Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

6 dicas de redação para você se sair bem no Enem

Algumas dicas de redação para se sair bem no Enem são: ler as instruções, não copiar os textos motivadores, identificar as palavras-chave do tema e evitar rasuras.

Pessoa estudando com provas anteriores, uma dica de redação para se sair bem no Enem.
Usar redações anteriores para estudar as competências é uma dica para se sair bem no Enem.[1]
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

As 6 dicas de redação para você se sair bem no Enem listadas neste texto ajudam a evitar erros e facilitam o processo de escrita. A redação, muitas vezes, é uma das provas mais temidas do Enem por ter um tema surpresa. Mesmo assim, saber a estrutura e o estilo do texto fornece um padrão que pode ser repetido para qualquer proposta. 

Leia também: Operadores argumentativos — como utilizá-los na redação

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tópicos deste artigo

Dicas de redação para você se sair bem no Enem

1. Sempre leia todas as instruções da prova (mesmo já tendo feito 1000 redações)

O modelo de redação do Enem já é muito conhecido e estudado, mas ainda é fundamental ler as instruções da prova oficial: isso acontece porque, por mais que o modelo tenha sido o mesmo nos últimos anos, ele pode mudar. Uma regra pode ser adicionada ou retirada, a prova pode trazer novas exigências ou pedir detalhes inovadores. Assim, sempre leia e releia a proposta ao fazer a prova.

2. Nunca copie dos textos motivadores

Os textos de apoio que acompanham a prova servem para dar contexto, inspirar ideias e dar o teor geral do tema, mas as informações não devem ser copiadas. O Inep indica que isso é avaliado negativamente e “fará com que sua redação tenha uma pontuação mais baixa ou até mesmo seja anulada como Cópia”.|1|

Além disso, a cópia já limita a nota de duas competências: nota máxima de 80 pontos para a competência 2 e de 120 pontos para a competência 3 (cada competência tem um total de 200 pontos). Assim, use os textos motivadores apenas de maneira interpretada e desenvolva a argumentação com base no seu repertório sociocultural.

3. Atenção com o aspecto físico

Caso você opte pela prova presencial, com a redação manuscrita, preste atenção ao aspecto físico: escreva com letra legível, deixe o papel sem amassos e faça o menor número de rasuras possível. Isso facilita o entendimento do texto para o corretor.

4. Identifique as palavras-chave do tema

O planejamento da redação é essencial para que todas as ideias estejam coesas no texto. Cada tema é muito bem pensado e desenvolvido. Assim, focar nas palavras centrais (e não se esquecer de nenhuma delas) é essencial.

Exemplo:

O tema de 2022 foi “Medidas para o enfrentamento da recorrência da insegurança alimentar no Brasil”.

  • Os argumentos devem tratar de medidas (que funcionam ou que não vêm funcionando).
  • O tema já traz a recorrência, não é necessário nem positivo explicar que o problema existe.
  • O texto deve tratar da insegurança alimentar, não de outros tipos.
  • O texto deve tratar do Brasil, não de outros países.

5. Estude as suas competências com nota mais baixa

A redação do Enem é corrigida com base nas 5 competências abaixo e cada uma pode atingir 200 pontos:|2|

Competências da redação do Enem

Competência 1

Domínio da escrita formal

Competência 2

Compreensão da proposta da redação

Competência 3

Seleção, organização e interpretação de informações

Competência 4

Conhecimento linguístico para construção de argumentos

Competência 5

Proposta de intervenção

Dessa forma, veja quais competências obtiveram nota mais baixa nas suas últimas redações e foque os estudos nesses aspectos.

6. Faça um texto circular

Uma boa maneira de escrever um texto que pareça coeso é fazendo-o de modo circular, ou seja, retomando a contextualização que apareceu no início da introdução no final do texto. Isso mostra bom planejamento e boa conexão dos elementos.

Veja também: Hábitos que ajudam a melhorar a sua redação

Qual a estrutura e o estilo da redação Enem?

A redação pedida no Enem é um texto do tipo dissertativo-argumentativo, ou seja, o aluno terá que apresentar informações sobre um assunto (dissertar) e defender uma opinião sobre ele (argumentar). A linguagem utilizada deve ser formal e o texto deve ser coerente (com informações relevantes e ligadas ao tema) e coeso (bem estruturado e conectado).

A estrutura do texto, em geral, consiste de um parágrafo de introdução (contextualização do assunto e apresentação da tese), dois parágrafos de desenvolvimento (apresentação de argumentos e de como eles comprovam a tese) e um parágrafo de conclusão (fechamento do texto e apresentação da proposta de intervenção).

A tese faz parte da introdução e é a opinião que você defenderá sobre o tema abordado. Ela deve ser clara e objetiva, além de antecipar quais serão seus argumentos no desenvolvimento. A proposta de intervenção faz parte da conclusão e é uma proposta de resolução do tema apresentado. Ela deve indicar o agente, a ação, como ela deve ser feita, seus efeitos e os detalhes da execução.

Todos esses elementos são baseados em um tema de ordem “social, científica, cultural ou política” que a prova apresenta. Os temas do Enem costumam ter uma grande ênfase social, educacional e nacional.

Qual a importância da nota da redação do Enem?

A nota final do Enem é calculada pela média das cinco provas: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens, Matemática e Redação. A redação é avaliada com base em 5 competências de 200 pontos cada, podendo, então, chegar a 1000 pontos.

Além disso, é muito mais difícil tirar 1000 nas outras matérias. Isso ocorre porque as questões de múltipla escolha são corrigidas com base na teoria de resposta ao item (TRI). Esse formato avalia melhor provas mais coerentes. Por exemplo: um aluno que acertou as questões fáceis, médias e algumas difíceis será melhor avaliado do que um aluno que só acertou as difíceis, a fim de evitar colas e fraudes. Assim, mesmo que você gabarite uma matéria, pode não conseguir a nota 1000.

Isso não ocorre com a redação! A Cartilha do Participante,|3| do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apresenta exemplos comentados de redações que receberam nota 1000 para que você possa analisar e se inspirar.

Notas

|1|BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A redação no Enem 2022: cartilha do participante. Brasília, 2022.

|2| e |3|BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A redação no Enem 2022: cartilha do participante. Brasília, 2022.

Créditos da imagem

[1]Gabriel Ramos/ Shutterstock

Fontes

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A redação no Enem 2020: cartilha do participante. Brasília, DF: INEP, 2020.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A redação no Enem 2022: cartilha do participante. Brasília, 2022.

Escritor do artigo
Escrito por: Luiza Pezzotti Pugles Escritor oficial Brasil Escola

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

PUGLES, Luiza Pezzotti. "6 dicas de redação para você se sair bem no Enem"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/redacao/dicas-redacao-para-enem.htm. Acesso em 23 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Lista de exercícios


Exercício 1

(UFPR – 2010)

Entrou em vigor a lei que converte em presunção de paternidade a recusa dos homens em fazer teste de DNA. Assinale a alternativa cujo texto pode ser concluído coerentemente com essa afirmação.

a) Sara Mendes deu início a um processo na justiça, para que Tiago Costa assuma a paternidade de seu filho Cássio. Tiago não fez o exame de DNA, mas assume como muito provável ser ele o pai do menino. Cássio alega que o exame não é conclusivo, pois entrou em vigor a lei que converte em presunção de paternidade a recusa dos homens em fazer teste de DNA.

b) Adriano é um rapaz muito presunçoso e não admite que lhe cobrem nada. A namorada lhe pediu um exame de DNA, para esclarecer a paternidade de Amanda, sua filha. Adriano disse que não faria o exame. A namorada disse que toda essa presunção serviria para o juiz atestar a paternidade, pois entrou em vigor a lei que converte em presunção de paternidade a recusa dos homens em fazer teste de DNA.

c) Carlos de Almeida responde processo na justiça por não querer reconhecer como seu o filho de Diana Santos, sua ex-namorada. Carlos se recusou a fazer o exame de DNA, o que permite ao juiz lavrar a sentença que o indica como pai da criança, porque entrou em vigor a lei que converte em presunção de paternidade a recusa dos homens em fazer teste de DNA.

d) Alessandro presume que Caio seja seu filho. Sugeriu a Telma um exame de DNA. Telma disse não ser necessário, pois entrou em vigor a lei que converte em presunção de paternidade a recusa dos homens em fazer teste de DNA.

e) Mário e Felipe são primos. Mário é extremamente vaidoso, pretensioso. Felipe é um rapaz calmo e muito simples. Os dois namoraram Teresa na mesma época. Teresa teve uma filha e entrou na justiça para exigir dos dois primos um exame de DNA. O juiz disse que não era necessário, pois entrou em vigor a lei que converte em presunção de paternidade a recusa dos homens em fazer teste de DNA.

Exercício 2

(UDESC – 2008)

Identifique a ordem em que os períodos devem aparecer, para que constituam um texto coeso e coerente. (Texto de Marcelo Marthe: Tatuagem com bobagem. Veja, 05 mar. 2008, p. 86.)

I. Elas não são mais feitas em locais precários, e sim em grandes estúdios onde há cuidado com a higiene.

II. As técnicas se refinaram: há mais cores disponíveis, os pigmentos são de melhor qualidade e ferramentas como o laser tornaram bem mais simples apagar uma tatuagem que já não se quer mais.

III. Vão longe, enfim, os tempos em que o conceito de tatuagem se resumia à velha âncora de marinheiro.

IV. Nos últimos dez ou quinze anos, fazer uma tatuagem deixou de ser símbolo de rebeldia de um estilo de vida marginal.

Assinale a alternativa que contém a sequência correta em que os períodos devem aparecer.

a) II, I, III, IV

b) IV, II, III, I

c) IV, I, II, III

d) III, I, IV, II

e) I, III, II, IV

Artigos Relacionados


15 dicas básicas de como melhorar a escrita

Confira 15 dicas básicas sobre escrita para melhorar a eficiência e qualidade dos textos.
Redação

Cinco dicas para melhorar sua interpretação de texto

Leitura e compreensão: Clique e conheça cinco dicas para melhorar sua interpretação de texto!
Redação

Cinco dicas sobre o parágrafo

Clique aqui e veja 5 dicas importantes sobre o parágrafo, um dos elementos mais importantes de um texto.
Redação

Cinco dicas sobre o uso da crase

Clique aqui e veja cinco dicas importantes sobre o uso da crase, um assunto que gera muitas dúvidas na escrita.
Gramática

Cinco erros gramaticais que ninguém deveria cometer!

Dicas de português: Cinco erros gramaticais que ninguém deveria cometer!
Gramática

Cinco hábitos para melhorar sua redação

Quer escrever mais e melhor? Clique e conheça cinco hábitos para melhorar sua redação!
Redação

Como fazer uma boa redação

Veja quais são os passos básicos para fazer qualquer redação. Confira exemplos comentados de uma redação nota 1.000 e de uma narrativa.
Redação

Dicas de redação para concursos e vestibulares

Quer aprender a escrever bem? Confira dez valiosas dicas de redação!
Redação

Erros de português

Conheça os 50 erros de português mais comuns em nosso dia a dia. Veja a forma correta de usar algumas palavras que causam confusão entre os falantes.
Redação

Redação nota 1.000 no Enem

Leia dicas para conseguir alcançar nota 1.000 na redação do Enem e confira exemplos de textos que conquistaram essa nota.
Redação