Ácido clorídrico

Química

PUBLICIDADE

Ácido clorídrico é um hidrácido com alto potencial de ionização, é um líquido de aspecto amarelado, altamente corrosivo e tóxico. É utilizado em diversos processos industriais, como a fabricação de produtos de limpeza e de cloridratos farmacêuticos, em alimentos e em processos siderúrgicos.

Está presente também no organismo humano; o suco gástrico que atua na digestão de proteínas é uma solução de áci;do clorídrico e outras substâncias, como enzimas e sais. A exposição, inalação ou ingestão de ácido clorídrico concentrado é altamente nociva à saúde, podendo causar até a morte.

Leia também: Ácido sulfúrico – substância que possui alto poder corrosivo

Ilustração da molécula de ácido clorídrico e sua fórmula estrutural.
Ilustração da molécula de ácido clorídrico e sua fórmula estrutural.

Propriedades do ácido clorídrico

  • Composto inorgânico
  • Ácido forte
  • Alto potencial de ionização
  • Líquido
  • Aspecto amarelado
  • Tóxico
  • Corrosivo
  • Volátil
  • Higroscópico (tende a absorver água do ambiente)
  • Solúvel em água

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Produção do ácido clorídrico

O ácido clorídrico foi descoberto por um alquimista muçulmano chamado Jabir Ibne Haiane, também conhecido como Gaber e considerado o pai da química árabe. Ele sintetizou a substância com base em uma reação entre o sal marinho (NaCl) e o ácido sulfúrico (Na2SO4).

2NaCl + H2SO4 → Na2SO4 + 2HCl

Atualmente o ácido clorídrico é produzido em larga escala por meio da eletrólise de cloreto de sódio em solução aquosa. Desse processo obtém-se gás cloro (Cl2), gás hidrogênio (H2) e hidróxido de sódio (NaOH). Os gases cloro e hidrogênio reagem, formando ácido clorídrico:

Cl2 + H2 → 2HCl

No entanto, essa reação é extremamente exotérmica e de alta periculosidade. Atualmente a maior parte do ácido clorídrico produzido industrialmente está associada à produção de compostos orgânicos, sendo um processo mais econômico e seguro.

R-H + Cl2 →  R-Cl + HCl

(Considere R um radical orgânico.)

Veja também: Dicas para determinar-se a força dos ácidos

O ácido clorídrico é comercializado na concentração de 37% de massa.
O ácido clorídrico é comercializado na concentração de 37% de massa.

Aplicação do ácido clorídrico

  • Decapagem de metais: o ácido clorídrico é usado para fazer a “limpeza” dos metais antes de serem processados, tirando ferrugem, crosta e outras impurezas da sua superfície.
  • Produção de compostos orgânicos: o ácido clorídrico é usado como reagente para obter-se cloreto de vinila, usado na fabricação de plásticos. Do ácido clorídrico provém também o cloropreno, que se aplica em borrachas sintéticas.
  • Produção de compostos inorgânicos: o ácido clorídrico está presente em diversos processos industriais de fabricação de reagentes e compostos inorgânicos, entre eles estão os produtos destinados ao tratamento de água, como cloreto de ferro (III) e cloreto de alumínio.
  • Usado como produto para limpeza: também comercializado como ácido muriático, o ácido clorídrico é usado para limpezas de áreas pós-construção civil, domésticas, e químicas de ferramentas e maquinário.
  • Processamento de alimentos: o ácido clorídrico é aplicado em diversas reações para a produção de alimentos e aditivos, como a hidrólise de amido e proteínas, ou ainda no produto final para equilíbrio de pH.
  • Produção de fármacos: o ácido clorídrico é usado na produção de cloridratos solúveis presentes em diversos medicamentos, como o cloridrato de doxiciclina, usado no tratamento de febre tifoide e varíola.

Ácido clorídrico no organismo

O ácido clorídrico está presente no nosso sistema digestório, o suco gástrico produzido por nosso estômago é uma solução de água, enzimas, ácido clorídrico, sais inorgânicos e uma pequena porcentagem de ácido lático.

