Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ares

Ares era o deus da guerra para os gregos, uma divindade bastante impopular. Ele estava relacionado com a brutalidade e o derramamento de sangue.

Ilustração do deus da guerra Ares segurando um escudo e uma lança.
Ares, o deus da guerra para os gregos antigos, representava o aspecto mais violento da guerra.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Ares era o deus grego da guerra, relacionado diretamente com o aspecto mais violento das batalhas, como o derramamento de sangue. Ares não era um deus popular entre os gregos e era visto como um deus temperamental, embora fosse tido como corajoso.

Apesar de não ser popular, Ares foi venerado em Atenas, e menções a ele foram encontradas em inscrições micênicas. Na mitologia grega, Ares era constantemente colocado em situações de humilhação, como no seu relacionamento com Afrodite e na sua participação na Guerra de Troia.

Confira nosso podcast: E se os gregos não tivessem existido?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre Ares

  • Ares era o deus da guerra para os gregos antigos.

  • Estava relacionado com o aspecto mais brutal da guerra, isto é, a violência e o derramamento de sangue.

  • Não era um deus popular entre os gregos, embora fosse muito respeitado em Atenas.

  • Os gregos consideravam que Ares havia nascido na Trácia.

  • Na mitologia grega, era constantemente colocado em situações vexatórias.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quem foi Ares?

Ares foi um dos deuses que formavam a religiosidade dos gregos na Antiguidade. Ele é entendido como um dos mais impopulares deuses gregos. Ares era enxergado como um deus temperamental, que perdia sua paciência rapidamente, e isso criava certo temor pelos gregos em relação a ele. Além disso, esse povo o considerava o deus da guerra.

Ele simbolizava especificamente o lado violento da guerra, marcado pela brutalidade e pelo derramamento de sangue. Por causa dessa associação, Ares era comumente retratado com roupas militares, além de ter sido considerado um deus corajoso e de grande força física.

Apesar de ser uma divindade grega, os gregos antigos acreditavam que Ares havia nascido na Trácia, uma terra vizinha à Grécia habitada por povos que eram tidos como guerreiros. O que sabemos sobre a origem de Ares é que ele já era venerado na Grécia desde a existência da civilização micênica, no período Pré-Homérico.

Escavações arqueológicas descobriram templos e textos escritos em Linear B que se referiam a Ares em locais como Knossos (em Creta), Argos, Atenas e outras cidades. A figura de Ares, assim como as de diversos deuses gregos, foi absorvida pela religiosidade romana. Ele era conhecido pelos romanos como Marte.

Leia também: Apolo — o deus grego do Sol, das artes, da música e da medicina

Ares e a mitologia grega

Ares era filho de Hera e Zeus, os dois principais deuses da mitologia grega. Apesar de ser considerado um deus temperamental, forte e corajoso, a mitologia grega constantemente colocava Ares em situações humilhantes. Talvez isso fosse uma indicação da baixa popularidade que esse deus possuía entre os gregos.

Uma das menções mais conhecidas a Ares na mitologia grega concerne o seu envolvimento com Afrodite, deusa do amor. Ele era visto como um deus de aparência bela, diferentemente do marido de Afrodite, Hefesto, deus da metalurgia e dono de uma aparência considerada horrenda. O envolvimento de Ares e Afrodite rendeu alguns filhos para o casal.

Ares e Afrodite passaram por uma grande humilhação quando Hefesto descobriu que Afrodite o traía constantemente com o deus da guerra. Hefesto foi informado da traição e armou uma armadilha que aprisionou Ares e Afrodite no momento que ambos estavam deitados na cama.

Hefesto e Hermes expuseram Ares e Afrodite para todos os deuses gregos, constrangendo-os profundamente por manterem esse caso extraconjugal. Depois que foram soltos, Afrodite fugiu para Chipre, e Ares foi para a Trácia. Ares chegou a ser banido temporariamente do Monte Olimpo por conta de seu caso com Afrodite. O casamento de Afrodite e Hefesto acabou depois desse episódio.

Ares também passou por uma grande humilhação ao se envolver em uma briga com Herácles depois que esse herói matou um dos filhos de Ares. Herácles, apoiado por Atena, conseguiu ferir o deus da guerra. Além disso, destaca-se que na Guerra de Troia Ares esteve do lado dos troianos e, durante o conflito, chegou a ser ferido por um mortal chamado Diomedes.

Ares foi convencido a apoiar os troianos por conta de seu envolvimento com Afrodite e acabou passando por situações humilhantes, como a mencionada acima. Desse modo, depois de ser ferido em batalha na Guerra de Troia, abandonou o conflito e se refugiou no Monte Olimpo. Ares ainda foi derrotado por Atena em combates durante a guerra.

Esse deus também foi prisioneiro de dois gigantes, chamados Oto e Efialtes, depois que eles atacaram o Monte Olimpo. Ares foi mantido prisioneiro em uma urna de bronze e ficou preso durante 13 meses, período em que lamentou profundamente o seu destino. Foi libertado depois que Hermes interveio na situação para ajudá-lo.

Como era o culto prestado a Ares?

O culto a Ares não era muito difundido, provavelmente pelo fato de que ele não era um deus muito popular entre os gregos. Isso não significa que ele não era cultuado, mas que, diferentemente de outros deuses, os locais de culto a ele eram mais restritos. Uma cidade onde Ares era bastante venerado era a cidade de Esparta, uma das mais poderosas da Grécia Antiga.

Ruínas de um templo a Ares em Atenas. [1]
Ruínas de um templo a Ares em Atenas. [1]

O culto a Ares em Esparta explica-se pela cultura militarista que existia na cidade. Havia uma grande estátua de Ares em Esparta que ficava acorrentada sob a justificativa de impedir que o espírito da guerra e da vitória abandonasse a cidade. Ademais, existiam templos a Ares em outras cidades gregas, como Atenas, Megalópolis e Trácia.

Crédito de imagem

[1] ArtMediaFactory / Shutterstock

 

Por Daniel Neves Silva
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Ares"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/mitologia/ares.htm. Acesso em 04 de julho de 2022.

De estudante para estudante


PUBLICIDADE

Estude agora


Quem foi Nelson Mandela?

Assista a nossa videoaula para conhecer a história de Nelson Mandela (1918-2013). Confira também, no nosso...

Direitos das crianças no Brasil

Veja nesta videoaula o histórico dos direitos das crianças no Brasil, percorrendo o período colonial até a...