close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Ventos

Ventos são movimentos de massas de ar de áreas com pressões atmosféricas mais altas com direção às mais baixas, variando de acordo com altitude, relevo e localidade.

Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

Ventos são importantes para a dinâmica natural do planeta, a qual envolve o clima, relevo, formação de chuvas, entre outros fatores. Eles são definidos como o deslocamento do ar e da variação da pressão atmosférica ao longo de um período.

Leia também: Quais as diferenças entre furacão, tornado e ciclone?

Tópicos deste artigo

O que é vento?

O planeta está cercado de ar, que é a atmosfera. Esse ar torna a vida possível e está sempre se movimentando. Quando temos a movimentação do ar, temos os ventos. Sua intensidade pode variar de acordo com as condições geográficas e climáticas, podendo trazer sensações de alívio e frescor ou mesmo causar destruições catastróficas.

O vento é o ar em movimento.
O vento é o ar em movimento.

Origem do vento

Os ventos surgem de variações nas pressões atmosféricas, nas áreas de alta pressão e de baixa pressão. Eles sopram, em geral, das áreas mais altas para as mais baixas, em uma espécie de equilíbrio.

Devido à esfericidade e rotação da Terra, os ventos estão em constante movimento e possuem diferentes características, podendo ser úmidos, secos, quentes ou frios.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de ventos

A classificação dos tipos de ventos existentes no planeta varia de acordo com a intensidade, direção, temperatura, umidade, além de fatores locais. Vejamos os principais tipos de ventos que ocorrem no mundo.

  • Brisas: ventos constantes que sopram do mar para o continente (dia) e no sentido contrário durante a noite.

  • Monções: muito comuns na Ásia, são ventos que sopram do mar para o continente (estação chuvosa, entre julho e agosto) e do continente para o mar (estação seca, entre dezembro e janeiro).

  • Ventos alísios: ventos úmidos que sopram dos polos e dos trópicos em direção à Linha do Equador.

  • Ventos contra-alísios: ventos secos que sopram da Linha do Equador para os trópicos.

  • Ciclones: ventos circulares que têm como características tempestades tropicais e subtropicais, com massas de ar que estão em constante movimento rotativo.

  • Tufão: ventos circulares (ciclones) formados na Ásia. Possui as mesmas características dos furacões, com exceção da localização. Geralmente tufões são encontrados na Ásia, próximos à Linha do Equador, no Oceano Pacífico.

  • Furacão: ventos circulares (ciclones) que chegam a atingir 400 km de diâmetro. O sentido de sua direção varia de acordo com o hemisfério: anti-horário, no Hemisfério Norte, e horário, no Sul. São bem frequentes no Mar do Caribe e na costa leste dos Estados Unidos.

  • Tornado: o mais forte dos ventos, podendo atingir até 490 km/hora. Seu tamanho pode ser de até 10 km de diâmetro, sendo formado por redemoinhos e poeiras, ocorrendo em zonas temperadas no Hemisfério Norte.

Leia também: Por que os Estados Unidos são tão atingidos por furacões e tornados?

Movimento dos ventos

A rotação do planeta faz com que, na Linha do Equador, os ventos soprem na horizontal, em linha reta. Entretanto, nos hemisférios Norte e Sul, essa movimentação ocorre de maneira diferente. No Hemisfério Norte, geralmente os ventos são forçados a soprar à direita, ocorrendo o oposto no Hemisfério Sul, isto é, à esquerda.

No norte do planeta há muitas áreas emersas e cadeias montanhosas. Com isso, ventos podem chegar a 200 km/hora em certos períodos, mas não se comparam com a constância dos ventos oeste que sopram no Hemisfério Sul, principalmente nas áreas do Oceano Índico e Pacífico, sendo esse último um local com muitas tempestades em alto-mar.

Importância dos ventos

O movimento do ar é fundamental para o desenvolvimento da vida na Terra. Em geral, os ventos têm a função de levar ar frio para o Equador e ar quente para os polos, um equilíbrio essencial para as temperaturas não ficarem tão extremas nas áreas citadas. Há também a importância da determinação dos diferentes tipos climáticos.

Além disso, a movimentação dos ventos transporta umidade para diferentes áreas do planeta, produzindo chuva. Entretanto, ventos muito fortes podem causar danos a plantas e árvores, que se desenvolvem com dificuldades em áreas de ventania excessiva.

Dessa forma, para crescer, as vegetações se adaptam à região em que estão, seja com uma altura razoável para não sofrer tanta interferência do vento, seja com galhos flexíveis, que se curvam, mas não quebram.

Tempestade sobre o oceano. A força do vento pode gerar eventos catastróficos.
Tempestade sobre o oceano. A força do vento pode gerar eventos catastróficos.

Quando estudado, o vento possui vantagens significativas. O ser humano aprendeu a usá-lo a seu favor, como na construção de grandes moinhos, no impulsionamento de velas nas embarcações, na produção de energia eólica, entre outras aplicações.

Fenômenos meteorológicos

A formação de fenômenos meteorológicos muito tem a ver com a movimentação das massas de ar e das diferenças na pressão atmosférica. Eventos como o surgimento de ciclones, furacões e tornados ocorrem em razão das diferenças nas pressões atmosféricas, umidade do ar, além das temperaturas em determinadas épocas do ano.

O vento é um grande aliado na formação de chuvas e outros fenômenos meteorológicos.
O vento é um grande aliado na formação de chuvas e outros fenômenos meteorológicos.

Ademais, o El Niño e a La Niña, que são eventos esporádicos no Oceano Pacífico, na costa oeste da América do Sul, transformam toda a dinâmica pluvial das regiões adjacentes por meio da ação dos ventos.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Udesc 2016) Assinale a alternativa que descreve corretamente as características da atmosfera terrestre.

A) Os gases majoritários da atmosfera são o hidrogênio e o oxigênio.

B) Na camada denominada termosfera ocorre a maior concentração do gás ozônio na atmosfera.

C) A camada denominada troposfera é termicamente instável, fato que provoca fenômenos meteorológicos, como a chuva e o vento.

D) A atmosfera se torna cada vez mais rarefeita conforme diminui a altitude.

E) A composição da atmosfera manteve-se inalterada desde a formação do planeta, há bilhões de anos, até o advento da Revolução Industrial.

Resolução

Alternativa C. É na troposfera que ocorre a maioria dos fenômenos meteorológicos, como a movimentação do ar (vento) e chuvas.

Questão 2 – (Unesp 2016)

(Ercília T. Steinke. Climatologia fácil, 2012. Adaptado.)

A imagem ilustra o trajeto mais comum dos pilotos de asa-delta entre o Vale do Paraná e a Esplanada dos Ministérios em Brasília, distantes cerca de 90 quilômetros. Constituem fatores que permitem a longa duração deste voo:

A) o ângulo de incidência do sol (a intensidade de energia solar que atinge a Terra) e a frente oclusa (a ação do movimento da corrente de ar frio levantando o ar quente até que ele perca seu contato com a superfície).

B) a gravidade (a força de atração entre dois corpos) e a expansão adiabática (a expansão de grandes bolhas de ar até encontrarem menores valores de pressão atmosférica).

C) a brisa terrestre (a formação de um campo de alta pressão junto à superfície) e os ventos divergentes em altitude (a conformação de uma área receptora de ventos ascendentes).

D) o atrito (a força gerada no sentido contrário ao deslocamento do vento) e o efeito de Coriolis (a rotação das massas de ar no sentido horizontal em função do movimento da própria Terra).

E) o processo de condução (a transferência de calor da superfície para a camada mais próxima da atmosfera) e o processo de convecção (a dinâmica cíclica entre o ar quente que sobe e o ar frio que desce).

Resolução

Alternativa E. Nesse tipo de esporte, os voos mais longos dependem da ação do vento e calor para acontecer, como os movimentos cíclicos e a transferência do ar mais quente para a camada superior da atmosfera.

 

Por Átila Matias
Professor de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MATIAS, Átila. "Ventos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/vento.htm. Acesso em 25 de maio de 2022.

De estudante para estudante


os estados unidos e o canada são grandes consumidores de carvão e petroleo como esse fato se relaciona com alto nivel de desenvolvimento industrial e tecnologico desses paises?

Por Jessica Neves
Responder
Ver respostas

A Moldávia ainda é um país socialista?

Por Clara Rodrigues de Campos
Responder
Ver respostas

Estude agora


Catálise

Catálise é o processo em que uma substância acelera uma reação por meio da diminuição de sua energia de...

Febre amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus que é transmitido pela picada de mosquitos. É...