Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Nematódeos

Nematódeos, também conhecidos como nematelmintos, são animais invertebrados que possuem corpo cilíndrico com extremidades afiladas. São vermes que podem provocar doenças.

Lombriga parasita Ascaris lumbricoides enrolada, um nematódeo.
Nematódeos são vermes de corpo alongado e cilíndrico. Alguns podem atingir mais de um metro de comprimento.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Nematódeos, nematoides ou nematelmintos são vermes que possuem o corpo alongado, cilíndrico e afilado nas extremidades. Destacam-se por serem animais triblásticos, pseudocelomados, protostômios e com simetria bilateral. Alguns representantes apresentam poucos milímetros de comprimento, enquanto outros podem apresentar mais de um metro. São encontrados em diferentes hábitats, existindo espécies de vida livre e também espécies parasitas.

Ascaridíase, ancilostomíase, filariose e bicho-geográfico são doenças causadas por nematódeos que afetam os seres humanos. É importante destacar que há espécies parasitas de outros animais e também de plantas, sendo consideradas pragas de algumas culturas agrícolas.

Leia também: Platelmintos — os vermes de corpo achatado

Tópicos deste artigo

Resumo sobre nematódeos

  • Nematódeos são animais invertebrados que possuem corpos não segmentados, cilíndricos, alongados e com suas extremidades afiladas.

  • São animais triblásticos, pseudocelomados, protostômios e com simetria bilateral.

  • Possuem sexos separados e, geralmente, um acentuado dimorfismo sexual.

  • O tamanho do corpo varia de poucos milímetros a mais de um metro de comprimento.

  • Existem nematódeos parasitas e também espécies de vida livre.

  • Ascaridíase, ancilostomíase, filariose e bicho-geográfico são doenças causadas por nematódeos.

Videoaula sobre nematódeos

Principais características dos nematódeos

Os nematódeos, também conhecidos como nematoides e nematelmintos, são animais invertebrados pertencentes ao filo Nematoda que apresentam corpos não segmentados, cilíndricos, alongados e com suas extremidades afiladas. Algumas espécies são microscópicas, enquanto outras podem atingir mais de um metro de comprimento.

Esses animais apresentam a parede do corpo formada externamente por uma cutícula complexa, e internamente, observa-se uma camada de músculos longitudinais. Os nematódeos são como um tubo dentro de outro, sendo o tubo interno o sistema digestório. Entre a parede corporal e o tubo digestivo há uma cavidade preenchida por líquido (pseudoceloma), que atua como um esqueleto hidrostático.

Os nematódeos são seres:

  • Triblásticos: possuem três folhetos germinativos (ectoderme, endoderme e mesoderme).

  • Pseudocelomados: possuem uma cavidade corporal, entretanto essa cavidade é delimitada em parte pela mesoderme, em parte pela endoderme.

  • Protostômios: no desenvolvimento embrionário, a boca é formada antes do ânus.

  • Bilateralmente simétricos: o corpo apresenta duas partes semelhantes, sendo seu corpo dividido por um único plano de simetria.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nematódeos possuem sistema digestório completo, ou seja, seu tubo digestivo inicia-se com a boca e termina no ânus. Trata-se basicamente de um tubo praticamente reto que se estende da parte anterior do animal até a porção posterior.

O sistema nervoso dos nematódeos é parcialmente centralizado, sendo possível observar um anel nervoso ao redor da faringe. Nos nematódeos, o sistema respiratório está ausente, e as trocas gasosas ocorrem por difusão através do tegumento. Também não possuem sistema circulatório. Nos nematódeos, os nutrientes são transportados pelo corpo do animal no líquido encontrado no pseudoceloma.

Veja também: Os 8 principais grupos dos invertebrados — exemplos, características e algumas curiosidades

Habitat dos nematódeos

Os nematódeos podem ser encontrados em diferentes hábitats, sendo animais considerados muito bem-sucedidos ecologicamente. Eles podem ser observados, por exemplo, no ambiente terrestre, marinho e de água doce.

Algumas espécies de nematódeos são parasitas, que podem ser observadas, portanto, no corpo de outros seres vivos. Esse é o caso das lombrigas, que podem ser vistas habitando o intestino de alguns indivíduos.

Órgãos do sistema digestório em uma silhueta humana; em destaque, nematódeos parasitas que vivem no intestino.
Algumas espécies de nematódeos são parasitas dos seres humanos, como o Ascaris lumbricoides.

Reprodução dos nematódeos

A maioria dos nematódeos é dioica, ou seja, existem indivíduos de sexos diferentes. Machos e fêmeas de algumas espécies apresentam nítido dimorfismo sexual, sendo possível observar, por exemplo, fêmeas maiores que os machos. A fecundação nos nematódeos é interna, e os machos colocam seus espermatozoides no poro genital das fêmeas. O ciclo de vida dos nematódeos pode ser direto ou indireto.

Saiba mais: Verminoses — doenças causadas por vermes nematódeos ou platelmintos

Doenças causadas por nematódeos

Algumas espécies de nematódeos destacam-se por serem parasitas, retirando os nutrientes que precisam do corpo de um hospedeiro. Dentre as espécies parasitas, existem aquelas que parasitam plantas e as que retiram seus nutrientes de animais, incluindo os seres humanos. Veja a seguir algumas doenças causadas por nematódeos em humanos.

Lesões cutâneas causadas por vermes nematódeos em um pé humano.
Bicho-geográfico é uma doença causada por nematódeos. As larvas do verme formam lesões cutâneas que provocam coceira intensa.
  • Ascaridíase: essa doença é causada pelo parasita Ascaris lumbricoides, a lombriga. A doença, em geral, não provoca sintomas, mas em algumas situações pode provocar diarreia, náusea, dor abdominal e anorexia. A obstrução intestinal pode ser observada quando um grande número de vermes é observada no intestino. Para saber mais sobre essa doença, clique aqui.

  • Ancilostomíase: essa doença é causada por nematódeos da família Ancylostomidae: A. duodenale e Necator Americanus. É também conhecida por “amarelão”, devido ao fato de que em casos graves pode provocar anemia ferropriva. Para saber mais sobre essa doença, clique aqui.

  • Filariose: é causada por um nematódeo chamado Wuchereria bancrofti, o qual é adquirido por meio da picada do mosquito Culex quinquefasciatus. A doença pode provocar a obstrução de vasos linfáticos, causando grande inchaço, principalmente na região das pernas, bolsa escrotal e mamas. Para saber mais sobre essa doença, clique aqui.

  • Bicho-geográfico: é causado mais comumente pelo Ancylostoma brasiliensis, um nematódeo que parasita cachorros e gatos. Esses animais eliminam os ovos do parasita no solo, que, após eclodirem, liberam larvas que podem penetrar na pele dos seres humanos. A larva então começa a migrar no tecido subcutâneo, formando verdadeiros túneis, os quais provocam muita coceira. Para saber mais sobre essa doença, clique aqui.

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia 

Escritor do artigo
Escrito por: Vanessa Sardinha dos Santos Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (2008) e mestrado em Biodiversidade Vegetal pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atua como professora de Ciências e Biologia da Educação Básica desde 2008.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Nematódeos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/filo-nematoda.htm. Acesso em 20 de junho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

(UFV-MG) Ao abrir o envelope com o resultado de seu exame parasitológico de fezes, Jequinha leu “Positivo para ovos de Ascaris lumbricoides”. Qual das medidas preventivas de doenças parasitárias relacionadas abaixo não deve ter sido observada por Jequinha na sua vida diária.

a)      Comer carne de porco ou de boi inspecionada e bem cozida.

b)      Lavar bem as mãos e os alimentos antes das refeições.

c)       Andar calçado para que a larva não penetre pelos pés.

d)      Colocar telas nas janelas para impedir a entrada do mosquito Culex.

e)      Não nadar em lagoas que tenham o caramujo Biomphalaria.

Exercício 2

(Mackenzie-SP) A elefantíase é uma verminose provocada por um nematódeo, e seu principal sintoma é o inchaço de pés e pernas. Esse inchaço é provocado:

a)      Pelo acúmulo de vermes nos vasos linfáticos, impedindo a reabsorção de linfa, que se acumula nos espaços intercelulares.

b)      Pelo entupimento de vasos sanguíneos, causado pela coagulação do sangue na tentativa de expulsar os vermes.

c)       Pelo aumento no número de vermes nas células musculares das regiões infectadas.

d)      Pelo acúmulo de vermes nos capilares sanguíneos, dificultando o retorno do sangue.

e)      Pela reação do sistema imunológico à presença dos vermes.