Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Gabão

O Gabão é um país de 2,2 milhões de habitantes localizado na África Central. Rico em recursos naturais, sua economia é baseada na exploração de petróleo e madeira.

Bandeira do Gabão.
Bandeira do Gabão.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Gabão é um país africano localizado na região da África Central. Banhado pelo oceano Atlântico, o território gabonês é caracterizado pelo clima equatorial e pelos terrenos planálticos recobertos por florestas densas. A República Gabonesa é pouco populosa, com pouco mais de 2,2 milhões de habitantes, dos quais 870 mil vivem na capital, a cidade de Libreville. A economia gabonesa é classificada como emergente ou em desenvolvimento, tendo como base a exploração e comercialização de recursos naturais, principalmente a madeira e o petróleo.

Leia também: Quais são as 5 regiões do continente africano?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Gabão

  • Gabão é um país africano localizado na África Central, com capital em Libreville.

  • É banhado pelo Atlântico, a oeste, e faz fronteira com Camarões, Guiné Equatorial e República do Congo.

  • Apresenta clima tropical úmido (ou equatorial) e relevo formado por planaltos. Seu território é recoberto por floresta equatorial, além de ser banhado por extensos cursos d’água.

  • Trata-se de um país pouco populoso, com 2.279.000 habitantes.

  • Com taxa de urbanização de 91%, sua maior cidade é a capital, Libreville, com 870 mil habitantes.

  • É classificado como um país em desenvolvimento, com PIB de 20 bilhões de dólares e economia centrada na exploração de recursos minerais, como petróleo e madeira.

  • O ecoturismo é uma atividade importante para a preservação da biodiversidade do país.

  • Em termos de infraestrutura, a rede de serviços urbanos atende boa parte da população das cidades. Destaca-se, ainda, a matriz energética, composta 59% por hidrelétricas.

  • A multiculturalidade do Gabão é devida à diversidade de grupos étnicos que vivem no país, totalizando 50.

  • O Gabão é um país independente desde 1960. Antes, havia sido colônia da França.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais do Gabão

  • Nome oficial: República Gabonesa

  • Gentílico: gabonês

  • Extensão territorial: 267.668 km²

  • Localização: África Central

  • Capital: Libreville

  • Clima: tropical

  • Governo: república presidencialista

  • Divisão administrativa: nove províncias

  • Idioma: francês (oficial)

  • Religiões:

    • católica romana: 42,3%;

    • protestante: 12,3%;

    • outras religiões cristãs: 27,4%;

    • islâmica: 9,8%;

    • animista: 0,6%.

  • População: 2.279.000 habitantes (ONU, 2023)

  • Densidade demográfica: 8,8 hab./km²

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,706

  • Moeda: Franco CFA Central

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 20,3 bilhões (FMI, 2023)

  • PIB per capita: US$ 10.281

  • Gini: 0,380

  • Fuso horário: GMT+1

  • Relações exteriores:

    • União Africana;

    • ONU;

    • OMC;

    • Banco Mundial;

    • FMI.

Mapa do Gabão

Mapa do Gabão.

Geografia do Gabão

O Gabão é um país africano localizado na região da África Central, com capital na cidade de Libreville. O território gabonês apresenta 267,6 km² de extensão, e faz divisa com os seguintes países:

Além disso, o Gabão é banhado pelo oceano Atlântico, a oeste, por onde se estende o seu litoral de aproximadamente 885 km. A seguir, conheça as principais características físicas do país.

Clima do Gabão

O território do Gabão está situado em uma área de baixa latitude, sendo atravessado pela Linha do Equador (paralelo de 0º de latitude) ao norte. Por isso, apresenta clima predominantemente tropical úmido ou equatorial, com temperaturas médias superiores a 20 ºC na maior parte do ano e elevada umidade relativa do ar. O país registra, anualmente, grandes volumes de chuva, que podem superar os 3000 mm.

Relevo do Gabão

O relevo gabonês é caracterizado pela presença de uma estreita planície costeira e de planaltos no interior, além de colinas e montanhas que sofreram a intensa ação intempérica dos rios que banham o país. A altitude média do Gabão é 377 metros. Seu ponto mais elevado é o monte Bengoue, situado 1050 metros acima do nível do mar.

Paisagem litorânea em Libreville, capital do Gabão.
Paisagem litorânea em Libreville, capital do Gabão.

Vegetação do Gabão

Em função da ocorrência climática, a vegetação do Gabão é caracterizada por uma extensa área de floresta equatorial, composta por milhares de espécies de animais e plantas. Identifica-se, também, a cobertura de savana em parte do sul do país, o que garante a ele uma grande biodiversidade.

Hidrografia do Gabão

O Gabão abriga um dos maiores cursos d’água do continente africano, o rio Ogooué, conhecido também como rio Nazaré, que percorre 1200 km entre a sua nascente, na República do Congo, e a sua foz, no litoral gabonês. O rio Ogooué apresenta importantes tributários que banham o território gabonês, como é o caso do Ngounié e Ivindo.

Veja também: Clima equatorial — características do clima que predomina nas regiões próximas à Linha do Equador

Demografia do Gabão

A população do Gabão é uma das menores do continente africano. O país conta, atualmente, com 2.279.000 habitantes, o que corresponde a 0,16% de toda a população da África. Além de pouco populoso, o território gabonês é pouco povoado. Isso significa que a distribuição populacional que acontece no país é baixa, da ordem de 8,8 hab./km². Existem áreas com maior ou menor concentração de pessoas, sendo a principal delas o entorno da capital nacional, Libreville, onde vivem 870 mil gaboneses. No total, 91% da população do Gabão habitam o meio urbano.

Vista aérea de Libreville, capital do Gabão.
Libreville é a capital e a maior cidade do Gabão.[1]

O Gabão ocupa a 28ª colocação entre os países que mais crescem no mundo. A sua atual taxa de crescimento populacional é de 2,39%, condicionada pelo número de nascimentos, que é quase cinco vezes maior do que o número de mortes a cada mil habitantes.

Nota-se, ainda, o saldo migratório positivo, o que significa que há um intenso movimento migratório em direção a esse país. Como resultado dessa tendência demográfica, o Gabão tem uma população muito jovem, com idade mediana de 21 anos. A expectativa de vida no país é de 70 anos.

Qual é a economia do Gabão?

O Produto Interno Bruto (PIB) do Gabão é de 20,3 bilhões de dólares, sendo, assim, a 21ª economia do continente africano. Chama a atenção, entretanto, o PIB per capita gabonês, o terceiro maior da África e o maior da África Subsaariana: 10 mil dólares anuais. Entretanto, a economia do país é marcada pela má distribuição de renda e pelo elevado percentual de população que vive abaixo da linha da pobreza, que corresponde a mais de um terço dos gabonenses (33,4%).

O Gabão é rico em recursos naturais, como combustíveis fósseis, madeira e minérios, o que garante ao país maior inserção no cenário internacional. A extração de petróleo e de gás natural é a principal atividade econômica do Gabão, sendo os produtos dela derivados exportados para países como a China e Cingapura. Destaca-se, ainda, a importância das relações comerciais estabelecidas entre o Gabão e os Estados Unidos e os países europeus, como a França e a Bélgica, para o abastecimento do mercado interno.

Turismo no Gabão

O turismo é uma atividade econômica que tem ganhado cada vez mais importância no Gabão. Em 2022, a receita gerada pelo setor já representava 5% do PIB nacional. Apesar de não ser uma atividade tão impulsionada quanto nos países vizinhos, o turismo no Gabão oferece belas paisagens naturais, inúmeros parques, e vários destinos nos quais é possível entrar em contato com a riqueza cultural desse país.

Confira os principais destinos turísticos do Gabão:

  • Praias de Pointe Denis, no estuário de Komo.

Turistas na praia de Pointe Denis, no Gabão.
Os resorts de Pointe Denis não ficam longe da capital, Libreville, e são muito procurados por turistas.[2]
  • Parque Nacional de Akanda, que também fica próximo de Libreville, possui 54 mil hectares e é formado por uma grande variedade de espécies de animais e plantas terrestres e aquáticos, já que o parque é caracterizado pelos manguezais.

  • Museu Nacional de Artes e Tradições, em Libreville.

Entrada do Museu Nacional de Artes e Tradições do Gabão.
Peças e documentos presentes no Museu Nacional de Artes e Tradições do Gabão retratam a história e a cultura do país.[3]

Infraestrutura do Gabão

Em termos econômicos e de infraestrutura, o Gabão é considerado um país em desenvolvimento. Aproximadamente 80% da população gabonesa têm acesso às redes de saneamento básico do país, sendo a maior parcela dessa população os habitantes dos centros urbanos. Fontes seguras de água potável são de acesso de 93% dos habitantes. Nas cidades, quase toda a população recebe água potável, enquanto, no meio rural, cerca da metade da população ainda não consegue ter acesso ao recurso.

Quanto às comunicações, é importante pontuar que, na última década, o acesso à internet saltou de apenas 13% para 50% da população, uma parcela ainda pequena, mas que já aumentou consideravelmente nesse intervalo de 10 anos.

No Gabão, a eletricidade é originária das hidrelétricas e dos combustíveis fósseis, compondo assim uma matriz energética relativamente equilibrada com 59% e 40,6% de participação, respectivamente, de cada uma das fontes. Grande parte da população possui energia elétrica em casa, embora ainda haja uma parcela dos gaboneses que não tem acesso às redes do país. Nos transportes, todos os modais são de uso dos gaboneses, embora as rodovias formem uma malha de maior alcance e extensão.

Governo do Gabão

O Gabão é uma república presidencialista, em que o chefe do Poder Executivo é o presidente da república, eleito para desempenhar um mandato de cinco anos, com direito à reeleição sem limite de vezes. O primeiro-ministro, indicado pelo presidente da república, tem o papel de chefe de governo.

Significado de Gabão

O nome Gabão é derivado da palavra em português, gabão, que faz referência a um tipo de manto com mangas longas e capuz. A palavra foi utilizada pelos exploradores portugueses para se referirem àquele território por conta da forma do estuário do rio Komo, que deságua no oceano, na altura da cidade de Libreville.

Cultura do Gabão

Dançarinos em apresentação cultural no Gabão.
LA cultura gabonesa manifesta a diversidade dos povos africanos.[4]

O Gabão é um país multicultural que exprime muito bem toda a diversidade de povos contida no continente africano. No território gabonês vivem, atualmente, 50 grupos étnicos, os quais apresentam diferentes manifestações culturais, costumes e tradições que conferem a esse país uma enorme riqueza cultural. Esses povos são, em sua maioria, subgrupos pertencentes ao grupo etnolinguístico conhecido como bantu, com uma pequena parcela correspondente aos pigmeus.

De colonização francesa, o idioma francês é hoje o principal falado no país. As obras literárias gabonesas e outras manifestações, como a música e a produção jornalística, são também expressas nessa língua. Na gastronomia, os preparos consumidos no dia a dia do país levam grãos, como o arroz, e raízes, como a mandioca, além de outros ingredientes nacionais. Um dos pratos típicos do Gabão é o Poulet Nyembwe, um frango defumado cozido no molho de nozes ou na manteiga de palma.

Saiba mais: Guiné — outro país africano cujo idioma oficial é o francês

História do Gabão

Estima-se que a área onde hoje se encontra o território gabonês já era ocupada há centenas de milhares de anos. Entretanto, os grupos de pigmeus foram os primeiros a se estabelecerem de fato na região, seguido pelos povos do grupo bantu. Os primeiros exploradores vindos de outros continentes começaram a chegar ao Gabão por volta do século XV, quando os portugueses passaram pela costa gabonesa, ficando próximos de onde está a capital, Libreville. Cabe lembrar que nesse período uma série de reinos, formados pelos grupos étnicos locais, haviam sido formados no Gabão.

Na sequência dos portugueses, vieram os holandeses e, então, os franceses. Os franceses chegaram ao Gabão durante o século XVII, mais precisamente no ano de 1630. Entretanto, foi somente no século XIX que os franceses conseguiram tornar o Gabão, de fato, uma colônia da França, inicialmente conquistando terras litorâneas e depois expandindo os seus domínios para o interior do país. Nota-se que, no período iniciado no século XVII, a comercialização de escravizados era uma atividade econômica desenvolvida naquele território, desenvolvendo-se junto do comércio de matérias-primas como madeira e ouro.

Quando da colonização francesa, houve a intensificação da retirada de recursos naturais do Gabão em direção à Europa. No entanto, o sentimento anticolonial começou a crescer no país, intensificando-se após o final da Segunda Guerra Mundial. O Gabão se tornou um país soberano e independente em 17 de agosto de 1960, adotando um regime de governo parlamentarista que, um ano mais tarde, foi alterado para o presidencialismo.

Curiosidades sobre o Gabão

  • O Gabão tem um depósito natural de urânio que funciona como um reator nuclear. Por isso, diz-se que o país é detentor do único reator nuclear natural do mundo, chamado de Oklo.

  • O governo do Gabão viu no ecoturismo uma forma de preservar a população de gorilas que vive nas florestas do país. Outros países do oeste africano desenvolveram estratégia semelhante para a preservação desses primatas.

  • Cerca de 80% dos gorilas do continente africano se concentram no Gabão.

  • Quase 12% da superfície do Gabão é formada por áreas ambientalmente protegidas.

Créditos das imagens

[1]Wikimedia Commons

[2]Wikimedia Commons

[3]Wikimedia Commons

[4]Yoan Michel MBOUSSOU/ Shutterstock

Fontes

BBC. Gabon: country profile. BBC News, 21 fev. 2023. Disponível em: https://www.bbc.com/news/world-africa-13376333.

CIA. Countries: Gabon. The World Factbook. Disponível em: https://www.cia.gov/the-world-factbook/countries/gabon/.

EYÉGUÉ, Sophie. Pour doper le tourisme au Gabon, tous les moyens sont bons. Jeune Afrique, 10 jun. 2023. Disponível em: https://www.jeuneafrique.com/1447804/economie-entreprises/pour-doper-le-tourisme-au-gabon-tous-les-moyens-sont-bons/.

FUNAG. Topônimos e gentílicos. In: FUNAG. Manual de redação oficial e diplomática do Itamaraty, [2020]. Disponível em: http://funag.gov.br/manual/index.php?title=Top%C3%B4nimos_e_gent%C3%Adlicos.

GARDINIER, David E. et al. Geography & Travel: Gabon. Encyclopaedia Britannica, [2023]. Disponível em: https://www.britannica.com/place/Gabon.

IMF. Datasets: Gabon. Disponível em: https://www.imf.org/external/datamapper/profile/GAB.

UNDP. Human Development Reports: HDR 2021/2022. Disponível em: https://hdr.undp.org/data-center/country-insights#/ranks.

UNITED NATIONS. Data: Gabon. Disponível em: https://data.un.org/en/iso/ga.html.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Gabão"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/gabao.htm. Acesso em 01 de março de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


Camarões

Clique aqui e conheça os principais aspectos geográficos de Camarões. Leia a respeito de sua história, cultura, população e economia.
Geografia

Combustíveis Fósseis

Entenda o que são os combustíveis fósseis e veja as particularidades de cada um.
Química

Guiné

Clique aqui e leia sobre a Guiné, país da África Ocidental. Conheça suas características geográficas, economia, história e cultura.
Geografia

Infraestrutura e desenvolvimento

Entenda como a relação entre infraestrutura e desenvolvimento econômico é fundamental para o crescimento de qualquer país ou região atualmente.
Geografia

Os 10 países mais pobres do mundo

Entenda o que é pobreza e conheça os 10 países mais pobres do mundo. Saiba mais também sobre os critérios de classificação da pobreza de um país.
Curiosidades

Países da África

Conheça os países da África e suas capitais. Veja como esses países estão distribuídos em grandes regiões e quais são elas. Saiba em quais deles fala-se português.
Geografia

Petróleo

Conheça mais sobre o petróleo, um combustível fóssil bastante utilizado para geração de energia. Saiba quais são seus derivados e os países com as maiores reservas.
Geografia

Pigmeus

Quem eram os pigmeus, as suas características, seus inimigos e a relação com Hércules.
Mitologia

União Africana

Clique aqui, entenda o que é a União Africana, conheça seus países participantes e saiba quais são seus principais objetivos.
Geografia

África

Clique aqui e saiba mais sobre o continente africano! Descubra quantos e quais são os países que fazem parte dele. Aprenda também sobre sua história e população!
Geografia