Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Bandeira do Equador

A bandeira do Equador ganhou todos os elementos conhecidos hoje no ano de 1900, tendo sido redimensionada em 2009. Ela representa a história do Equador e da América do Sul.

Bandeira do Equador hasteada.
A bandeira do Equador reconta a sua história e destaca seus recursos naturais no escudo central.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A bandeira do Equador é um símbolo nacional do país. Finalizada em 1900, ela apresenta as cores amarelo, azul e vermelho, que possuem significados particulares, mas que têm inspiração na teoria das cores primárias do escritor alemão Goethe. Esse esquema de cores era utilizado na bandeira do território da Grão-Colômbia, e hoje é identificado em outras bandeiras sul-americanas. No centro do pavilhão equatoriano, está seu brasão, que representa tanto a história do país e do subcontinente quanto suas paisagens naturais.

Leia também: Bandeira da Costa Rica — uma bandeira cujas cores remetem à perseverança, à paz e à luta empreendida pelo povo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a bandeira do Equador

  • A bandeira do Equador é um símbolo nacional do país.

  • É formada por três faixas horizontais, cada uma de uma cor. A faixa amarela apresenta o dobro da largura das demais, e é seguida pelas cores azul e vermelho.

  • No centro da bandeira, fica o brasão de armas do Equador.

  • A composição de cores foi feita seguindo a teoria das cores primárias de Goethe.

  • O amarelo da bandeira representa a fertilidade dos solos; o azul, o céu e o oceano; o vermelho, o sangue dos que lutaram pelo Equador.

  • O brasão apresenta uma riqueza de detalhes que simbolizam a história e os elementos da paisagem natural equatoriana.

  • O desenho da bandeira do Equador que hoje conhecemos foi adotado em 1900, com a adição do brasão. Em 2009, ela ganhou as proporções atuais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Significado da bandeira do Equador

A bandeira do Equador é um símbolo nacional do país. Ela apresenta formato retangular e é composta por três listras horizontais, cada uma de uma cor diferente. A listra amarela é a primeira de cima para baixo, e sua largura é duas vezes maior do que a das demais. Na sequência estão as listras azul e vermelha, ambas com as mesmas dimensões. O brasão de armas equatoriano aparece no centro da bandeira.

A conquista da liberdade e independência com relação à Espanha e a riqueza são os valores representados pela bandeira do Equador como um todo. Veremos, a seguir, o que cada uma das cores e cada um dos símbolos representam individualmente.

Bandeira do Equador.
A bandeira do Equador é formada pelas cores amarelo, azul e vermelho, tendo seu brasão de armas no centro.

Significado das cores da bandeira do Equador

As cores da bandeira do Equador são o amarelo, o azul e o vermelho. Sua composição foi feita levando-se em consideração a teoria das cores primárias do escritor Johann Wolfgang von Goethe, que a compartilhou com Francisco de Miranda, criador do design da bandeira equatoriana em 1811 e um dos principais nomes na luta pela independência da América espanhola. De acordo com o escritor alemão, as cores simbolizavam calor (amarelo), excitação e serenidade (azul) e exaltação (vermelho).

Posteriormente, as cores da bandeira do Equador ganharam novos significados, que se somaram aos anteriores.

  • Amarelo: representa a fertilidade e vastidão dos solos equatorianos.

  • Azul: representa o céu azul e o oceano Pacífico, que banha o Equador.

  • Vermelho: representa o sangue daqueles que deram suas vidas lutando pelo país.

Significado dos símbolos da bandeira do Equador

O símbolo presente na bandeira do Equador é o brasão de armas do país, adicionado ao pavilhão em 1900 e representado na imagem abaixo.

Brasão de armas do Equador, símbolo presente na bandeira do país.
Brasão de armas do Equador, símbolo presente na bandeira do país.

O brasão equatoriano apresenta uma grande riqueza de detalhes que representam a diversidade natural do país e momentos importantes de sua história.

  • Condor-dos-andes: espécie de ave endêmica da América do Sul. Representa o poder e a habilidade de proteção da terra natal.

  • Navio: recebe o mesmo nome do rio Guayas, e representa o primeiro navio já construído na América do Sul.

  • Montanha: representa a montanha Chimborazo, a mais elevada do Equador. Quando considerada a partir do centro do planeta Terra, ela é maior até do que o monte Everest.

  • Bandeiras: representam a própria bandeira equatoriana.

  • Sol e símbolos do zodíaco: representam a Revolução de Março de 1845, chamada também de Revolução Marcista, uma revolta contra o governo equatoriano deflagrada na cidade costeira de Guaiaquil.

  • Escudo: dentro dele estão os demais símbolos, com exceção das bandeiras e do condor. Representa a proteção e a segurança do Equador.

História da bandeira do Equador

A bandeira do Equador passou por uma série de transformações ao longo de sua história, acompanhando as transformações políticas e territoriais pelas quais o país passou. A primeira bandeira a ser adotada foi a da colonização espanhola, que apresentava o símbolo da Cruz de Borgoña estampado em vermelho sobre um fundo branco.

Durante a Revolução de Quiteñan (1809-1812), que lutava pela independência equatoriana da Espanha, a bandeira utilizada foi a mesma, porém com as cores invertidas: a cruz branca sobre um fundo vermelho.

A primeira bandeira nacional equatoriana foi adotada em 1820, e era composta por cinco faixas alternadamente nas cores azul-claro e branco, com três estrelas brancas na faixa central. Houve nova alteração em 1822, com mudança apenas no design e manutenção das cores. O tradicional esquema tricolor amarelo-azul-vermelho passou a ser adotado entre 1822 e 1830, somente quando o Equador passou a integrar a Grão-Colômbia.

Após a saída da Grão-Colômbia, em 1830, o Equador adotou oficialmente uma bandeira com as três faixas horizontais nas mesmas cores que apresenta hoje, mas todas de mesma dimensão e sem o brasão no centro, conforme estabelecido em 1835. Durante a Revolução de Março de 1845, o azul-claro e o branco voltaram a fazer parte integralmente da bandeira equatoriana, retomando o esquema tricolor apenas a partir de 1860, com as dimensões hoje conhecidas.

O brasão de armas foi oficialmente adicionado à bandeira do Equador no ano 1900, embora o retângulo tivesse ainda dimensões diferentes das atuais. A versão utilizada hoje da bandeira equatoriana foi estabelecida no ano de 2009, quando adquiriu as proporções 2:3.

Veja também: Bandeira da Argentina — a bandeira de outro país da América do Sul

Principais características do Equador

O Equador é um país da América do Sul localizado na costa oeste do subcontinente. Sua capital é a cidade de Quito. A feição mais marcante do relevo equatoriano é a cordilheira dos Andes, separando a planície litorânea da região amazônica, a leste. O clima do país varia do tropical quente e úmido até o frio de montanha, nos picos mais elevados, onde a neve é permanente.

Destaca-se ainda a localização do Equador no Círculo de Fogo do Pacífico, a região de maior instabilidade tectônica do planeta. Por essa razão, vulcões ativos são encontrados no país e grandes tremores de terra já foram sentidos. O mais intenso deles, que marcou 7.8 na escala Richter, aconteceu em 2016.

Paisagem de Quito, capital do Equador, onde muitas bandeiras do país são hasteadas.
Paisagem de Quito, capital do Equador.

A população equatoriana é hoje de 17.888.000 habitantes, maioria dos quais vive nas cidades. Os dois maiores centros urbanos do país são Guaiaquil e Quito, que, juntos, somam quase 5 milhões de pessoas. Com médio índice de desenvolvimento, o Equador apresenta uma economia pautada pela exportação de petróleo e exploração de recursos naturais, com as respectivas indústrias atreladas, aproveitando-se ainda da riqueza dos seus solos para a atividade agrícola.

Curiosidades sobre a bandeira do Equador

  • Desde a colonização espanhola até o presente, o Equador teve 10 bandeiras oficiais.

  • O Dia da Bandeira é celebrado em 26 de setembro no Equador.

  • Cada uma das províncias equatorianas possui uma bandeira própria. A bandeira de Guayas é a mesma utilizada como símbolo nacional em 1820.

  • A bandeira do Equador é frequentemente confundida com a da Colômbia e a da Venezuela pela composição de cores ser a mesma.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Bandeira do Equador"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/bandeira-do-equador.htm. Acesso em 26 de maio de 2024.

De estudante para estudante