Topo
pesquisar

Ciclo do carbono

Biologia

PUBLICIDADE

Ciclo do carbono é um ciclo biogeoquímico, ou seja, um processo que garante a reciclagem do carbono, possibilitando que esse elemento interaja com o meio e também com os seres vivos. Nesse ciclo verificamos como o carbono movimenta-se pela atmosfera, litosfera, hidrosfera e biosfera.

Etapas do ciclo do carbono

Observe atentamente o esquema resumido do ciclo do carbono.
Observe atentamente o esquema resumido do ciclo do carbono.

O ciclo do carbono pode ser dividido em dois ciclos que ocorrem em velocidades distintas: o ciclo geológico do carbono e o ciclo biológico do carbono. Esses dois ciclos, apesar de serem mais fáceis de compreender separadamente, estão interligados. Saiba mais sobre eles:

  • Ciclo geológico do carbono

É responsável por regular a movimentação do carbono pela atmosfera, hidrosfera e litosfera e destaca-se por ser um ciclo demorado. O carbono, como sabemos, é encontrado nos solos, nas rochas, nos ambientes aquáticos, como nos oceanos, e na atmosfera.

O gás carbônico (CO2), presente na atmosfera, é solúvel em água, assim ocorre uma troca contínua entre o CO2 na atmosfera e o ambiente aquático. Outra forma de movimentação acontece quando o CO2 dissolve-se na água da chuva, produzindo H2CO3, que é uma solução ácida, que facilita a erosão das rochas silicatadas.

O processo de intemperismo (conjunto de processos que levam à desintegração das rochas) provoca também a liberação dos íons Ca2+ e HCO3. Esses íons podem ser levados para o oceano, sendo utilizados por organismos marinhos na formação de conchas. Essas conchas, quando o animal morre, são depositadas no ambiente e acumulam-se, fazendo parte do sedimento no fundo dos oceanos. Esse sedimento, posteriormente, forma rochas calcárias. O CO2 pode ainda ser liberado pelos vulcões para atmosfera.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Ciclo biológico do carbono

Envolve os seres vivos do planeta e pode ocorrer no meio terrestre e no meio aquático. Organismos fotossintetizantes são responsáveis por retirar o gás carbônico da atmosfera. No processo de fotossíntese, esses organismos utilizam o CO2 e liberam o oxigênio (O2). Na fotossíntese, o carbono é utilizado na fabricação de moléculas orgânicas.

Os seres vivos necessitam da matéria orgânica para sobreviver. Enquanto os autotróficos são capazes de produzir moléculas orgânicas, os heterotróficos necessitam consumir essas moléculas de outros seres vivos, sendo esse o caso, por exemplo, dos seres humanos. Desse modo, através da matéria orgânica, o carbono vai passando pelas cadeias e teias alimentares.

Os seres vivos são também responsáveis pela liberação de gás carbônico no ambiente. A liberação ocorre por dois processos: o processo de respiração e o processo de decomposição. Na respiração, os organismos utilizam oxigênio e liberam gás carbônico no processo. Já na decomposição, ocorre a liberação de gás carbônico e água.

É importante destacar ainda que, nos últimos anos, os seres humanos têm contribuído para o aumento dos níveis de gás carbônico atmosférico. Atividades como o desmatamento e a utilização de combustíveis fósseis têm garantido um aumento significativo desse gás na atmosfera, e, com isso, tem-se observado uma acentuação do chamado efeito estufa.

Leia mais sobre: Problemas ambientais brasileiros

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Efeito estufa e aquecimento global

Denominamos de efeito estufa um fenômeno natural que garante um aquecimento da superfície terrestre, essencial para a sobrevivência da vida no planeta. Esse efeito é conseguido graças à presença de gases na atmosfera, chamados de gases do efeito estufa, que são capazes de reter parte do calor vindo do Sol. Entre esses, estão o gás carbônico e o gás metano.

 O efeito estufa é responsável por garantir que a temperatura do planeta fique adequada para a sobrevivência dos seres vivos.
O efeito estufa é responsável por garantir que a temperatura do planeta fique adequada para a sobrevivência dos seres vivos.

Nos últimos anos, o que se tem observado é um aumento crescente da emissão desses gases do efeito estufa. O gás carbônico, por exemplo, é adicionado em grande escala na atmosfera por meio de processos como a queima de combustíveis fósseis. O aumento da concentração de CO2 na atmosfera está relacionado com a acentuação do efeito estufa e uma elevação da temperatura do planeta, o que é conhecido como aquecimento global.

O aumento da temperatura média do planeta é uma questão que merece atenção, pois esse aquecimento pode desencadear problemas graves. Dentre as principais consequências do aquecimento global, podemos citar:

  • Aumento da quantidade de chuvas em algumas regiões e longos períodos de estiagem em outras;

  • Derretimento das geleiras;

  • Aumento do nível do mar;

  • Perda de biodiversidade;

  • Problemas de abastecimento;

  • Aumento de casos de algumas doenças, como a dengue e a malária.

Caso tenha maior interesse nos temas desse tópico, leia nossos textos: Efeito estufa e Aquecimento global.

Saiba mais: Mudanças climáticas

Importância do ciclo do carbono

O ciclo do carbono é essencial para sobrevivência da vida no planeta, uma vez que o carbono é um elemento que faz parte da estrutura de todas as moléculas orgânicas. Além disso, esse elemento está presente em grande parte do material que compõe nosso planeta, como rochas, oceanos e a atmosfera.

Mapa Mental: Ciclo do Carbono

* Para  baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

Resumo do ciclo do carbono

  • O carbono é um elemento encontrado em vários reservatórios do planeta, como rochas e atmosfera.

  • O carbono forma a estrutura das moléculas orgânicas.

  • O ciclo do carbono envolve um ciclo geológico e um ciclo biológico, os quais estão interligados.

  • No ciclo geológico, o carbono movimenta-se pela atmosfera, hidrosfera e litosfera, enquanto no ciclo biológico, o carbono movimenta-se pelos seres vivos.

  • Os processos de fotossíntese, respiração e decomposição são essenciais para o ciclo do carbono.

  • A ação do ser humano tem provocado um aumento do gás carbônico disponível na atmosfera, acentuando o efeito estufa e contribuindo para o aquecimento global.

  • O aquecimento global é responsável por desencadear mudanças no nosso planeta, dentre as quais podemos citar o aumento do nível do mar, o derretimento de geleiras, as secas extremas e a perda de biodiversidade.

Leia também: Aquecimento global e extinção de espécies


Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Ciclo do carbono"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/ciclo-carbono.htm. Acesso em 22 de novembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(UFMS-RS) Observe o esquema a seguir, que é uma simplificação do ciclo do carbono.

Nesse ciclo, se I representar os

a)      Consumidores, II representará os decompositores.

b)      Consumidores, II representará os produtores.

c)       Produtores, II representará os consumidores.

d)      Produtores, II representará os decompositores.

e)      Decompositores, II representará os consumidores.

Questão 2

(Vunesp-SP) O ciclo do carbono na natureza pode ser representado, simplificadamente, da seguinte maneira.

Os números de 1 a 5 indicam, respectivamente:

a)      Fotossíntese, nutrição, respiração, combustão e morte;

b)      Respiração, nutrição, fotossíntese, morte e respiração;

c)       Nutrição, combustão, fotossíntese, morte e respiração;

d)      Fotossíntese, combustão, respiração, morte e nutrição;

e)      Fotossíntese, respiração, nutrição, combustão e morte.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola