Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Narcotráfico

Sociologia

Apreensão de drogas
Apreensão de drogas
PUBLICIDADE

O narcotráfico é caracterizado pela venda de substâncias ilícitas, sendo, portanto, uma atividade ilegal. O faturamento obtido através da venda dessas substâncias é extraordinário, conforme estudo realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU) estima-se que a renda anual de drogas ilegais seja de 400 bilhões de dólares, correspondendo a aproximadamente 8% do comércio internacional, superando a indústria automobilística e a atividade turística no Brasil.

Um bom exemplo para demonstrar a lucratividade do narcotráfico é a produção da cocaína. Na Colômbia, país responsável por 75% da produção de cocaína mundial, um quilo do produto puro é vendido por 1.500. Nos Estados Unidos, nação que possui o maior mercado consumidor de drogas, o quilo da cocaína é vendido a 25.500 no atacado. Após passar por várias alterações (malhação), o quilo dessa cocaína rende 110 mil através dos consumidores, ou seja, um lucro de 108.500 dólares.

A coca (matéria-prima da cocaína) é cultivada em larga escala em três países sul-americanos: Bolívia, Peru e, principalmente, na Colômbia. De acordo com a ONU, essas três nações são responsáveis pela produção de cerca de mil toneladas de cocaína por ano.

As drogas são distribuídas para os mercados consumidores das mais diferentes formas. O tráfico é realizado através de aviões, caminhões, carros, ônibus, barcos, entre outros. O envio de grandes quantidades de drogas é normalmente realizado por meio de contêineres, misturados com fumo, soja, arroz, etc. O mercado é amplo e expande-se a cada ano, cerca de 5% da população mundial é usuária de drogas ilícitas, sendo a maconha, a mais consumida.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Conforme o relatório sobre Estratégia Internacional de Controle de Narcóticos, o Brasil é o principal exportador de drogas para os Estados Unidos. O país possui condições favoráveis para o narcotráfico, pois tem um grande mercado consumidor (atualmente é o segundo maior do mundo), posição geográfica estratégica para o transporte internacional de drogas e faz fronteira com três dos grandes produtores de cocaína e maconha. Cerca de 10% do dinheiro arrecadado pelo narcotráfico fica em terras brasileiras.

Além da venda de substâncias ilícitas, os narcotraficantes estão envolvidos com roubos de carros, bancos, caixas eletrônicos, tráfico de armas, crianças, órgãos humanos, prostituição, pornografia infantil, sequestros, lavagem de dinheiro, financiamento de campanhas políticas, etc.

Essa é uma atividade bem lucrativa, no entanto, como em qualquer outra atividade ilegal, o narcotráfico é responsável por um grande número de assassinatos e detenções. Estima-se que 20% dos presos brasileiros estejam envolvidos com o tráfico de drogas, sendo que com as mulheres, essa proporção é bem maior – 60% das presidiárias.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

FRANCISCO, Wagner de Cerqueira e. "Narcotráfico"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/sociologia/narcotrafico.htm. Acesso em 23 de setembro de 2021.

Artigos Relacionados
Você sabia que o Brasil é o país que apresenta o maior índice de homicídios por arma de fogo?
Conheça a história de Pablo Escobar, famoso narcotraficante e um dos homens mais ricos do mundo. Conhecido como “El patrón” por comandar o Cartel de Medellín, organização criminosa mantida pelo dinheiro do tráfico de drogas, Escobar comandou a distribuição de cocaína para diversos países e ordenou milhares de mortes.
Entenda a questão do tráfico de armas no Brasil com informações, dados estatísticos, as causas e as possíveis formas de combate a esse grave problema.
O Brasil é o 16º país mais violento do mundo. Clique aqui e saiba mais sobre esse lamentável índice!