Topo
pesquisar
Texto-A+A

O que são aminas?

O que é Química?

Aminas são substâncias orgânicas que apresentam um ou mais radicais ligados ao Nitrogênio e são muito utilizadas na produção de outros compostos orgânicos.
A feniletilamina estimula a liberação de dopamina no cérebro
A feniletilamina estimula a liberação de dopamina no cérebro
PUBLICIDADE

Aminas são compostos orgânicos nitrogenados que derivam da substância amônia (NH3) pela substituição de um ou mais hidrogênios por radicais orgânicos. De acordo com a quantidade de hidrogênios substituídos, as aminas podem ser classificadas em:

  • Amina primária: formada pela substituição de um hidrogênio da amônia por um radical orgânico;
     

Estrutura geral de uma amina primária
Estrutura geral de uma amina primária

  • Amina secundária: formada pela substituição de dois hidrogênios da amônia por dois radicais orgânicos.

Estrutura geral de uma amina secundária
Estrutura geral de uma amina secundária

  • Amina terciária: formada pela substituição dos três hidrogênios da amônia por três radicais orgânicos.

Estrutura geral de uma amina terciária
Estrutura geral de uma amina terciária

Características físicas das Aminas

  • São compostos polares;

  • Aminas primárias e secundárias são capazes de realizar ligações de hidrogênio;

  • Aminas terciárias realizam interação dipolo permanente;

  • As aminas com até cinco carbonos são solúveis em água e etanol. Já as aminas com seis ou mais carbonos são praticamente insolúveis em água, mas solúveis em solventes orgânicos;

  • Aminas que apresentam estrutura aromática são mais densas que a água;

  • Aminas que apresentam de um a três carbonos são gasosas em temperatura ambiente. Já as que apresentam de quatro a doze carbonos são líquidas em temperatura ambiente;

  • De uma forma geral, as aminas apresentam ponto de fusão e de ebulição mais elevados apenas em relação a qualquer composto orgânico apolar.

Características químicas das Aminas

  • São consideradas bases orgânicas, segundo a teoria de Bronsted-Lowry;

  • Aminas aromáticas apresentam um menor caráter básico em virtude do fenômeno da ressonância;

  • Quanto maior o caráter básico da amina, maior a probabilidade de reação com certa substância;

  • Na presença de um ácido, as aminas realizam reação de neutralização, já que apresentam caráter básico.

Regra de nomenclatura das aminas

Para fornecer o nome a uma amina, basta seguir a regra estabelecida pela União Internacional da Química Pura e Aplicada (IUPAC), descrita a seguir:

Nome do radical ou radicais + amina

OBS.: Se a amina tiver radicais diferentes, devemos seguir a ordem alfabética.

Acompanhe alguns exemplos:

Exemplo 1: Amina primária

Na amina primária desse exemplo, temos a presença de uma radical propil, assim, o seu nome é propilamina.

Exemplo 2: Amina secundária

Na amina secundária desse exemplo, temos a presença do radical metil (à esquerda do nitrogênio) e do radical etil (à direita do nitrogênio). O seu nome é, seguindo a ordem alfabética, etil-metilamina.

Exemplo 3: Amina terciária

Na amina secundária desse exemplo, temos a presença do radical isopropil (à esquerda do nitrogênio), do radical butil (à direita do nitrogênio) e do radical vinil (abaixo do nitrogênio). O seu nome é, portanto, butil-isopropil-vinilamina.

Aplicações das aminas

  • Muito utilizadas na produção de vários compostos orgânicos;

  • Utilizadas na fabricação de sabões;

  • Utilizadas no processo de vulcanização da borracha;

  • Utilizadas na fabricação de corantes.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

DIAS, Diogo Lopes. "O que são aminas?"; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-sao-aminas.htm>. Acesso em 21 de outubro de 2017.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA