Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Povos indígenas do Brasil

Geografia do Brasil

Povos indígenas são o grupo que já habitava o Brasil antes da chegada dos europeus. Atualmente, existem cerca de 800 mil indígenas habitando o território brasileiro.
Atualmente, a população de índios no Brasil é de mais de 800 mil, que fazem parte de uma grande diversidade de etnias.
Atualmente, a população de índios no Brasil é de mais de 800 mil, que fazem parte de uma grande diversidade de etnias.
PUBLICIDADE

Os povos indígenas são os habitantes originários do território brasileiro e estavam presentes aqui antes da chegada dos europeus, no final do século XV. Existe uma grande diversidade de povos indígenas no Brasil, e a população de índios, segundo critérios do Censo de 2010, é de aproximadamente 817 mil.

Acesse também: 9 de agosto – Dia Internacional dos Povos Indígenas

Resumo sobre povos indígenas

  • Os índios são o grupo de pessoas reconhecidas como descendentes dos povos que habitavam o Brasil antes da chegada dos europeus.

  • Na época da chegada dos europeus, havia de cinco a sete milhões de índios no Brasil.

  • Atualmente, a população de índios é de 817 mil, segundo dados do Censo de 2010.

  • Há uma grande diversidade de povos indígenas no Brasil, e entre os maiores grupos estão os ianomâmis, os guajajaras e os guaranis, por exemplo.

O que são os povos indígenas?

Quando estamos falando de índios, estamos falando de um grupo de pessoas reconhecidas como os primeiros habitantes do Brasil. Os índios são os seres humanos que se estabeleceram no território nacional há milênios e estavam aqui quando os portugueses chegaram, em 1500.

Não se sabe com precisão a população de indígenas no Brasil quando os portugueses aqui chegaram, mas as estimativas mais aceitas trabalham com a possibilidade de que havia de cinco a sete milhões de índios no território nacional. Infelizmente, o número de indígenas atualmente em nosso país é sensivelmente menor.

Segundo o Censo de 2010, o total de pessoas que se autodeclararam indígenas foi de 817 mil. A autodeclaração, como percebemos, é o método utilizado no Censo para identificar essa população em nosso país. Entretanto, existe um método mais técnico que pode ser usado por pesquisadores da área.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essa definição mais técnica tem como base a definição dada pela Organização das Nações Unidas em 1986. Segundo entendimento da ONU:

As comunidades, os povos e as nações indígenas são aqueles que, contando com uma continuidade histórica das sociedades anteriores à invasão e à colonização que foi desenvolvida em seus territórios, consideram a si mesmos distintos de outros setores da sociedade, e estão decididos a conservar, a desenvolver e a transmitir às gerações futuras seus territórios ancestrais e sua identidade étnica, como base de sua existência continuada como povos, em conformidade com seus próprios padrões culturais, as instituições sociais e os sistemas jurídicos.|1|

Além disso, outros fatores podem ser utilizados para identificar os índios de acordo com esse método. Alguns desses fatores são:

  • Continuidade histórica: isto é, descendência direta de povos que habitavam aqui antes da chegada dos europeus;

  • Cultura: leva-se em consideração também as características culturais, como práticas, tradições, idioma e crenças;

  • Autoidentificação: a pessoa tem de se autoidentificar como diferente daquela sociedade em que está inserida.

Outros fatores ainda: vinculação histórica com o território; existência de sistemas sociais distintos da sociedade nacional; e vinculação com outros indígenas.|1|

Um ponto muito importante de quando falamos dos índios no Brasil é a grande diversidade cultural e étnica desses povos. Estima-se que existam mais de 300 etnias atualmente no território brasileiro e mais de 250 línguas são faladas. Infelizmente, uma parte considerável desses povos e desses idiomas está sob risco de desaparecer permanentemente.

Confira no nosso podcast: Precisamos falar sobre os povos indígenas

Os indígenas são obrigados a viver isolados?

Não. O fato de uma pessoa se identificar como índio ou ser identificada como índio não obriga ela a nada. Sendo assim, é um direito de cada indivíduo indígena viver da forma como quiser, seja isolado, seja próximo da sociedade brasileira. Assim, um índio tem direito de escolher se ele viverá com sua comunidade, em uma aldeia, ou se ele viverá integrado em nossa sociedade.

O fato de ele viver isolado ou integrado também não altera em nada o direito dos povos indígenas de lutarem pela preservação de sua cultura e de suas terras. Outro ponto importante é que o fato de uma pessoa ser identificada como indígena não lhe tira o direito de fazer uso da tecnologia presente em nossa sociedade.

Portanto, um índio tem total direito de usar qualquer tecnologia presente em nossa sociedade, falar o idioma português, e isso não afeta em nada a sua identidade enquanto índio. Assim, lembre-se de que um índio tem direito de viver como quiser, defender seu povo e fazer uso de qualquer tecnologia, e qualquer pensamento que seja diferente disso é fruto de preconceito e desconhecimento.

Saiba mais: Cultura indígena brasileira – é vasta e diversificada, ao contrário do que pensa o senso comum

De onde vieram os povos indígenas?

A chegada do ser humano ao Brasil se explica pela chegada do ser humano ao continente americano, e, uma vez que isso aconteceu, as migrações foram trazendo levas de grupos humanos para o território de nosso país.

Atualmente, a teoria ainda mais aceita é a que fala que os humanos chegaram ao continente americano por meio de migrações terrestres. Estas aconteceram por meio do Estreito de Bering, que separa o Alasca da Rússia. Isso foi possível porque essas migrações teriam ocorrido no período da glaciação, havendo, portanto, uma passagem que ligava as duas regiões.

No contexto do território brasileiro, as evidências mais precisas apontam que a presença humana remonta há 12 mil anos antes do presente. Essa penetração, segundo o geógrafo Aziz Nacib Ab’Sáber, aconteceu na Amazônia, pois a região possuía vastos corredores de clima Semiárido, o que facilitava a locomoção.

No entanto, uma descoberta desafia os pesquisadores. Existem vestígios arqueológicos que apontam a possibilidade de presença humana na região do atual Piauí há cerca de 43 mil anos. Contudo, os pesquisadores não possuem outra evidência que sustente isso como um fato.

  • Assista à videoaula Índios no Brasil

Povos indígenas atualmente

Indígenas em trajes típicos.
A grande diversidade de etnias indígenas resulta numa infinidade de tradições e manifestações culturais em todo o Brasil.

Como mencionado, o Censo de 2010 apontou para o fato de que 817 mil índios vivem no Brasil, sendo eles originários de mais de 300 etnias. Os povos indígenas do Brasil são catalogados dentro de quatro grandes troncos étnicos, que são: aruak, karib, macro-jê e tupi. É importante mencionar que nem todos os povos indígenas do Brasil podem ser classificados dessa forma.

A diversidade dos povos indígenas significa que cada povo desse pode ter um idioma diferente, assim como formas distintas de organizar-se socialmente, politicamente, economicamente, além de ter tradições e crenças religiosas diferentes. O contrário também pode acontecer, havendo pontos em comum entre eles.

Desde a promulgação da Constituição de 1988, os indígenas têm direito à demarcação de suas terras, sendo que a obrigação dessa demarcação é do Estado brasileiro, tendo de ser realizada em diálogo com os índios. Entretanto, muitos povos indígenas ainda não tiveram seus direitos respeitados pelo Estado brasileiro e não tiveram suas terras demarcadas.

Mesmo os índios que o tiveram, como os ianomâmis, sofrem bastante. Isso porque é bastante comum que as terras ianomâmis sejam invadidas por garimpeiros e madeireiros, grupos que procuram explorar irregularmente os recursos daquelas terras.

A invasão de terras demarcadas tem trazido morte aos índios, constantemente ameaçados pelos invasores. A ameaça à vida dos povos indígenas no nosso território tem sido tão grande nos últimos tempos que o Brasil foi mencionado na ONU como um caso de possível genocídio se os crimes contra essas populações não forem controlados.|2|

Em sua grande parcela, os índios vivem em tribos e sobrevivem por meio do cultivo de alimentos, bem como da caça e pesca. Alguns povos vivem totalmente isolados da sociedade nacional, enquanto outros são mais receptivos. Dentre os maiores povos indígenas presentes aqui, podem ser citados: guajajara, terena, guarani, kaiowá, ianomâmi, entre outros.

Notas

|1| MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. O índio brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade; LACED/Museu Nacional, 2006. p. 27.

|2| Brasil é citado na ONU como caso de “risco de genocídio” de índios. Para acessar, clique aqui.

 

Por Daniel Neves Silva
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Povos indígenas do Brasil"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/o-indigena-no-brasil.htm. Acesso em 25 de outubro de 2021.

Assista às nossas videoaulas
Artigos Relacionados
Aproveite a celebração do Dia Internacional dos Povos Indígenas para ampliar seus conhecimentos sobre os direitos e lutas dessa população em todo o mundo.
Clique aqui para saber mais sobre o descobrimento do Brasil, em 22 de abril de 1500. Veja curiosidades sobre esse dia, e saiba se ele é feriado.
A relação de poder entre os povos indígenas, segundo Pierre Clastres, é estudada a partir da dicotomia comando-obediência.
Conheça a cultura dos primeiros habitantes do território brasileiro.
Entenda o que é a demarcação de terras indígenas, confira alguns dados e saiba como é feita essa regulamentação no Brasil.
Veja aqui as características do candomblé e da umbanda para entender as diferenças entre essas duas religiões.
Clique aqui para entender o que são os Direitos Humanos e qual é a história por trás da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Acesse o link e veja quais os objetivos dos portugueses com a escravidão indígena. Conheça o que foi a guerra justa. Acompanhe o trabalho dos jesuítas com os índios.
Saiba mais sobre a política implantada no século XIX pelo governo norte-americano: a expansão territorial efetivada pela Lei do Povoamento de 1862 e o consequente massacre indígena.
Conheça a história dos índios do Brasil, observe dados acerca da sua redução acentuada desde a chegada dos portugueses em 1500 até a atualidade e saiba mais sobre as heranças culturais indígenas deixadas para a sociedade brasileira.