Al Khor. Foi escolhido para receber a cerimônia de abertura e demais jogos da Copa até as semifinais. O modelo de arquitetura que lembra uma tenda foi escolhido também para homenagear a cultura local, lembrando as Bayt al sha'a, utilizadas pelos povos nômades.

  • Estádio Ahmad bin Ali (Al Rayyan)

Vista aérea do estádio Ahmad bin Ali, preparado para os jogos até as quartas de final da Copa do Catar
Estádio Ahmad bin Ali receberá jogos até as quartas de final da Copa [7]

O estádio Ahmad bin Ali está localizado na cidade de Al Rayyan, à beira do deserto. Sua capacidade original é de 22 mil pessoas, mas foi ampliada para 40 mil para a realização da Copa. A obra também representa traços de características locais, como a família, o deserto e o comércio.

  • Estádio Al Thumama (Doha)

Vista de frente do estádio Al Thumama, preparado para os jogos da Copa do Catar
Estádio Al Thumama terá capacidade para 40 mil pessoas [8]

Também localizado em Doha, o estádio Al Thumama tem capacidade para até 40 mil torcedores, e os jogos serão sediados até as quartas de final da Copa. O formato lembra a gahfiya, um chapéu tradicional da região. Após a Copa, a capacidade do estádio será reduzida e os bancos serão doados para países que estão em desenvolvimento.

  • Estádio Education City (Doha)

Vista de frente do estádio Education City, preparado para os jogos da Copa do Catar
Estádio Education City foi construído em área universitária [9]

O estádio Education City recebeu esse nome por estar integrado ao ambiente de universidades no Catar. Tem capacidade para 40 mil torcedores durante a Copa, e foi projetado para receber as partidas das quartas de final. Também foi construído para ter sua capacidade reduzida após o evento e os seus bancos, doados. Na arquitetura a obra lembra diamantes e possui, em sua parte interior, áreas verdes e ambientes com acessibilidade.

  • Estádio 974 ou Ras Abu Aboud (Doha)

Vista aérea do estádio Ras Abu Aboud, construído com contêineres para ser desfeito depois da Copa do Catar
Estádio Ras Abu Aboud, construído com contêineres, será desfeito depois da Copa [10]

O estádio Porto de Doha (Ras Abu Aboud Stadium ou 974 Stadium) foi todo construído com uma estrutura de contêineres, com capacidade para 40 mil torcedores, para ser desmontado depois da Copa, com suas peças sendo enviadas para contribuir com o desenvolvimento social e esportivo em vários países. O número 974 representa a quantidade de contêineres presentes na obra e o código de discagem no Catar, além disso, o modelo quis homenagear o comércio internacional e as navegações.

Mascote da Copa do Mundo de 2022

Batizada de La'eeb, nome que, de acordo com a organização da Copa, significa “jogador super-habilidoso” em árabe, a mascote da Copa do Catar foi inspirada no Keffiyeh, o famoso lenço usado na região.

Mascote da Copa do Mundo do Catar
Mascote da Copa no Catar é mais um dos símbolos que ressaltam a cultura local.[11]

A La’eeb é uma figura carismática, característica de uma boa mascote, e terá o papel de envolver os torcedores de todas as nações, independentemente da idade, em uma experiência divertida na Copa do Mundo.

Mobilidade na Copa do Mundo do Catar

Outro grande investimento do Catar para sediar a Copa do Mundo em 2022 diz respeito à mobilidade. Além das grandes vias, novas rodovias e avenidas construídas, a principal aposta do país foi num moderno metrô.

O sistema de metrô conta com um alcance de mais de 200 km, integrando todos os estádios da Copa, o que facilita para o torcedor que deseja acompanhar dois jogos no mesmo dia.

A intenção da construção do metrô foi a de facilitar a locomoção dos torcedores durante os jogos do mundial e, após a competição, contribuir para diminuir o número de carros e poluição no país.

O metrô é um dos mais modernos do mundo e é composto por três vagões de três classes diferentes: Família, Standard e GoldClub.

