Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Desnutrição

A desnutrição pode ser ocasionada pela falta de uma alimentação adequada ou por problemas de saúde que impedem a absorção de nutrientes de maneira correta.

Pessoa sentada segurando um garfo próximo a um prato de alumínio vazio; a pobreza é uma causa da desnutrição.
Grupos populacionais mais pobres estão mais vulneráveis a desenvolverem quadros de desnutrição.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Desnutrição é uma deficiência alimentar que pode ser definida como uma insuficiência em energia e nutrientes, e pode ser causada devido a uma alimentação inadequada ou, ainda, por problemas de saúde que impedem uma completa absorção dos nutrientes dos alimentos. Trata-se de um problema de saúde pública que acomete, com maior frequência, grupos populacionais mais pobres.

A desnutrição pode causar problemas no sistema imunológico, provocar grande perda muscular e de gordura, e até mesmo provocar problemas no crescimento e alterações psíquicas e psicológicas. É um problema de saúde grave e que pode levar à morte caso tratamentos adequados não sejam realizados rapidamente.

Leia também: Pobreza no Brasil — causas e consequências, estados e cidades mais pobres

Tópicos deste artigo

Resumo sobre desnutrição

  • A desnutrição é um grave problema de saúde pública e está diretamente relacionada com as populações mais pobres e vulneráveis.

  • Trata-se de um estado de nutrição em que o indivíduo apresenta uma ingestão insuficiente de energia e nutrientes ou possui doenças que levam ao comprometimento de sua condição nutricional.

  • A desnutrição pode provocar recorrência de doenças infecciosas, prejuízos no desenvolvimento e pode até mesmo levar o indivíduo à morte.

O que é desnutrição?

Trata-se de um estado de nutrição em que o indivíduo apresenta uma ingestão insuficiente de energia e nutrientes ou possui doenças que levam ao comprometimento de sua condição nutricional. De acordo com o Ministério da Saúde, a desnutrição corresponde a uma doença de natureza clínico-social multifatorial, cujas raízes se encontram na pobreza.

No Brasil, os casos de desnutrição ainda são elevados em algumas regiões, o que demonstra a necessidade de investimentos sociais nessa área. Segundo o Unicef:

[…] no Brasil, cerca de 30% das crianças indígenas são afetadas por desnutrição crônica. Entre os ianomâmis, o percentual supera 80%. Meninas e meninos indígenas têm mais de duas vezes mais risco de morrer antes de completar 1 ano do que as outras crianças brasileiras.

Considera-se, Segundo os Médicos Sem Fronteiras, como período mais crítico para a desnutrição dos seis meses — quando as mães geralmente começam a complementar a alimentação do leite materno — até os dois anos de idade. No entanto, não são apenas crianças as mais vulneráveis. Mulheres grávidas, lactantes, adolescentes, idosos e pacientes com doenças crônicas também estão suscetíveis ao problema.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas da desnutrição

A desnutrição pode apresentar caráter primário ou secundário, a depender da causa dessa condição:

  • Causas primárias: a desnutrição, nesse caso, ocorre devido ao fato de um indivíduo apresentar uma dieta pobre em quantidade ou em qualidade. A ocorrência de pessoas desnutridas é comum em locais onde se vive em extrema pobreza e também em regiões que sofrem com guerras e outros tipos de conflito, uma vez que a população acaba isolada e tem o acesso a alimentos dificultado.

  • Causas secundárias: nesse caso, o indivíduo tem acesso ao alimento, porém possui doenças crônicas ou agudas que comprometem a absorção dos nutrientes dos alimentos de forma satisfatória. Isso é comum em pacientes com diarreia intensa, anorexia, alergias ou intolerância alimentares ou com doenças como câncer e HIV.

Atenção: Dietas radicais, com a privação de alguns tipos de alimento, podem desencadear problemas de desnutrição. Antes de iniciar uma dieta, procure um nutricionista.

Saiba mais: Os shakes e os perigos das dietas

Sintomas e consequências da desnutrição

Uma pessoa desnutrida sofre diversos problemas, principalmente no que diz respeito ao seu sistema imunológico, que fica bastante fragilizado e não consegue evitar, portanto, que o paciente adquira doenças. Além disso, a desnutrição gera problemas como:

  • grande perda muscular e de gordura;

  • retardo no crescimento;

  • alterações psicológicas;

  • perda da cor do cabelo;

  • enrugamento da pele;

  • anemia;

  • alterações ósseas, entre outros problemas.

Costas de uma pessoa sofrendo de desnutrição, com as marcas visíveis dos ossos das costelas e da coluna espinhal.
Perdas muscular e de gordura podem ser sintomas de desnutrição.[1]

Em crianças, é importante lembrar que o desenvolvimento mental e físico fica seriamente comprometido. Além disso, a Sociedade Brasileira de Pediatria salienta que:

[…] a longo prazo as crianças que sofreram com desnutrição no início da vida também podem apresentar prejuízo do desenvolvimento neuropsicomotor e aumento do risco para desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, hipertensão e, inclusive, excesso de peso.

Diagnóstico da desnutrição

Para a realização do diagnóstico de desnutrição, normalmente, o médico ou nutricionista realiza uma avaliação clínica do paciente, observando características como peso, altura e idade do indivíduo, bem como alguns achados físicos, como perda de gordura subcutânea e de massa muscular, mudanças na pigmentação da pele, e inchaço corporal. Em alguns casos, podem ser feitos ainda exames de sangue para avaliar o nível de alguns nutrientes.

Veja também: Peso ideal e o Índice de Massa Corpórea

Tratamento da desnutrição

Feito o diagnóstico, é importante iniciar o tratamento o quanto antes para evitar complicações graves e até mesmo a morte. Para tratar uma pessoa desnutrida, é necessário, inicialmente, recuperar o estado nutricional do indivíduo e recuperar as alterações que ocorreram no organismo em decorrência da desnutrição.

Recomenda-se, ainda, a realização de uma reeducação alimentar para que o indivíduo tenha informações corretas sobre uma alimentação saudável. É necessário tratar, quando a causa é patológica, o problema que está levando à desnutrição.

Outro ponto importante é que a desnutrição também está relacionada com a extrema pobreza, o que torna o problema ainda mais complexo. Nesses casos, apenas a orientação sobre a alimentação saudável e o tratamento dos sintomas não são suficientes para tratar definitivamente o quadro, uma vez que a situação de vulnerabilidade deve ser resolvida para que essas pessoas tenham acesso a uma alimentação de qualidade e em quantidade suficiente para suprir suas necessidades.

  • 10 passos para uma alimentação adequada e saudável

Veja, a seguir, os 10 passos para uma alimentação adequada e saudável, segundo o Ministério da Saúde:

  1. Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação.

  2. Utilizar óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias.

  3. Limitar o consumo de alimentos processados.

  4. Evitar o consumo de alimentos ultraprocessados.

  5. Comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia.

  6. Fazer compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados.

  7. Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias.

  8. Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece.

  9. Dar preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora.

  10. Ser crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais.

Crédito da imagem

[1] Shutterstock

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Escritor do artigo
Escrito por : Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Desnutrição"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/desnutricao.htm. Acesso em 04 de dezembro de 2023.

De estudante para estudante