Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

1º de maio – Dia do Trabalho

O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é celebrado anualmente em 1º de maio e comemora a luta histórica dos trabalhadores por melhores condições de trabalho.

Ilustração de vários trabalhadores abaixo do escrito 1º de maio – Dia do Trabalho.
O Dia do Trabalhador é celebrado no Brasil e em outros países no dia 1º de maio.
Crédito da Imagem: shutterstock.com
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é celebrado anualmente no dia 1º de maio. Celebrada internacionalmente, essa data remete à luta histórica dos trabalhadores para conquistar melhores condições de trabalho. A origem da data remonta ao movimento grevista puxado por trabalhadores estadunidenses em Chicago no final do século XIX.

No Brasil, a data passou a ser celebrada informalmente por trabalhadores no começo do século XX, e tornou-se oficial durante o governo de Artur Bernardes. A data foi amplamente explorada durante a Era Vargas, sendo parte do projeto político desse governante. Atualmente, ela é feriado nacional por determinação de uma lei de 2002.

Leia também: Dia das Mães acontece todo segundo domingo do mês de maio em homenagem a todas as mães

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Dia do Trabalho

  • O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é celebrado anualmente no 1º de maio.
  • Essa data é celebrada no Brasil e em dezenas de países do planeta.
  • A celebração se inspirou no movimento grevista puxado por trabalhadores de Chicago, nos Estados Unidos.
  • Remete à luta dos trabalhadores por condições dignas de trabalho.
  • No Brasil, a data passou a ser celebrada a partir do governo de Artur Bernardes.

Por que o Dia do Trabalho é no 1º de maio?

Mais conhecido como Dia do Trabalhador, o Dia do Trabalho é uma data comemorativa dedicada aos trabalhadores e celebrada anualmente no 1º de maio, tanto no Brasil quanto em outras partes do planeta. A escolha da data tem relação com um movimento de trabalhadores estadunidenses.

O século XIX ficou marcado por movimentos de trabalhadores que lutavam por valorização e por melhores condições de trabalho. Na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, no final do século XIX, os trabalhadores decidiram iniciar um movimento em defesa da redução da jornada para oito horas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A realidade dos trabalhadores era duríssima, e o comum era que as jornadas fossem de 12 horas por dia. Para garantir a redução do extenuante expediente, os trabalhadores da cidade de Chicago organizaram uma greve para o 1º de maio de 1886. Estima-se que a greve geral puxada pelos trabalhadores de Chicago mobilizou 340 mil trabalhadores por todo os Estados Unidos.

A paralisação seguiu pelos dias seguintes, e alguns incidentes foram registrados contra trabalhadores em greve. No dia 3 de maio, alguns deles foram mortos por policiais, e, no dia seguinte, milhares se reuniram na Praça Haymarket para protestar. O protesto, que era pra ser pacífico, tornou-se um grande massacre promovido pela polícia norte-americana.

Tudo começou quando uma bomba explodiu perto de alguns policiais, causando a morte de sete deles e de quatro civis. Em seguida, os policiais presentes na praça deram início a uma violenta repressão que resultou na prisão de muitos trabalhadores. Estima-se também que mais de 100 trabalhadores ficaram feridos. Ninguém sabe quem lançou a bomba, mas especula-se que membros da própria polícia podem ter tomado a atitude para justificar a violência contra os trabalhadores.

De toda forma, o dia 1º de maio se popularizou como Dia do Trabalhador em referência à greve geral puxada pelos trabalhadores de Chicago. A data passou a ser homenageada por grupos socialistas, que procuravam lembrar a luta dos trabalhadores. A data se consolidou em 1919, quando a França alterou a jornada diária para oito horas e transformou o 1º de maio em feriado. No ano seguinte, a União Soviética também passou a celebrar essa data.

Dia do Trabalho é feriado?

O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é feriado nacional no Brasil. Isso está assegurado pela lei nº 10.607, de 19 de dezembro de 2002, que determina que o país tem sete feriados nacionais, sendo o dia 1º de maio um deles. Apesar da lei, o Dia do Trabalhador já havia sido transformado em feriado durante a Primeira República.

Isso aconteceu durante o governo de Artur Bernardes (1922-1926) por meio do decreto nº 4.859, de 26 de setembro de 1924. Na ocasião foi criado o feriado nacional em comemoração aos “mártires do trabalho”. No entanto, a celebração do Dia do Trabalhador já era realizada no Brasil desde a década de 1910. A data, no entanto, tinha um significado político, sendo marcada por protestos e movimentos organizados por trabalhadores.

Origem e história do Dia do Trabalho

A história do Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador está relacionada com o movimento de trabalhadores, em especial o movimento de Chicago. A greve geral puxada pelos trabalhadores de Chicago em defesa da jornada diária de oito horas teve enorme repercussão, e o 1º de maio, quando a greve se iniciou, se tornou uma data importante para os movimentos de trabalhadores.

Os socialistas passaram então a celebrar a greve do dia 1º de maio. Inclusive, um congresso organizado por socialistas oficializou a data como dia de celebração dos trabalhadores, embora sua realização fosse feita, nesse momento, somente pelos militantes socialistas.

Manifestação realizada na Turquia no Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador, celebrado anualmente no 1º de maio.[1]
O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é uma data comemorativa que celebra a luta dos trabalhadores por seus direitos.[1]

Quando a França reduziu a jornada diária para oito horas, em 1919, a data foi transformada em feriado no país. No ano seguinte, a União Soviética oficializou a celebração em 1º de maio, e essa data comemorativa se tornou muito importante nos países socialistas, sendo acompanhada de grandes celebrações públicas.

Dia do Trabalho no Brasil

No Brasil, o Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador passou a ser celebrado na década de 1910 por movimentos de trabalhadores, que ganhavam força no país. O fortalecimento da causa trabalhista no Brasil fez com que o 1º de maio se transformasse em feriado nacional durante o governo de Artur Bernardes.

A celebração, muito ligada aos movimentos de trabalhadores, foi cooptada por Getúlio Vargas quando esteve no poder. Vargas desenvolveu uma forte política trabalhista, concedendo benefícios à classe trabalhadora, enquanto mantinha uma ditadura em nosso país.

Essa política trabalhista de Vargas foi parte de um esforço dele de manter apoio popular no país. Ele se aproximava dos trabalhadores, mantendo-os sob a tutela do Estado e afastados das correntes sindicalistas e socialistas, comuns a esse meio. Vargas tentou esvaziar a data de sentido, fazendo dela um momento de celebração e descanso e não um momento de luta e engajamento político, como originalmente era.

Durante o Estado Novo, Vargas fez grandes discursos e promoveu desfiles e celebrações públicas no Dia do Trabalhador. A mensagem transmitida era de que as conquistas dos trabalhadores eram fruto das benesses de Vargas e não da luta e do engajamento dos trabalhadores por seus direitos.

Acesse também: Greve dos 300 mil — importante greve realizada por trabalhadores em São Paulo em abril de 1953

Dia do Trabalho no mundo

O Dia do Trabalho ou Dia do Trabalhador é uma data celebrada em 1º de maio em diversos países e é conhecida no inglês como International Workers’ Day, que, em uma tradução livre, significa “Dia Internacional dos Trabalhadores”. A festa é celebrada em diversos países, como:

  • Argélia
  • Angola
  • Marrocos
  • África do Sul
  • Argentina
  • Colômbia
  • Chile
  • Cuba
  • México
  • Japão (não é um feriado, mas muitos trabalhadores têm folga no dia.)
  • Bélgica
  • Dinamarca (não é um feriado, mas muitos trabalhadores têm folga no dia.)
  • França
  • Alemanha
  • Noruega
  • Rússia
  • Espanha

Em países como Estados Unidos e Canadá, a celebração é realizada no mês de setembro.

Importância do Dia do Trabalho

O Dia do Trabalhador é uma data de grande importância, uma vez que celebra a luta dos trabalhadores por seus direitos trabalhistas e a necessidade de se estabelecer valores dignos no mercado de trabalho.

O Dia do Trabalhador é um momento para relembrar a luta dos trabalhadores do passado, mas também para reforçar a luta dos trabalhadores do presente e a necessidade contínua de se estabelecer condições dignas de labor.

Mensagens para o Dia do Trabalho

  • “A emancipação dos trabalhadores será obra dos próprios trabalhadores.” (Karl Marx sobre a necessidade de união dos trabalhadores)
  • “A visão é realmente sobre capacitar os trabalhadores, dando-lhes todas as informações sobre o que está acontecendo, para que eles possam fazer muito mais do que fizeram no passado.” (Bill Gates)

Crédito de imagem

[1]Aykut OZKAN / Shutterstock

Fontes

BILHÃO, Isabel. “Trabalhadores do Brasil!”: as comemorações do Primeiro de Maio em tempos de Estado Novo varguista. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbh/a/53Jxf4ctGT3Gg33BrPMXyGc/?format=pdf&lang=pt.

VEIGA, Edison. Dia do Trabalhador ou Dia do Trabalho? Como o Primeiro de Maio foi 'apropriado' por Getúlio Vargas. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-52494236.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Decreto nº 4.859, de 26 de setembro de 1924. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1920-1929/decreto-4859-26-setembro-1924-567741-publicacaooriginal-91057-pl.html.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei nº 10. 607, de 19 de dezembro de 2002. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10607.htm.

REDAÇÃO. Por que o Dia do Trabalhador é comemorado em 1º de maio? Saiba a origem do feriado. Disponível em: https://www.nationalgeographicbrasil.com/historia/2023/05/por-que-o-dia-do-trabalhador-e-comemorado-em-1o-de-maio-saiba-a-origem-do-feriado.

Escritor do artigo
Escrito por: Daniel Neves Silva Formado em História pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e especialista em História e Narrativas Audiovisuais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua como professor de História desde 2010.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SILVA, Daniel Neves. "1º de maio – Dia do Trabalho"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-do-trabalho.htm. Acesso em 22 de maio de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas


Artigos Relacionados


1º de Maio – Dia Mundial do Trabalho

Saiba mais sobre o Dia Mundial do Trabalho, que é celebrado em 1º de maio e está relacionado com um acontecimento fatídico ocorrido em maio de 1886, nos EUA.
Datas Comemorativas - 2024

Capital, Trabalho e Alienação, segundo Karl Marx

A relação capital, trabalho e alienação segundo Karl Marx.
Filosofia

Divisão Internacional do Trabalho (DIT)

Clique aqui, entenda o que é a Divisão Internacional do Trabalho (DIT) e saiba qual é a sua função e a sua importância.
Geografia

Formas do trabalho escravo no Brasil

Veja aqui as diversas formas de trabalho escravo no Brasil, do século XVI até o século XIX.
História do Brasil

Mulheres no mercado de trabalho

Clique aqui e entenda a importância, a história e a evolução da presença das mulheres no mercado de trabalho.
Sociologia

Organização Internacional do Trabalho (OIT)

Conheça a origem e os objetivos da OIT. Entenda sua importância para o Brasil e para o mundo. Aprenda sobre as convenções da OIT.
Geografia do Brasil

Participação feminina no mercado de trabalho

Clique aqui e saiba mais a respeito da participação feminina no mercado de trabalho brasileiro.
Geografia

Trabalho escravo contemporâneo

Entenda como funciona o trabalho em condições análogas à escravidão na atualidade. Aprenda seus tipos, seu ciclo e onde acontece, no Brasil e no mundo.
Sociologia

Trabalho escravo nas minas

Conheça o trabalho exercido pelos negros africanos escravizados nas minas de ouro, no Brasil, entre os séculos XVII e XVIII.
História do Brasil

Trabalho infantil

Clique aqui para ler sobre o trabalho infantil, uma triste realidade que revela a exploração criminosa de crianças no Brasil e no mundo.
Sociologia