Moluscos

Biologia

PUBLICIDADE

Moluscos  (Filo Mollusca) são animais que apresentam como característica marcante o corpo mole. Em muitos representantes, esse corpo pode estar protegido por uma concha, como é o caso do caramujo e do caracol. A maioria dos seus representantes é marinha, porém existem espécies vivendo em água doce e no ambiente terrestre.

Constituem o segundo maior filo de invertebrados, perdendo apenas para os artrópodes. São mais de 100.000 espécies conhecidas, com representantes como as lulas, os polvos, as ostras, as lesmas, entre outros. Apresentam importância econômica, uma vez que são amplamente empregados na alimentação.

Leia também: Caramujo-gigante-africano – características e doenças que transmite

Características gerais dos moluscos

Os moluscos são animais invertebrados, triblásticos (possuem três folhetos embrionários: endoderme, mesoderme e ectoderme), celomados (possuem uma cavidade corporal, revestida por tecido derivado da mesoderme, chamada de celoma), com simetria bilateral, e protostômios (o blastóporo origina a boca).

Os moluscos destacam-se por ter um corpo mole e, na maioria das vezes, com a presença de uma concha protetora. Em algumas espécies, não se observa a presença da concha, como em lesmas e polvos. Em lulas, a concha apresenta-se reduzida e interna.

O corpo de todos os moluscos apresenta uma divisão básica:

  • Pé: auxilia o animal na movimentação, fixação e escavação.
  • Massa visceral: porção do corpo do molusco na qual estão os órgãos internos.
  • Manto: dobra de tecido que recobre a massa visceral e é responsável por secretar a concha nos animais em que ela possa estar. Em algumas espécies, o manto forma a chamada cavidade do manto, na qual se alojam as brânquias e abrem-se os sistemas digestório, excretor e genital.
Observe na figura os vários órgãos internos localizados na região da massa visceral.
Observe na figura os vários órgãos internos localizados na região da massa visceral.

O sistema digestório é completo, apresentando boca e ânus. Em algumas espécies, observa-se a presença de rádula, espécie de língua raspadora repleta de dentes quitinosos curvados. Diferentes hábitos alimentares são observados nos moluscos, existindo espécies herbívoras, carnívoras, que se alimentam de material em suspensão, entre outros hábitos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O sistema circulatório desses animais é aberto, com exceção dos cefalópodes, que o possuem fechado. Isso significa que, na maioria dos moluscos, a hemolinfa flui em vasos e depois é lançada em lacunas presentes no corpo. Os moluscos apresentam um coração que atua no bombeamento da hemolinfa.

No que diz respeito às trocas gasosas, diferentes estruturas são observadas. Nos moluscos aquáticos, observa-se a presença de brânquias, e, nos terrestres, pode-se observar a cavidade do manto funcionando como um pulmão rudimentar. Além disso, há espécies com respiração cutânea.

A excreção é feita por órgãos chamados de metanefrídeos. O sistema nervoso desses animais consiste em um anel nervoso em volta do esôfago, do qual partem dois pares de cordões nervosos. Apresentam diferentes órgãos sensoriais, como olhos e tentáculos. Vale salientar que, em cefalópodes, os olhos são bem desenvolvidos.

Leia mais: Respiração branquial – garante que os animais aquáticos retirem o oxigênio da água

Reprodução dos moluscos

Os moluscos apresentam, em sua maioria, sexos separados, ou seja, apresentam macho e fêmea. Nesses animais as estruturas produtoras de gametas (ovários e testículos) estão localizadas na massa visceral. Existem ainda espécies hermafroditas, como algumas espécies de caracóis.

Nas lulas observa-se a presença de sexos separados.
Nas lulas observa-se a presença de sexos separados.

A depender da espécie de molusco, a fecundação pode ser interna ou externa. Em algumas espécies, o desenvolvimento é direto, enquanto, em outras, ele é indireto, ou seja, com a presença de um estágio larval. Em algumas espécies, observa-se o surgimento de uma larva ciliada, denominada trocófora, e um segundo estagio larval, chamado de velígera.

Classificação dos moluscos

O Filo Mollusca apresenta várias classes, entretanto, focaremos nas três principais: Gastropoda, Bivalvia e Cephalopoda. Veja as principais características de cada uma delas:

Caracóis são moluscos gastrópodes.
Caracóis são moluscos gastrópodes.
  • Gastropoda (gastrópodes): nesse grupo encontra-se o maior número de espécies de moluscos. Apresenta representantes de ambiente aquático e terrestre, sendo a maioria marinha. A maioria dos gastrópodes apresenta uma única concha, que garante a proteção do animal contra desidratação e também uma maior proteção ao seu corpo mole.

Na maioria dos gastrópodes, observa-se que a rádula tornou-se um órgão bastante desenvolvido, o qual é utilizado, por exemplo, para raspar algas encrustadas, para perfurar conchas e para cortar a presa.

Em algumas espécies, os olhos estão localizados na ponta dos tentáculos. As espécies terrestres possuem a cavidade do manto atuando como um pulmão, permitindo as trocas gasosas. Nas espécies aquáticas, observa-se a presença de brânquias. Como exemplo de gastrópodes, podemos podemos citar caracóis, lesmas e caramujos.

Bivalves apresentam concha dividida em duas metades.
Bivalves apresentam concha dividida em duas metades.
  • Bivalvia (bivalves): nesse grupo encontramos representantes que apresentam concha dividida em duas metades, as quais estão articuladas. As duas metades da concha mantêm-se fechadas com a ajuda de músculos fortes. Os bivalves são exclusivamente aquáticos e apresentam brânquias usadas na alimentação e nas trocas gasosas.

A água entra por meio de um sifão de entrada, segue em direção à cavidade do manto e depois sai do corpo do animal por meio de um sifão de saída. Na cavidade do manto, a água passa e partículas ficam presas no muco que reveste brânquias e cílios, garantindo, desse modo, a captura do alimento. Os bivalves não possuem cabeça e nem rádula. Como representantes podemos citar as ostras, os mariscos e os mexilhões.

Polvos são exemplos de moluscos cefalópodes.
Polvos são exemplos de moluscos cefalópodes.
  • Cephalopoda (cefalópodes): nesse grupo temos animais aquáticos que se destacam pela presença de tentáculos que partem da cabeça. Alguns representantes apresentam conchas reduzidas e internas, como as lulas, e outros não apresentam conchas, como os polvos. Há ainda os náutilos, que apresentam conchas externas.

Possuem capacidade de movimentar-se rapidamente por meio da eliminação de um jato de água que sai da cavidade do manto através do funil. Os polvos apresentam um hábito rastejante e utilizam o jato para garantir sua fuga de predadores.

Os cefalópodes apresentam ainda a capacidade de liberar uma tinta escura na água quando se sentem ameaçados. A tinta produzida por eles assusta o predador e deixa o ambiente turvo, o que dificulta a visão. Destacam-se por apresentar cérebro desenvolvido. Caso queira saber mais sobre as classes dos molucos, leia: Classificação dos moluscos.

 

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Professora de Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Moluscos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/moluscos2.htm. Acesso em 26 de janeiro de 2021.

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios
Questão 1

(U.F. Ouro Preto-MG) A rádula, presente em certos moluscos, tem por função:

a)      Defendê-los do ataque de outros animais;

b)      Digerir quimicamente os alimentos;

c)      Favorecer a locomoção;

d)      Ralar os alimentos;

e)      Secretar a concha.

Questão 2

(UFU-MG) A produção de pérolas requer a introdução artificial de pequenas partículas estranhas ao manto. Este circunda o corpo estranho e secreta camadas sucessivas de nácar sobre ele. Os animais são mantidos em cativeiro por muitos anos até que as pérolas sejam formadas. Os animais utilizados nesse processo pertencem, respectivamente, ao filo e à classe:

a)      Mollusca e Gastropoda;

b)      Arthropoda e Crustacea;

c)      Arthropoda e Insecta;

d)      Molusca e Cephalopoda;

e)      Molusca e Pelecypoda.

Mais Questões
Artigos Relacionados
Entenda o que é o celoma e a classificação dos animais em celomados, pseudocelomados e acelomados.
Conheça a classificação completa dos moluscos e entenda as principais características que marcam cada um de seus sete grupos.
Você conhece tudo sobre os polvos? Clique aqui e descubra mais sobre esse curioso invertebrado de oito tentáculos.
Processo que ocorre em razão da penetração de substâncias estranhas entre a concha e manto de algumas espécies de ostras.
Experimentos radioativos fizeram com que fosse descoberta um excelente componente para o tratamento da pele.
Conheça os diferentes tipos de respiração dos animais e aprenda as principais diferenças entre eles.
Saiba mais sobre os poríferos clicando aqui. Conheça as principais características desses animais, os seus tipos e a forma de reprodução.
Amplie seus conhecimentos a respeito dos equinodermos clicando aqui! Neste texto abordaremos as principais características desse grupo e suas classes.
Conheça mais sobre os cnidários (filo Cnidaria) aprendendo sobre a estrutura do corpo desses animais, sua fisiologia e forma de reprodução.