Júpiter

Geografia

PUBLICIDADE

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar, estando situado entre Marte e Saturno. Seu tamanho rende-lhe vários satélites naturais orbitando ao seu redor, cerca de 70. Durante a noite, esse planeta pode ser visto a olho nu, sendo a segunda estrela mais brilhante, atrás apenas de Vênus, o segundo planeta na ordem usando-se o Sol como referência.

Leia também: O que são exoplanetas?

Dados gerais de Júpiter

  • Diâmetro equatorial: 142,984 km

  • Área da superfície: 6.14x1010 km2

  • Massa: 1.899x1027 kg

  • Distância do Sol: 778.330.000 km

  • Satélites naturais: estima-se que Júpiter tenha entre 60 e 70 satélites conhecidos. Quatro foram apelidados de Luas Galileanas, pois foram descobertas, em 1610, por Galileu Galilei. Ganímedes, Calisto, Io e Europa são seus nomes. A primeira é um pouco maior que Mercúrio, e as outras três são semelhantes à nossa Lua.

  • Período de rotação: aproximadamente 10 horas

  • Período de translação: aproximadamente 12 anos

  • Temperatura média: -121,1 °C

  • Composição atmosférica: a atmosfera de Júpiter é composta, basicamente, por dois gases: 86% de hidrogênio e 14% de hélio. Há, de forma ínfima, a presença de metano, amoníaco, vapor d’água e sulfureto de hidrogênio.

Devido ao seu tamanho, muitos satélites podem ser encontrados ao redor de Júpiter.
Devido ao seu tamanho, muitos satélites podem ser encontrados ao redor de Júpiter.

Significado de Júpiter

Quase todos os planetas do Sistema Solar têm nomes dos deuses da mitologia romana, que é bem semelhante à mitologia grega. Para os romanos, o deus Júpiter seria o deus dos deuses, como Zeus o é para os gregos, e filho de Saturno, que seria Cronos na Grécia.

Júpiter recebeu esse nome por ser o maior dos planetas e o que, de certa forma, reina sobre os demais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características de Júpiter

As características de Júpiter são colossais e impressionantes assim como o próprio planeta. Dentre as características visíveis, podemos destacar as nuvens coloridas que pairam na superfície. Tal coloração é resultado da composição atmosférica (hidrogênio e hélio) e das intensas tempestades que ocorrem, com ventos de até 600 km/hora. A nuvem mais famosa foi apelidada de Mancha Vermelha, tão grande que é capaz de encobrir toda a Terra.

Essas tempestades são comuns em Júpiter devido a ele ser um planeta gasoso e ter a atmosfera com grande quantidade de hidrogênio. Estudos apontam que algumas tempestades duram horas, outras podem durar séculos, sendo fatais para os seres humanos.

As cores de Júpiter podem ser sinais de grandes tempestades.
As cores de Júpiter podem ser sinais de grandes tempestades.

O campo magnético de Júpiter é muito mais forte que o da Terra. Esse fato pode ajudar-nos a entender a grande quantidade de satélites naturais em sua órbita.

A estrutura interna do planeta ainda é desconhecida. Estudos apontam para um núcleo sólido e rochoso, ou mesmo de gelo, o que explicaria a imensa força gravitacional desse planeta. Ao redor do núcleo, temos o manto, que possui hidrogênio metálico denso. Os estudos com base em sondas fazem-nos acreditar que a temperatura na fronteira entre núcleo e manto seja de 35 mil ºC.

Indo para a superfície, temos uma mistura de hidrogênio líquido com gasoso, que se estende das nuvens (que podem ser vistas) até, aproximadamente, 1000 quilômetros de profundidade.

Veja também: 8 curiosidades sobre o Sistema Solar

Anéis de Júpiter

Júpiter também tem anéis. Não são como os de Saturno, que é o grande expoente dessa característica planetária, mas foram observados pelas sondas que visitaram o gigante do Sistema Solar.

Descobertos pela sonda Voyager 1, em 1979, os anéis de Júpiter são compostos por poeira cósmica que orbita o planeta. Devido a sua grandeza, essa poeira ao redor do planeta torna-se frágil e de espessura fina, não sendo visível a grandes distâncias. São anéis escuros e com pequenas partículas rochosas. Como comparação, os anéis de Saturno são de gelo, por isso irradiam luz e podem ser vistos de longe.

Cientistas apontam que os anéis de Júpiter são formados por colisões de meteoros nos satélites naturais do planeta, em especial nas Luas Galileanas. Quando há as colisões, fragmentos dos satélites são ejetados e atraídos pela enorme força gravitacional de Júpiter, entrando em sua órbita.

Curiosidades sobre Júpiter

Vejamos algumas curiosidades sobre o maior planeta do Sistema Solar.

  • Se morássemos em Júpiter, faríamos aniversário de 12 em 12 anos, tempo de translação do planeta.

  • O dia em Júpiter tem 10 horas de duração.

  • Europa, uma das Luas Galileanas, pode ter um oceano líquido em sua superfície.

  • Ventos de 600 km/hora são comuns em Júpiter.

  • A massa de Júpiter é 2,5 vezes maior do que os outros sete planetas do Sistema Solar juntos. Um gigante.

  • Caso o interior de Júpiter fosse oco, caberiam 1300 Terras dentro dele.

  • É um planeta gasoso, como Saturno, Urano e Netuno.

  • Júpiter possui a maior velocidade de rotação entre os planetas do Sistema Solar.

  • A força gravitacional em Júpiter é de 22,9 m/s², enquanto na Terra essa força é de 9,8 m/s².

  • Desde a década de 1970, sete sondas já visitaram Júpiter:

- Pionner 10 (1973)

- Pionner 11 (1974)

- Voyager 1 e Voyager 2 (1979)

- Galileo (1995)

- New Horizons e Cassini (anos 2000)

 

Por Átila Matias
Professor de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MATIAS, Átila. "Júpiter"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/jupiter.htm. Acesso em 03 de dezembro de 2020.

Lista de Exercícios
Questão 1

O sistema solar é formado por oito planetas, que se deslocam em torno do Sol. Marque a alternativa que indica corretamente a posição de Júpiter no sistema solar a partir do Sol.

a) Júpiter é o terceiro planeta a partir do Sol.

b) Júpiter é oitavo planeta a partir do Sol.

c) Júpiter é o quinto planeta a partir do Sol.

d) Júpiter é o quarto planeta a partir do Sol.

e) Júpiter é o sexto planeta a partir do Sol.
 

Questão 2

Analise as afirmativas sobre as características de Júpiter e marque (V) para as verdadeiras e (F) para as falsas.

a) Com diâmetro de aproximadamente 142,9 mil quilômetros, Júpiter é o maior planeta do sistema solar.

b) Assim como Saturno, Júpiter também possui anel em sua estrutura.

c) A atmosfera de Júpiter é composta basicamente de hidrogênio e hélio.

d) Da Terra, Júpiter é o planeta mais brilhante do céu.

e) Uma das características mais marcantes de Júpiter é a Grande Mancha Vermelha.

Mais Questões
O Sistema Solar é composto por oito planetas e localiza-se na Via Láctea.
Geografia Sistema Solar
Mercúrio, corresponde a Hermes na mitologia grega
Mitologia Mercúrio
O Planeta Terra é conhecido como Planeta Azul, por ter 70% da sua superfície coberta de água.
Geografia Planeta Terra
Característica visual do planeta Saturno
Geografia Saturno
Marte visto do espaço
Geografia Marte
Aspecto de Urano
Geografia Urano
Planeta Netuno
Geografia Planetas Gasosos