Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Manaus

Geografia do Brasil

Manaus está situada no Norte do Brasil. Trata-se da capital do Amazonas e da cidade mais populosa da região. Abriga o polo industrial conhecido como Zona Franca de Manaus.
Bandeira de Manaus
Bandeira de Manaus
PUBLICIDADE

Manaus é a capital do estado do Amazonas, que compõe a região Norte do Brasil. Com uma população de 2,21 milhões de habitantes, a cidade é uma das mais populosas do país e a principal da sua região. Desempenha um importante papel de centro econômico daquela área, uma vez que concentra grandes indústrias de setores produtivos variados na Zona Franca de Manaus (ZFM).

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Dados gerais de Manaus

  • Gentílico: manauara

  • Localização: região Norte

  • País: Brasil

  • Unidade federativa: Amazonas

  • Região intermediária: Manaus

  • Região imediata: Manaus

  • Região metropolitana: Região Metropolitana de Manaus é composta por 13 municípios:

    • Manaus, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Iranduba, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Careiro da Várzea, Autazes, Careiro Castanho, Itapiranga, Manaquiri, Silves.

  • Municípios limítrofes: Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Careiro da Várzea, Iranduba, Novo Airão.

  • Geografia

    • Área total: 11.401,092 km² (IBGE, 2020)

    • População total: 2.219.580 habitantes (IBGE, 2020)

    • Densidade: 158,06 hab./km² (IBGE, 2010)

    • Clima: Equatorial quente e úmido

    • Altitude: 92 metros

    • Fuso horário: GMT -4

  • Histórico

    • Fundação: 24 de outubro de 1669

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia de Manaus

Manaus é uma cidade brasileira localizada na região Norte do país. Pertence à unidade federativa do Amazonas, e desempenha a função de capital estadual. O município se estende por uma superfície de 11.401,092 km², e é o 35º em área do estado. Entre as capitais brasileiras, Manaus é a segunda maior depois de Porto Velho, em Rondônia.

A cidade fica na margem esquerda do rio Negro, o qual se une ao rio Solimões para dar origem ao rio Amazonas na altura da capital amazonense, uma bela paisagem manauara que se tornou rota turística para quem a visita. Além disso, faz divisa com outros seis municípios:

  • Presidente Figueiredo, a nordeste

  • Rio Preto da Eva e Itacoatiara, a leste

  • Carreiro da Várzea e Iranduba, ao sul

  • Novo Airão, a oeste e sudoeste

Desde 2007, Manaus integra a chamada Região Metropolitana de Manaus, formada por outros 12 municípios, além da capital.

Foto da vista aérea da cidade de Manaus, Amazonas.
Cidade de Manaus, Amazonas.

Vejamos, na sequência, as principais características fisiográficas da capital amazonense.

  • Clima de Manaus

Situada em uma área de baixa latitude e inserida no bioma amazônico, o clima observado em Manaus é do tipo Equatorial quente e úmido. É caracterizado pelos elevados índices de umidade relativa do ar e temperaturas altas durante todo o ano, inclusive no inverno. Nessa estação, o avanço da massa de ar polar pode causar o fenômeno da friagem e derrubar as temperaturas temporariamente. Os valores, entretanto, ficam em torno de 18 ºC. A média anual é de 26,7 ºC, com máximas que podem chegar a 40 ºC.

Toda a região registra alta pluviosidade anual (2300 mm), com um curto período de estiagem que vai de outubro a dezembro.

Leia também: Qual a diferença entre tempo e clima?

  • Relevo de Manaus

A cidade de Manaus integra o domínio da Planície Amazônica, conforme a classificação estabelecida por Aziz Ab’Sáber. Assim, dispõe de um relevo plano e suavemente ondulado, com cotas altimétricas bastante modestas. Situa-se a uma altitude de 92 metros acima do nível do mar.

  • Vegetação de Manaus

Parte da Amazônia brasileira, a cobertura vegetal de Manaus é bastante diversificada. Em algumas áreas, há a preservação da floresta densa característica do bioma em que está inserida, chamada também de floresta de terra firme. Outras formações presentes na cidade são as florestas de várzea, igapós, campinaranas e campinas.

  • Hidrografia de Manaus

O rio Negro é o principal que banha a cidade de Manaus. A bacia desse rio se subdivide em outras menores, e o território manauara está parcial ou integralmente inserido nas bacias hidrográficas do rio Puraquequara e dos igarapés de São Raimundo, Tarumã-Açu e Educandos.

Mapa de Manaus

Manaus está localizada no nordeste do estado do Amazonas, na margem esquerda do rio Negro, próximo à sua confluência com o rio Solimões.

Foto do mapa do Amazonas com uma marcação em cima do município de Manaus.

Demografia de Manaus

A capital amazonense conta com uma população de 2.219.580 habitantes, conforme os dados do IBGE para o ano de 2020. Trata-se da cidade mais populosa do estado, reunindo pouco mais de 52% de todos os seus habitantes. Manaus é também uma das capitais brasileiras mais populosas, ficando em sétimo lugar, e a que possui o maior contingente populacional da região Norte do país. A distribuição populacional em Manaus é da ordem de 158,06 hab./km², demonstrando uma concentração muito maior do que aquela observada no Amazonas, que é de 2,23 hab./km².

O último Censo do IBGE indica que a grande maioria da população manauara vive na área urbana da cidade, enquanto cerca de 0,5% habita a zona rural. Com relação à composição por idade, as faixas etárias que concentram maior número de pessoas são aquelas que estão no intervalo dos 20 aos 39 anos, o que caracteriza uma população jovem. A pesquisa mostra também que aproximadamente 68% dos manauaras se declaram pardos; 26,5%, brancos; 4,2%, negros; 1,15%, amarelo; e 0,22%, indígena.

Veja também: As 20 cidades mais populosas do mundo

Divisão geográfica de Manaus

A cidade de Manaus possui um total de 63 bairros, conforme estabelecido legalmente no ano de 2010. Essas unidades pertencem a diferentes zonas distritais, as quais estão listadas abaixo:

  • Zona Norte

  • Zona Oeste

  • Zona Leste I

  • Zona Leste II

  • Zona Sul

  • Zona Rural Ribeirinha

  • Zona Rural Rodoviária

Economia de Manaus

A economia manauara é a sexta maior do Brasil e a principal da região Norte do país. O Produto Interno Bruto (PIB) da cidade é de R$ 78,19 bilhões, enquanto o valor per capita fica em torno de R$ 36.445 ao ano. Manaus é o centro econômico, financeiro e administrativo do estado do Amazonas e também um dos principais polos industriais do Brasil, o que se deve à presença da Zona Franca de Manaus (ZFM) ou Polo Industrial de Manaus.

A ZFM é uma área de livre comércio e que dispõe de políticas fiscais diferenciadas e incentivos para as indústrias que pretendem ali se instalar. Foi criada no ano de 1967 com o propósito de atrair empresas para a região, promovendo o seu maior desenvolvimento econômico e, por conseguinte, incentivando o seu povoamento e maior integração com o restante do território nacional. A área é administrada pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Existe hoje na ZFM uma grande variedade de indústrias de setores como o eletrônico, automobilístico, químico, da informática e outros. Volta-se, ainda, ao desenvolvimento comercial e agropecuário, atuando, portanto, nos três setores da economia.

A criação bovina e a produção de frutas e outros gêneros agrícolas (como mandioca, feijão, arroz e milho) possuem igual relevância para a economia manauara. No setor de comércio e serviços, além do varejo, as atividades atreladas ao turismo têm ampliado cada vez mais a sua participação na composição do PIB manauara, seguindo uma tendência nacional.

Governo de Manaus

O governo da cidade de Manaus é do tipo democrático representativo. O prefeito, que exerce a função de chefe do Poder Executivo municipal, e os 41 vereadores, que integram a Câmara Legislativa, são eleitos pela população a cada quatro anos por meio de eleições diretas. Manaus abriga também a sede do governo do estado do Amazonas.

Infraestrutura de Manaus

Uma grande parte dos domicílios de Manaus está situada na área urbana, embora haja pelo menos duas mil unidades em áreas rurais ou ribeirinhas. Conforme apontam os dados do último Censo do IBGE, a abrangência da rede de saneamento de esgoto da capital amazonense era de pouco mais de dois terços (62,4%), valor esse que se destaca em escala estadual, o que demonstra a dimensão dos problemas infraestruturais naquela região.

A rede de água, por sua vez, atende uma parcela um pouco maior, que é de, aproximadamente, 72%. Em linhas gerais, recebem saneamento adequado 50,3% dos domicílios manauaras, 48,8%, semiadequado, e 0,9%, inadequado (IBGE, 2010).

Com relação aos deslocamentos, está localizado em Manaus o maior aeroporto do estado e um dos principais da região Norte, que é o Aeroporto Internacional de Manaus (ou Eduardo Gomes). Os rios são importantes vias de transporte na Amazônia, e na capital estadual não poderia ser diferente. A cidade abriga o maior porto flutuante do mundo, o Porto de Manaus, construído no início do século XX e sendo por onde passam embarcações que transportam cargas e passageiros.

Vista aérea parcial do porto de Manaus.[1]
Vista aérea parcial do porto de Manaus.[1]

Cultura de Manaus

A cultura manauara exibe grande influência das populações indígenas da Amazônia e dos migrantes que se deslocaram para aquela região. Os traços são identificados por meio das danças, das festas tradicionais, do artesanato, da culinária e de diversas outras formas de manifestação.

Inserida na Amazônia, Manaus é palco anualmente de diversas festividades que têm como intuito celebrar o folclore da região, enquanto outras ressaltam o aspecto religioso de sua população. Uma das principais delas é o Festival Folclórico do Amazonas, tradição desde a década de 1950, além de festivais de música e o Carnaval.

A cidade abriga estruturas culturais como bibliotecas, teatros, a exemplo do Teatro Amazonas, símbolo do ciclo da borracha e palco de milhares de peças locais e nacionais, o Museu da Amazônia e o Museu de Ciências Naturais da Amazônia, por exemplo.

História de Manaus

Assim como outras importantes cidades da região, a criação de Manaus aconteceu com o intuito de promover a defesa do território português e demonstrar o seu domínio por sobre aquelas terras. O povoado que deu início à Manaus se formou a partir da construção do Forte da Barra de São José, em 1669. Pouco tempo depois, foi criado o distrito de Barra do Rio Negro (1625), o qual foi elevado à categoria de vila apenas no final do século XVIII.

Nesse intervalo, a história de Manaus foi marcada pela Guerra dos Manaus, conflito que se estendeu de 1723 a 1728 entre os indígenas da tribo manaós e os colonizadores portugueses, com a derrota dos nativos. Um novo conflito foi estabelecido em 1757 com um final semelhante.

Em meados do século XIX, o local foi elevado à categoria de cidade, passando a se chamar Cidade da Barra de São José do Rio Negro, encurtado para Cidade da Barra quando a comarca de São José do Rio Negro se transformou em província. Com a cidade estabelecida para ser a capital no ano de 1856, seu nome passou a ser Cidade de Manaus.

Poucas décadas mais tarde, na transição para o século XX, o ciclo da borracha proporcionou a aceleração do desenvolvimento urbano e econômico de Manaus, que vive então uma de suas fases mais prósperas. Alguns dos projetos arquitetônicos e urbanísticos marcam ainda hoje a paisagem manauara, como o Teatro Amazonas.

A cidade sofreu um duro período de estagnação com o declínio do ciclo da borracha, o que se deveu à sua baixa competitividade frente ao produto que era comercializado no continente asiático. A retomada econômica aconteceu a partir de 1967, quando foi criada a Zona Franca de Manaus, com o propósito de promover a industrialização da região amazônica e intensificar o seu povoamento. Atualmente Manaus é reconhecida como um dos principais polos industriais do país.

Crédito da imagem

[1] Nelson Antoine / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Manaus"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/manaus.htm. Acesso em 17 de outubro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça aqui os principais aspectos da Região Norte do Brasil!
Clique aqui para conhecer a lista das cidades mais populosas de todo o mundo e também do Brasil! Saiba mais sobre a menor cidade em população do planeta.
Você sabia que Boa Vista é a única capital brasileira localizada acima da Linha do Equador? Leia nosso texto e conheça um pouco mais da capital do estado de Roraima.
Conheça alguns aspectos geográficos de Brasília e a organização territorial dessa cidade. Confira também alguns indicadores sociais da capital brasileira.
Conheça quais são as capitais do Brasil e seus respectivos estados. Saiba como essas capitais distribuem-se pelo Brasil e quais foram as capitais federais.
Clique aqui e leia sobre a cidade de Fortaleza, capital do Ceará. A cidade é hoje a quinta maior do Brasil e uma das mais importantes da Região Nordeste.
Leia nosso texto sobre Goiânia e conheça um pouco sobre a capital de Goiás. Aprenda sobre a sua geografia e seus aspectos econômicos, populacionais e culturais.
Aprenda sobre a cidade de Macapá com o nosso texto. Conheça as principais características de seu território e seus aspectos econômicos, demográficos e culturais.
Sabia que Palmas é a capital mais jovem do Brasil? Clique aqui e leia nosso texto sobre a capital do Tocantins. Conheça seus principais aspectos geográficos.
Leia nosso texto sobre Porto Velho e conheça um pouco da capital de Rondônia, na região Norte do Brasil. Entenda também como se deu seu o seu processo de formação.