Fundo Menu
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

República Tcheca (Chéquia)

Situada na Europa Central, a Chéquia é um país de clima temperado continental formado por planaltos e serras. Sua capital, Praga, é uma das cidades mais visitadas da Europa.

Bandeira da Chéquia.
Bandeira da Chéquia.
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Chéquia ou República Tcheca é um país da Europa Central com capital na cidade de Praga. O país integrou a Checoslováquia até a sua desintegração, em 1993, pouco tempo depois da determinação do fim do regime comunista no território. A Chéquia é um país muito populoso, com mais de 10,7 milhões de habitantes, e altamente desenvolvido. Sua economia é baseada no comércio internacional e na indústria automobilística.

Leia também: Quais países integram a Europa?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre República Tcheca (Chéquia)

  • A Chéquia é um país da região da Europa Central.

  • Sua capital é a cidade de Praga.

  • O nome Chéquia foi adotado a partir de 2016, mas a denominação oficial do país na sua forma longa continua sendo República Tcheca.

  • Foi parte da Checoslováquia até a separação desse território, em 1993.

  • A Chéquia apresenta clima temperado continental e relevo formado por planaltos e serras.

  • Os rios Moldava, Elba e Oder são os principais da Chéquia.

  • A Chéquia é um dos países mais populosos da Europa, com 10.725.000 habitantes.

  • Praga é a sua maior cidade. A capital é também o principal destino turístico da Chéquia.

  • A Chéquia apresenta uma economia de mercado altamente desenvolvida, centrada no comércio e na indústria automobilística.

  • Dispõe de uma densa rede de infraestrutura urbana e de serviços.

  • A energia elétrica gerada e consumida no país é proveniente principalmente das termoelétricas.

Dados gerais da República Tcheca (Chéquia)

  • Nome oficial: República Tcheca.

  • Gentílico: tcheco (ou checo).

  • Extensão territorial: 78.871 km².

  • Localização: Leste Europeu.

  • Capital: Praga.

  • Clima: temperado continental.

  • Governo: república parlamentarista.

  • Divisão administrativa: 13 cidades e a cidade capital.

  • Idioma: tcheco (oficial).

  • Religiões:

    • católica romana: 10,4%;

    • protestante: 1,1%;

    • outras ou não especificado: 54%;

    • nenhuma: 34,5%.

  • População: 10.725.000 habitantes (ONU, 2021).

  • Densidade demográfica: 138,8 hab./km².

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,900.

  • Moeda: coroa checa.

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 296,24 bilhões (FMI, 2022).

  • PIB per capita: US$ 27.610.

  • Gini: 0,249.

  • Fuso horário: GMT +1.

  • Relações exteriores:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mudança de nome da República Tcheca (Chéquia)

A mudança de nome da Chéquia aconteceu em abril de 2016, depois de as autoridades concordarem com a adoção da versão encurtada da sua denominação inicial para se referir ao país. Desde então, Chéquia (Czechia, no inglês, ou Cesko, em checo) é a maneira pela qual a Organização das Nações Unidas (ONU) passou a se referir oficialmente a essa nação. No entanto, não é incorreto o emprego de República Tcheca em contextos formais, uma vez que esse se mantém como nome oficial do país na sua forma completa.

A simplificação do nome é a justificativa utilizada para a efetivação da mudança, pensando nos seus impactos na comunidade e mercado internacionais, sobretudo no que diz respeito aos eventos desportivos e às atividades atreladas ao turismo.

História República Tcheca (Chéquia)

A ocupação da área que hoje corresponde ao território da Chéquia começou há milhares de anos, mais precisamente a partir do século IV a.C., com a chegada dos celtas à região, que passou a ser chamada de Boêmia. Outros povos se estabeleceram no local após a instalação dos celtas; dentre eles estavam os germânicos e os eslavos alguns séculos mais tarde. Ao longo do tempo, a Chéquia pertenceu a diversos e importantes impérios constituídos na Europa Central, além de ter sido governada por dinastias como as de Přemyslid, Luxemburgo, Jagelões e Habsburgo entre os séculos IX e XIX.

O fim da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) marcou também a desintegração do Império Austro-Húngaro após a sua derrota no conflito e a constituição de uma nação independente formada pelos territórios das atuais Chéquia e Eslováquia, que ficou conhecida então como República Checoslovaca ou Checoslováquia. Essa unidade territorial se manteve somente no período conhecido como entre-guerras, tendo se desfeito no ano de 1938 após a ocupação da Alemanha na Chéquia e a declaração de independência da Eslováquia, que se alinhou então com os alemães.

Com o final do conflito, a Checoslováquia voltou a ser um único território, o qual passou a estar sob a influência da União Soviética e na instalação do regime socialista de forma oficial a partir de 1948. Duas décadas mais tarde, tiveram início reformas cujo objetivo era a maior flexibilização do regime comunista em voga no país, o que era feito até então com o aval da população, o que ficou conhecido como Primavera de Praga. Moscou, sede do governo da União Soviética, entretanto, estava insatisfeita com os rumos que a política interna estava tomando na Checoslováquia e promoveu uma invasão militar em agosto de 1968.

Foi somente com a Revolução de Veludo, ocorrida em 1989, que o regime comunista chegou ao fim no país. A Chéquia e a Eslováquia garantiram a sua separação no dia 1º de janeiro de 1993, com a eleição do primeiro presidente da Chéquia mais tarde naquele mesmo mês. O país ingressou formalmente na Otan no ano de 1999, tornando-se ainda membro da União Europeia em 2004.

Leia também: Fim da União Soviética — o declínio da potência que rivalizou com os EUA na Guerra Fria

Geografia República Tcheca (Chéquia)

A Chéquia é um país de 78.871 km² de área localizado na região da Europa Central. Sua capital é a cidade de Praga. O território checo não possui saída para o oceano, uma vez que está posicionado muito próximo do centro geográfico do continente europeu, estabelecendo divisa territorial com os seguintes países:

Alemanha, a oeste e noroeste;

Polônia, ao norte;

Eslováquia, a sudeste;

Áustria, ao sul.

As principais características físicas do território da Chéquia estão descritas logo na sequência.

  • Clima da República Tcheca (Chéquia)

O clima predominante na Chéquia é o temperado continental. Os verões são quentes e chuvosos, com temperaturas máximas que chegam a 32 °C. Os invernos são muito frios e secos, chegando a mínimas de até -17 °C em algumas regiões. O volume anual de chuvas no país varia de 450 mm nas áreas rebaixadas até 1500 mm nas porções montanhosas.

  • Relevo da República Tcheca (Chéquia)

Os planaltos e serras são as duas principais feições de relevo que caracterizam os terrenos na Chéquia, com destaque para a presença do Maciço Boêmio em sua maior extensão. As montanhas caracterizam fronteiras naturais com países vizinhos nas regiões noroeste, sudoeste e nordeste do território checo.

A altitude média dos terrenos no país é de 433 metros. O seu ponto culminante corresponde ao monte Snezka, situado 1602 metros acima do nível do mar.

Paisagem natural na Chéquia composta por colunas de basalto na cidade de Kamenicky Senov, no norte do país.
Paisagem natural na Chéquia composta por colunas de basalto na cidade de Kamenicky Senov, no norte do país.
  • Vegetação da República Tcheca (Chéquia)

A cobertura vegetal da Chéquia é caracterizada pelas florestas temperadas em sua maior extensão, formadas por carvalhos, faias e coníferas. Nas porções mais elevadas do país observa-se a transição para a tundra, marcada pela vegetação rasteira com a presença de gramíneas e arbustivas.

  • Hidrografia da República Tcheca (Chéquia)

A Chéquia está situada em uma região drenada por uma densa rede hidrográfica que se distribui por três diferentes áreas do Norte do continente europeu. Os principais cursos d’água que banham o país são os rios Moldava, que é o maior a percorrer exclusivamente o território checo, com 430 km, Elba e Oder.

Mapa da República Tcheca (Chéquia)

Mapa da República Tcheca (Chéquia)

Demografia da República Tcheca (Chéquia)

A Chéquia é o 12º país mais populoso do continente europeu, com 10.725.000 habitantes. Em função da elevada densidade demográfica, que é de 138,8 hab./km², pode-se considerar a Chéquia um país densamente povoado, além de populoso. A maior parcela da população checa vive nas cidades, sendo a sua taxa de urbanização de quase 75%.

Praga, capital da Chéquia, é a cidade mais populosa do país, com 1.298.800 habitantes. A segunda maior cidade checa é Brno, localizada a sudeste de Praga, onde vivem aproximadamente 370 mil pessoas.

O crescimento populacional da Chéquia desacelerou consideravelmente a partir da década de 1990, após vários anos seguidos de taxas estáveis. Mudanças internas no território, como a intensificação da urbanização, estão entre as razões que ocasionaram a transformação das tendências demográficas no país.

A atual taxa de crescimento da população é muito baixa: de 0,02% ao ano. A Chéquia apresenta uma das maiores mortalidades do mundo (10,74/1000 habitantes) e taxa de natalidade inferior a esse patamar (8,59/1000). Além disso, a emigração é elevada se comparada a outros países. Esse cenário implica em uma população com idade mediana alta, atualmente em 43,3 anos. A expectativa de vida no país é de quase 80 anos, mais precisamente 79,73 anos.

Vista de Praga, capital da Chéquia.
Praga é a capital e cidade mais populosa da Chéquia.

Economia da República Tcheca (Chéquia)

A Chéquia representa a 19ª maior economia da Europa, com um Produto Interno Bruto (PIB) de 296,24 bilhões de dólares. O país foi submetido a uma série de reformas na sua economia após o fim do regime socialista em 1989, o que implicou na adoção de um sistema de livre mercado e na maior abertura econômica, sobretudo aos investimentos estrangeiros. É importante ressaltar ainda que a Chéquia ingressou na União Europeia no ano de 2004, mas não adotou o euro como sua moeda oficial.

O setor terciário corresponde a 60,8% do PIB nacional, sendo portanto o mais importante para a economia da Chéquia. As duas principais atividades para o país são o comércio e o turismo, tendo a cidade de Praga integrado várias vezes a lista das mais visitadas do continente europeu.

O setor secundário responde por 36,9% da economia do país, tendo como principais indústrias a de tecnologia, a de metalurgia e a automobilística. Esse ramo, que inclui veículos montados e equipamentos automobilísticos, lidera também as exportações da Chéquia. Os produtos são destinados principalmente para nações vizinhas e outros países europeus, como Alemanha, Eslováquia, Polônia e França.

A produção agropecuária da Chéquia responde por somente 2,3% do PIB nacional. Os gêneros alimentícios derivados dessas atividades são os seguintes: trigo, batata, milho, cevada, beterraba sacarina, leite e carne de porco.

Confira no nosso podcast: Entendendo os setores da economia

Infraestrutura da República Tcheca (Chéquia)

A Chéquia é um país altamente desenvolvido, o que é traduzido no seu elevado IDH (0,900), pois é oferecida uma boa qualidade de vida para a população. Dentre os países que integram a OCDE, a Chéquia se destaca em áreas como moradia, segurança, educação e também trabalho. O índice de desemprego no país corresponde ao mais baixo da União Europeia. Em termos de infraestrutura social, tanto no campo quanto na cidade mais de 96% da população possui acesso às redes de saneamento.

A eletricidade chega a todas as residências do país, que é o 7º maior exportador de energia do mundo. Apesar disso, a matriz energética da Chéquia é composta predominantemente pelos combustíveis fósseis, com destaque para o carvão mineral. As usinas nucleares correspondem a 19% da capacidade instalada, enquanto a parcela que cabe às fontes renováveis é de 21%.

A Chéquia dispõe de uma densa rede de transportes, formada por rodovias, ferrovias e hidrovias. Quase 130 aeroportos se distribuem pelo território, dos quais o mais movimentado é o aeroporto de Václav Havel, em Praga.

Vista aérea da usina de carvão com estação ferroviária de carga na Chéquia.
As usinas termoelétricas e estradas de ferro, dispostas na foto acima, são parte da rede de infraestrutura da Chéquia. [1]

Governo da República Tcheca (Chéquia)

A Chéquia é uma república parlamentarista. Nesse sistema de governo, o presidente da república é o líder do Poder Executivo e desempenha a função de chefe de Estado. No caso da Chéquia, o presidente é eleito por meio do voto direto para exercer um mandato de cinco anos, com a possibilidade de apenas uma reeleição logo na sequência. O chefe de governo checo é o seu primeiro-ministro, que é indicado pelo presidente da república e permanece no cargo por quatro anos.

O Poder Legislativo é desempenhado no âmbito do Parlamento, órgão bicameral formado pelo Senado e pela Câmara dos Deputados. Essas casas possuem 81 e 200 assentos respectivamente, tendo seus membros eleitos por meio do voto direto.

Cultura da República Tcheca (Chéquia)

A cultura da Chéquia recebeu, ao longo do tempo, influências das tradições eslavas e germânicas, que fazem parte do arcabouço cultural dos países da região central da Europa. Diversos grupos étnicos compõem a população da Chéquia, dentre os quais estão os checos, morávios e eslováquios. A língua oficial do país é o checo.

O papel da religião nas tradições da Chéquia não é tão amplo quanto em outras partes da Europa, visto que pouco mais de um terço da sua população não segue qualquer doutrina religiosa, enquanto metade da população não professa uma fé específica. Esse aspecto da população interfere, por exemplo, no calendário de festividades, com exceções como o Natal e a Páscoa, por exemplo. Dentre os principais feriados do país está o Dia da Independência (28/10) e o Dia da Luta pela Liberdade e pela Democracia (17/11).

Festivais que celebram as danças e as músicas típicas acontecem em todo o país. A Chéquia é conhecida ainda pela sua ampla tradição literária, que data dos primeiros séculos da era comum e apresenta vários nomes célebres, dentre os quais está Franz Kafka (1883-1924), que era natural de Praga.

Créditos da imagem

[1] David Jancik / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "República Tcheca (Chéquia)"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/republica-tcheca.htm. Acesso em 30 de junho de 2022.

De estudante para estudante


Qual o menor país do mundo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

O que é tectonismo?

Por Brasil Escola
Responder
Ver respostas

PUBLICIDADE

Estude agora


Argumento por exemplificação

A exemplificação sempre foi um recurso importante para a explicação de conceitos mais teóricos ou mais difíceis...

10 anos da Guerra Civil Síria

Assista a nossa videoaula para conhecer a história dos 10 anos da Guerra Civil Síria. Confira também no nosso canal...