Topo
pesquisar

Rúcula

Saúde e Bem-estar

A rúcula, quando cultivada durante os meses frios, possui um sabor mais picante; já quando o cultivo é realizado em épocas mais quentes, tem um sabor forte e amargo.
Na hora da compra, é recomendável optar por rúculas firmes, brilhantes
Na hora da compra, é recomendável optar por rúculas firmes, brilhantes
PUBLICIDADE

A rúcula (Eruca sativa), também chamada de mostarda-persa, é uma hortaliça originária de regiões próximas ao Mediterrâneo. A mesma era muito utilizada no Império Romano como afrodisíaco. Atualmente, a rúcula é muito popular na Itália, sendo empregada em vários pratos típicos italianos. Já no Brasil, é mais consumida nos estados da região Sul.

A rúcula pertence à família das Crucíferas, a mesma do nabo, repolho, brócolis, etc. A hortaliça apresenta folhas alongadas e pode medir entre 10 a 15 centímetros de altura. Quando cultivada durante os meses frios, possui um sabor mais picante; já quando o cultivo é realizado em épocas mais quentes, a rúcula tem um sabor forte e amargo.

A hortaliça é rica em vitaminas A e C, além de ser uma boa fonte de sais minerais, como o cálcio, ferro, enxofre, potássio e ômega 3. Em virtude de seu baixo teor calórico (uma xícara contém apenas 12 calorias), a mesma é indicada para fazer parte da maioria das dietas. A rúcula também pode estimular o apetite.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em razão de seu gosto amargo e forte, o uso da hortaliça na culinária é um pouco restrito a pratos mais pesados. No entanto, a mesma também pode ser refogada, empregada em saladas ou como recheio de pizza. Seu suco combinado com o do agrião proporciona uma ótima desintoxicação do organismo. A rúcula também é indicada no tratamento de gengivites.

A hortaliça é vendida em maços. Na hora da compra, é recomendável optar por rúculas firmes, brilhantes, além de verificar se seus talos não estão quebrados, já que assim as folhas murcham com maior facilidade.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DANTAS, Tiago. "Rúcula"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/saude/rucula.htm. Acesso em 20 de julho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola