Topo
pesquisar

Jogos Pan-Americanos

Educação Física

PUBLICIDADE

Os Jogos Pan-Americanos ou Pan estão entre as competições mais conhecidas do mundo e são realizados a cada quatro anos, reunindo atletas da América Central, América do Norte e América do Sul para a disputa de diversas modalidades esportivas.

A sede dos jogos é definida com antecedência de seis anos, e, geralmente, há um rodízio entre os três continentes. Entre 1971 e 2011, esse rodízio aconteceu, mas, nas últimas edições, houve uma repetição de continente. A América do Norte recebeu os jogos em 2011 e 2015, e a América do Sul, em 2019 e 2023 (próxima).

Saiba mais: Campeonato Brasileiro – história e campeões

As modalidades dos Jogos Pan-Americanos são variadas e muitas delas coincidem com as disputadas nas Olimpíadas, já que o Pan vale como classificação direta para algumas modalidades olímpicas.

Cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, em 2007. [1]
Cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, em 2007. [1]

História

A idealização dos Jogos Pan-Americanos aconteceu em 1932, quando representantes esportivos de diversos países das Américas tiveram a ideia de criar uma competição que envolvesse todos os países dos continentes americanos. Com isso, em 1940, foi realizado o I Congresso Esportivo Pan-Americano, em Buenos Aires, na Argentina, e ficou definido que a primeira competição seria realizada no local em 1942.

Atleta com a tocha para a realização do primeiro Pan, em Buenos Aires.
Atleta com a tocha para a realização do primeiro Pan, em Buenos Aires.

A programação inicial foi cancelada por conta da Segunda Guerra Mundial, responsável também pelo cessamento de diversas atividades. O mesmo aconteceu, por exemplo, com a Copa do Mundo de Futebol.

Com o fim do conflito, os eventos esportivos retornaram, e, em 1951, a primeira edição dos Jogos Pan-Americanos foi realizada em Buenos Aires. O torneio contou com a participação de 21 países (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Estados Unidos, Guatemala, Guiana Francesa, Haiti, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Trinidade e Tobago, Uruguai, e Venezuela), reunindo 2513 atletas para a disputa de 18 modalidades. Nessa primeira edição, a Argentina foi a campeã no número de medalhas.

Veja também: Copa Sul-Americana – o segundo torneio mais importante da América do Sul

Quatro anos depois, em 1955, foi criada a Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), com sede na Cidade do México, que ficou responsável pela condução do evento. Desde então os jogos foram realizados regularmente de quatro em quatro anos, alterando apenas os países participantes, as modalidades disputadas e a quantidade de atletas. Ao todo, 45 países já participaram da competição.

  • América do Norte: Canadá; Estados Unidos; México.

  • América do Sul: Argentina; Bolívia; Brasil; Chile; Colômbia; Equador; Guiana; Guiana Francesa; Paraguai; Peru; Suriname; Uruguai; Venezuela.

  • América Central: Antígua e Barbuda; Antilhas Holandesas; Aruba; Bahamas; Barbados; Belize; Bermudas; Cuba; Dominica; El Salvador; Granada; Guadalupe; Guatemala; Haiti; Honduras; Ilhas Cayman; Ilhas Virgens Americanas; Ilhas Virgens Britânicas; Jamaica; Martinica; Nicarágua; Panamá; Porto Rico; República Dominicana; Santa Lúcia; São Cristóvão e Névis; São Vicente e Granadinas; Trinidade e Tobago.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sedes do Pan-Americano

Foram disputadas, até hoje, 18 edições dos Jogos Pan-Americanos. O Canadá e o México receberam o torneio três vezes, sendo os países que mais o sediaram na história. No Brasil os jogos foram realizados duas vezes: em 1963, em São Paulo, e em 2007, no Rio de Janeiro.

Veja todas as sedes dos Jogos Pan-Americanos:

Ano

Sede

1951

Buenos Aires (Argentina)

1955

Cidade do México (México)

1959

Chicago (Estados Unidos)

1963

São Paulo (Brasil)

1967

Winnipeg (Canadá)

1971

Cali (Colômbia)

1975

Cidade do México (México)

1979

San Juan (Porto Rico)

1983

Caracas (Venezuela)

1987

Indianápolis (Estados Unidos)

1991

Havana (Cuba)

1995

Mar del Plata (Argentina)

1999

Winnipeg (Canadá)

2003

Santo Domingo (República Dominicana)

2007

Rio de Janeiro (Brasil)

2011

Guadalajara (México)

2015

Toronto (Canadá)

2019

Lima (Peru)

2023*

Santiago (Chile)

*Próxima edição

Jogos Pan-Americanos no Brasil

Na competição realizada em São Paulo participaram 1.665 atletas, de 22 países, que competiram em 19 modalidades. Essa foi a edição com o menor número de atletas. Os Estados Unidos lideraram o ranking com 199 medalhas, seguidos pelo Brasil, com 52.

Mais de 40 anos depois, o Brasil voltou a sediar a competição, no Rio de Janeiro. Dessa vez 42 países participaram do evento, com 5.633 atletas. Foram disputadas 34 modalidades diferentes e, mais uma vez, os Estados Unidos terminaram o torneio como líderes, conquistando 237 medalhas. Cuba ficou com a segunda posição, com 135 medalhas. O Brasil recebeu 157 medalhas, mas ficou com a terceira posição porque Cuba obteve um número maior de medalhas de ouro.

Tocha do Pan 2007 acesa no Estádio do Maracanã.
Tocha do Pan 2007 acesa no Estádio do Maracanã.

Comitê Olímpico do Brasil (COB)

Fundado em 1914, o COB é o responsável por gerir e administrar o esporte nacional. Ele está diretamente ligado às confederações de cada esporte para promover o time Brasil nas diversas competições que são disputadas pelas equipes de cada uma delas. O órgão também é responsável por proteger e promover os valores olímpicos no país e fortalecer a imagem do Brasil nas competições.

Veja também: História do Maracanã – o estádio que recebeu o Pan 2007

Time Brasil e recordes

Time Brasil recordista de medalhas no Pan de 2019, em Lima. [2]
Time Brasil recordista de medalhas no Pan de 2019, em Lima. [2]

A melhor campanha do time Brasil no Pan-Americano foi realizada em 2019, nos Jogos de Lima, no Peru. A equipe brasileira ficou na segunda colocação geral, assim como aconteceu no Pan de São Paulo, com o recorde de 171 medalhas: 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze.

Entre os principais medalhistas brasileiros nos Pan-Americanos estão a ginasta Daniele Hypólito e a nadadora Larissa Oliveira, com 10 medalhas cada uma no feminino. Larissa também detém a marca de brasileira com mais pódios em uma única edição do Pan: sete, em 2019.

No lado masculino, a liderança está com o nadador Thiago Pereira. Ele possui 23 medalhas nos jogos, sendo 15 de ouro, quatro de prata e quatro de bronze.

Atletas são os brasileiros que mais ganharam medalhas no masculino e feminino.
Atletas são os brasileiros que mais ganharam medalhas no masculino e feminino.

Medalhas

Os Estados Unidos são o país com o maior número de medalhas já conquistadas em edições dos Jogos Pan-Americanos. Além de estar no topo com as suas 4713 medalhas, o país também foi o que mais ganhou medalhas por edições dos jogos. Das 18 edições realizadas, os norte-americanos só não conquistaram mais medalhas em duas delas, 1951 e 1991, vencidas por Argentina e Cuba, respectivamente.

Veja os 10 países com o maior número de medalhas*:

Posição

País

Ouro

Prata

Bronze

TOTAL

1

Estados Unidos

2064

1542

1107

4713

2

Cuba

908

620

596

2124

3

Canadá

491

721

855

2067

4

Brasil

384

402

591

1377

5

Argentina

326

366

468

1160

6

México

258

324

565

1147

7

Colômbia

136

170

262

568

8

Venezuela

102

220

296

618

9

Chile

57

110

169

336

10

República Dominicana

39

76

129

244

*Números atualizados em 2019

Esportes e modalidades

Os Jogos Pan-Americanos concentram diversos esportes divididos em modalidades diferentes, que podem ter uma variação indefinida na quantidade de uma edição para a outra. O COI considera como esporte aquele que possui uma federação e, dentro dele, estão as modalidades. Exemplo: ginástica é um esporte da Federação Internacional de Ginástica (FIG) que possui as modalidades artística, rítmica e trampolim.

Veja alguns esportes e modalidades disputados nos Jogos Pan-Americanos:

Atletismo

Badminton

Basquetebol

Beisebol

Boliche

Boxe

Canoagem

Caratê

Ciclismo

Esgrima

Esqui aquático

Fisiculturismo

Fronton

Futebol

Ginástica

Golfe

Handebol

Hipismo

Hóquei sobre a grama

Judô

Levantamento de peso

Natação artística

Natação

Patinação sobre rodas

Pelota basca

Pentatlo moderno

Polo aquático

Raquetebol

Remo

Rugby de sete

Saltos ornamentais

Softbol

Surfe

Squash

Taekwondo

Tênis

Tênis de mesa

Tiro esportivo

Tiro com arco

Triatlo

Vela

Voleibol

Vôlei de praia

Tocha e mascote

Assim como nos Jogos Olímpicos, a tocha faz parte da tradição do Pan-Americano. Na primeira edição, em 1951, na Argentina, a tocha foi acesa em Olímpia, na Grécia, e seguiu até a sede do evento. Desde então, tradicionalmente, a tocha é acesa pelos astecas em seus antigos templos. Em 1963, nos jogos realizados no Brasil, houve uma exceção: a tocha foi acesa pelo índios Carajás, em Brasília.

Saiba mais: Como funciona a tocha olímpica: acendimento, revezamento e fabricação

A mascote é outro elemento importante e histórico para os Jogos Pan-Americanos, já que envolve as características culturais de suas sedes. No entanto, ela surgiu no Pan-Americano a partir de 1979, em San Juan, Porto Rico.

Cauê, sol escolhido como mascote no Pan do Rio, em 2007. [3]
Cauê, sol escolhido como mascote no Pan do Rio, em 2007. [3]

A primeira mascote foi um sapo, comum em Porto Rico, e batizado como Coqui. Muitas mascotes passaram pela história do Pan. No Brasil, em 2007, o escolhido foi Cauê, um sol, caracterizando parte da história do Rio de Janeiro. O nome foi escolhido por votação popular.

Jogos Pan-Americanos de Inverno

Em 1990 foi realizada uma única edição dos Jogos Pan-Americanos de Inverno em Las Leñas, na Argentina, envolvendo esportes praticados na neve e no gelo. Apenas oito países participaram da disputa (Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Estados Unidos e México). Por problemas climáticos e falta de neve, nem todos os jogos puderam ser realizados e apenas Estados Unidos e Canadá conquistaram medalhas.

A ideia era que o evento também fosse realizado a cada quatro anos, e a segunda edição foi programada para ser realizada em Santiago, no Chile. No entanto, os jogos não aconteceram.

Acesse também: Jogos Olímpicos de Inverno - modalidades

Jogos Parapan-Americanos

A primeira edição dos Jogos Parapan-Americanos foi realizada em 1967, em Winnipeg, no Canadá, como Jogos Pan-Americanos para Paraplégicos. Na época, apenas seis países participaram da disputa em que os atletas competiam em cadeiras de rodas. Esse formato de campeonato teve nove edições até o ano de 1995. No último ano, a Argentina, que foi sede dos Jogos Pan-Americanos, recebeu de forma separada a disputa de outros jogos voltados para atletas deficientes visuais, cadeirantes e deficientes mentais.

Posteriormente foi decidido que um evento único abrangeria todos os atletas portadores de algum tipo de deficiência: os Jogos Parapan-Americanos, ou Parapan, como é mais conhecido. O Comitê Paralímpico das Américas é o responsável pela organização do evento, que acontece desde 1999. Em 2017 foi definido que os Parapan seriam realizados nas cidades-sede dos Jogos Pan-Americanos, e, atualmente, eles acontecem alguns dias depois do fim destes.

Créditos de fotos

[1] Ricardo Stuckert/PR / Commons

[2] Alexandre Loureiro/COB - reprodução

[3] Nicholas Bittencourt / Commons

 

Por Giullya Franco
Jornalista

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCO, Giullya. "Jogos Pan-Americanos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/jogos-panamericanos.htm. Acesso em 02 de abril de 2020.

Estádio Lusail será o principal da Copa do Catar 2022. (Crédito: Divulgação)
Educação Física Copa do Mundo - Catar 2022
Voleibol - O resultado da mescla do tênis com o basquete
Educação Física Voleibol
Badminton - O segundo esporte mais praticado no mundo
Educação Física Badminton
Caratê é uma mescla de princípios físicos e mentais
Educação Física Caratê
Taekwondo - "caminho dos pés, das mãos e dos espírito"
Educação Física Taekwondo
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola