Hipotermia

Saúde e Bem-estar

PUBLICIDADE

Hipotermia é uma condição em que se observa a queda na temperatura corporal de um indivíduo. A temperatura do nosso corpo é resultado de um processo conhecido como termorregulação, que mantém nossa temperatura dentro de uma faixa considerada normal. Garantir uma temperatura adequada é fundamental para o funcionamento do organismo. Sendo assim, temperaturas muito baixas ou muito altas podem ter consequências, alterando processos biológicos e reações enzimáticas, por exemplo.

Diferentemente do que muitos pensam, a hipotermia merece atenção assim como a febre e, se não tratada adequada e rapidamente, pode desencadear a morte do indivíduo. Algumas pessoas são mais suscetíveis a ter hipotermia, sendo esse o caso de idosos, pessoas em situação de rua e doentes crônicos.

Leia também: Febre, uma condição em que a temperatura corpórea está acima da faixa normal.

O que é hipotermia?

Hipotermia pode ser definida como a temperatura central do organismo igual ou abaixo de 35 ºC. Vale destacar que alguns autores consideram a hipotermia como uma temperatura corporal central inferior a 36 ºC. A temperatura central, que é a temperatura do coração, pulmão, cérebro e órgãos esplâncnicos, geralmente está entre 36,6 ºC e 37, 6 ºC e garante a manutenção do equilíbrio interno.

De acordo com a gravidade da hipotermia, ela é classificada em leve, moderada ou grave. Na hipotermia leve, o indivíduo apresenta uma temperatura central entre 35 ºC e 32 ºC. Na hipotermia moderada, por sua vez, a temperatura central está compreendida entre 31,9 ºC e 28 ºC. Por fim, na hipotermia grave, o paciente apresenta a temperatura central menor que 28 ºC.

A exposição ao frio é uma das causas de hipotermia.
A exposição ao frio é uma das causas de hipotermia.

A queda da temperatura do nosso corpo possui impactos fisiológicos, como a redução do ritmo cardíaco. A hipotermia pode ser responsável ainda por colapso circulatório e até mesmo a morte do paciente, estando essas situações relacionadas normalmente com a hipotermia grave.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Causas da hipotermia

A hipotermia pode ser causada por diferentes fatores, como:

  • baixas temperaturas;

  • alguns tipos de medicamento, como sedativos e anestésicos;

  • distúrbios nutricionais, como desnutrição grave; e

  • doenças congênitas, como hipotireoidismo congênito.

São considerados grupos mais propensos à hipotermia:

  • idosos;

  • pessoas em situações de rua;

  • doentes crônicos;

  • alcoólatras.

Leia também: 15 curiosidades sobre o frio

Sintomas da hipotermia

A hipotermia pode desencadear sintomas como tremores, pele fria, dificuldade para respirar e redução da velocidade dos batimentos cardíacos. Além disso, o paciente pode ter confusão mental, fala lenta e confusa, sonolência e fraqueza.

Em situações de exposição ao frio, por exemplo, inicialmente o indivíduo apresenta arrepios e a pele fica mais fria, como resultado da vasoconstrição cutânea, a qual é responsável pela redução da perda de calor. A pessoa então começa a apresentar tremores, que são uma forma de o corpo conseguir produzir calor e garantir seu funcionamento. Entretanto, com a exposição prolongada, os tremores vão diminuindo e o sistema termorregulador do corpo vai entrando em colapso. As funções vitais vão se alterando e, na hipotermia grave, batimentos cardíacos e a frequência respiratória ficam quase imperceptíveis. A morte é inevitável caso nenhuma medida seja tomada.

Leia também: Reações corporais durante o frio

Primeiros socorros em caso de hipotermia

Em caso de hipotermia, os primeiros socorros consistem basicamente no aquecimento do corpo do indivíduo. Quando a pessoa teve contato com água gelada, por exemplo, é importante retirar as roupas molhadas ou úmidas e fornecer à vítima agasalhos e cobertores para que ela se aqueça. Se a pessoa estiver consciente, podem ser oferecidas bebidas quentes, como chás. É importante nunca forçar a ingestão caso a pessoa esteja inconsciente. Vale destacar ainda que bebidas alcoólicas não são recomendadas para casos de hipotermia. Deve-se procurar o quanto antes atendimento médico.

 A ingestão de bebidas quentes e o aquecimento do corpo podem ajudar a reverter o quadro de hipotermia.
A ingestão de bebidas quentes e o aquecimento do corpo podem ajudar a reverter o quadro de hipotermia.

Hipotermia infantil

A hipotermia infantil é também uma condição importante e que merece atenção, principalmente em bebês, nos quais se observa uma rápida perda de calor. Para evitá-la, algumas medidas simples podem ser adotadas, tais como:

  • agasalhar a criança adequadamente;

  • evitar banhos demorados;

  • garantir a rápida troca de roupa após o banho;

  • oferecer medicamentos apenas se recomendados pelo médico e obedecendo às doses estabelecidas.

Leia também: Hipertermia — a condição desencadeada com o aumento da temperatura central do corpo

Hipotermia terapêutica

A hipotermia terapêutica é uma técnica em que se reduz a temperatura corpórea do paciente de maneira controlada. Ela é utilizada, por exemplo, para reduzir complicações neurológicas após uma parada cardiorrespiratória e para evitar lesão cerebral em recém-nascidos com encefalopatia hipóxico-isquêmica, uma complicação da asfixia perinatal. A hipotermia apresenta, nesse contexto, um efeito protetor, atuando, por exemplo, na supressão da ação de radicais livres e reduzindo o metabolismo cerebral.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Hipotermia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/hipotermia.htm. Acesso em 26 de outubro de 2020.

A febre é um aumento anormal da temperatura corpórea
Saúde e Bem-estar Febre
Saúde e Bem-estar Hipertermia