Mamíferos

Biologia

PUBLICIDADE

Os mamíferos são animais vertebrados do filo Chordata, conhecidos, principalmente, por apresentarem pelos e glândulas mamárias. A presença de diafragma e dentes diferenciados também são características típicas dos mamíferos.

Atualmente, são conhecidas mais de 5.300 espécies, dentre as quais se inclui a espécie humana. Essas espécies são bastantes distintas entre si, sendo possível encontrar, por exemplo, espécies terrestres e aquáticas. Por viverem em diferentes ambientes, podemos observar também diferentes formas de locomoção, como o nado das baleias, o voar dos morcegos e capacidade de planar de certos esquilos.

No que diz respeito à alimentação, esses animais são também muito distintos, existindo espécies:

Os mamíferos possuem sistema digestório completo, circulação fechada, dupla e completa, respiração pulmonar, sistema excretor composto por dois rins e um sistema nervoso desenvolvido.

Leia também: Baleia-azul – representante dos mamíferos aquáticos

Características gerais dos mamíferos

Os mamíferos constituem uma classe (classe Mammalia) bastante diversificada de animais vertebrados que inclui seres com as mais diversas características e hábitos de vida. São animais que vivem em praticamente todos os ambientes, não existindo nenhuma espécie parasita.

  • Características exclusivas dos mamíferos

Algumas características são exclusivas dessa classe, como:

  • presença de pelos,

  • glândulas mamárias,

  • diafragma,

  • dentes diferenciados.

Os morcegos são mamíferos que apresentam capacidade de voar.
Os morcegos são mamíferos que apresentam capacidade de voar.

Os pelos dos mamíferos, que podem cobrir totalmente ou somente parte do corpo, são extremamente importantes para manter a temperatura corporal. Esses animais são endotérmicos, e a presença de um isolamento térmico é importante para a conservação da temperatura.

A retenção de calor é também garantida devido à presença de uma camada de gordura localizada logo abaixo da pele. Além disso, a presença de glândulas sudoríparas, em alguns representantes, auxilia nessa função, pois, quando a temperatura está muito elevada, elas eliminam o suor, o que ajuda a refrescar o corpo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os mamíferos também apresentam glândulas mamárias, que são responsáveis por produzir leite, o qual serve de alimento para seus filhotes. Essa é uma das características mais marcantes e a responsável pelo nome dado a essa classe. O leite é fornecido por todas as fêmeas aos seus filhotes, garantindo que esses recebam um alimento nutritivo e fundamental para o seu desenvolvimento. O leite contém:

 Os mamíferos amamentam seus filhotes com leite.
Os mamíferos amamentam seus filhotes com leite.

Os dentes desses animais são diferenciados e cada um é responsável por uma determinada função. Há dentes, por exemplo, adaptados para cortar e rasgar (incisivos e caninos) e para amassar ou triturar (pré-molares e molares) o alimento. A depender da dieta adotada pelo animal, esses tipos de dentes podem estar mais ou menos desenvolvidos. Os herbívoros, por exemplo, geralmente não apresentam caninos, sendo esses dentes bastante desenvolvidos nos animais carnívoros.

Outra característica importante dos mamíferos é a presença de um músculo que divide o tórax e abdome chamado de diafragma. Os movimentos de elevação e abaixamento desse músculo são essenciais para a ventilação dos pulmões. A respiração de todos os representantes é pulmonar, inclusive nas espécies aquáticas (baleias e golfinhos).

 As baleias são animais que vivem no ambiente aquático, entretanto, como os outros mamíferos, apresenta respiração pulmonar.
As baleias são animais que vivem no ambiente aquático, entretanto, como os outros mamíferos, apresenta respiração pulmonar.

Veja também: Quais são os tipos de respiração dos animais?

  • Características fisiológicas dos mamíferos

O sistema digestório dos mamíferos é completo. Nos ornitorrincos e nas equidnas, ele inicia-se no bico e termina na cloaca, diferentemente das outras espécies, em que se inicia na boca e termina no ânus.

O sistema cardiovascular dos mamíferos apresenta um coração com quatro cavidades (dois átrios e dois ventrículos), assim como nas aves. A circulação é fechada, já que o sangue corre exclusivamente no interior de vasos sanguíneos (artérias, arteríolas, veias, vênulas e capilares), e dupla, uma vez que apresenta dois circuitos (o circuito pulmonar e o sistêmico), o que significa que o sangue passa duas vezes pelo coração. A circulação desses animais é completa, pois o sangue rico em gás carbônico não se mistura com sangue rico em oxigênio.

Nos mamíferos, a excreção ocorre graças à presença de dois rins, que garantem a filtração do sangue e a formação da urina. Após a urina ser formada, ela segue em direção aos ureteres, que a conduzirão até a bexiga, local onde a urina fica armazenada até sua liberação. A urina é eliminada para o meio externo pela uretra. Nos mamíferos, o principal produto de excreção é a ureia.

O sistema nervoso dos mamíferos também merece destaque, sendo esses animais dotados de um cérebro bastante desenvolvido, quando comparado a outros vertebrados com tamanho equivalente. Assim como nos outros vertebrados, o sistema nervoso dos mamíferos é dividido em:

  • sistema nervoso central (SNC): formado pelo cérebro e medula espinhal;

  • sistema nervoso periférico (SNP): formado pelos nervos e gânglios.

Os mamíferos apresentam um sistema sensorial complexo, sendo possível observar a presença dos seguintes sentidos:

Em golfinhos e morcegos, é também possível verificar a capacidade de detectar barreiras e objetos em ambientes, durante sua locomoção, por meio da chamada ecolocalização, que se baseia na emissão de ondas ultrassônicas por esses animais e a posterior análise do eco gerado.

Reprodução dos mamíferos

Os mamíferos são animais dioicos, ou seja, apresentam sexos separados. A fecundação nesses animais é interna, e o desenvolvimento é direto, não se observando, portanto, um estágio larval durante seu desenvolvimento. A maioria é vivípara, porém observa-se representantes ovíparos, sendo esse o caso dos monotremados.

Classificação dos mamíferos

Costuma-se dividir essa classe em duas subclasses: Prototheria e Theria. A subclasse Theria é dividida em duas infraclasses: Metatheria (marsupiais) e Eutheria (placentários). Existe ainda a classe Allotheria, entretanto, todos os seus representantes estão extintos.

Os representantes da subclasse Prototheria (monotremados) caracterizam-se por botar ovos, ocorrência comum em répteis. Outra característica desses animais são as mamas sem mamilo. Os ornitorrincos e as equidnas, animais restritos à Austrália e Nova Guiné, são exemplos de monotremados.

 Os ornitorrincos são mamíferos que botam ovos.
Os ornitorrincos são mamíferos que botam ovos.

Os marsupiais (Metatheria) são animais que apresentam uma característica extremamente interessante que diz respeito ao desenvolvimento embrionário. Os filhotes desses mamíferos não nascem completamente formados, terminando seu desenvolvimento dentro de uma bolsa denominada marsúpio. Os cangurus e gambás fazem parte dessa infraclasse.

 Os cangurus são mamíferos marsupiais.
Os cangurus são mamíferos marsupiais.

Os placentários (Eutheria) representam a grande maioria dos mamíferos. Entre os representantes, podemos citar o homem, cachorro, elefante, coelho, girafa, baleia, entre outros. Sua principal característica é o fato de que o desenvolvimento embrionário ocorre dentro do útero da mãe. A alimentação e as trocas gasosas ocorrem através da placenta. Diferentemente dos marsupiais, eles já nascem completamente formados, sendo a gestação de eutérios mais longa.

Acesse também: Gravidez ectópica – gestação que ocorre fora da cavidade uterina

Resumo sobre mamíferos

  • A presença de pelos, glândulas mamárias, diafragma e dentes diferenciados são características exclusivas dos mamíferos.

  • Os mamíferos são animais endotérmicos.

  • Os mamíferos possuem sistema digestório completo.

  • Os mamíferos apresentam circulação fechada, dupla e completa. O sistema cardiovascular apresenta um coração com quatro cavidades.

  • O sistema excretor dos mamíferos é composto por dois pares de rins.

  • Os mamíferos apresentam respiração pulmonar.

  • Os mamíferos apresentam sistema nervoso bem desenvolvido e que pode ser dividido em sistema nervoso central e sistema nervoso periférico.

  • Os mamíferos são dioicos, apresentam fecundação interna e desenvolvimento direto.

  • Os mamíferos podem ser divididos em três grupos: marsupiais, monotremados e placentários.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Mamíferos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/mamiferos.htm. Acesso em 18 de janeiro de 2021.

Lista de Exercícios
Questão 1

(UFRRJ) A seguir estão indicados os anexos embrionários que se formam durante a embriogênese da maioria dos mamíferos. O anexo embrionário exclusivo dos mamíferos e que possibilita um período mais longo de desenvolvimento do embrião no interior do organismo materno é:

a) o saco vitelino.

b) o âmnio.

c) o córion.

d) a placenta.

e) o alantoide.

Questão 2

Os mamíferos apresentam algumas características exclusivas do grupo. Entre elas, podemos citar a presença de:

a) dentes não diferenciados.

b) penas.

c) ossos pneumáticos.

d) diafragma.

e) carena.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Saiba mais sobre o cavalo, um mamífero herbívoro que foi domesticado e atualmente apresenta grande importância econômica para os seres humanos.
Conheça a nova teoria que tenta explicar por que as zebras são listradas!
Você conhece as diferenças existentes entre os corações dos vertebrados? Clique aqui e saiba mais sobre esse importante órgão do sistema cardiovascular!
Aprenda mais sobre o peixe-boi, um mamífero aquático que apresenta uma dieta preferencialmente herbívora.
Já ouviu falar no pangolim? Clique aqui e conheça mais sobre esse interessante mamífero, que atualmente é considerado o animal mais traficado do mundo. Neste texto falaremos a respeito das características físicas e comportamentais desse animal, o qual é representado por oito diferentes espécies.
Que tal conhecer melhor a onça-pintada, uma espécie que se destaca nas Américas pelo seu tamanho? Neste texto, falaremos a respeito de algumas importantes características desse animal, sua alimentação, habitat e reprodução. Além disso, falaremos sobre a ameça que essa espécie sofre e sobre algumas curiosidades.
Você sabe tudo sobre o urso panda? Clique aqui e conheça algumas das principais características desse animal. Descubra também algumas curiosidades sobre ele.
Você sabe tudo sobre girafas? Clique aqui, aprenda um pouco mais sobre esse incrível animal e confira também algumas curiosidades!
Que tal conhecer mais a respeito do lobo-guará? Neste texto apresentaremos algumas das principais características desse animal símbolo do Cerrado.
Os principais mamíferos que habitam o cerrado.