O bolo alimentar é transformado em quimo, uma massa de caráter ácido (graças à ação do suco gástrico e sua composição ácida), é quando acontece a digestão de proteínas, transformadas em polipeptídios e aminoácidos que serão absorvidos pelo organismo.

O suco gástrico é de fundamental importância no sistema digestivo.
O suco gástrico é de fundamental importância no sistema digestivo.

Perigos do ácido clorídrico

O ácido clorídrico é um ácido muito forte e corrosivo, por isso o contato com a substâncias causa diversos danos:

  • Pele: causa queimaduras e irritação.
  • Olhos: causa severa irritação e pode causar cegueira.
  • Inalação: causa irritação e ferimento nas vias aéreas superiores.
  • Ingestão: provoca corrosão em todo sistema bocal, e no trato gastrointestinal, pode causar vômitos, hemorragias, diarreia, problemas de circulação, podendo levar à morte.
  • Exposição contínua: ataca primeiro as zonas de mucosa, causando dermatite e conjuntivite, sangramento nas gengivas, fotossensibilização; a inalação frequente, ainda que em baixa concentração do composto, pode causar gastrite e sangramento nasal.

Acesse também: Características e propriedades do ácido acético

O ácido clorídrico é uma substância perigosa devido ao seu alto poder corrosivo.
O ácido clorídrico é uma substância perigosa devido ao seu alto poder corrosivo.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Udesc) Com relação ao ácido clorídrico, pode-se afirmar que:

A) quando está em solução aquosa, permite a passagem de corrente elétrica.

B) é um diácido.

C) é um ácido fraco.

D) possui baixo grau de ionização.

E) é uma substância iônica.

Resolução

Alternativa A. O ácido clorídrico não é um diácido, pois possui apenas um H ionizável, mas sim um ácido forte, substância molecular com alto potencial de ionização. A ionização em meio aquoso promove a condução de corrente elétrica devido à existência de íons livres.

Questão 2 – Em uma solução de ácido clorídrico e água, podemos afirmar que a ocorrência de cloreto de hidrogênio (HCl) molecular é mínima, isso ocorre porque

A) o ácido clorídrico em contato com a água é diluído.

B) o cloreto de hidrogênio é uma substância que não solubiliza em água.

C) o cloreto de hidrogênio tem alto potencial de ionização, por isso, quando em meio aquoso, a molécula HCl forma íons H+ Cl-.

D) o ácido clorídrico, por ser muito volátil, separa-se da solução, restando apenas moléculas de água.

E) o ácido clorídrico é uma substância iônica, portanto, em solução aquosa, dissocia-se, formando íons.

Resolução

Alternativa C.

A) A resposta não condiz com a questão, o ácido clorídrico diluir-se em água não justifica a ausência de HCl molecular.

B) Incorreto, o cloreto de hidrogênio é solúvel e tem afinidade pela água.

C) Correta

D) Apesar de o ácido clorídrico ser volátil, essa segregação das duas espécies da solução não acontece de forma significativa.

E) O ácido clorídrico é uma solução de cloreto de hidrogênio e água, sendo que o cloreto de hidrogênio é uma substância molecular não iônica.

 

Por Laysa Bernardes Marques de Araujo
Professora de Química

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

ARAúJO, Laysa Bernardes Marques de. "Ácido clorídrico"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/Acido-cloridrico.htm. Acesso em 24 de janeiro de 2021.

Artigos Relacionados
Aprenda a realizar a nomenclatura dos ácidos de acordo com o grau de hidratação.
Entenda a diferença entre quimo e quilo, dois produtos formados durante a digestão do alimento no sistema digestório.
Clique e aprenda quais são os componentes utilizados na construção da fórmula de um ácido.
Confira algumas maneiras simples e fáceis de determinar a força dos ácidos.
Saiba mais sobre as características, classificação e nomenclatura dos ácidos, substâncias que se ionizam em meio aquoso.
Conheça as características, as aplicações e os riscos de um dos ácidos mais fortes e perigosos existentes, o ácido sulfúrico. Veja também exercícios sobre o tema!
Clique para conhecer as principais características e a nomenclatura IUPAC das substâncias orgânicas denominadas de cloretos de ácido.