Topo
pesquisar

Hidrogênio

Química

O Hidrogênio é o elemento químico mais leve do universo e é capaz de ligar-se com outros átomos de Hidrogênio, formando um gás que apresenta diversas utilizações.
PUBLICIDADE

O Hidrogênio é o elemento químico de menor massa atômica (1 u) e menor número atômico (Z=1) entre todos os elementos conhecidos até hoje. Diferentemente de todos os outros elementos, não apresenta similaridade com as características de nenhuma das famílias periódicas, ou seja, não pertence a nenhum grupo ou família da tabela.

Grande parte das tabelas periódicas posiciona o Hidrogênio na família IA (metais alcalinos), em virtude da semelhança em relação ao subnível mais energético do grupo, que é o s1.

Distribuição eletrônica de um átomo de Hidrogênio
Distribuição eletrônica de um átomo de Hidrogênio

O Hidrogênio é o elemento químico mais abundante de todo o universo, já que é o combustível de toda estrela, como o sol. Na Terra, ele é o quarto mais abundante, perdendo apenas para o Oxigênio (1º lugar), Silício (2º lugar) e Alumínio (3º lugar).

De uma forma geral, participa da composição de diversos tipos de substâncias orgânicas e inorgânicas. Quando não participa de substâncias químicas, ele é encontrado exclusivamente na forma molecular (dois átomos de hidrogênio ligados por uma ligação covalente simples), cuja fórmula é H2. Por isso, vamos dar ênfase nas características e propriedades do hidrogênio molecular, e não do hidrogênio atômico (isolado).

→ Características físicas do Hidrogênio

As características físicas do hidrogênio molecular são:

  • Ponto de fusão: -259,2oC;

  • Ponto de ebulição: -252,9 oC;

  • Em temperatura ambiente, é um gás;

  • Por ser um gás, não pode ser visto;

  • Pode tornar-se um cátion monovalente;

  • Pode tornar-se um ânion monovalente;

  • Não possui odor (inodoro);

  • Suas moléculas são apolares;

  • Suas moléculas interagem por meio de forças dipolo induzido.

→ Características químicas

a) Quanto à estabilidade atômica

A estabilidade do átomo de Hidrogênio é alcançada quando ele recebe um elétron na camada de valência. É um elemento químico que não se encaixa na classificação dos metais, ametais e gases nobres. Para estabilizar-se, realiza ligações iônicas ou covalentes.

  • Nas ligações iônicas (interage exclusivamente com metais), ganha sempre um elétron do metal ao qual se liga;

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Nas ligações covalentes (interage com ametais ou com ele mesmo), realiza apenas uma ligação simples.

b) Capacidade de reagir quimicamente com outras substâncias

O hidrogênio molecular (H2) possui grande afinidade química com diversos compostos, participando de reações como:

→ Métodos de obtenção

O hidrogênio molecular pode ser obtido por meio de alguns processos químicos, a saber:

a) Simples troca entre metais e ácidos inorgânicos

Quando um ácido inorgânico reage com um metal, podemos ter a formação de hidrogênio molecular se o metal utilizado como reagente for menos eletropositivo do que o hidrogênio, o que pode ser constatado na ordem decrescente de eletropositividade abaixo:

Metais nobres < H < Metais não nobres < IIIA < IIA < IA

Assim, se o metal for mais eletropositivo, desloca o hidrogênio, ou seja, retira o hidrogênio do ácido, e interage com o ânion do ácido, saindo o hidrogênio na forma molecular (H2), como na equação abaixo:

2 Al+ 3 H2SO4 → Al2(SO4)3 + 3 H2

Exemplo: Hidratação do gás metano

Quando o gás metano é misturado com a água, e a mistura é aquecida a elevadas temperaturas (em torno de 1000oC), o gás hidrogênio é produzido com monóxido de carbono ou dióxido de carbono:

CH4 + H2O → CO + H2

CH4 + H2O → CO2 + H2

b) Hidratação do coque

Quando o carvão coque (subproduto do carvão mineral) é misturado com a água, também a elevadas temperaturas, temos a formação de monóxido de carbono e hidrogênio molecular:

C + H2O→ CO + H2

→ Utilizações

  • Combustível para foguetes espaciais ou carros;

  • Maçaricos de arco voltaico (utilizam energia elétrica) para cortar metais;

  • Soldas;

  • Sínteses orgânicas, mais precisamente em reações de hidrogenação de hidrocarbonetos, com exceção dos alcanos;

  • Reações orgânicas que transformam gorduras em óleos vegetais;

  • Produção de haletos de hidrogênio ou ácidos hidrogenados;

  • Produção de hidretos metálicos, como o hidreto de sódio (NaH).


Por Me. Diogo Lopes Dias

O hidrogênio é o principal combustível de estrelas, como o Sol
O hidrogênio é o principal combustível de estrelas, como o Sol

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Hidrogênio"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/hidrogenio.htm. Acesso em 20 de novembro de 2019.

Assista às nossas videoaulas
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola