Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Hidrografia do Brasil

A hidrografia do Brasil é formada predominantemente por rios que apresentam regime pluvial e formam extensas bacias hidrográficas. A maior delas é a Bacia Amazônica.

Vista aérea do delta do rio Amazonas, parte da hidrografia do Brasil.
A hidrografia do Brasil é caracterizada por rios extensos e caudalosos, como o rio Amazonas.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A hidrografia do Brasil é formada por um denso conjunto de rios caracterizados pelo seu regime pluvial e pela ampla extensão, além de serem rios caudalosos que, em sua maioria, percorrem terrenos planálticos e não secam durante o período de estiagem (rios perenes). Existem, é claro, algumas exceções, a exemplo do rio Jaguaribe, que se trata de um rio intermitente que corre pelo Nordeste do país.

Com ampla disponibilidade de recursos hídricos, o território brasileiro pode ser dividido em diferentes regiões ou bacias hidrográficas, sendo a maior delas a Bacia Amazônica, composta pelo rio Amazonas, seu rio principal, e afluentes.

Leia também: Aquífero Guarani — um dos principais reservatórios da América do Sul

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a hidrografia do Brasil

  • A hidrografia do Brasil é formada por um denso conjunto de rios caudalosos e de regime pluvial, que são, em sua maioria, cursos d’água perenes. Eles percorrem terrenos, em sua maioria, planálticos.

  • Os rios do Brasil formam amplas bacias hidrográficas no território nacional, que são constituídas por um rio principal e seus afluentes.

  • Essas grandes bacias podem ser caracterizadas como exorreicas, visto que a sua drenagem flui em direção ao oceano Atlântico.

  • Para o planejamento e o gerenciamento dos recursos hídricos de maneira eficaz, o Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) instituiu a divisão do território nacional em 12 regiões hidrográficas.

  • As regiões hidrográficas são áreas formadas por uma ou mais bacias hidrográficas e as suas sub-bacias.

  • A maior bacia hidrográfica do Brasil é a Bacia Amazônica, com mais de 7 milhões de quilômetros quadrados. Seu rio principal é o rio Amazonas, o mais longo do Brasil e do mundo.

  • A hidrografia brasileira é marcada, ainda, por um elevado potencial hidrelétrico, muito aproveitado em bacias hidrográficas como a do Paraná e do Tocantins-Araguaia.

  • A navegação e o consumo direto são dois outros importantes usos que são feitos dos rios brasileiros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Videoaula sobre a hidrografia do Brasil


Mapa das bacias hidrográficas do Brasil

Mapa das bacias hidrográficas do Brasil
A hidrografia brasileira está dividida em 12 bacias. [1]

Quais são as bacias hidrográficas do Brasil?

Antes de conhecermos as bacias hidrográficas do Brasil, é importante relembrarmos o conceito de bacia hidrográfica. Uma bacia é uma área física que contém um rio principal e seus afluentes e subafluentes, sendo delimitada pelos terrenos mais elevados do relevo, que são chamados de divisores de água. As águas de uma bacia hidrográfica fluem do divisor de água em direção ao rio principal, que fica situado na parte mais baixa dessa unidade. Esse curso d’água, por sua vez, pode desaguar no mar (bacias exorreicas) ou em outros rios e mananciais no interior do território (bacias endorreicas).

As águas superficiais brasileiras podem ser divididas em 12 bacias hidrográficas:

  • Bacia Hidrográfica Amazônica;

  • Bacia Hidrográfica do Tocantins-Araguaia;

  • Bacia Hidrográfica do Atlântico Nordeste Ocidental;

  • Bacia Hidrográfica do Parnaíba;

  • Bacia Hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental;

  • Bacia Hidrográfica do São Francisco;

  • Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste;

  • Bacia Hidrográfica do Atlântico Sudeste;

  • Bacia Hidrográfica do Atlântico Sul;

  • Bacia Hidrográfica Platina (Bacia do Paraná, Bacia do Paraguai e Bacia do Uruguai).

Veja também: Quais são as partes de um rio?

Características das bacias hidrográficas do Brasil

A seguir, confira as principais características de cada uma delas.

Bacia Hidrográfica Amazônica

Localização da bacia Amazônica, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia Amazônica.

A Bacia Amazônica é uma das principais bacias hidrográficas do Brasil. Ela fica localizada na região Norte do país e compreende uma área de drenagem de aproximadamente 7 milhões de quilômetros quadrados em toda a sua extensão. A área pertencente ao território brasileiro corresponde a aproximadamente 42% do seu total. Essa grande bacia hidrográfica abrange, além dos estados do Norte, parte dos estados do Centro-Oeste do país.

O rio principal da Bacia Amazônica é o rio Amazonas, considerado o rio mais longo e mais caudaloso do mundo. Esse curso d’água nasce em um trecho da Cordilheira dos Andes localizado no Peru e percorre mais de 4 mil km até a sua foz mista (em delta e em estuário) no litoral do estado do Pará.

A Bacia Amazônica apresenta regime pluvial (alimentado pela água das chuvas) e regime nival (alimentado pela neve), e percorre terrenos predominantemente de planície, o que favorece a formação de grandes meandros ao longo do curso do rio Amazonas. Classifica-se a Bacia Amazônica como uma bacia exorreica, uma vez seu rio principal deságua no mar. Destaca-se, ainda, que as águas dessa bacia abastecem mais de 7 milhões de pessoas. Para saber mais sobre essa bacia, clique aqui.

Bacia Hidrográfica do Tocantins-Araguaia

 Localização da bacia do Tocantins-Araguaia, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Tocantins-Araguaia.

A Bacia Hidrográfica do Tocantins-Araguaia está localizada integralmente no território brasileiro. Ela compreende uma área de aproximadamente 918 mil km² que compreende seis unidades da federação nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. São elas:

  • Pará;

  • Maranhão;

  • Tocantins;

  • Goiás;

  • Distrito Federal;

  • Mato Grosso.

O rio Tocantins é um dos rios principais dessa bacia hidrográfica e tem a sua nascente localizada no estado de Goiás. Junto desse curso d’água está o rio Araguaia, que nasce no estado do Mato Grosso e conflui com o rio Tocantins no norte do estado de mesmo nome. Ambos os rios nascem em um planalto e percorrem terrenos predominantemente planálticos, o que lhes confere um enorme potencial hidrelétrico. Essa bacia é, também, exorreica e de regime pluvial. Suas águas abastecem mais de 400 municípios. Para saber mais sobre essa bacia, clique aqui.

Bacia Hidrográfica do Atlântico Nordeste Ocidental

Localização da bacia do Atlântico Nordeste Ocidental, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Atlântico Nordeste Ocidental.

A Bacia do Atlântico Nordeste Ocidental fica localizada nas regiões Nordeste e Norte do Brasil, estendendo-se por 274 mil km² entre os estados do Maranhão e do Pará. Apesar da área limitada, as águas dessa bacia abastecem ecossistemas de três biomas (Amazônia, Caatinga e Cerrado) e mais de 200 municípios. Apresenta regime exorreico e pluvial, embora registre alto estresse hídrico. Os rios principais dessa bacia formam seis bacias hidrográficas menores, como as bacias do Itapecuru, Mearim e Gurupi.

Bacia Hidrográfica do Parnaíba

Localização da bacia do Parnaíba, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Parnaíba.

A Bacia Hidrográfica do Parnaíba é uma área situada integralmente no Nordeste do Brasil, abrangendo 333 mil km² nos estados do Piauí, Maranhão e Ceará. Trata-se de uma bacia exorreica que tem como principal rio o Parnaíba, um dos mais importantes da região. O Parnaíba é um rio perene, mas, diferente dele, essa bacia é caracterizada pela presença de muitos rios intermitentes, cujo leito resseca no período em que há estiagem. As águas da Bacia do Parnaíba abastecem aproximadamente 280 municípios.

Bacia Hidrográfica do Atlântico Nordeste Oriental

Localização da bacia do Atlântico Nordeste Oriental, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Atlântico Nordeste Oriental.

A Bacia do Atlântico Nordeste Oriental fica situada integralmente na região Nordeste, estendendo-se por 286 mil km² entre seis estados:

  • Piauí;

  • Ceará;

  • Rio Grande do Norte;

  • Paraíba;

  • Pernambuco;

  • Alagoas.

A maior extensão dessa bacia hidrográfica está sob a influência do clima semiárido, que tem como principal característica o longo período de estiagem, isto é, sem chuvas. Em função disso, é considerada a bacia com a menor disponibilidade hídrica do Brasil, haja vista que os rios que a integram dependem da chuva para o abastecimento de seus leitos. Assim sendo, boa parte dos rios locais tem regime intermitente, com destaque para o rio Jaguaribe.

Bacia Hidrográfica do São Francisco

 Localização da bacia do São Francisco, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do São Francisco.

A Bacia do São Francisco apresenta área de 638,4 mil km², dividindo-se entre seis estados das regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do país, além do Distrito Federal, que são:

  • Goiás;

  • Minas Gerais;

  • Pernambuco;

  • Alagoas;

  • Sergipe.

O rio principal dessa bacia é o rio São Francisco, que nasce em uma região de planalto conhecida como Serra da Canastra, em Minas Gerais. Ele deságua no oceano Atlântico, no litoral sergipano, o que faz com que a sua bacia seja classificada como exorreica. Assim como a maior parte das bacias hidrográficas brasileiras, a Bacia do São Francisco apresenta regime pluvial, o que se deve principalmente ao clima encontrado em sua nascente. Isso porque a maior parte da Bacia do São Francisco está inserida em uma região de clima semiárido, marcado pela escassez de chuvas.

A Bacia do São Francisco percorre terrenos planálticos e de depressões, e apresenta, também, alto potencial para a geração de energia elétrica. Atualmente, mais de 33 usinas operam na Bacia do São Francisco.

Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste

Localização da Bacia do Atlântico Leste, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Atlântico Leste.

A Bacia do Atlântico Leste se estende por 388 mil km² e compreende quatro estados das regiões Nordeste e Sudeste do Brasil:

  • Sergipe;

  • Bahia;

  • Minas Gerais;

  • Espírito Santo.

Apresenta aspectos semelhantes aos da maioria das bacias hidrográficas brasileiras, que são o regime pluvial e a drenagem exorreica. Segundo a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), essa região tem a segunda menor disponibilidade hídrica do país pelo fato de parte significativa de sua área estar inserida no clima semiárido. Os rios principais dessa bacia são Pardo, Vaza-Barris e Jequitinhonha.

Bacia Hidrográfica do Atlântico Sudeste

Localização da bacia do Atlântico Sudeste, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Atlântico Sudeste.

A Bacia do Atlântico Sudeste possui área de aproximadamente 230 mil km² e compreende parte de cinco estados das regiões Sudeste e Sul do Brasil:

  • Minas Gerais;

  • Espírito Santo;

  • Rio de Janeiro;

  • São Paulo;

  • Paraná.

Insere-se em uma área de clima tropical com a presença de uma estação chuvosa e alta umidade, visto que abrange parte significativa do litoral sudeste. Seus rios principais, como o rio Doce e o rio Paraíba do Sul, são cursos perenes abastecidos pelas chuvas. A bacia é, como as demais, exorreica.

Essa é uma das áreas com maior densidade populacional do país e concentra muitas atividades econômicas de grande importância para os seus respectivos estados. A maior parte das águas nela contidas, entretanto, se destinam ao consumo doméstico, conforme aponta o Ministério do Meio Ambiente (MMA)|1|.

Bacia Hidrográfica do Atlântico Sul

Localização da bacia do Atlântico Sul, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Atlântico Sul.

A Bacia do Atlântico Sul se estende por 185,8 km² entre o sul de São Paulo os estados da região Sul do Brasil, compreendendo o litoral sul do Paraná, o leste de Santa Catarina e a maior parte do Rio Grande do Sul. Essa bacia chega até o ponto extremo sul do país, conhecido como Arroio Chuí.

Trata-se de uma bacia exorreica na qual a maioria dos cursos d’água flui em direção ao oceano Atlântico. Esses cursos d’água são curtos e percorrem terrenos formados por planaltos e também por planícies. As águas da Bacia do Atlântico Sul abastecem grandes cidades e uma elevada densidade populacional, especialmente no Rio Grande do Sul. No litoral desse estado fica a Lagoa dos Patos, que compõe a sua rede hidrográfica e pode ser descrita como a maior laguna do Brasil.

Bacia Hidrográfica Platina

A Bacia Platina é a segunda maior bacia hidrográfica do Brasil. Ela se divide em três outras grandes bacias hidrográficas, que estão brevemente descritas na sequência.

  • Bacia Hidrográfica do Paraná

Localização da Bacia do Paraná, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Paraná.

A Bacia do Paraná tem aproximadamente 880 mil km² de extensão, compreendendo áreas de sete estados nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil:

  • Distrito Federal;

  • Goiás;

  • Minas Gerais;

  • São Paulo;

  • Mato Grosso do Sul;

  • Paraná;

  • Santa Catarina.

Os rios principais da Bacia do Paraná são o rio que dá nome a essa unidade, além dos rios Grande, Iguaçu, Paranapanema e o Tietê. Todos eles são alimentados pela água das chuvas, além de conferirem a essa bacia hidrográfica regime exorreico. As águas dessa bacia percorrem terrenos de planaltos e serras, o que confere um enorme potencial hidrelétrico aproveitado em grandes usinas como a de Itaipu, localizada na fronteira do Paraná com o Paraguai.

Além disso, a Bacia do Paraná contém a maior concentração populacional do Brasil. Mais de 30% da população do país vive nessa região e consome água dos mananciais superficiais e de subsuperfície presente nos limites da Bacia do Paraná.

  • Bacia Hidrográfica do Paraguai

Localização da bacia do Paraguai, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Paraguai.

A Bacia do Paraguai fica parcialmente no Brasil, ocupando áreas do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Sua superfície de mais de 1 milhão de quilômetros quadrados se estende para os países fronteiriços, que são a Bolívia, a Argentina e o Paraguai. As águas dessa bacia compreendem o sistema do Pantanal, formado por planícies, além de percorrerem uma ampla região de planaltos. O rio principal dessa bacia hidrográfica é o rio Paraguai, que nasce na Chapada dos Parecis, no estado do Mato Grosso.

  • Bacia Hidrográfica do Uruguai

Localização da bacia do Uruguai, parte da hidrografia do Brasil.
Localização da Bacia do Uruguai.

A Bacia do Uruguai é uma área que se estende pelo Sul do país, mais precisamente pelos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e, ainda, pelos territórios do Uruguai e da Argentina. Totaliza 274,3 mil km² de superfície e tem como rio principal o rio Uruguai. Como as demais, essa bacia é exorreica e tem a sua foz situada no rio da Prata. Para saber mais sobre essa bacia, clique aqui.

Regiões hidrográficas ou bacias hidrográficas do Brasil?

As regiões hidrográficas são unidades de planejamento e gestão de recursos hídricos delimitadas pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH). Nessas unidades estão contidas uma ou mais bacias hidrográficas, além das suas respectivas sub-bacias e parte das bacias adjacentes. As regiões hidrográficas contemplam, ainda, a população que vive dentro dos seus limites, os elementos em comum do meio natural e as atividades econômicas que são realizadas em seu interior.

Os trabalhos técnicos e científicos fazem a distinção entre os conceitos de região hidrográfica e de bacia hidrográfica. Entretanto, nos livros, textos e demais materiais didáticos é muito comum a equivalência entre ambos para o estudo da hidrografia do Brasil.

Importância da hidrografia do Brasil

A importância da hidrografia do Brasil está no conhecimento do conjunto de águas que está presente no território nacional, permitindo assim a sua caracterização e, principalmente, a elaboração de planos eficazes de monitoramento e de gestão dos recursos hídricos.

A água é um elemento fundamental para a manutenção de todas as formas de vida no nosso planeta, sendo utilizada para, além do consumo direto, a navegação, a geração de energia elétrica, a produção de alimentos e a realização de uma série de atividades econômicas e cotidianas que são importantes para a sociedade. Em função disso, conhecer a hidrografia do Brasil, a distribuição das águas, os aspectos físicos e a dinâmica das bacias hidrográficas brasileiras, seus rios e a demanda por esse recurso se torna uma tarefa de grande importância.

Qual a maior bacia hidrográfica do Brasil?

A Bacia Amazônica é a maior bacia hidrográfica do Brasil. Além disso, essa bacia é considerada a mais extensa de todo o mundo, abrangendo uma área de mais de 7 milhões de quilômetros quadrados. Além do Brasil, a Bacia Amazônica se estende por outros sete territórios da América do Sul. São eles:

  • Bolívia;

  • Colômbia;

  • Guiana;

  • Guiana Francesa;

  • Peru;

  • Suriname;

  • Venezuela.

Essa grande bacia hidrográfica, além de abrigar uma das maiores biodiversidades do planeta Terra, concentra a maior parcela dos recursos hídricos do território brasileiro. A região Norte, que se insere quase que integralmente nos limites da Bacia Amazônica, possui 68% da disponibilidade hídrica do país.

Saiba mais: Ciclo da água — etapas e sua importância para a vida no planeta

Quais são os rios do Brasil?

O Brasil apresenta longos cursos d’água banhando todo o seu território. A maioria dos rios brasileiros é de natureza perene, o que significa que eles possuem água em seu leito durante todo o ano. Isso é possível porque os rios do Brasil têm regime pluvial e são alimentados pela água das chuvas que ocorrem com regularidade nas áreas de clima equatorial, tropical e subtropical.

Vista parcial do rio Amazonas, parte da hidrografia do Brasil.
O Amazonas é um dos rios mais importantes do Brasil e o mais longo do mundo. [2]

Os principais rios do Brasil são:

  • rio Amazonas;

  • rio Madeira;

  • rio Solimões;

  • rio Negro;

  • rio Purus;

  • rio Xingu;

  • rio Tocantins;

  • rio Araguaia;

  • rio São Francisco;

  • rio Jaguaribe;

  • rio Doce;

  • rio Grande;

  • rio Parnaíba;

  • rio Paranapanema;

  • rio Paraná;

  • rio Paraguai;

  • rio Tietê.

Exercícios resolvidos sobre a hidrografia do Brasil

Questão 1

(IFPE 2017) Em relação às bacias hidrográficas brasileiras, são feitas as seguintes afirmações:

I. A Bacia do Rio Amazonas possui o maior potencial para geração de energia hidrelétrica no país.

II. A Bacia do Rio São Francisco é aproveitada para irrigação, navegação e geração de energia hidrelétrica.

III. A Bacia do Rio da Prata, ou Platina, tem seus rios utilizados apenas para o transporte de produtos agrícolas.

IV. A Bacia do Rio Parnaíba, segunda bacia mais importante da região Nordeste, possui somente rios perenes.

V. A Bacia do Rio Tocantins-Araguaia é utilizada exclusivamente para a geração de energia hidrelétrica.

Estão CORRETAS apenas as afirmações:

a) III, IV e V.

b) I, III e IV.

c) I e II.

d) II e V

e) II, III e IV.

Resolução:

Alternativa C.

Estão corretas somente as afirmativas I e II. As demais estão incorretas pois:

  • III: a Bacia Platina é muito utilizada para a navegação e para a captação de água destinada ao consumo direto ou indireto da população. Além disso, seu potencial hidrelétrico é muito bem aproveitado por usinas como Itaipu e Furnas.

  • IV: a Bacia do Parnaíba é conhecida pela presença de rios intermitentes.

  • V: a Bacia do Tocantins-Araguaia, além da geração de energia, se destaca no transporte de mercadorias por vias fluviais e tem suas águas empregadas, também, para o lazer e o abastecimento doméstico.

Questão 2

(Famerp 2020) Considerando o mapa e conhecimentos sobre a produção de energia hidráulica brasileira, pode-se afirmar que:

Capacidade hidrelétrica instalada por sub-bacia hidrográfica, 2003.

 Mapa da capacidade hidrelétrica do Brasil.
(Agência Nacional de Energia Elétrica. Atlas de energia elétrica do Brasil, 2005. Adaptado.)

a) o relevo de planícies explica o baixo aproveitamento hidráulico da Bacia do Amazonas.

b) a grande distância dos centros consumidores explica o alto aproveitamento hidráulico da Bacia do Paraná-Paraguai.

c) o relevo de depressões explica o baixo aproveitamento hidráulico da Bacia do Atlântico Leste.

d) a grande diversidade biológica explica o alto aproveitamento hidráulico da Bacia do Atlântico Nordeste-Norte.

e) a retração da frente pioneira explica o alto aproveitamento hidráulico da Bacia do Tocantins.

Resolução:

Alternativa A.

Apesar do grande potencial para a geração de energia elétrica em função da elevada disponibilidade hídrica, o baixo aproveitamento dessa capacidade da Bacia Amazônica se deve ao baixo desnível do relevo, que é composto predominantemente por planícies. Com isso, a energia cinética das águas é baixa, o que dificulta e torna menos eficaz o processo de geração.

Notas

|1| JADE, Líria. Especial: Onde está a água no Brasil? EBC, [s.d.]. Disponível em: https://www.ebc.com.br/especiais-agua/agua-no-brasil/

Créditos das imagens

[1] André Koehne/ Wikimedia Commons

[2] Wikimedia Commons

Fontes

ANA. As Regiões Hidrográficas. Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), [s.d.]. Disponível em: https://www.gov.br/ana/pt-br/assuntos/gestao-das-aguas/panorama-das-aguas/regioes-hidrograficas

JADE, Líria. Especial: Onde está a água no Brasil? EBC, [s.d.]. Disponível em: https://www.ebc.com.br/especiais-agua/agua-no-brasil/

MARCUZZO, Francisco Fernando Noronha. Bacias hidrográficas e regiões hidrográficas do Brasil: cálculo de áreas, diferenças e considerações. SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 22., 2017, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ABRH, 2017. Disponível em: https://rigeo.cprm.gov.br/handle/doc/18492?mode=full

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Hidrografia do Brasil"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/caracteristicas-hidrografia-brasileira.htm. Acesso em 22 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Qual das alternativas abaixo indica a melhor definição de bacia hidrográfica:

a) É a região hidrográfica baseada na presença somente de cursos de água de grande magnitude.

b) É a unidade espacial delimitada pelo relevo e pela rede hidrográfica atrelada ao rio principal.

c) É a localidade de nascente de um curso de água que deságua em uma outra rede hidrográfica.

d) É o espaço formado por rios que possuem características em comum e que são intermitentes.

e) É o local de drenagem de um curso de água que possui uma extensão de grande comprimento.

Exercício 2

Qual a maior bacia hidrográfica que se encontra parcialmente localizada no território brasileiro?

a) Bacia hidrográfica do Amazonas

b) Bacia hidrográfica do São Francisco

c) Bacia hidrográfica do Atlântico Leste

d) Bacia hidrográfica do Atlântico Sul

e) Bacia hidrográfica do Paraguai

Artigos Relacionados


Bacia Amazônica

Clique e veja as características da Bacia Amazônica e seus principais afluentes. Entenda também a importância econômica dessa bacia.
Geografia do Brasil

Bacias hidrográficas do Brasil

Saiba mais sobre as bacias hidrográficas brasileiras. Entenda a importância delas para a natureza e para a sociedade em geral.
Geografia do Brasil

Cerrado: a caixa d'água do Brasil

Você sabia que o Cerrado é considerado a “caixa d'água do Brasil”? Descubra o porquê e amplie seus conhecimentos!
Geografia do Brasil

Chuvas

Clique para entender quais são as causas e os impactos das chuvas. Saiba como é feita a medição do volume de chuvas e como classificá-las conforme sua intensidade.
Geografia

Partes de um rio

Clicando aqui você entenderá o que é uma foz, embocadura, leito e afluente, isto é, as partes de um rio.
Geografia

Rio Paraguai

Clique e saiba quais territórios o rio Paraguai percorre. Conheça características, os principais afluentes desse curso d’água e a sua importância.
Geografia do Brasil

Rio Paraná

Clique aqui, saiba onde fica o rio Paraná, conheça as principais características desse curso d’água e entenda qual é a sua importância.
Geografia do Brasil

Rio Tietê

Clique e veja detalhes sobre o rio Tietê e a origem do seu nome. Entenda também suas características hidrográficas e as formas de uso de suas águas em São Paulo.
Geografia do Brasil

Rios

Saiba mais sobre as características dos rios. Entenda a importância desses reservatórios de água. Conheça os principais rios do Brasil, e do mundo.
Geografia

Água potável

Entenda o que é água potável, onde ela é encontrada e a sua importância para a saúde humana. Saiba como ocorre o tratamento da água antes de chegar ao consumidor.
Geografia