Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Planetas gasosos

Planetas gasosos são os maiores e mais afastados planetas do Sistema Solar. Eles são constituídos predominantemente por gases, como o hélio e o hidrogênio.

Planeta Júpiter.
Júpiter é o maior planeta gasoso do Sistema Solar.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Planetas gasosos, ou gigantes gasosos, são aqueles planetas formados por gases, principalmente hélio e hidrogênio. Correspondem aos maiores planetas do Sistema Solar, além de serem os mais afastados do Sol. São eles:

Chamados ainda de planetas jovianos, eles são caracterizados pela presença de vários satélites naturais (ou luas) e também por sistemas de anéis circundantes compostos por gelo e fragmentos de rocha.

Veja também: Galáxias — os conjuntos de estrelas, poeira, gases e matéria escura que formam o Universo

Tópicos deste artigo

Resumo sobre planetas gasosos

  • Existem quatro planetas gasosos no Sistema Solar: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

  • Os planetas gasosos são aqueles mais afastados do Sol.

  • Eles são chamados também de gigantes gasosos por serem os maiores planetas do Sistema Solar.

  • São formados essencialmente por gases, como hélio e hidrogênio, não possuindo superfície sólida.

  • A densidade dos planetas gasosos é menor que a dos planetas rochosos.

  • Apresentam inúmeras luas e sistemas de anéis ao seu redor.

  • Os gigantes gasosos são planetas muito frios.

  • A teoria mais aceita para a sua origem é a teoria da nebulosa solar, que explica como surgiu o Sistema Solar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são os planetas gasosos?

O Sistema Solar é formado por um total de oito planetas, dos quais quatro são caracterizados como planetas gasosos. São eles Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Observe:

Os quatro planetas gasosos do Sistema Solar: Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

É importante lembrarmos também que existem os exoplanetas, que nada mais são do que os planetas localizados fora do Sistema Solar. Acredita-se que milhares de exoplanetas apresentem as mesmas características dos planetas gasosos, a exemplo de KELT-9b, o mais quente exoplaneta já descoberto, e Kepler-7b, que possui cinco vezes o tamanho de Júpiter.

Características dos planetas gasosos

Os planetas gasosos são chamados também de jovianos, em referência a Júpiter, ou gigantes gasosos. Além de serem os quatro maiores planetas do nosso Sistema Solar, com destaque para Júpiter, eles são aqueles que se encontram mais distantes do Sol, sendo Netuno o mais afastado dentre os quatro gigantes gasosos.

Os quatro planetas gasosos do Sistema Solar apresentam composição muito semelhante. Em sua atmosfera, que consiste em uma camada bastante espessa, é possível encontrar essencialmente os gases hidrogênio (H2) e hélio (He), com a presença de metano (CH4) em menores quantidades e, por vezes, nitrogênio (N) e amônia (NH3).

Os planetas gasosos não dispõem de uma superfície sólida estável e contínua. Ao redor de um núcleo rochoso e bastante denso se encontra um fluido formado por hidrogênio líquido, hidrogênio líquido metálico, nitrogênio, água e outros componentes, alguns deles congelados. Trata-se de planetas muito frios, com temperaturas que variam entre -121,1 °C em Júpiter até -201 °C em Netuno.

Planeta Urano.
Urano é um gigante gasoso e ocupa a sétima posição a partir do Sol, sendo o segundo mais afastado da estrela. É um planeta que possui 27 luas conhecidas.

Outro aspecto em comum desse tipo de planeta é a presença de inúmeras luas, ou satélites naturais, e de sistemas de anéis, que são poeira, gelo e outros detritos que desempenham órbita ao redor desses corpos celestes.

Um exemplo bastante notório é o de Saturno, que apresenta sete sistemas de anéis, alguns dos quais com brilho bastante intenso que os tornam visíveis mediante a utilização de telescópios. Os anéis que circundam os demais gigantes gasosos estão presentes, porém são menores, dispondo de baixo brilho e coloração escura.

Planeta Saturno.
Os gigantes gasosos são caracterizados pela presença de sistemas de anéis, mas nem todos são tão visíveis como os de Saturno.

A respeito dos satélites naturais, é interessante notar que das dez maiores luas do Sistema Solar, nove orbitam os gigantes gasosos. A única exceção é a lua terrestre, que ocupa a quinta colocação.

É possível pisar nos planetas gasosos?

Tendo em vista que os planetas gasosos são caracterizados pela ausência de uma superfície sólida contínua, não seria possível pisar sobre esses planetas.

Diferenças entre planetas gasosos e planetas rochosos

Os planetas gasosos e rochosos são bastante diferentes em composição e estrutura.

  • Planetas gasosos: também chamados de gigantes gasosos, são os quatro maiores planetas do Sistema Solar e apresentam menor densidade se comparados aos planetas rochosos. Eles estão situados nas órbitas mais distantes do Sol, além de serem compostos essencialmente por gases e fluidos, somente com um núcleo denso e sólido.

  • Planetas rochosos: são menores do que os gigantes gasosos, porém apresentam densidade mais elevada. Além disso, eles desempenham órbita a uma menor distância do Sol, sendo o mais próximo deles o planeta Mercúrio. Os planetas rochosos apresentam superfícies compostas por rochas e metais, como o ferro, podendo estar tanto no estado sólido quanto líquido. Existem quatro planetas rochosos no Sistema Solar: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

Qual a origem dos planetas gasosos?

A origem dos planetas gasosos é concomitante à origem de todo o nosso Sistema Solar. Acredita-se que a sua formação teve início há aproximadamente 4,6 bilhões de anos, tendo eles surgido de uma imensa nebulosa, que consiste em uma nuvem formada por gases e poeira.

A teoria, mais conhecida como teoria da nebulosa solar, indica que essa nebulosa colapsou devido à força de sua própria gravidade, o que fez com que tivesse início um movimento de rotação desse material que gradativamente originou o Sol e os planetas hoje conhecidos.

Planeta Netuno.
 Netuno teria se formado próximo ao Sol, mas se distanciado com o passar do tempo até ocupar sua atual posição.

Aqueles planetas mais densos e formados por materiais como rochas silicatadas eram mais estáveis e permaneceram próximos ao Sol, enquanto os planetas gasosos apresentam menor densidade e eram também mais instáveis, tendo se afastado cada vez mais do centro do Sistema Solar.

Leia também: Big Bang — a teoria que descreve a origem do Universo

Exercícios sobre planetas gasosos

Questão 1

O Sistema Solar é formado por planetas rochosos e planetas gasosos, que se diferenciam em diversos aspectos, mas principalmente pela sua composição. Enquanto os planetas rochosos são muito densos e constituídos por uma superfície sólida formada por rochas e materiais como o ferro, os planetas gasosos são menos densos e formados por gases e fluidos. Indique qual das alternativas a seguir lista corretamente os planetas gasosos do Sistema Solar.

A) Júpiter, Urano, Terra e Vênus

B) Mercúrio, Vênus, Terra e Marte

C) Saturno, Netuno, Urano e Plutão

D) Júpiter, Saturno, Urano e Netuno

E) Terra, Marte, Saturno e Júpiter

Resolução:

Alternativa D

São gigantes gasosos apenas Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Os demais planetas são classificados como planetas rochosos.

Questão 2

Os planetas gasosos são chamados também de gigantes gasosos ou planetas jovianos. Eles compartilham determinados aspectos que nos permitem classificá-los como tal. Todos os itens a seguir apresentam uma característica dos planetas gasosos, exceto:

A) São compostos por gases como hélio e hidrogênio.

B) Apresentam maior densidade do que os planetas rochosos.

C) Estão situados em órbitas próximas do Sol.

D) Possuem muitos satélites naturais, que são as suas luas.

E) Todos eles apresentam sistemas de anéis.

Resolução:

Alternativa C

Os planetas gasosos são aqueles mais afastados do Sol, e não mais próximos.

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Planetas gasosos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/planetas-gasosos.htm. Acesso em 25 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

Considerando o grupo dos planetas gasosos do nosso Sistema Solar, marque a alternativa que NÃO indica um desses planetas.

a) Júpiter.

b) Saturno.

c) Urano.

d) Netuno.

e) Plutão.

Exercício 2

É uma característica marcante dos planetas gasosos:

a) possuem atmosferas constituídas por gases variados, seguindo o mesmo padrão da atmosfera da Terra.

b) apresentam as menores dimensões entre os planetas do Sistema Solar.

c) são marcados pela presença de gases tóxicos associados às estruturas rochosas da superfície.

d) suas posições próximas ao Sol garantem maior luminosidade e temperatura.

e) forte presença de satélites naturais e sistemas de anéis formados por gelo e fragmentos de rochas.