Topo
pesquisar

Squash

Educação Física

Squash é um esporte baseado nos princípios do tênis. Ele é praticado em uma quadra ou campo fechado por quatro paredes onde, obrigatoriamente, uma deve ser de vidro.
As partidas de squash podem ser jogadas com dois jogadores ou com duas duplas
As partidas de squash podem ser jogadas com dois jogadores ou com duas duplas
PUBLICIDADE

Você já ouviu falar em squash? Squash é o nome dado a um esporte baseado nos princípios do tênis: trata-se de rebatidas de bola com o uso de uma raquete. Essa denominação refere-se ao som emitido quando a bola do jogo é esmagada – squash, em inglês – pela raquete contra a parede.

As partidas de squash podem ser jogadas com dois jogadores (um contra o outro), ou em quatro jogadores (duas duplas). Cada jogador deve portar uma raquete e é utilizada apenas uma bola preta de borracha para cada partida.

Antes da explicação de como se joga, é interessante compreender um pouquinho do surgimento do squash. Há duas principais versões sobre essa origem. A primeira história remonta à França do século XVI, quando os esportes de rebatida com raquete ganhavam popularidade. Por ser jogado em espaço fechado, teria sido logo praticado em mosteiros e outros tipos de locais de mesmo tipo. Há outra vertente que atribui a origem do squash à Inglaterra do século XIX, quando presos adaptaram o tênis às condições de ambiente ali existentes. Existe, ainda, uma terceira explicação menos convincente: a de que esse esporte teria surgido em uma escola inglesa, onde foi construída a primeira quadra específica para ele.

Como já mencionado, a prática do squash se dá em uma quadra ou campo fechado por quatro paredes, das quais, obrigatoriamente uma deve ser de vidro. Em competições oficiais, as quatro paredes do ambiente devem ser de vidro. Outra particularidade refere-se à bola: geralmente, a bola utilizada para as partidas é de cor preta, mas em competições oficiais, ela deve ser obrigatoriamente de cor branca.

A quadra oficial deve ter as seguintes dimensões: 9,75 metros de comprimento por 6,4 metros de largura. A parede frontal deve medir 4,75 metros de altura; a parede traseira – de retaguarda – deve medir 2,13 metros de altura; e a caixa de serviço deve ser um quadrado perfeito, de 1,6 metro por 1,6 metro. As marcações na quadra são feitas com faixas de 5 centímetros de largura, e delimitam, além da caixa de serviço, a altura da linha de serviço, com 1,783 metro de altura.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Regras:

  • Cada partida pode ser constituída por um total de 3 ou 5 games, a critério da organização da competição. Cada game é disputado até chegar aos nove pontos. Em caso de empate em 8 a 8, o recebedor da bola (jogador que não irá sacar) pode optar, informando ao árbitro e a seu adversário, se prefere que o jogo termine nos nove pontos ou se irá até a marca dos dez pontos;
  • Os pontos apenas podem ser adquiridos quando se é o sacador;
  • Após um saque correto, a bola é rebatida pelos jogadores até que algum deles erre;
  • É permitido intervalos de noventa segundos entre o aquecimento e o início da partida, e também entre os games.

A inclusão do squash como esporte de competição em grandes jogos é bastante recente. Foi inserido nos Jogos Panamericanos no ano de 1995, em Mar del Plata, na Argentina. Em todas as edições, desde então, o Brasil teve participações bastante significativas, conquistando medalhas em todas elas.

Para saber mais:

Squash Brasil – www.squashbrasil.com.br

Por Paula Rondinelli
Colaboradora Brasil Escola
Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
Mestre em Ciências da Motricidade pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP
Doutoranda em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo - USP

Esportes - Educação Física - Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

RONDINELLI, Paula. "Squash"; Brasil Escola. Disponível em <https://brasilescola.uol.com.br/educacao-fisica/squash.htm>. Acesso em 20 de abril de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola