Topo
pesquisar

Aspectos naturais de Mato-Grosso

Geografia do Brasil

O Pantanal caracteriza o Mato-Grosso
O Pantanal caracteriza o Mato-Grosso
PUBLICIDADE

Mato-Grosso possui um grande território, nesse existe uma grande variedade de recursos e paisagens naturais.

Diante da imensa biodiversidade, serão abordadas as principais características do relevo, clima, vegetação, hidrografia, além das reservas ecológicas que se faz presente na região.
Relevo

O Relevo apresenta as irregularidades da superfície terrestre. O território de Mato-Grosso é composto por um relevo de baixas altitudes, dessa forma, grande parte do espaço estadual é plano.

No entanto, esse tipo de relevo se divide em três tipos de compostos, chamados de unidade, sendo todos distintos. São eles:

- Planalto mato-grossense: formação a partir de planaltos cristalinos e chapadões sedimentares, nesse as altitudes podem variar entre 400 a 800 metros em relação ao nível do mar. Esse planalto tem a função de divisor de águas de importantes bacias, tais como Paraguai e alguns rios da bacia do Amazonas.

- Planalto Arenítico-basáltico: formado pelos dois últimos elementos, podem ser encontrados no sul de Mato-Grosso.

- Planalto mato-grossense: se estabelece em uma área rebaixada, já no sul do planalto brasileiro se encontra o divisor entre as duas bacias, Paraguai e Amazonas.

A partir dessas considerações, as principais elevações (serras) do relevo contido no Estado do Mato Grosso:

- Serra dos Parecis
- Serra Formosa
- Serra do Norte
- Serra dos Caiabis
- Serra dos Apiacás
- Serra do Roncador

Além das serras citadas, existe outra variação do relevo que são as depressões, desse modo as duas principais são:

- Depressão do Alto Xingu
- Depressão do Médio Araguaia

Clima

O clima do estado sofre variações de acordo com a localização geográfica. Com base nessa afirmativa o clima que predomina é o tropical superúmido, característica do clima amazônico, no qual há elevadas temperaturas, algo em torno de 26ºC em relação à média anual e uma grande incidência de precipitações que chegam a 2.000 mm ao ano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outro tipo de clima de grande influência no Estado é o tropical, que possui duas estações bem definidas, sendo uma seca e outra chuvosa.

Vegetação

Uma grande parcela do território mato-grossense é composta por cobertura vegetal de floresta equatorial, que corresponde ao tipo de vegetação da floresta amazônica.

Já ao sul da capital, Cuiabá, o tipo de vegetação que predomina é o cerrado, esse bioma é composto por árvores baixas com troncos retorcidos, folhas e cascas grossas, além de uma vasta vegetação rasteira formada por capins nativos e arbustos.

Na área que está localizado o Pantanal o tipo de vegetação é variado, chamada pelos estudiosos de área de transição entre cerrado, campos, floresta seca, floresta equatorial, floresta tropical, desse modo, não há um tipo homogêneo de vegetação.

Hidrografia

O Mato Grosso é banhado por duas importantes bacias, bacia do rio Amazonas e do rio Paraguai, os principais rios da bacia do Amazonas são Araguaia, Rio das Mortes, Xingu, Juruena, Manoel Teles Pires e Roosevelt.

Parques de conservação

- Parque Nacional do Pantanal mato-grossense.
- Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.
- Estação Ecológica de Taiamã.
- Estação Ecológica da Serra das Araras
- Área de Preservação Ambiental Meandros do Araguaia.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PERCíLIA, Eliene. "Aspectos naturais de Mato-Grosso"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/aspectos-naturais-matogrosso.htm. Acesso em 16 de julho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola