Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Fatoração de polinômios

A fatoração de polinômios, utilizada para promover simplificação, consiste em métodos desenvolvidos para reescrever um polinômio como fator entre dois deles.

Exemplo de fatoração de polinômios.
Fórmula do teorema binomial.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A fatoração de polinômios consiste em métodos desenvolvidos para reescrever um polinômio como um produto entre polinômios. Escrever o polinômio como a multiplicação entre dois ou mais fatores auxilia na simplificação de expressões algébricas e na compreensão de um polinômio.

Existem diferentes casos de fatoração, e para cada um deles há técnicas específicas. Os casos existentes são: fatoração por fator comum em evidência, fatoração por agrupamento, diferença entre dois quadrados, trinômio quadrado perfeito, soma de dois cubos e diferença de dois cubos. 

Leia mais: O que é polinômio?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre fatoração de polinômios

Casos de fatoração de polinômios

Para realizar a fatoração de um polinômio, é necessário analisar em qual dos casos de fatoração a situação se enquadra, sendo eles: fatoração por fator comum em evidência, fatoração por agrupamento, diferença entre dois quadrados, trinômio quadrado perfeito, soma de dois cubos e diferença de dois cubos. Vejamos como realizar a fatoração em cada um deles.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Fator comum em evidência

Utilizamos esse método de fatoração quando há um fator comum a todos os termos do polinômio. Esse fator comum será colocado em evidência como um fator, e o outro fator, resultado da divisão dos termos por esse fator comum, será colocado dentro dos parênteses.

Exemplo 1: 

20xy + 12x² + 8xy²

Analisando cada termo desse polinômio, é possível perceber que x se repete em todos os termos. Além disso, todos os coeficientes (20, 12, e 8) são múltiplos de 4, logo, o fator comum a todos os termos é 4x.

Dividindo cada termo pelo fator comum, temos:

20xy : 4x = 5y

12x² : 4x = 3x

8xy² : 4x = 2y²

Agora, escreveremos a fatoração colocando o fator comum em evidência e a soma dos resultados encontrados entre parênteses:

4x (5y + 3x + 2y²)

Exemplo 2:

2a²b² + 3a³b – 4a5

Analisando a parte literal de cada termo, é possível perceber que a²b se repete em todos. Note que não há um número que seja divisor de 2, 3 e – 4 ao mesmo tempo. Logo, o fator comum será apenas a²b.

2a²b² : a²b = 2b

3a³b : a²b = 3a

4a5b³ : a²b = 4a³

Assim, a fatoração desse polinômio será:

a²b (2b + 3a + 4a³)

Veja também: Adição, subtração e multiplicação de polinômios — entenda como são feitas

  • Agrupamento

Esse método é utilizado quando não há um fator comum a todos os termos do polinômio. Nesse caso, identificamos termos que podem ser agrupados possuindo fator comum e os colocamos em evidência.

Exemplo:

Fatore o seguinte polinômio:

ax + 4b + bx + 4a

Agruparemos os termos que possuem a e b como fator comum:

ax + 4a + bx + 4b

Colocando a e b em evidência nos termos de dois a dois, temos:

a(x + 4) + b(x + 4)

Note que dentro dos parênteses os fatores são os mesmos, então podemos reescrever esse polinômio como:

(a + b) (x + 4)

  • Trinômio quadrado perfeito

Trinômios são polinômios com 3 termos. Um polinômio é conhecido como trinômio quadrado perfeito quando ele é resultado do quadrado da soma ou do quadrado da diferença, ou seja:

a² + 2ab + b² = (a + b)²

a² – 2ab + b² = (a – b)²

Importante: Nem sempre que houver três termos esse polinômio será um trinômio quadrado perfeito. Portanto, antes de realizar a fatoração, deve-se verificar se o trinômio se enquadra nesse caso.

Exemplo:

Fatore, se possível, o polinômio

x² + 10x + 25

Após analisar esse trinômio, extrairemos a raiz quadrada do primeiro e do último termo:

\(\sqrt{x^2}=x\)

\(\sqrt{25}=5\)

É importante verificar se o termo central, ou seja, 10x, é igual a \(2\cdot\ x\cdot5\). Note que de fato é igual. Sendo assim, esse é um trinômio quadrado perfeito, que pode ser fatorado por:

x² + 10x + 25 = (x + 5)²

  • Diferença de dois quadrados

Quando temos uma diferença de dois quadrados, podemos fatorar esse polinômio reescrevendo-o como o produto da soma pela diferença.

Exemplo: 

Fatore o polinômio:

4x² – 36y²

Primeiramente, calcularemos a raiz quadrada de cada um dos seus termos:

\(\sqrt{4x^2}=2x\)

\(\sqrt{36y^2}=6y\)

Agora, reescreveremos esse polinômio como o produto da soma pela diferença das raízes encontradas:

4x² – 36y² = (2x + 6y) (2x – 6y)

Leia também: Cálculo algébrico envolvendo monômios — saiba como ocorrem as quatro operações

  • Soma de dois cubos

A soma de dois cubos, ou seja, a³ + b³, pode ser fatorada como:

a³ + b³ = (a + b) (a² – ab + b²)

Exemplo:

Faça a fatoração do polinômio:

x³ + 8

Sabemos que 8 = 2³, então:

x³ + 8 = (x + 2) (x² – 2x + 2²)

x³ + 8 = (x + 2) (x² – 2x + 4)

  • Diferença de dois cubos

A diferença de dois cubos, ou seja, a³ – b³, não muito diferente da soma de dois cubos, pode ser fatorada como:

a³ – b³ = (a – b) (a² + ab + b²)

Exemplo:

Faça a fatoração do polinômio

8x³ – 27

Sabemos que:

8x³ = (2x)³

27 = 3³

Então temos que:

\(8x^3-27=\left(2x-3\right)\)

\(8x^3-27=\left(2x-3\right)\left(4x^2+6x+9\right)\)

Exercícios resolvidos sobre fatoração de polinômios

Questão 1

Utilizando a fatoração de polinômios para simplificar a expressão algébrica \(\frac{x^2+4x+4}{x^2-4},\) , encontraremos:

A)  x + 2

B) x – 2

C) \(\frac{x-2}{x+2}\)

D) \(\frac{x+2}{x-2}\)

E) (x – 2) (x + 2)

Resolução:

Alternativa D

Analisando o numerador, observamos que x² + 4x + 4 é um caso de trinômio quadrado perfeito e pode ser reescrito como:

x² + 4x + 4 = (x + 2)²

Já o numerador x² – 4 é a diferença de dois quadrados e pode ser reescrito como:

x² – 4 = (x + 2) (x – 2)

Portanto:

\(\frac{\left(x+2\right)^2}{\left(x+2\right)\left(x-2\right)}\)

Note que o termo x + 2 aparece tanto no numerador quando no denominador, então sua simplificação se dá por:

\(\frac{x+2}{x-2}\)

Questão 2

(Instituto Unifil) Considerando que dois números, x e y, são tais que x + y = 9 e x² – y² = 27, o valor de x é igual a:

A) 4

B) 5

C) 6

D) 7

Resolução:

Alternativa C

Note que x² – y² é a diferença entre dois quadrados e pode ser fatorada como o produto da soma pela diferença:

x² – y² = (x + y) ( x – y)

Sabemos que x + y = 9:

(x + y) (x – y) = 27

9 (x – y) = 27

x – y = 27 : 9

x – y = 3

Logo, podemos montar um sistema de equação:

\( \begin{cases} x+y=9 & \quad\\ x-y=3 & \quad \end{cases} \)

Realizando a soma das duas linhas:

 

2x + 0 y = 12

2x = 12

x = \(\frac{12}{2}\)

x = 6

Escritor do artigo
Escrito por: Raul Rodrigues de Oliveira Graduado em Matemática pela Universidade Federal de Goiás. Atua como professor do programa PIC Jr. (OBMEP) e como professor preceptor do programa Residência Pedagógica. Também é professor concursado da Seduc-GO, gestor escolar e produtor de conteúdo didático.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

OLIVEIRA, Raul Rodrigues de. "Fatoração de polinômios"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/matematica/fatoracao-de-polinomio.htm. Acesso em 25 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Durante a resolução de um problema de Matemática, o professor realizou a seguinte fatoração:

x² – 4 = (x + 2)(x – 2)

Esse caso de fatoração é conhecido como

A) trinômio quadrado perfeito.

B) diferença de dois cubos.

C) diferença de dois quadrados.

D) fatoração por agrupamento.

E) fator comum em evidência.

Exercício 2

Simplificando o polinômio a seguir:

\(\frac{2x^3-20x^2+50x}{x^2-10x+25}\)

encontraremos

A) \(2x\)

B) \(x\ +\ 5\ \)

C) \(2(x\ –5)\)

D) \((x+5)²\)