close
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Infraestrutura e desenvolvimento

Para gerar empregos e atrair investimentos, um país precisa apresentar uma boa relação entre infraestrutura e desenvolvimento econômico em seu espaço geográfico.

O desenvolvimento dos lugares demanda um alto investimento em infraestrutura
O desenvolvimento dos lugares demanda um alto investimento em infraestrutura
Imprimir
Texto:
A+
A-

PUBLICIDADE

No Brasil e em qualquer outro país ou território existe uma direta relação entre infraestrutura e desenvolvimento. Afinal, a capacidade de atração de investimentos, o incentivo ao empreendedorismo, a geração de empregos e até a qualidade de vida da população estão diretamente relacionados com os elementos que compõem a estruturação socioespacial de uma localidade ou região.

Tópicos deste artigo

Mas o que é infraestrutura?

Infraestrutura – ou, mais precisamente, a infraestrutura econômica – é o conjunto de elementos básicos que fornece as condições materiais mínimas necessárias a qualquer empreendimento público ou privado, de interesse particular ou compartilhado. Os principais elementos que compõem a infraestrutura de um lugar são: a geração de energia, o sistema de transporte, as telecomunicações e outros serviços considerados fundamentais, tais como o saneamento, presença de instituições educacionais e de saúde, entre outros.

Nesse contexto, a infraestrutura também se relaciona com questões logísticas que servem para o desenvolvimento do país, dos quais os transportes, as comunicações e as fontes de energia são os fatores primordiais. Afinal, se um país não possui fornecimento de energia que garanta a não existência de “apagões”, se não possui uma rede articulada de transportes que permita o rápido e barato escoamento da produção e do comércio e, também, se não há um sistema integrado de comunicações, os investimentos diminuem e não é possível pensar em desenvolvimento econômico e também social. Com isso, cai a produção, cai o consumo, cai a geração de empregos e a economia enfraquece.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No Brasil, esses elementos são considerados como verdadeiros “gargalos” para o crescimento do país, principalmente os transportes e a geração de energia. No primeiro setor, o principal desafio é diminuir a preponderância do modal rodoviário sem prejudicar a qualidade das rodovias, beneficiando sistemas como o ferroviário, além de melhorar os serviços aeroviários e portuários. Embora existam esforços governamentais para desenvolvê-los, ainda não há uma solução a curto prazo para esses problemas.

Já no setor das fontes de energia, reside o fator de dependência em relação às hidrelétricas, que respondem por quase 80% de toda a eletricidade gerada no país. Quando o desempenho delas cai – em razão de problemas técnicos ou climáticos –, o país precisa acionar as termoelétricas, que são mais caras e mais prejudiciais ao meio ambiente, comprometendo o desenvolvimento em dois de seus aspectos: o econômico e o sustentável. Embora o país venha ampliando consideravelmente os investimentos em fontes alternativas, como a eólica e a solar, ainda é grande o desafio de maximizar e garantir a geração de energia barata em todo o território nacional.

Portanto, melhorar as condições de infraestrutura no país é melhorar as condições socioeconômicas de toda a população e, assim, gerar mais investimentos e também mais empregos. Por isso, é preciso diminuir os custos da indústria, da pecuária, da agricultura e do comércio para reduzir o preço dos produtos, gerar mais lucros aos investidores e promover medidas de distribuição de renda, outro importante desafio a ser vencido no Brasil e em várias partes do mundo.


Por Me. Rodolfo Alves Pena

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PENA, Rodolfo F. Alves. "Infraestrutura e desenvolvimento"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/infraestrutura-desenvolvimento.htm. Acesso em 26 de maio de 2022.

De estudante para estudante


os estados unidos e o canada são grandes consumidores de carvão e petroleo como esse fato se relaciona com alto nivel de desenvolvimento industrial e tecnologico desses paises?

Por Jessica Neves
Responder
Ver respostas

A Moldávia ainda é um país socialista?

Por Clara Rodrigues de Campos
Responder
Ver respostas

Lista de exercícios


Exercício 1

“Brasil precisa investir mais em infraestrutura para crescer, diz ONU”

Nações Unidas no Brasil, 24 maio 2013. Disponível em: <nacoesunidas.org>. Acesso em: 07 ago. 2015.

O Brasil, conforme indicam as Nações Unidas, necessita ampliar seus gastos com infraestrutura e desenvolvimento. Essa necessidade faz-se urgente pelo risco de:

a) aumento excessivo de investimentos estrangeiros

b) redução brusca das tarifas portuárias

c) elevação desmedida do custo-país

d) predomínio abusivo da propriedade privada

e) intensificação da carga de tributos individuais

Exercício 2

As preocupações sobre a oferta de infraestrutura são marcantes em diversos países. As discussões normalmente permeiam fatores do processo de globalização, colocando a competitividade construída como fator-chave para atração e inserção competitiva das empresas sediadas em um país ou região. Nesse contexto, os atributos em discussão estão em torno da qualidade e da quantidade de infraestrutura, pois grande parte da riqueza produtiva de uma nação está na sua infraestrutura.

FABIANO, M. L. A. Revista de Economia Mackenzie, v. 11, n. 3, São Paulo, SP, set./dez. 2013. p.12.

A necessidade de ampliar o nível de infraestrutura em um determinado país significa a ampliação de investimentos em:

a) educação, lazer e cultura

b) energia, transporte e comunicação

c) saúde, qualidade de vida e segurança

d) meio ambiente, cidades e meio rural

e) transportes, construções civis e indústrias

Estude agora


Reinos africanos: Mali

Assista a nossa videoaula para conhecer a história do reino de Mali na África. Confira também, no nosso canal,...

William Shakespeare

Nesta videoaula, você conhecerá um pouco mais sobre a vida e a obra do importante poeta da língua inglesa William...