Topo
pesquisar

Nomenclatura do sal alúmen

Química

A regra de nomenclatura do sal alúmen diferencia-se bastante das regras de nomenclatura de outros sais.
PUBLICIDADE

A regra de nomenclatura de um sal alúmen é bastante simples e muito diferente da regra utilizada em outros tipos de sais. A nomenclatura de um sal qualquer é feita com base no nome do ânion e no nome do cátion. Já no caso de um alúmen, utilizamos a seguinte regra:

Alúmen + de + Nome do cátion +3 + e + Nome do cátion +1

Na nomenclatura do sal alúmen, não utilizamos o nome do ânion, pois todos eles apresentam um mesmo esquema de formulação, ou seja, temos a presença de dois sulfatos (SO4). O primeiro sulfato está ligado ao cátion +1 (X) e o outro está ligado ao cátion +3 (Y), respectivamente nessa ordem, como podemos observar abaixo:

X2SO4.Y2(SO4)3.24H2O

Assim, tendo como base a fórmula geral de um sal alúmen, representada acima, podemos facilmente identificar o cátion +1 e o cátion +3 presentes no sal abaixo e, em seguida, fornecer seu nome de acordo com a regra de nomenclatura:

K2SO4.In2(SO4)3.24H2O

Na fórmula acima, o cátion +1 é o potássio e o cátion +3 é o Índio. Dessa forma, seguindo a regra de nomenclatura e escrevendo o nome do +3 seguido do +1, o nome desse sal alúmen será:

Alúmen de índio e potássio

Existem ainda algumas particularidades sobre a nomenclatura de um sal alúmen. Veja-as abaixo:

1o caso: Se o cátion +3 presente no alúmen for o alumínio, não é necessário escrever seu nome. Assim, faz parte da nomenclatura do sal apenas o cátion +1. O exemplo abaixo traz essa situação:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na2SO4.Al2(SO4)3.24H2O

Alúmen de sódio

2o caso: Se os cátions presentes na fórmula do alúmen não pertencerem às famílias IA e IIIA e não forem a prata (Ag), devemos obrigatoriamente indicar a carga de cada um deles no nome por meio de algarismo romano. Observe o exemplo abaixo:

Au2SO4.Cr2(SO4)3.24H2O

O cátion +1 é ouro (Au), que pertence à família IB, e o cátion +3 é o crômio (Cr), que pertence à família VIB. Por isso, para o Au, utilizamos o algarismo I e, para o Cr, utilizamos o algarismo III:

Alúmen de Crômio III e Ouro I

Veja agora outros exemplos:

Exemplo 1: Ag2SO4.Ni2(SO4)3.24H2O

No sal apresentado, temos a prata (Ag) como cátion +1 e o níquel (Ni) como o cátion +3. Como o níquel pertence à família VIIIB, devemos utilizar o algarismo III para indicar sua carga. Assim, o nome desse alúmen é:

Alúmen de Níquel III e Prata

Exemplo 2: Alúmen de Bismuto III e Cobre I

Quando temos o nome do alúmen, podemos construir sua fórmula. Para isso, devemos lembrar que a sua fórmula deve apresentar dois sulfatos (SO4), sendo o primeiro o cátion +1 (sempre escrito por último no nome fornecido; no caso, o cobre-Cu) e o segundo o cátion +3 (sempre escrito primeiro no nome fornecido; no caso, o bismuto-Bi), seguidos de 24H2O. Assim, a fórmula do sal em questão é:

Cu2SO4.Bi2(SO4)3.24H2O


Por Me. Diogo Lopes Dias

A pedra-ume é um alúmen utilizado como coagulante do sangue em machucados
A pedra-ume é um alúmen utilizado como coagulante do sangue em machucados

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "Nomenclatura do sal alúmen"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/nomenclatura-sal-alumen.htm. Acesso em 13 de outubro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola