Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Rio Negro

O rio Negro é um curso de águas escuras que banha parte do Amazonas, na região Norte. Seu encontro com o rio Solimões é um fenômeno conhecido como encontro das águas.

Praia do Tupe, no rio Negro.
O rio Negro é um rio de águas escuras que percorre o Norte do Brasil.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

Rio Negro é um curso d’água da América do Sul que nasce na Colômbia, banha parte da Venezuela e percorre o estado brasileiro do Amazonas, na região Norte do país. Trata-se de um dos mais importantes tributários do rio Amazonas, e figura entre os rios mais caudalosos do mundo.

Esse rio de águas escuras, resultado da presença de humus, se une ao rio Solimões na cidade de Manaus, dando origem ao fenômeno do Encontro das Águas. A junção desses cursos d’água origina o rio Amazonas. O rio Negro tem grande importância social, ambiental e econômica para a região, com destaque para as atividades de turismo e ecoturismo.

Leia também: Onde nasce o rio São Francisco?

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o rio Negro

  • Rio Negro é um curso d’água da América do Sul que banha parte da Colômbia, da Venezuela e do estado brasileiro do Amazonas.

  • Nasce na Colômbia e deságua em Manaus, onde se une ao rio Solimões para dar origem ao rio Amazonas.

  • Seu comprimento é de 1700 quilômetros, com largura e profundidade variáveis. Apresenta muitas ilhas e praias ao longo de seu curso.

  • Entre seus principais afluentes estão os rios: Branco, Jaú, Içanã, Padauri e Dameni.

  • Sua bacia hidrográfica cobre uma área de 700.000 km².

  • Percorre áreas de clima chuvoso e quente, tendo temperatura média entre 25 ºC e 27 ºC.

  • O trecho navegável do rio Negro é de 720 quilômetros.

  • A água escura é a principal característica do rio Negro, e essa coloração se deve à presença de humus e de lodo em seu curso.

  • Em Manaus, as águas do rio Negro se encontram com as do Solimões. Esse fenômeno é conhecido como Encontro das Águas.

  • As águas dos rios Negro e Solimões não se misturam por alguns quilômetros, o que acontece por conta de aspectos diferentes de temperatura, velocidade e acidez.

  • O rio Negro é importante para as comunidades indígenas locais, para a biodiversidade, para os transportes e também para o turismo.

Dados gerais do rio Negro

  • Comprimento do rio Negro: 1700 km

  • Nascente do rio Negro: região leste da Colômbia

  • Principais afluentes do rio Negro: Padauri, Dameni, Jaçari, Branco, Jauaperi, Camamanau, Içanã, Uaupés, Curicuriati, Caurés, Unini, Jaú.

  • Foz do rio Negro: rio Amazonas

  • Onde o rio Negro deságua: Manaus (AM)

  • Delta do rio Negro: não há.

  • Caudal médio: 28.000 m³/s.

  • Caudal máximo: 64.380 m3/s

  • Área da bacia: 700.000 km²

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Localização do rio Negro

O rio Negro é um curso d’água localizado na região Norte do Brasil. Ele atravessa parte dos territórios da Colômbia e da Venezuela antes de entrar no estado do Amazonas, na altura do município de São Gabriel da Cachoeira, no distrito de Cucuí. As águas do Negro percorrem o território amazonense até Manaus, capital do Estado, onde se juntam às do rio Solimões.

Veja também: Quais são os principais rios do Brasil?

Características do rio Negro

O rio Negro é um curso d’água de 1700 quilômetros que banha os territórios da Colômbia, da Venezuela e do Brasil. A maior parte de sua extensão se encontra inserida no estado brasileiro do Amazonas, na região Norte do país. Esse curso d’água tem origem em altitude de 3700 quilômetros, no interior da Colômbia, a partir de diversas nascentes, e corre no sentido noroeste–sudeste em solo brasileiro.

Esse rio nasce com o nome de Guainía ainda em território colombiano, recebendo o nome de rio Negro na junção de suas águas com o canal Cassiquiare, na altura da cidade de San Carlos de Río Negro, na Venezuela. A partir de então, ele ingressa no Brasil e sua trajetória passa por nove cidades amazonenses até se encontrar com o rio Solimões em Manaus. É o curso d’água resultante da confluência dos rios Negro e Solimões que recebe o nome de rio Amazonas.

O clima quente e chuvoso da região em que se encontra, com até 2200 mm de precipitação anual, influencia muito no volume do rio Negro, da mesma forma que o degelo das camadas de água congelada da cordilheira dos Andes. As temperaturas médias para as águas do rio Negro variam entre 25 ºC e 27 ºC.

A largura do rio Negro é variável entre um e três quilômetros, sendo mais largo na região onde há a confluência com o rio Solimões. Nota-se, ainda, a presença de uma série de ilhas fluviais ao longo do curso do Negro, o que altera as dimensões mencionadas. Além das ilhas, existem praias fluviais que são muito aproveitadas por moradores e turistas.

Ilhas e praias do rio Negro.
As ilhas e praias fluviais são um aspecto diferencial do rio Negro, além de suas águas marrons esverdeadas.

A profundidade desse rio não é a mesma em todos os trechos, e depende muito do nível de suas águas. Encontra-se áreas com cinco a 20 metros de profundidade, e outras que podem chegar a 35 metros. No encontro das águas, o rio Negro atinge a sua maior profundidade, 90 metros. Aliás, os aspectos físicos desse curso d’água afetam a sua navegabilidade. São navegáveis 720 quilômetros, exceto quando as chuvas diminuem e há uma redução na sua profundidade.

Por que as águas do rio Negro são escuras?

O aspecto que mais chama atenção no rio Negro é a coloração das suas águas. O rio recebe esse nome por conta das águas escuras, de tonalidade marrom esverdeada, resultado da presença de humus. O humus é um material resultante da decomposição de animais e de plantas (matéria orgânica) nos solos. Além dele, o lodo contribui para a cor escura observada no rio Negro.

Quais são os afluentes do rio Negro?

Conheça, a seguir, os principais afluentes do rio Negro em cada uma de suas margens.

  • Afluentes da margem esquerda:

    • Branco;

    • Camamanau;

    • Demeni;

    • Jaçari;

    • Jauaperi;

    • Padauri.

  • Afluentes da margem direita:

    • Curicuriati;

    • Caurés;

    • Içanã;

    • Jaú;

    • Uaupés;

    • Unini.

Encontro do rio Negro com o rio Solimões

Encontro das águas do rio Solimões e do rio Negro.
O encontro das águas do rio Solimões e do rio Negro é um fenômeno de grande beleza visual e que reflete no turismo na região.

O encontro do rio Negro com o rio Solimões, mais conhecido como Encontro das Águas, é um fenômeno natural de grande beleza visual que acontece na altura da cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas. Como o nome revela, é caracterizado pelo encontro das águas turvas do rio Negro com as águas claras e barrentas do Solimões. O fato de não haver a mistura das águas por um trecho de aproximadamente seis quilômetros cria uma paisagem natural única.

Por que as águas do rio Negro e do rio Solimões não se misturam?

A resposta é simples, e está nos aspectos físicos de ambos os cursos d’água. Três fatores contribuem para que não haja a mistura imediata das águas:

  • Temperatura: o rio Negro é mais quente do que o rio Solimões, com uma diferença que varia entre 5 ºC e 6 ºC.

  • Velocidade: o rio Negro corre em uma velocidade menor que a do Solimões. Enquanto as águas escuras se deslocam entre 2 e 3 km/h, as águas barrentas do Solimões se deslocam em 5 km/h em média.

  • Acidez: o diferencial de pH, sendo o rio Negro mais ácido, e a composição de ambos os rios contribuem para as suas águas não se misturarem inicialmente.

Rio Negro e os Andes

O rio Negro, mais precisamente o nível das águas do rio Negro, tem relação com a cordilheira dos Andes, conforme adiantamos. Durante os meses mais quentes do ano, as geleiras presentes nas montanhas derretem parcialmente, e suas águas descem para as áreas rebaixadas e recarregam os rios que banham a região. Por conta disso, e também durante as chuvas torrenciais do verão amazônico, o nível das águas do rio Negro sobe.

A máxima histórica do rio Negro aconteceu em 16 de junho de 2021, quando suas águas alcançaram 30,02 metros. Nos anos anteriores, as cheias variaram entre 25 e 29 metros.

Saiba mais: Rio Tocantins — características, importância e outras curiosidades

Importância do rio Negro

O rio Negro é um curso d’água muito importante para a região Norte do Brasil, principalmente para as populações ribeirinhas e para as cidades banhadas por ele. É também essencial para a manutenção da biodiversidade amazônica, tanto nos ecossistemas fluviais quanto terrestres.

Por conta da acidez e do pequeno aporte de nutrientes, suas águas não são ideais para o uso em atividades econômicas desenvolvidas localmente. No entanto, mediante o tratamento correto, as águas do rio Negro servem ao abastecimento urbano, com destaque para a cidade de Manaus, que recebe 700 milhões de litros diários|1| de recurso oriundo desse rio.

Ponte sobre o rio Negro.
O transporte e o turismo são duas atividades praticadas no curso do rio Negro.

Trata-se de um curso d’água muito utilizado como hidrovia para o deslocamento de pessoas principalmente, mas também de mercadorias e de outros tipos de carga. O rio Negro é fundamental para a população que vive nos seus arredores, notadamente as comunidades indígenas que se distribuem tanto pelo território brasileiro quanto pelo território venezuelano.

O rio Negro é economicamente importante para o Amazonas por conta do turismo e do ecoturismo praticados em suas águas e ao longo das ilhas e das praias fluviais. O Encontro das Águas é uma das principais atrações turísticas locais, e gera um fluxo significativo de turistas (e de receitas) para a capital amazonense.

Curiosidades sobre o rio Negro

  • É o maior afluente da margem esquerda do rio Amazonas.

  • É o sétimo rio mais caudaloso do mundo.

  • Estima-se que existam cerca de mil ilhas fluviais ao longo do rio Negro.

  • Trata-se de um rio de águas ácidas, com pH entre 3,8 e 4,9, em decorrência do elevado volume de matéria orgânica presente em seu curso.

  • Sua bacia hidrográfica corresponde a 10% da bacia do rio Amazonas.

  • É responsável por fornecer aproximadamente 15% das águas do rio Amazonas.

  • A pior seca do rio Negro aconteceu em outubro de 2023, quando o nível de suas águas atingiu 13,53 metros.|2|

  • Há 27 diferentes etnias indígenas que vivem na bacia do rio Negro, das quais 22 habitam o território brasileiro.

Notas

|1|MONTEIRO, Eliana. Rio Negro fornece mais de 700 milhões de litros de água por dia para Manaus. G1 AM, 31 out. 2023. Disponível em: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/31/rio-negro-fornece-mais-de-700-milhoes-de-litros-de-agua-por-dia-para-manaus.ghtml

|2|CASTRO, Matheus. Rio Negro tem pior seca da história ao atingir 13,59 metros em Manaus. G1 AM, 16 out. 2023. Disponível em: https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/16/manaus-registra-a-pior-seca-da-historia-com-nivel-do-rio-negro-em-1359-metros.ghtml

Fontes

ÁGUAS AMAZÔNICAS. Bacia do rio Negro. Águas Amazônicas, [s.d.]. Disponível em: https://pt.aguasamazonicas.org/bacia/bacias-principais/negro.

COSTA, Rafael. Por que as águas dos rios Negro e Solimões não se misturam? Mundo Estranho, 22 fev. 2024. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/por-que-as-aguas-dos-rios-negro-e-solimoes-nao-se-misturam.

ECOBRASIL. Rio Negro, Amazônia. EcoBrasil, [s.d.]. Disponível em: http://www.ecobrasil.eco.br/28-restrito/categoria-documentos/928-rio-negro-amazonia.

ISA. Etnias do Rio Negro. Povos Indígenas no Brasil (ISA), [s.d.]. Disponível em: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Etnias_do_Rio_Negro.

PORTO DE MANAUS. Nível do Rio Negro: Níveis Máximo e Mínimo. Porto de Manaus, [2024]. Disponível em: https://www.portodemanaus.com.br/?pagina=niveis-maximo-minimo-do-rio-negro.

REDAÇÃO NATIONAL GEOGRAPHIC. Os 3 fatos que você não sabia sobre o Rio Negro. National Geographic, 01 nov. 2023. Disponível em: https://www.nationalgeographicbrasil.com/meio-ambiente/2023/11/os-3-fatos-que-voce-nao-sabia-sobre-o-rio-negro.

ZEIDEMANN, Vivian Karina. O Rio das Águas Negras. In: OLIVEIRA, Alexandre Adalardo de; DALY, Douglas (Ed.); VARELLA, Dráuzio (Coord.). Florestas do Rio Negro. São Paulo: Companhia das Letras; UNIP, 2001. Disponível em: https://ecologia.ib.usp.br/guiaigapo/florestas.html.

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Rio Negro"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/rio-negro.htm. Acesso em 13 de abril de 2024.

De estudante para estudante


Artigos Relacionados


A biodiversidade da Região Norte

A região que abriga uma das mais ricas biodiversidades do mundo
Geografia do Brasil

Amazônia

Conheça mais sobre a Amazônia e as particularidades sobre sua vegetação, fauna, flora, hidrografia, clima e relevo. Saiba também sobre o desmatamento no bioma.
Geografia do Brasil

Bacia Amazônica

Clique e veja as características da Bacia Amazônica e seus principais afluentes. Entenda também a importância econômica dessa bacia.
Geografia do Brasil

Bacias hidrográficas do Brasil

Saiba mais sobre as bacias hidrográficas brasileiras. Entenda a importância delas para a natureza e para a sociedade em geral.
Geografia do Brasil

Ilha de Marajó

Clique aqui e conheça a Ilha de Marajó. Saiba detalhes sobre a geografia, a demografia, a economia, a cultura e a história desse arquipélago.
Geografia do Brasil

Manaus

Amplie seus conhecimentos sobre a cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas. Saiba mais sobre seus aspectos geográficos, população, economia e história.
Geografia do Brasil

Região Norte

Conheça a região Norte e seus aspectos gerais. Entenda a importância dessa região para o restante do país. Saiba sobre clima, relevo e hidrografia da região Norte.
Geografia do Brasil

Rio Amazonas

Clique aqui e saiba tudo sobre o Amazonas, o maior rio do mundo. Veja suas principais características, e entenda os problemas ambientais que enfrenta atualmente.
Geografia do Brasil

Rio São Francisco

Saiba mais sobre o Rio São Francisco, suas principais características, sua importância para o Nordeste brasileiro e também sobre projeto de transposição do rio.
Geografia do Brasil

Rios do Brasil

Clique aqui, saiba quais são os principais rios do Brasil e conheça suas características gerais.
Geografia do Brasil