Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Chapada dos Guimarães

A chapada dos Guimarães é um parque nacional localizado no Mato Grosso. Suas incríveis paisagens a tornam um dos principais destinos turísticos locais.

Cachoeira do Véu da Noiva, no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, localizado no estado do Mato Grosso.
O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães fica no estado do Mato Grosso e é uma importante área de preservação ambiental.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A chapada dos Guimarães é uma área localizada no estado do Mato Grosso, entre as cidades de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, sendo um dos principais destinos turísticos da região. Apresenta clima tipicamente tropical e relevo formado por terrenos rebaixados, morros e chapadas. Inserida no Cerrado, a chapada dos Guimarães abriga uma importante parcela da biodiversidade desse bioma, além de ser o local onde nascem alguns dos rios que alimentam o Pantanal e outras áreas do território nacional.

Tendo em vista a sua importância para a manutenção do ecossistema local e para o meio ambiente, a chapada dos Guimarães se tornou um parque nacional em 1989. O ICMBio é o responsável pela sua administração e manejo.

Leia também: Caatinga — um bioma exclusivamente brasileiro

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a chapada dos Guimarães

  • A chapada dos Guimarães fica no estado do Mato Grosso, entre a capital, Cuiabá, e a cidade de Chapada dos Guimarães.

  • Foi classificada como parque nacional em 1989, e possui área de 32.630 hectares.

  • Seu clima é o tropical alternadamente seco e chuvoso, com temperaturas elevadas na maior parte do ano.

  • Sua fauna e flora são típicas do Cerrado, bioma em que esse parque nacional está inserido.

  • As chapadas, formas delimitadas pelas escarpas, são a principal feição de relevo encontrada na chapada dos Guimarães.

  • Abriga nascentes de rios, alguns dos quais alimentam o Pantanal, e parte da biodiversidade do Cerrado, bioma ameaçado pelas queimadas e pelo desmatamento crescente.

  • Importantes sítios arqueológicos do estado do Mato Grosso ficam na chapada dos Guimarães.

  • Ela atrai milhares de turistas todos os anos, interessados principalmente em suas belezas naturais, como a cachoeira do Véu da Noiva.

Localização da chapada dos Guimarães

Alfinete fixado em um mapa indicando a localização do Parque Nacional Chapada dos Guimarães.
A chapada dos Guimarães fica no estado do Mato Grosso.

A chapada dos Guimarães fica localizada no estado do Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil. Sua área está inserida dentro dos limites de dois municípios mato-grossenses:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características da chapada dos Guimarães

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães se estende por 32.630 hectares na região centro-sul do estado do Mato Grosso, compreendendo uma grande área da capital estadual, Cuiabá, e do município homônimo de Chapada dos Guimarães. O parque foi estabelecido no ano de 1989, e atualmente está sob a administração do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio).

Clima da chapada dos Guimarães

A chapada dos Guimarães se insere em uma região de clima tropical, que sofre pequenas alterações locais pela influência de fatores como o relevo.

O clima tropical típico do estado do Mato Grosso e da chapada dos Guimarães é caracterizado pela alternância entre uma estação seca e uma estação chuvosa, que acontece nos meses de primavera e verão predominantemente. As temperaturas são elevadas na maior parte do ano, variando entre máximas de 35 ºC e mínimas de 17 ºC. O volume de chuvas é de 1300 mm nas regiões mais baixas do relevo e de 1600 mm nas áreas de maior altitude.|1|

Fauna da chapada dos Guimarães

A fauna da chapada dos Guimarães possui animais típicos do Cerrado brasileiro, abrigando uma parcela significativa da biodiversidade desse bioma. Ela é composta por 76 espécies de mamíferos, 44 espécies de peixes e 242 espécies de aves, de acordo com o ICMBio.

Chora-chuva-preto em um galho, animal típico do Cerrado brasileiro, no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.
O chora-chuva-preto é uma espécie típica da fauna da chapada dos Guimarães.

Dentre os animais encontrados na chapada dos Guimarães, estão:

Alguns dos animais encontrados na chapada dos Guimarães

arara

jaguatirica

seriema

ema

anta

gavião-casaco-de-couro

lobo-guará

tamanduá-bandeira

borboletas

onça-pintada

cágado

tatu-canastra


Vegetação e flora da chapada dos Guimarães

A vegetação presente na chapada dos Guimarães é típica do bioma Cerrado, o segundo maior bioma do Brasil, em que predominam árvores de médio porte, arbustos e gramíneas. Identifica-se ainda algumas áreas de floresta e mata ciliar, sendo o segundo tipo de formação vegetal encontrado próximo das margens dos rios.

Quase 660 espécies de vegetais constituem a flora da chapada dos Guimarães, segundo o ICMBio. Encontra-se nesse parque nacional árvores como jatobás, ipês e buritis. Espécies frutíferas como o caquizeiro, a mangabeira, a jabuticabeira e o cajuzeiro são também identificados, assim como diferentes variedades de capim.

Relevo da chapada dos Guimarães

Topo de falésias em um vale aberto como representação do relevo do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães.
O relevo da chapada dos Guimarães é pouco acidentado, formado por terrenos rebaixados e chapadas.

A chapada dos Guimarães está situada na borda noroeste da bacia sedimentar do Paraná, estrutura geológica que se formou por meio da erosão de rochas muito antigas do interior do território brasileiro.

O relevo que caracteriza o parque nacional é constituído por terrenos rebaixados e colinosos, pouco acidentados, e pelas chapadas, que são extensas áreas planas e elevadas delimitadas por escarpas (encostas de grande declive que marcam a transição abrupta de uma área mais elevada para outra área rebaixada).|2|

Veja também: Cataratas do Iguaçu — um conjunto de 275 quedas d’água localizado na fronteira entre o Brasil e a Argentina

Importância da chapada dos Guimarães

A chapada dos Guimarães abriga uma parcela importante da biodiversidade do bioma Cerrado, que se encontra ameaçado pelo desmatamento crescente e pelas queimadas provocadas pela ação humana para a abertura de novas áreas de produção agropecuária. Como vimos, são centenas de espécies de plantas e de animais que têm como habitat essa reserva natural e dependem diretamente dela para a sua sobrevivência.

O regime de chuvas e o relevo proporcionam a formação de cursos d’água na região da chapada dos Guimarães. Esse parque nacional abriga a nascente de importantes rios que banham o estado do Mato Grosso e áreas vizinhas, abastecendo não somente os biomas locais como também o Pantanal, que se estende pelo sul do território mato-grossense e pelo estado do Mato Grosso do Sul, próximo da fronteira com a Bolívia e o Paraguai.

Muitos sítios arqueológicos estão presentes na chapada dos Guimarães, onde é possível identificar fósseis, remanescentes da vida animal e vegetal de um passado distante, e pinturas rupestres, que permitem conhecer um pouco mais a fundo o processo de formação do estado do Mato Grosso e do interior do Brasil, o que evidencia sua grande importância sócio-histórica. Além disso, junto das paisagens naturais, esses elementos são atrativos turísticos para a região, o que evidencia sua grande importância econômica.

Turismo na chapada dos Guimarães

A chapada dos Guimarães é um dos principais destinos turísticos do estado do Mato Grosso. O parque nacional é responsável por atrair milhares de visitantes anualmente para a região, sendo de fundamental importância para o setor terciário dos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, que têm parte de sua renda derivada das atividades turísticas desempenhadas na reserva.

Lagoa azul no interior do complexo de cavernas Aroe Jari, na chapada dos Guimarães. [1]
Lagoa azul no interior do complexo de cavernas Aroe Jari, na chapada dos Guimarães. [1]

As paisagens naturais formadas por quedas d’água, cavernas, lagoas e matas são os principais atrativos da chapada dos Guimarães. Assim, alguns dos locais mais visitados são:

  • cachoeira do Véu da Noiva;

  • Cidade de Pedra;

  • circuito das cavernas;

  • circuito das cachoeiras;

  • morro de São Jerônimo;

  • caminho dos paredões;

  • vale do rio Claro;

  • mirante Morro dos Ventos.

Preservação da chapada dos Guimarães

A preservação da chapada dos Guimarães é fundamental para a manutenção do equilíbrio ambiental e para a proteção de uma parte importante da biodiversidade do Cerrado. Apesar disso, essa preservação encontra algumas dificuldades decorrentes do fato de que a chapada dos Guimarães fica em uma região que tem na agropecuária um de seus pilares econômicos. A abertura de novas áreas para a prática dessa atividade tem provocado aumento nas taxas de desmatamento do Cerrado e intensificação da ocorrência de queimadas, prejudiciais tanto para a vegetação quanto para o ar.

Pensando nessa necessidade de preservação, a chapada dos Guimarães foi transformada em parque nacional em 12 de abril de 1989, e é atualmente administrada pelo ICMBio. A classificação de qualquer área como parque nacional faz com que ela se torne uma unidade de conservação e preservação ambiental, assegurando assim o equilíbrio ecossistêmico, a manutenção dos sítios arqueológicos e a realização do turismo sustentável.

Notas

|1| e |2| ROSS, Jurandyr Luciano Sanches. Chapada dos Guimarães: Borda da Bacia do Paraná. Revista do Departamento de Geografia – USP, Volume 28 (2014), p. 180-197. Disponível aqui.

Crédito de imagem

[1] Caio Pederneiras / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Chapada dos Guimarães"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/chapada-dos-guimaraes.htm. Acesso em 20 de julho de 2024.

De estudante para estudante