Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Rio Paraguai

O rio Paraguai nasce no Mato Grosso e desagua no rio Paraná, na Argentina. É um dos rios mais importantes da América do Sul, em cuja bacia hidrográfica se insere o Pantanal.

Vista do rio Paraguai
O rio Paraguai nasce no estado do Mato Grosso e banha um total de quatro países da América do Sul.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O rio Paraguai é um dos cursos d’água de maior importância da América do Sul. Ele tem origem no estado do Mato Grosso, iniciando o seu trajeto na direção nordeste-sudoeste, que percorre o Mato Grosso do Sul e cruza a fronteira brasileira em direção aos territórios vizinhos da Bolívia, do Paraguai e da Argentina, onde desagua no rio Paraná.

O Paraguai é um rio muito importante para os transportes de cargas e pessoas e também para o abastecimento da população local, o que inclui os povos tradicionais. Suas águas alimentam ainda a fauna e a flora do Pantanal e de outros ecossistemas que se desenvolveram na região.

Leia também: Rio Amazonas — corpo d’água que forma a maior bacia hidrográfica do mundo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o rio Paraguai

  • Rio Paraguai é um curso d’água localizado no sul da América do Sul.

  • Nasce no estado brasileiro do Mato Grosso e banha, além do Brasil, outros três países vizinhos: Bolívia, Paraguai e Argentina.

  • Desagua no rio Paraná, no território argentino.

  • Tem 2.695 km de extensão.

  • Dentre seus principais afluentes estão os rios Cuiabá, São Lourenço e Paraná.

  • Percorre terrenos predominantemente planos e, por isso, apresenta muitos meandros. Isso pode prejudicar a navegação em alguns trechos.

  • Sua bacia hidrográfica compreende o Pantanal, bioma esse que depende da rede de drenagem do rio Paraguai. Essa região hidrográfica ajuda no abastecimento ainda da Bacia Plantina.

  • O rio Paraguai é importante porque serve ao abastecimento e aos transportes tanto de pessoas quanto de cargas. Fornece água e umidade para os ecossistemas da região, além de ser fonte de renda e sustento para muitas populações tradicionais do Pantanal.

Dados gerais do rio Paraguai

  • Comprimento do rio Paraguai: 2.695 km.

  • Nascente do rio Paraguai: Alto Paraguai (Mato Grosso).

  • Principais afluentes do rio Paraguai: Paraná, Cuiabá, São Lourenço, Apa, Negro, Cabaçal, Sepotuba, Jauru.

  • Foz do rio Paraguai: Argentina.

  • Onde o rio Paraguai desagua: rio Paraná, em Isla de Cerrito (Argentina).

  • Caudal médio: 2.700 m³/s.

  • Área da bacia: 1.000.000 km².

Onde fica o rio Paraguai?

O rio Paraguai fica no subcontinente da América do Sul. Esse curso d’água nasce na região Centro-Oeste do Brasil, mais precisamente no estado do Mato Grosso, e segue o seu trajeto banhando o território de outros três países:

As águas do rio Paraguai, em curtos trechos, fazem as vezes de fronteira natural entre os territórios boliviano e brasileiro, tendo em vista que percorre uma pequena parte do extremo-leste da Bolívia. As maiores extensões desse curso d’água estão localizadas no Brasil e no Paraguai.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características do rio Paraguai

O rio Paraguai é um dos principais rios da América do Sul. Ele corre no sentido noroeste-sudoeste e apresenta extensão de 2.695 km entre a sua nascente e a sua foz, percorrendo os terrenos predominantemente planos que formam a planície do Pantanal mato-grossense entre os estados brasileiros do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Há em seu trajeto uma pequena área composta por planaltos e depressões onde se identificam os principais desníveis em seu curso.

As águas do rio Paraguai cursam um trajeto sinuoso e de baixa declividade em função do relevo plano, que favorece a formação dos meandros e torna esse curso d’água navegável na maior parte de sua extensão, embora apresente baixa velocidade de deslocamento. Assim, esse rio é bastante utilizado para a movimentação de pessoas e de mercadorias, sendo uma importante via de transporte na região do Pantanal.

As curvas em excesso trazem problemas para a navegação no trecho que vai da cidade de Cáceres, em Mato Grosso, até Corumbá, no Mato Grosso do Sul, em que se encontram também algumas ilhas fluviais, isto é, que se formam em rios, e áreas com excesso de sedimentos.

O rio Paraguai está inserido em três importantes biomas, sendo dois deles brasileiros:

  • Cerrado;

  • Pantanal;

  • Chaco, que corresponde à extensão do Pantanal nos territórios paraguaio e boliviano.

Vista do rio Paraguai e vegetação do Pantanal ao redor.
O Pantanal está inserido na Bacia do Paraguai, e o rio tem grande importância no abastecimento hídrico desse bioma.

Trata-se de um rio de regime intermitente, cujas águas não secam em um determinado período do ano. No entanto, em função das características climáticas das áreas por onde ele corre e principalmente de sua nascente, que correspondem às do clima tropical, o rio Paraguai apresenta menor vazão durante os meses mais secos do ano.

Além disso, o rio Paraguai é o principal curso d’água da Região Hidrográfica do Paraguai, uma das 12 grandes bacias hidrográficas em que se divide o território brasileiro. Sua área é de 362.380 km², o equivalente a aproximadamente 60% da área da Bacia do Alto Paraguai.

Leia também: Rio Tocantins — o principal rio da bacia do Tocantins-Araguaia

Nascente do rio Paraguai

O rio Paraguai nasce em uma região pantanosa no norte do estado do Mato Grosso, no município de Alto Paraguai. Trata-se de uma área de terrenos planálticos caracterizada pela presença da Chapada dos Parecis, onde fica situado o primeiro trecho desse curso d’água conhecido como Das Nascentes, que se estende até a região da cidade de Barra do Bugres.|1| As nascentes do rio Paraguai ficam em uma altitude aproximada de 300 metros acima do nível do mar.

Afluentes do rio Paraguai

A rede de drenagem que tem como principal curso d’água o rio Paraguai é formada pelos seus diversos rios tributários ou afluentes. Veja quais são os principais afluentes do rio Paraguai a seguir:

  • rio São Lourenço;

  • rio Cuiabá;

  • rio Apa;

  • rio Cabaçal;

  • rio Jauru;

  • rio Sepotuba;

  • rio Paraguai-Mirim;

  • rio Taquari;

  • rio Paraná.

Foz do rio Paraguai

A foz do rio Paraguai fica localizada no território da Argentina, na região da cidade de Isla del Cerrito. Esse curso d’água deságua no rio Paraná, ou seja, ele não possui saída direta para o oceano Atlântico.

Bacia do Alto Rio Paraguai

A Bacia do Alto Rio Paraguai (BAP) é a região de drenagem formada pelo rio Paraguai e pelos seus afluentes, compreendendo áreas em três dos quatro países banhados por esse curso d’água, sendo eles: Brasil, Bolívia e Paraguai. Esse sistema hidrográfico possui uma área total de 600 mil km² e compreende três importantes biomas brasileiros, que são o Pantanal, o Cerrado e a Amazônia, presente na porção norte da BAP.

Essa bacia se divide em duas regiões, conforme descrição do Observatório do Pantanal:

  • Planalto, que corresponde aos terrenos de maior altitude e onde estão situadas as nascentes do rio Paraguai e de outros cursos d’água inseridos nessa bacia, a maioria deles tributários do rio principal. Sua área é de 217 km².

  • Pantanal ou Planície Pantaneira, que corresponde aos terrenos de menor altitude e de feições planas, alguns deles alagadiços e para onde as águas do rio Paraguai extravasam durante o período das cheias. Sua área é de 160 km².

Importância do rio Paraguai

Menina sentada perto de um pequeno barco de pesca e em frente ao rio Paraguai.
A população de diversos centros urbanos e os povos tradicionais dependem do rio Paraguai para o abastecimento, transporte e subsistência. [1]

O rio Paraguai banha uma das áreas de maior biodiversidade do país, que é o Pantanal. Suas águas, o que inclui também os rios tributários, são responsáveis pelo abastecimento desse sistema, fornecendo a umidade necessária para a manutenção da vida animal e vegetal. Além disso, quando há a cheia do rio Paraguai nos meses chuvosos, acontece a formação de uma grande planície alagada, paisagem muito característica do Pantanal mato-grossense.

A Bacia do Alto Paraguai, que tem o rio Paraguai como o principal, é também importante no contexto das águas regionais, tendo em vista que os seus mais de 170 rios são responsáveis pela alimentação da Bacia Platina.|2|

Algumas das principais cidades do Centro-Oeste e também dos países sul-americanos, como a capital paraguaia, Assunção, estão localizadas nas margens ou nas proximidades do rio Paraguai. Dessa forma, ele serve tanto ao abastecimento direto dos municípios quanto como via de transporte. No Brasil, de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a Hidrovia do Paraguai atende centros urbanos como Cuiabá, Poconé, ambos no MT, Corumbá e Aquidauana, no MS, e desempenha importante papel para a economia regional.

O rio Paraguai é importante também para os povos tradicionais do Pantanal, como pescadores, ribeirinhos e populações indígenas, que muitas vezes dependem das águas desse rio para seu sustento e subsistência.

Leia também: Bacia Amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo

Preservação do rio Paraguai

Dada a importância do rio Paraguai, a preservação de suas águas se torna fundamental para a manutenção do próprio curso d’água e dos ecossistemas que dele dependem, alguns dos quais se encontram hoje muito degradados e com alto grau de fragilidade, como o Pantanal. Recentemente, em 2021, foi realizado um mapeamento hidrográfico da Bacia do Paraguai com o propósito de identificar os pontos de degradação em todos os rios dessa região para que sejam tomadas medidas adequadas para a sua recuperação.

As nascentes do rio Paraguai e da sua respectiva região hidrográfica já são consideradas áreas de proteção ambiental (APA). A APA das Nascentes do Paraguai, como é chamada, compreende uma área de mais de 77 mil hectares e está sob a jurisdição da Amazônia Legal. Sua criação aconteceu no ano de 2006.

Curiosidades sobre o rio Paraguai

  • É o oitavo curso d’água mais longo da América do Sul.

  • O trecho do rio Paraguai que corre no território brasileiro tem quase 1.700 km.

  • Seu nome tem origem no idioma guarani e significa “um rio grande”.

  • Apresenta capacidade de até 24 mil toneladas de carga para o transporte hidroviário no seu Tramo Norte, entre Corumbá e Cáceres. Assim, torna-se importante no deslocamento de matérias-primas como minério de ferro e manganês.

  • A hidrovia do rio Paraguai atende uma área com população de quase 1,2 milhão de habitantes.

Notas

|1| G1 MT. Rio Paraguai é o 8º maior da América do Sul e percorre 4 países. G1, 04 jun. 2019. Disponível aqui.

|2| RABELO, Angelo Paccelli Cipriano; SOUZA, Marcel. (Orgs.) Bacia do Alto Paraguai: uma viagem no tempo. Brasília, DF: IBICT, 2021. 140p. Disponível aqui.

Créditos da imagem

[1] Julian Peters Photography / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Rio Paraguai"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/rio-paraguai.htm. Acesso em 05 de março de 2024.

De estudante para estudante