Classe GoldClub do metrô no Catar, considerada a categoria de luxo do transporte.[12]
Classe GoldClub do metrô no Catar, considerada a categoria de luxo do transporte.[12]

Os vagões Família são destinados às famílias, como já diz o nome, mas não há restrição para homens sozinhos. Os vagões Standard são destinados aos homens sozinhos, mas não restringe mulheres e crianças. É comum no Catar que os transportes públicos tenham essas divisões. Já os vagões GoldClub são considerados uma categoria de luxo, com decoração sofisticada, predominância da cor dourada, em referência ao ouro, e mais conforto, semelhante às poltronas de aviões em classe executiva.

Participantes (seleções) da Copa do Mundo no Catar

Somente o Catar, por ser o país-sede, não precisou participar das eliminatórias para se classificar para a Copa do Mundo de 2022. As outras seleções foram conhecidas nas Eliminatórias da Copa.

O número de países na Copa do Catar é o mesmo das edições anteriores: 32. A Fifa estudava aumentar o número para 48 equipes, porém achou melhor manter em 32 seleções, levando em consideração que o pequeno país não teria estrutura para receber um número maior de delegações e torcidas.

Caso houvesse o aumento no número de seleções para a Copa de 2022, o Catar teria que dividir o mundial com países vizinhos, o que traria transtornos para o torneio, já que o país tem diferenças diplomáticas com a maioria dos países no Oriente Médio. Essa situação contribuiu para a Fifa manter as 32 equipes e aumentar para 48 apenas em 2026, quando o Mundial será disputado em três países: Estados Unidos, México e Canadá.

Leia também: A primeira Copa do Mundo

Grupos da Copa do Mundo do Catar

As Eliminatórias da Copa de 2022 começaram a ser disputadas em novembro de 2019 e terminaram em março de 2022. Os grupos da Copa do Mundo do Catar foram sorteados no dia 1º de abril. São oito grupos, com quatro seleções cada. Na fase de grupos, todas as equipes de cada grupo jogam entre si na primeira fase, e são classificados para as oitavas de final os dois melhores países de cada um deles.

Veja as seleções classificadas e a divisão por grupos:

Esquema com os grupos da Copa do Mundo de 2022

Abertura e encerramento da Copa

A cerimônia de abertura será no dia 20 de novembro, às 12 h (Brasília), no Estádio Al Bayt, na cidade de Al Khor. Logo em seguida, será realizada a primeira partida do mundial, entre as seleções do Catar e Equador.

Já a final da Copa está programada para o dia 18 de dezembro, às 12 h (Brasília). Ocorrerá no estádio Lusail.

Dias dos jogos do Brasil na fase de grupos

  • Brasil x Sérvia: 24 de novembro, às 16 h, no estádio de Lusail

  • Brasil x Suíça: 28 de novembro, às 13 h, no estádio 974 (Ras Abu Aboud)

  • Brasil x Camarões: 2 de dezembro, às 16 h, no estádio de Lusail

Cronograma das fases

  • Fase de grupos: 21 de novembro a 2 de dezembro

  • Oitavas de final: 3 a 6 de dezembro

  • Quartas de final: 9 e 10 de dezembro

  • Semifinais: 13 e 14 de dezembro

  • Disputa do 3º lugar: 17 de dezembro

  • Final: 18 de dezembro

Jogadores do Brasil na Copa

A convocação dos atletas brasileiros para representar a Seleção foi realizada, no dia 7 de novembro, pelo técnico Tite. A lista foi composta por 26 jogadores que vão ao Catar para buscar o hexacampeonato.

Veja os convocados:

Lista de convocados da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2022.
Para a Copa do Catar foram convocados 26 jogadores brasileiros. (Crédito: Reprodução / CBF).

Sede da Seleção Brasileira

Após um período de visitação e vistorias em 17 locais do país, a comissão técnica da Seleção Brasileira escolheu o estádio Grand Hamad, onde o clube Al Arabi manda suas partidas, e o Westin Doha Hotel & Spa para o treinamento e a hospedagem de toda a equipe, levando em consideração a logística, já que a distância é de apenas 4 km entre as duas localizações.

Vista do Estádio Grand Hamad.
Estádio Grand Hamad é a sede dos treinamentos da Seleção Brasileira no Catar. (Crédito: Divulgação/CBF).

O estádio escolhido para os trabalhos da Seleção Brasileira tem estrutura de nível internacional, com gramado e vestiário de qualidade excelente e instalações que comportam o acesso da imprensa mundial. No hotel de luxo escolhido para hospedar a equipe, também foram organizadas instalações para que os atletas possam receber seus familiares durante a estadia no país da copa.

Escolha da sede e polêmicas

O processo de escolha para as sedes das Copas de 2018 e 2022 teve início em 2009, e 11 propostas foram recebidas pela federação. Posteriormente, houve a desistência do México e a candidatura da Indonésia foi rejeitada pela Fifa.

Durante o processo de escolha do país-sede da Copa de 2022, restaram cinco propostas: Austrália, Catar, Coreia do Sul, Estados Unidos e Japão. Em novembro de 2010, houve uma reunião dos membros do Comitê Executivo da Fifa, em Zurique, para escolher as sedes das Copas, na qual o Catar recebeu o maior número de votos e foi escolhido para sediar o campeonato de 2022, assim como a Rússia, que sediou o mundial em 2018.

A vitória do Catar foi altamente criticada após os inúmeros escândalos de corrupção envolvendo a Fifa, incluindo a denúncia de que o governo do país havia pagado à instituição para poder receber o torneio. As denúncias acusaram muitos ex-dirigentes e colaboradores da Fifa de pagamento e recebimento de propina, entre outros delitos.

Em março de 2019, o jornal britânico The Sunday Times informou que o Catar teria comprado os votos em favor de sua candidatura e pagado 880 milhões de euros à Fifa, 21 dias antes da definição do país-sede. O pagamento teria sido realizado em duas parcelas, de 400 milhões e de 480 milhões de euros, além de uma bonificação de 100 milhões se o Catar fosse escolhido. O valor seria repassado pela rede de televisão Al Jazeera, controlada pelo governo.

  • Trabalho escravizado

As críticas, polêmicas e denúncias contra o Catar não pararam em problemas climáticos e propinas. O comitê organizador da Copa do Catar também foi questionado pelas condições de trabalho dos operários na construção dos estádios, denunciadas pela ONG Anistia Internacional.

Com isso, a imprensa internacional também começou a noticiar as más condições de trabalho nas obras do Catar e até mortes de trabalhadores. Apesar das informações terem sido negadas pelo Catar, o governo do país anunciou mudanças na legislação trabalhista para oferecer melhores condições aos trabalhadores. Atualmente, o Catar está trabalhando com a supervisão da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Somente 12% da população do Catar são nativos, e, com a oferta de trabalho nas obras para a Copa do Mundo, milhares de operários estrangeiros, sendo a maioria de origem da Índia, Nepal, Bangladesh e países menores da Ásia, chegaram ao país em busca de trabalho.

Crédito das imagens:

[1] Divugação FIFA
[2] Losail.com
[3] Noushad Thekkayil / Shutterstock.com
[4] Fitria Ramli / Shutterstock.com
[5] Photo Play / Shutterstock.com
[6] Fauzan Fitria / Shutterstock.com
[7] Divulgação qatar2022.qa
[8] Photo Play / Shutterstock.com
[9] Noushad Thekkayil / Shutterstock.com
[10] Reprodução Youtube.com

[2] SLSK Photography / Shutterstock
[5] SLSK Photography / Shutterstock
[11] Freer / Shutterstock
[12] Joerg-Drescher / Shutterstock

Por Giullya Franco
Jornalista

Escritor do artigo
Escrito por: Giullya Franco Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCO, Giullya. "Copa do Mundo Catar 2022"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/copa-mundo-catar-2022.htm. Acesso em 24 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante