Topo
pesquisar

Commodities

Geografia

As commodities podem ser consideradas elementos vitais na dinâmica econômica mundial, pois a alteração de seus valores provoca efeitos em todos os seus subprodutos.
Alguns exemplos de commodities: petróleo (“oil” em inglês), milho, ouro e prata
Alguns exemplos de commodities: petróleo (“oil” em inglês), milho, ouro e prata
PUBLICIDADE

A expressão commodity – aportuguesada como “commoditie” – é um termo do inglês que significa bem ou produto e serve para designar o conjunto de bens primários comercializados no mercado financeiro das bolsas de valores. No contexto da economia, trata-se de um dos mais frequentes conceitos utilizados em referência à dinâmica dos preços dos produtos.

A diferença entre matérias-primas e commodities é que o primeiro termo é utilizado para referir-se a bens primários quaisquer sem haver rigor econômico. Ao ser convertida, economicamente, em commoditie, uma matéria-prima ou produto passa a ter um valor unitário padrão fixado, o que geralmente é realizado a partir de um preço-base definido em uma grande bolsa de valores internacional.

Para exemplificar, considere a seguinte frase: “o preço da arroba do boi subiu consideravelmente nos últimos meses e está comprometendo todo o mercado nacional”. Nesse caso, a carne de gado é a matéria-prima e a “arroba de boi” é a commoditie. Portanto, sempre que falamos da soja, do petróleo, do ouro ou qualquer outro produto em termos de valores fixados, estamos nos referindo a exemplos de commodities.

Não é necessário, portanto, esforçarmo-nos muito para entendermos o grau de importância das commodities para a dinâmica econômica nacional e internacional. Afinal, o preço delas é capital para a determinação dos preços dos produtos originados de suas respectivas matérias-primas, afetando dinâmicas de exportação e importação e refletindo-se sobre os diversos níveis do mercado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se, por exemplo, o preço da cana-de-açúcar no mercado internacional eleva-se, significa que a lucratividade dessa commoditie aumentará, o que leva os produtores a darem prioridade a esse produto e, nesse caso, destiná-lo preferencialmente ao mercado internacional. Por causa disso, o preço de seus derivados (açúcar e etanol) eleva-se também no mercado nacional e afeta outros subprodutos (alimentos e transporte).

No contexto da Divisão Internacional do Trabalho, alguns países são altamente dependentes das commodities para a exportação, sobretudo os países periféricos pouco industrializados. Outros, apesar de não serem tão dependentes assim, também se veem bastante afetados pela variação dos preços delas, o que inclui o Brasil. Já alguns dos países desenvolvidos dependem das commodities para a importação, tanto para a conversão de suas matérias-primas em mercadorias quanto para o consumo direto.

As principais commodities do Brasil são a soja, a cana-de-açúcar, o café, o minério de ferro, a carne bovina, o cacau, o alumínio e algumas outras. No contexto mundial, considera-se como a principal commoditie o petróleo, uma matéria-prima fundamental e estratégica para o desenvolvimento da maioria dos países.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Commodities"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/commodities.htm. Acesso em 18 de julho de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola