Topo
pesquisar

Folhetos germinativos

Biologia

Os folhetos germinativos dão origem a todos os tecidos do nosso corpo.
O desenvolvimento embrionário faz com que o zigoto se transforme em um novo ser
O desenvolvimento embrionário faz com que o zigoto se transforme em um novo ser
PUBLICIDADE

A embriogênese é o processo em que ocorre o desenvolvimento do zigoto para formar um novo indivíduo. Pode ser dividida em três fases principais: a segmentação, a gastrulação e a organogênese. É na fase de gastrulação que ocorre a formação dos folhetos germinativos, também chamados de folhetos embrionários.

Na gastrulação, as células da blástula começam a se diferenciar, formando os folhetos germinativos: ectoderma, mesoderma e endoderma. Eles são os primórdios de todos os tecidos e órgãos.

Podemos classificar os animais em diblásticos e triblásticos de acordo com o número de folhetos. Os animais diblásticos são aqueles que apresentam apenas dois, a ectoderma e a endoderma. Já os animais triblásticos são aqueles que apresentam três folhetos germinativos: ectoderma, mesoderma e endoderma. Os cnidários são exemplos de animais diblásticos e os cordados são exemplos de animais triblásticos.

Ectoderma é o folheto mais externo (ecto = fora) e que reveste o embrião. Ele dará origem ao sistema nervoso central (SNC), sistema nervoso periférico (SNP), epiderme e estruturas associadas, tais como pelos e unhas, glândulas sebáceas e sudoríparas. Ele formará também as glândulas mamárias, a hipófise, as meninges, entre outros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mesoderma é o folheto germinativo intermediário (meso = meio), fica entre o ectoderma e o endoderma. Dará origem a cartilagens, ossos, músculos, sistema cardiovascular (coração, vasos sanguíneos e o próprio sangue), ovários, testículos, sistema urinário (rins, bexiga e vias urinárias), entre outros órgãos.

O mesoderma desenvolve-se na fase de nêurula e preenche todos os espaços entre o ectoderma e o endoderma.  De acordo com sua localização, podemos classificar o mesoderma em: epímero (localizado no dorso do embrião), mesômero (localizado na lateral do embrião) e hipômero (localizado na região ventral do embrião).

Por fim, temos o endoderma, folheto mais interno (endo = dentro). Ele dará origem ao revestimento epitelial dos tratos gastrointestinal e respiratório, glândulas salivares, epitélio da bexiga e parte da uretra, glândulas tireoide e paratireoide, timo, fígado e pâncreas.

Como dito anteriormente, esses folhetos surgem na fase de gástrula. No estágio de nêurula, eles iniciam a formação dos diferentes tecidos e órgãos.


Por Vanessa dos Santos
Graduada em Biologia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha dos. "Folhetos germinativos"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/folhetos-germinativos.htm. Acesso em 21 de agosto de 2019.

Lista de Exercícios
Questão 1

(UFRGS-RS) Quando um biólogo descreve os equinodermos (estrela-do-mar, ouriço-do-mar etc.) como triblásticos, ele está afirmando que esses animais têm três:

a) blastóporos.

b) blastocelas.

c) tipos de células blásticas.

d) folhetos embrionários.

e) blastocistos.

Questão 2

Sabemos que os folhetos germinativos são conjuntos celulares que dão origem a todos os tecidos e órgãos do corpo. A respeito do ectoderma, marque a única alternativa que não indica uma estrutura formada por ele.

a) Pelos.

b) Unhas.

c) Sistema nervoso.

d) Fígado.

e) Glândula sudorípara.

Mais Questões
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola