Whatsapp

As 5 competências da redação do Enem

Redação

PUBLICIDADE

A redação do Enem é avaliada com base em cinco competências, que compõem sua matriz de referência. Cada competência se debruça num aspecto do texto, no intuito de fornecer uma avaliação padronizada aos milhares de concorrentes. A matriz avalia aspectos como:

  • variedade da língua

  • compreensão do tema e tipo textual

  • uso de repertório e conectivos

  • proposta de intervenção

Para conseguir uma boa nota, o candidato deve ter bom desempenho em todas as competências.

Leia também: Dicas de Redação para o Enem

Quais são as 5 competências cobradas na redação do Enem?

A redação do Enem é um texto em prosa, do tipo textual dissertativo-argumentativo, no qual o aluno deve abordar um tema e defender um ponto de vista sobre ele, concluindo com uma proposta de intervenção, para amenizar ou solucionar o problema indicado. Para padronizar a correção de milhares de redações, o exame elaborou uma matriz de referência.

A matriz da redação Enem é dividida em cinco competências, cada uma vale 200 pontos e, juntas, totalizam os 1000 pontos da redação. Cada competência examina um aspecto diferente do texto e é subdivida em diferentes níveis, que servem para pontuar o desempenho do candidato. As cinco competências da redação do Enem são:

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

O que é avaliado em cada uma das 5 competências da redação do Enem?

A redação contém diferentes etapas e processos, avaliados pelas competências do Enem.
A redação contém diferentes etapas e processos, avaliados pelas competências do Enem.

Competência 1

A competência 1 examina o domínio das regras e convenções gramaticais da língua portuguesa. Alguns dos aspectos analisados nesse tópico são:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Competência 2

A competência 2 examina três eixos principais:

  • a compreensão do tema (considerando o recorte específico do assunto)

  • adequação do tipo textual (texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo)

  • uso de repertório sociocultural (diferentes áreas do conhecimento relacionadas ao tema)

Competência 3

A competência 3 examina a evidência ou não de um projeto de texto. Esse projeto se refere à organização pré-textual e compreende as etapas quatro etapas:

  • seleção de informações e ideias

  • relação entre as informações e o tema

  • organização da sequência de informações e estratégias argumentativas

  • interpretação das etapas anteriores

  • apresentação de leitura crítica e autoral

Competência 4

A competência 4 examina o uso de conectivos e operadores argumentativos para estabelecer conexão entre as diferentes partes do texto e evidenciar as relações e interpretações estabelecidas.

Competência 5

A competência 5 examina a proposta de intervenção. Ela exige que a proposta apresente cinco elementos, para que seja considerada completa:

  • agente

  • ação

  • modo/meio

  • detalhamento

  • finalidade

Além disso, a competência 5 exige que a proposta do texto respeite os Direitos Humanos.

Veja também: 6 maneiras de estudar para o Enem pela internet

Dicas para tirar nota máxima nas 5 competências da redação do Enem

Analisando as cinco competências da redação Enem, percebe-se que muitos aspectos são examinados e considerados na correção. Sendo assim, o candidato necessita de uma formação integral, pois nenhum tópico pode compensar outro. A seguir, apresenta-se uma lista com dicas para ter um bom desempenho no texto do Enem, dividida em duas categorias: dicas para antes da prova e dicas para a realização da prova.

Antes da prova:

  • Estude gramática: estudar gramática é essencial para a redação Enem, pois a variedade padrão será exigida na competência 1. O ideal é rever os conteúdos em que sente maior dificuldade, já que é impossível rever toda a gramática da língua.

  • Leia muito: mais do que decorar as regras, é essencial saber aplicá-las com fluidez e propriedade. Essa maturidade só pode ser adquirida com a prática de leitura e escrita. Leia muitos textos dissertativos e argumentativos bem como exercite redações nos moldes do Enem.

  • Analise todo repertório: todo candidato possui algum conhecimento de mundo, e boa parte pode ser pertinente ao Enem. Desse modo, antes da prova, já é proveitoso avaliar os conhecimentos que se tem, analisando o que pode ser pertinente, para quais temas, o que precisa ser verificado etc.

  • Estude argumentação: a argumentação é um exercício de convencimento e persuasão. Para apresentar um texto fundamentado e convencível, o candidato deve aplicar estratégias de argumentação. Por isso, antes da prova, é essencial verificar esse conteúdo e se instrumentalizar de ferramentas para a prova.

  • Questione e critique: a redação Enem exige uma leitura crítica e original sobre o tema, o candidato deve exercitar o pensamento reflexivo, antes da prova. Comece a analisar os cenários e fenômenos sociais e criticá-los, sempre refletindo em possibilidades de melhoria.

  • Atualize-se: estar bem informado é importante. A argumentação pode até ser superficialmente bem escrita, mas apresentar uma informação comum ou desatualizada. É relevante inserir conteúdo novo e seguro, demonstrando uma atenção aos fenômenos e fatos atuais do país e do mundo.

  • Pesquise eixos temáticos: não é proveitoso tentar adivinhar o tema exato da redação Enem. Em vez disso, o candidato pode estudar eixos temáticos (educação, saúde, economia etc.), acrescentando repertório legítimo e abrangente, de modo que possa ser adaptado a diferentes temas.

Na hora da prova:

  • Leia o tema com atenção: além de abordar o assunto, no texto, é preciso que a argumentação se direcione ao recorte específico, indicado pela proposta. As palavras-chaves são essenciais para reconhecer a direção temática: “Desafios na…”, “A importância de…”, “A democratização de…”.

  • Anote todas as ideias: após fazer a leitura atenciosa, anote todas as ideias que surgirem na cabeça. Essa bagagem vai ser útil na próxima etapa, a organização do roteiro, fornecendo diferentes possibilidades de ideias, repertórios, informações, argumentos etc.

  • Organize um roteiro antes de escrever: não faça o texto sem pensá-lo antes. Selecione cuidadosamente o que vai ser apresentado, organize a ordem em que dados e argumentos estarão dispostos, e pontue as relações entre eles. Além disso, escolha a tese para a introdução, os argumentos de cada parágrafo e a proposta de intervenção para a conclusão.

  • Divida o texto em três partes: a redação Enem é do tipo dissertativo-argumentativo, por isso sua estrutura deve estar separada em três blocos — introdução, desenvolvimento e conclusão. A introdução apresenta o tema e a tese; o desenvolvimento, os argumentos; a conclusão, uma proposta de intervenção.

  • Use repertório legítimo e pertinente: não invente dados nem cite informações sem certeza da procedência. O Enem considera filmes, músicas, séries, literatura e outros textos artísticos como repertório. Prefira utilizar aquilo que você realmente conhece, um filme conhecido, por exemplo, do que uma citação sem procedência segura.

  • Releia e corrija o texto: após a primeira escrita do texto, faça uma releitura criteriosa, averiguando questões gramaticais e também a aplicação dos conectivos. Se necessário, faça alterações para formalizar o texto e melhorar o sentido.

  • Faça uma proposta completa e pertinente: a proposta de intervenção deve estar completa para que se receba os 200 pontos, logo, o ideal é que o candidato se atente a evidenciar os cinco elementos — agente, ação, modo/meio, detalhamento e finalidade —, respeitando os Direitos Humanos.

 

Por Talliandre Matos
Professora de Redação

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

MATOS, Talliandre. "As 5 competências da redação do Enem"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/redacao/as-5-competencias-da-redacao-do-enem.htm. Acesso em 14 de abril de 2021.

Artigos Relacionados
Leia nossas dicas e fique por dentro da competência 2 da prova de Redação do Enem, sugerida na matriz de referência para avaliação.
Em busca da redação nota 1000: Clique e conheça importantes dicas de redação para o Enem.
Saiba mais a respeito da elaboração das propostas de intervenção do Enem.
Acesse para descobrir o que é o texto dissertativo-argumentativo. Veja quais são suas principais características e estrutura. Aprenda a fazer um texto desse tipo.