Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Marte

Geografia

Marte é o quarto planeta do Sistema Solar, ficando entre a Terra e Júpiter. A 227 milhões de km do Sol, é um planeta formado por superfície rochosa e atmosfera rica em CO2.
Representação de Marte, quarto planeta a partir do Sol. Em função de sua coloração, é chamado também de Planeta Vermelho.
Representação de Marte, quarto planeta a partir do Sol. Em função de sua coloração, é chamado também de Planeta Vermelho.
PUBLICIDADE

Marte é um dos nove planetas do Sistema Solar. É o quarto a partir do Sol, estando localizado a uma distância de pouco mais de 227 milhões de quilômetros desse astro. O planeta Marte completa uma volta ao redor do próprio eixo em 24 horas e 37 minutos, ao passo que o movimento de translação demora 687 dias. Trata-se de um planeta terroso com uma fina atmosfera composta predominantemente por dióxido de carbono. Dispõe de duas luas: Phobos e Deimos.

As explorações em Marte começaram ainda na década de 1960. Até hoje o planeta suscita a curiosidade e o interesse de pesquisadores de todo o mundo, e muitas descobertas de grande impacto científico já foram produzidas, como evidências da existência de água em estado sólido. Busca-se atualmente desvendar a existência de vida pretérita em Marte e se há nele o potencial para abrigar diferentes formas de vida.

Confira no nosso podcast: O que você precisa para sobreviver em Marte?

Resumo sobre Marte

  • Marte é um dos planetas do Sistema Solar; o quarto a partir do Sol.

  • Possui dois satélites naturais, que são as suas luas: Phobos, a maior e mais próxima, e Deimos. Acredita-se que ambas são asteroides que foram capturados pela gravidade.

  • Um dia em Marte tem duração de 24 horas e 37 minutos, enquanto o ano possui 687 dias.

  • Marte possui uma fina camada atmosférica, composta principalmente por dióxido de carbono, nitrogênio e argônio.

  • A superfície marciana é rochosa, e por essa razão o planeta é considerado terroso. Sua coloração avermelhada é em decorrência da composição mineral dessas rochas.

  • Existem diversas feições na superfície de Marte que indicam a existência pretérita de água líquida naquele planeta.

  • A luz do Sol demora em média 13 minutos para chegar à superfície marciana.

  • Muitas missões de exploração tentam hoje descobrir a existência de vida pretérita e o potencial do planeta para suportar formas de vida.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais de Marte

  • Diâmetro: 6794 km

  • Área de superfície: 144.800.000 km²

  • Massa: 6,42 x 1023 kg

  • Densidade: 3,93 g/cm³

  • Gravidade: 3,71 m/s²

  • Distância do Sol: 227.940.000 km

  • Satélite natural: duas luas, Phobos e Deimos

  • Período de rotação: 24 horas e 37 minutos

  • Período de translação: 687 dias

  • Temperatura média: -62,77 ºC

  • Composição atmosférica: dióxido de carbono, nitrogênio e argônio

Características de Marte

Marte é um dos nove planetas do Sistema Solar. A sua órbita ocupa a quarta posição a partir do Sol, o que significa dizer que ele está posicionado entre a Terra e Júpiter.

O planeta Marte possui um diâmetro que é aproximadamente a metade do diâmetro da Terra, medindo 6794 km. A sua massa é também menor do que a do nosso planeta, e fica em torno de 6,42 x 1023 kg. Além disso, quaisquer objetos ou pessoas que cheguem até a superfície marciana terão peso cerca de 38% menor do que aquele observado na Terra, tendo em vista que a gravidade em Marte é 3,71 m/s².

Por ter uma superfície sólida, formada por rochas e minerais, Marte é classificado como um planeta terroso. De acordo com as informações obtidas pela Nasa, grande parte das rochas encontradas no planeta é basáltica, um tipo de rocha ígnea (derivada da solidificação do magma).

A crosta de Marte está posicionada sobre um manto de silicato e resguarda em seu interior um núcleo formado por ferro, níquel e enxofre. Marte não possui placas tectônicas ativas nem registros de atividades vulcânicas recentes.

Superfície de Marte
Marte possui uma superfície rochosa, com a presença de depósitos sedimentares, como dunas, e outras feições derivadas da ação da água no passado.

A atmosfera de Marte é fina se comparada à terrestre, e formada majoritariamente por dióxido de carbono (CO2), que perfaz 96% de toda a sua composição. Outros gases são também encontrados em quantidades muito menores, como nitrogênio e argônio. Resquícios de oxigênio e água na forma de vapor foram igualmente identificados entre os compostos da atmosfera marciana.

A temperatura média em Marte é de -60 ºC. No entanto, o planeta apresenta diferentes estações do ano que condicionam uma grande amplitude térmica anual, além da acentuada variação nas temperaturas entre o dia e a noite. Durante o inverno, a temperatura nos polos pode chegar a -125 ºC. Já no verão, a área próximo ao equador registra os valores mais elevados, cerca de 20 ºC.

Leia também: Curiosidades sobre o Sistema Solar

Distância entre Marte e o Sol

A distância entre Marte e o Sol é de 227.940.000 km. Esse valor é equivalente a 1,5 unidades astronômicas (UA), que determina a distância média entre os planetas e o Sol. Cada UA corresponde a 149.597.870.700 m, conforme estabelecido pela União Astronômica Internacional.

Levando em consideração a velocidade da luz no espaço, temos que a luz do Sol demora, em média, 13 minutos para chegar à superfície de Marte.

Distância entre Marte e a Terra

A distância média entre Marte e a Terra é de 225 milhões de km. Sabe-se, entretanto, que esse valor é variável, uma vez que ambos os planetas possuem órbitas elípticas e ora estão mais próximos, ora estão mais afastados um do outro.

A maior aproximação entre os dois planetas é de 54,6 milhões de km. Por outro lado, a maior distância registrada entre Marte e a Terra é pouco mais de sete vezes esse valor: 401 milhões de km. Com as alterações que foram sendo observadas na órbita de Marte, como a acentuação da sua elíptica, acredita-se que a distância mínima entre esse planeta e a Terra diminuirá aos poucos nos próximos milhares de anos.

Luas de Marte

Marte possui duas pequenas luas, Phobos e Deimos, os seus satélites naturais. Ambas foram descobertas pelo astrônomo Asaph Hall, em 1877.

Phobos é a maior delas, com diâmetro de 25 km, e a que está em uma posição mais próxima, a 9377 km de Marte. Ela orbita a uma velocidade muito maior do que Deimos e até mesmo Marte. Esse satélite completa uma volta ao redor do planeta em um tempo que equivale a um quarto do dia marciano. Deimos é a menor das luas de Marte, com 15 km de diâmetro, e também a mais distante, cuja órbita se situa a 23.436 km.

Acredita-se que tanto Phobos quanto Deimos sejam asteroides que foram capturados pela gravidade.

Representação das duas luas de Marte: Phobos, à esquerda, e Deimos, à direita.
Representação das duas luas de Marte: Phobos, à esquerda, e Deimos, à direita.

Rotação e translação de Marte

O movimento de rotação é aquele que o planeta dá em torno do seu próprio eixo, dando origem aos dias e as noites. Marte completa o seu movimento de rotação em um tempo de 24 horas e 37 minutos, sendo essa a duração de um dia no planeta.

O movimento de translação é aquele que o planeta realiza em torno do Sol, o que origina as estações do ano. O tempo que o corpo celeste demora para completar esse movimento é chamado de ano. O ano em Marte tem duração de 687 dias, quase o dobro da duração do ano terrestre.

Marte experimenta ainda as quatro estações do ano, bem mais longas do que na Terra. A primavera no hemisfério norte marciano é a estação com maior duração (194 dias), enquanto a mais curta ocorre nesse mesmo hemisfério, o outono, que possui 142 dias.

Exploração de Marte

Marte é um planeta visível a olho nu a partir da superfície terrestre, o que faz com que as observações desse corpo celeste datem de quase quatro milênios antes da era atual. Alguns dos primeiros registros a respeito de Marte são oriundos da China, e datam de 1045 anos antes do presente.

Em função das especulações a respeito da existência de vida e água no planeta, Marte sempre foi objeto de curiosidade e interesse por parte do público em geral e de astrônomos e pesquisadores em todo o mundo, e por essa razão as missões de exploração nele começaram muito cedo.

A primeira missão enviada pela Nasa, agência espacial norte-americana, deu-se entre os anos de 1962 e 1973, e foi chamada de Mariner 3 & 4. Desde então, a Nasa contabiliza 22 missões ao Planeta Vermelho, com descobertas importantes.

A sonda espacial 2001 Mars Odyssey é até hoje a que permaneceu por mais tempo no planeta, e sua contagem temporal não cessou. Ela foi lançada em 7 de abril de 2001 e pousou no planeta em 24 de outubro daquele mesmo ano. Sua missão principal foi o mapeamento dos minerais e demais elementos químicos que compõem as rochas da superfície marciana, a qual concluiu com êxito em 2004.

As operações da Odyssey no estudo da superfície de Marte, bem como de comunicação com as demais sondas e robôs (ou rovers) enviados ao planeta, permanecem até o presente. Uma das principais descobertas da Odyssey foi a localização de água congelada em subsuperfície.

Em 26 de novembro de 2011, a Nasa enviou o rover Curiosity, com o propósito de explorar a cratera Gale. Entre as suas descobertas estão evidências minerais e químicas de que já existiram em Marte ambientes que suportavam a existência de pequenas formas de vida.

Rover Curiosity
O rover Curiosity, da Nasa, é o maior já enviado para explorar o planeta Marte.

A missão mais recente da Nasa enviada ao Planeta Vermelho foi o lançamento do robô Perseverança, em julho de 2020, o qual pousou em fevereiro de 2021. Seu objetivo é ampliar o escopo dos estudos a respeito de Marte, tendo como um dos focos principais a análise de potencial para existência de vida no planeta.

Agências espaciais de todo o mundo já realizaram e realizam missões em Marte, voltadas sobretudo à investigação sobre a existência de água líquida, a estrutura interna do planeta, a presença de formas de vida no passado e o potencial para abrigar vida atual ou futuramente. Algumas das mais importantes missões partiram do continente europeu, da Índia, da China e dos Emirados Árabes Unidos.

Leia também: Por que o homem ainda não voltou à Lua?

Curiosidades sobre Marte

  • O nome Marte é derivado do deus romano da guerra em decorrência de sua coloração avermelhada.

  • As luas Phobos (que significa medo) e Deimos (fobia) receberam o mesmo nome dos cavalos que puxavam a carruagem do deus Ares, o deus da guerra na mitologia grega.

  • A inclinação do eixo de Marte é de 25,2º.

  • A aparência avermelhada do planeta se deve à composição das suas rochas, que apresentam óxidos de ferro.

  • Vales abandonados, leitos de rios, fundos de lagos e deltas são algumas feições observadas na superfície de Marte e que indicam a existência pretérita de água no estado líquido.

  • A atmosfera de Marte foi perdendo sua espessura com o tempo, ficando gradualmente mais fina. Isso ocorreu devido à atuação dos ventos solares.

  • Galileu Galilei foi o primeiro a observar esse planeta com o auxílio de um telescópio. Tal fato ocorreu em 1610.

  • Em 2011, foi desenvolvido um projeto que previa a colonização de Marte até 2025 e que ficou conhecido como Mars One. O responsável foi o engenheiro holandês Ben Lansdorp. Pela falta de recursos (oriundos de patrocinadores e do público interessado), o projeto foi encerrado.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Marte"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/marte.htm. Acesso em 28 de janeiro de 2022.

Lista de Exercícios
Questão 1

O sistema solar é composto por oito planetas, que se deslocam em torno de uma estrela central, o Sol. Marque a alternativa que indica a posição de Marte no sistema solar tendo como ponto de partida o Sol.

a) Marte é o terceiro planeta a partir do Sol.

b) Marte é o quarto planeta a partir do Sol.

c) Marte é o quinto planeta a partir do Sol.

d) Marte é o segundo planeta a partir do Sol.

e) Marte é o sexto planeta a partir do Sol.
 

Questão 2

Marte está localizado entre os planetas:

a) Terra e Júpiter

b) Vênus e Terra

c) Saturno e Netuno

d) Mercúrio e Terra

e) Júpiter e Urano
 

Mais Questões
Artigos Relacionados
Conheça Júpiter e suas características. Entenda o significado do nome desse planeta. Descubra curiosidades interessantes sobre o maior planeta do Sistema Solar.
Você já ouviu falar da Missão Mars 2020? Conheça os objetivos e as etapas da ambiciosa missão que poderá revelar a existência de vida microbiana no passado de Marte.
Clique aqui e conheça as características dos planetas terrestres do Sistema Solar.
Clique aqui e leia sobre o Saturno, planeta conhecido pela beleza do seu sistema de anéis. Estude suas características e saiba mais sobre as missões de exploração.
Saiba mais sobre as características do Sistema Solar. Descubra como ele foi formado e as principais características dos oito planetas que o compõem.