Whatsapp

O que são sais inorgânicos?

O que é?

O que são sais inorgânicos? Trata-se de compostos iônicos formados por cátions e ânions que apresentam inúmeras aplicações.
PUBLICIDADE

Sais inorgânicos são formados pela associação iônica de pelo menos um cátion (formado por metal qualquer ou pelo amônio) e um ânion (simples ou composto).

Fórmula molecular geral de um sal
Fórmula molecular geral de um sal

Quando adicionados à água, os sais sofrem dissociação, liberando pelo menos um cátion diferente do hidrônio (H+) e um ânion diferente do hidróxido (OH-).

Equação da dissociação de um sal qualquer
Equação da dissociação de um sal qualquer

Classificação dos sais

Os sais, de forma geral, podem apresentar as seguintes classificações:

  • Sal simples: sal formado por apenas um cátion e um ânion. Exemplos: NaCl, CaSO4, KCN, NH4CO3 etc.

  • Sal hidrogenado: apresenta dois cátions (sendo um deles obrigatoriamente o hidrônio) e um ânion. Exemplos: NaHCO3, CaHBO3 etc.

  • Sal hidroxilado: apresenta um cátion e dois ânions (sendo um deles obrigatoriamente o hidróxido). Exemplos: MgOHCl, Al(OH)2ClO3 etc.

  • Sal hidratado: apresenta moléculas de água associadas à sua estrutura cristalina. Exemplos: CaCl2.2H2O, CuSO4.6H2O etc.

  • Sal duplo: apresenta dois cátions (todos diferentes do hidrônio) e um ânion ou um cátion e dois ânions (todos diferentes do hidróxido). Exemplos: TiPO4CN, AgFeBO3 etc.

  • Alúmen: é o sal formado por dois sulfatos com cátions de NOX igual a +1 e +3, além de 24 moléculas de água. Exemplos: Ag2SO4.Al2(SO4)3.24H2O, Na2SO4.Sb2(SO4)3.24H2O

Regra de nomenclatura dos sais

Nome do ânion + de + nome do cátion

→ K3PO4

O sal apresenta o ânion fosfato (PO4-3) e o cátion potássio (K+1), logo, seu nome é fosfato de potássio.

→ CaSO3

O sal apresenta o ânion sulfito (SO3-2) e o cátion cálcio (Ca+2), logo, seu nome é sulfito de cálcio.

OBS.: Se o cátion não for a prata, o zinco ou um elemento que pertença às famílias IA, IIA e IIIA, devemos indicar seu NOX com um algarismo romano na frente do nome do cátion.

→ Cu2SO4

O sal apresenta o ânion sulfato (SO4-2) e o cátion cálcio (Cu+1), logo, seu nome é sulfato de cobre I.

  • Sal hidrogenado: Para esse sal, antes do nome do ânion, devemos escrever o prefixo referente à quantidade de hidrogênios na fórmula. Esse prefixo deve ser separado da palavra hidrogeno por um hífen.

→ NaHCO3

O sal apresenta um hidrogênio, o ânion carbonato e o cátion sódio, logo, seu nome é mono-hidrogeno-carbonato de sódio.

  • Sal hidroxilado: Para esse sal, antes do nome do ânion, devemos escrever o prefixo referente à quantidade de hidroxilas na fórmula. Esse prefixo deve ser separado da palavra hidróxi por um hífen.

→ Al(OH)2ClO3

O sal apresenta duas hidroxilas, o ânion clorato e o cátion alumínio, logo, seu nome é di-hidróxi-clorato de alumínio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Sal hidratado: Para esse sal, após o nome do cátion, devemos escrever o prefixo referente à quantidade de moléculas de água na fórmula. Esse prefixo deve ser separado da palavra hidratado por um hífen.

→ CaCl2.2H2O

O sal apresenta duas moléculas de água, o ânion cloreto e o cátion cálcio, logo, seu nome é cloreto de cálcio di-hidratado.

  • Sal duplo com dois cátions: Para esse sal, devemos escrever a palavra duplo entre parênteses após o nome do ânion e, em seguida, o nome do cátion mais eletropositivo e o outro cátion.

AgFeBO3

Esse sal apresenta a prata (cátion mais eletropositivo) e o cátion ferro II, além do ânion borato. Seu nome é borato (duplo) de prata e ferro II.

  • Sal duplo com dois ânions:

    Nome do ânion mais eletronegativo + hífen + nome do ânion menos eletronegativo + de + nome do cátion

TiPO4CN

Esse sal apresenta o cátion titânio IV, além do fosfato (ânion mais eletronegativo) e do ânion cianeto. Seu nome é fosfato-cianeto de titânio IV.

  • Sal alúmen: Para esse sal, ignoramos a regra geral. Basta escrever o termo alúmen seguido do nome do cátion de carga +3 e do nome do cátion de carga +1, respectivamente, separados pela conjunção e.

→ Na2SO4.Sb2(SO4)3.24H2O

O sal alúmen apresenta o cátion +3 antimônio e o cátion + 1 sódio, logo, o seu nome é alúmen de antimônio III e sódio.

Características físicas dos sais

  • São sólidos em temperatura ambiente;

  • Possuem elevados pontos de fusão e ebulição;

  • São formados a partir de ligações iônicas;

  • Conduzem corrente elétrica no estado líquido (após sofrer fusão) ou quando dissolvidos em água;

  • De forma geral, são solúveis em água, mas existem sais que são considerados praticamente insolúveis.

Propriedades químicas dos sais

Os sais são compostos que apresentam a capacidade de reagir quimicamente (desde que não apresentem o mesmo cátion ou o mesmo ânion da outra substância) com diversos grupos de substâncias, a saber:

  • Em uma reação de dupla troca com um ácido: formam um novo sal e um novo ácido.

  • Em uma reação de dupla troca com uma base: formam um novo sal e uma nova base.

  • Em uma reação de dupla troca com outro sal: formam dois novos sais.

Alguns sais possuem a capacidade de sofrer decomposição quando submetidos ao calor, formando duas ou mais substâncias novas. Se aquecermos o bicarbonato de sódio (NaHCO3), por exemplo, ele sofrerá decomposição, formando o carbonato de sódio (Na2CO3), água (H2O) e gás carbônico (CO2).


Por Me. Diogo Lopes Dias

O cloreto de sódio pode ser obtido a partir da água do mar
O cloreto de sódio pode ser obtido a partir da água do mar

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que são sais inorgânicos?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-sao-sais-inorganicos.htm. Acesso em 01 de março de 2021.

Artigos Relacionados
Descubra o que é um sal hidratado e aprenda a utilizar a regra de nomenclatura para essa classe de sais inorgânicos.
Clique aqui e conheça as bases, substâncias inorgânicas que apresentam como principal característica a dissociação quando misturadas com água. Tenha acesso a conhecimentos básicos e imprescindíveis como solubilidade, capacidade de dissociação (força) e nomenclatura das bases.
Acesse este link e passe a saber o que é um óxido, a forma utilizada para identificar esse importante grupo de substâncias inorgânicas, bem como as regras de nomenclatura utilizadas para nomeá-los e as principais classificações (duplo, ácido, básico, anfótero e neutro) que eles podem receber.
Clique neste link e conheça todos os critérios utilizados para definir um ácido forte. A classificação pode ser feita a partir da quantidade de íons produzidos por esses compostos quando adicionados à água ou por meio da simples análise da fórmula molecular do ácido.
Clique a aprenda como devem ser construídas as equações de dissociação de sais inorgânicos.
Conheça as substâncias iônicas do grupo dos sulfatos, que inclui, por exemplo, o giz, o gesso e o sal amargo.
Aprenda mais a respeito dos nitratos, que estão bastante presentes em fertilizantes e explosivos.
Aprofunde seus estudos sobre as substâncias iônicas do grupo dos cloretos.
Conheça a constituição, as fontes e as principais aplicações do grupo dos carbonatos, substâncias inorgânicas muito presentes na Terra.
Confira a definição das principais funções inorgânicas existentes, bem como exemplos e equações referentes a elas.
Produtos que caracterizam este tipo de reação.
Conheça os principais sais minerais.
Sal Light, composto por cloreto de sódio e cloreto de potássio, paciente com pressão alta, baixo teor de sódio, sódio metálico, sal de cozinha, íons sódio.
Sais no cotidiano, carbonato de cálcio, cloreto de sódio, fluoreto de sódio, nitrato de potássio, nitrato de sódio, carbonato de sódio, carbonato ácido de sódio, bicarbonato de sódio, sulfito de sódio, salitre-do-chile, soda.