Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Campo magnético da Terra

O campo magnético da Terra apresenta um polo norte magnético e um polo sul magnético, que se encontram no Polo Sul geográfico e no Polo Norte geográfico respectivamente.

Representação do campo magnético da Terra.
Representação do campo magnético da Terra.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O campo magnético da Terra é o campo magnético que está ao redor e dentro da superfície terrestre, sendo formado devido à alta temperatura, às correntes de convecção e ao efeito coriolis no núcleo exterior do planeta. Ele é composto por um polo sul magnético e o polo norte magnético.

Leia também: O que é campo elétrico?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o campo magnético da Terra

  • É o campo magnético que existe no interior e exterior da Terra e que faz com ela seja como um grande ímã.
  • É formado devido à alta temperatura do núcleo terrestre, às correntes de convecção e ao efeito coriolis.
  • É composto por dois polos magnéticos, que estão em direções opostas aos polos geográficos.
  • Enquanto o polo sul magnético se localiza no Polo Norte geográfico, o  polo norte magnético se localiza no Polo Sul geográfico.
  • O campo magnético terrestre permitiu o desenvolvimetno das bússolas.
  • Enquanto o polo norte da bússola aponta para o Polo Norte geográfico, o polo sul da bússola aponta para o Polo Sul geográfico.
  • O campo magnético terrestre protege a Terra contra partículas vindas dos ventos solares.
  • É importante para proteção da vida e a comunição entre os humanos.
  • Quando as partículas solares interagem com o campo magnético terrestre, elas formam a aurora boreal e aurora austral.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é o campo magnético da Terra?

Também chamado de campo geomagnético, o campo magnético da Terra está presente no interior e exterior do nosso planeta, fazendo com que ele se comporte como um imã. A intensidade do campo magnético na superfície terrestre varia entre 25 e 65 microtesla, já a sua orientação local varia de acordo com sua declinação e inclinação.

Ao longo do tempo, alguns planetas acabam perdendo ou diminuindo consideravelmente a capacidade de produzir o campo magnético, ficando vulneráveis à radiação solar, como é o caso do planeta Marte.

O campo magnético terrestre foi descrito pelo físico e médico William Gilbert (1544-1603) por meio de um imã esférico, que servia de modelo para representar a Terra, chamado de terrella.

Como é formado o campo magnético da Terra?

De acordo com a teoria do geodínamo, o campo magnético da Terra é formado devido à alta temperatura do núcleo terrestre, às correntes de convecção e ao efeito coriolis.

No interior da Terra, temos um núcleo, dividido em interior e exterior, que, por estar em alta temperatura, faz com que os átomos de ferro e de outros metais que o constituem sejam ionizados, e, ao se movimentarem, ocorre a criação do campo magnético do planeta.

Só que no núcleo interior quase não existe espaço para que os átomos se movimentem, devido a sua alta temperatura e pressão. No entanto, no núcleo exterior, que está com temperatura e pressão mais baixas se comparadas às do núcleo interior, os átomos têm mais espaço e conseguem se mover por meio do processo de propagação de calor conhecido como convecção, que faz com que os átomos de ferro mais quentes subam e os átomos de ferro mais frios desçam, ocasionado a criação de um campo magnético estável.

Representação das camadas da Terra.
Representação das camadas da Terra.

Contudo, se só existissem as correntes de convecção, os campos magnéticos acabariam se anulando, então, para evitar isso, surge o efeito coriolis, que guia a orientação dos ciclones, girando no sentido horário no Hemisfério Sul e no sentido anti-horário no Hemisfério Norte, e que, devido à rotação da Terra, forma redemoinhos de ferro ionizado, que evitam que o campo magnético se anule. Sem o efeito coriolis, não existiriam polo sul, polo norte e, portanto, campo magnético.

Localização dos polos magnéticos da Terra

A Terra apresenta dois polos magnéticos, que, ao longo dos tempos geológicos, vêm se alterando lentamente, de modo que enquanto o polo sul magnético está localizado no Polo Norte geográfico, o polo norte magnético está localizado no Polo Sul geográfico, como podemos observar na imagem abaixo:

Polos magnéticos e polos geográficos da Terra.
Polos magnéticos e polos geográficos da Terra.

A bússola possui uma agulha imantada (magnetizada), que, ao se alinhar com o campo magnético terrestre, aponta a localização do Polo Norte e Polo Sul geográficos, com o polo norte da agulha indicando para o Polo Norte geográfico, e o polo sul da agulha indicando para o Polo Sul geográfico.

Qual a função do campo magnético da Terra?

O campo magnético da Terra tem a função de desviar as partículas carregadas em velocidades próximas à da luz proveniente dos ventos solares, já que, ao alcançarem o campo magnético terrestre, essas partículas são ionizadas e ricocheteadas.

Veja também: Força magnética — o resultado da interação entre dois corpos dotados de propriedades magnéticas

Importância do campo magnético da Terra

O campo magnético da Terra é de suma importância para a manutenção da vida e da comunição terrestres, já que ele consegue evitar a entrada das partículas solares, as quais, caso não fossem desviadas por ele, danificariam a camada de ozônio, desprotegendo a Terra da radiação ultravioleta e dificultando a comunicação através das ondas de rádio, televisão, internet, entre outros.

Além disso, diversos animais migram ou orientam as suas necessidades com base no campo magnético da Terra, como os pombos, as vacas e os cachorros, que o sentem. 

Ele também permitiu a invenção das bússolas, ferramentas de localização espacial que, no passado, contribuiram para a expansão marítima.

Aurora boreal no norte da Noruega, um fenômeno luminoso que decorre da existência do campo magnético da Terra.
Aurora boreal no norte da Noruega.

O campo magnético também influencia na ocorrência das aurora boreal, aurora austral e aurora polar, pois, graças à sua interação com as partículas solares, esses fenômenos luminosos são formados e vistos nos hemisférios Norte e Sul da Terra, além da região polar.

 

Por Pâmella Raphaella Melo
Professora de Física

Escritor do artigo
Escrito por: Pâmella Raphaella Melo Sou uma autora e professora que preza pela simplificação de conceitos físicos, transportando-os para o cotidiano dos estudantes e entusiastas. Sou formada em Licenciatura Plena em Física pela PUC- GO e atualmente curso Engenharia Ambiental e Sanitária pela UFG.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MELO, Pâmella Raphaella. "Campo magnético da Terra"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/fisica/o-campo-magnetico-terra.htm. Acesso em 13 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

Um fio de 40 cm possui intensidade de campo magnético igual a 4.10-6 T. Determine o valor da corrente elétrica que percorre todo fio, sabendo que este fio é comprido e retilíneo. (Dado: µ˳= 4π. 10-7 T.m/A)

Exercício 2

A experiência de Oersted identificou que a passagem de corrente elétrica num fio condutor gera, em torno do fio, um campo magnético. Como este fato pode ser observado?