Whatsapp

Apolo

Mitologia

PUBLICIDADE

Apolo foi um dos mais importantes deuses da Grécia Antiga, sendo conhecido como deus do Sol, das artes, da música, da profecia, medicina etc. Era filho de Zeus com Leto e era conhecido por sua beleza e por ser um exímio arqueiro. Apolo também tocava lira e foi aquele quem matou a serpente Píton.

Acesse também: Micênicos - uma civilização de grande influência na cultura grega

Quem foi Apolo?

Apolo foi um dos deuses mais conhecidos de todo o panteão grego. Ficou muito conhecido por ser o deus do Sol, mas também era conhecido como deus patrono da música, profecia, do arco e flecha, da medicina, das artes, etc. Apolo foi o único deus presente na mitologia grega que ficou conhecido pelo mesmo nome na mitologia romana.

Apolo era o deus grego do Sol, da música, das artes, da medicina etc. Era o filho de Zeus e Leto.
Apolo era o deus grego do Sol, da música, das artes, da medicina etc. Era o filho de Zeus e Leto.da

Apesar de ser conhecido como deus do Sol, os estudiosos da cultura clássica afirmam que essa característica de Apolo só foi atribuída no Período Helenístico. Durante o Período Homérico, Apolo era apenas o deus das artes, da música e da medicina. Uma das crenças que envolvia Apolo no período Homérico foi a crença de que ele era o responsável por mortes súbitas e pragas.

Apolo era um deus respeitado e era considerado jovem e um dos deuses mais belos de todos os deuses gregos. Ele tinha dois importantes santuários em sua homenagem, um deles localizado em Delfos e o outro localizado em Delos. Acredita-se que o santuário de Apolo em Delfos surgiu por volta de 650 a.C. Já Delos, segundo os mitos gregos, foi o local onde Apolo nasceu e lá também existia um templo para Apolo, construído por volta de 700 a.C.

Origem de Apolo

Templo construído em homenagem a Apolo na ilha grega de Delos.
Templo construído em homenagem a Apolo na ilha grega de Delos.

Segundo a mitologia grega, Apolo era filho de Zeus com Leto, uma titânide, filha de Febe e Céos. Leto engravidou de Zeus e deu à luz Apolo e Ártemis na ilha flutuante de Delos. Isso aconteceu, porque Hera tinha ciúmes de Zeus e, enfurecida, Hera proibiu que a Mãe-Terra, Gaia, permitisse que Leto tivesse seus filhos na Terra.

Para socorrer Leto, o deus Poseidon decidiu criar uma ilha flutuante chamada Delos. Como a ilha não estava presa ao solo, Gaia nada podia fazer e lá Leto deu à luz seus dois filhos. Após seu nascimento, Apolo bebeu um néctar dos deuses e comeu ambrosia e depois disso Apolo deixou de ser um bebê e tornou-se um homem adulto.

Além dessa proibição, Hera também enviou a serpente Píton para que perseguisse Leto. Apolo, um exímio manejador de arco e flecha foi o responsável por matar a serpente Píton. Ele encontrou a serpente próximo ao Monte Parnaso e a matou com três flechas: uma no olho, outra no peito e outra na boca.

A vitória de Apolo sobre a Píton rendeu-lhe fama e reconhecimento. A população de Delfos, local próximo ao Monte Parnaso, ficou grata por Apolo ter matado a serpente e, em homenagem ao feito, decidiu construir um templo: o Oráculo de Delfos. Lá as pessoas que veneravam Apolo iam prestar-lhe culto e obter profecias sobre o futuro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Acesse também: Quais eram as crenças dos vikings?

Apolo e Dafne

Ilustração que retrata Apolo perseguindo Dafne e ela transformando-se em loureiro.
Ilustração que retrata Apolo perseguindo Dafne e ela transformando-se em loureiro.

Após matar Píton, Apolo ficou envaidecido de seu feito e vendo Eros, deus do amor, praticar arco e flecha começou a zombar dele dizendo que ele não tinha habilidades suficientes para manejar o arco. Ele também se gabou do feito de ter matado a serpente, e Eros, incomodado com as atitudes de Apolo, decidiu vingar-se.

Eros atingiu Apolo com uma flecha de ouro, que fez com que ele se apaixonasse profundamente pela ninfa Dafne. Eros também dedicou uma flecha para Dafne, mas a flecha que a atingiu foi a flecha de chumbo, causando-lhe profunda repulsa por todos que se apaixonavam por ela. Assim, Apolo foi condenado a amar uma mulher que não o queria.

Todas as vezes que Apolo aproximava-se para tentar conquistar Dafne, ela fugia de Apolo horrorizada. Em dado momento, Apolo a perseguiu, mas Dafne fugia desesperadamente e quando perdia suas forças rogou a seu pai que transformasse a forma dela para que ninguém se apaixonasse por ela.

O pai dela, chamado Peneu, ouviu o pedido e imediatamente Dafne transformou-se em um loureiro. Percebendo o que tinha acontecido, Apolo anunciou que o loureiro havia se tornado sua planta favorita e decidiu dar coroas de louro para todos os que realizassem atos heroicos. A coroa de louros era um dos principais símbolos de glória para gregos e romanos.

Depois de Dafne, Apolo apaixonou-se outras vezes e teve relacionamentos tanto com homens como com mulheres.

Desavenças com Zeus

Apolo era um deus de personalidade forte e, em um certo momento, foi severamente punido por Zeus. Em certa ocasião, Asclépio, um dos filhos de Apolo e um exímio médico, conseguiu trazer um paciente de volta à vida. O acontecimento enfureceu Hades, o deus do mundo dos mortos. Zeus mediou a situação e decidiu punir Asclépio matando-o com um raio.

Apolo ficou furioso com a morte de seu filho e decidiu vingar-se de seu pai. Ele matou os três ciclopes que tinham feito o raio de Zeus: Arges, Brontes e Estérope. Zeus enfureceu-se com Apolo e o puniu condenando-o a viver como homem por um ano na região da Tessália.

Acesse também: Celtas - um dos povos mais intrigantes da Antiguidade

Curiosidades sobre Apolo

  • Apolo tinha enorme habilidade para tocar lira (instrumento de cordas);

  • Durante a Guerra de Troia, Apolo tomou o lado dos troianos e foi o responsável por fazer Páris acertar a flecha no calcanhar de Aquiles;

  • Apolo é mencionado nos poemas homéricos da Ilíada e Odisseia;

  • Apolo era considerado o deus responsável por trazer epidemias;

  • O arco de prata era um dos grandes símbolos de Apolo;

  • Um dos animais que representava Apolo era o corvo;

  • Apolo teve inúmeros filhos e filhas, fruto de relacionamentos dele com mortais, ninfas e deusas.

 

Por Daniel Neves Silva
Professor de História

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "Apolo"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/mitologia/apolo.htm. Acesso em 12 de abril de 2021.

Artigos Relacionados
Deméter, Ceres, quem era Deméter, deusa da agricultura, os filhos de Deméter, Perséfone, a busca de Deméter por Perséfone, Olimpo sem Deméter, o pedido de Zeus a Deméter.
Clique no link para conhecer aspectos importantes da história de Hades. Veja o que a história diz sobre esse deus e sua relação com Cronos e Perséfone.
Hera, deusa grega, características de Hera, esposa de Zeus, o templo de Hera em Olimpo, os pais de Hera, os filhos de Hera.
Você já ouviu falar da Missão Mars 2020? Conheça os objetivos e as etapas da ambiciosa missão que poderá revelar a existência de vida microbiana no passado de Marte.
A origemd e Poseidon, o que o deus representava, suas características e sua participação na Guerra de Tróia.
Zeus, o deus grego mais importante da mitologia, a origem de Zeus, gregos criam que seus deuses estavam separados em diversos grupos, o pai e a mãe de Zeus.
Ártemis, a deusa Ártemis, quem foi Ártemis, porque Ártemis era considerada uma divindade, a história de Ártemis, a deusa grega da floresta, filha de Zeus.