Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Clima da região Nordeste

O clima da região Nordeste do Brasil apresenta quatro variações: equatorial, tropical seco e úmido, semiárido, e tropical atlântico.

Vista do litoral de Pernambuco, em alusão ao clima da região Nordeste.
A região Nordeste apresenta quatro tipos de clima com características muito distintas entre eles.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

O clima da região Nordeste é bastante diverso, e varia conforme a atuação dos diferentes fatores climáticos: massas de ar, latitude, maritimidade e relevo. A região apresenta climas quentes e que apresentam baixa amplitude térmica, havendo grande distinção com relação à distribuição de umidade em cada um deles. Assim sendo, identifica-se quatro tipos de clima no Nordeste:

  • clima equatorial;

  • clima tropical seco e úmido;

  • clima semiárido;

  • clima tropical atlântico.

Leia também: Domínios morfoclimáticos do território brasileiro

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o clima da região Nordeste

  • A região Nordeste do Brasil apresenta quatro tipos de clima: tropical seco e úmido, equatorial, semiárido e tropical atlântico.

  • O clima tropical seco e úmido está presente em parte dos estados do Maranhão, Piauí e Bahia. É caracterizado pelos invernos amenos e secos e pelos verões quentes e chuvosos.

  • O clima equatorial ocorre somente no oeste do estado do Maranhão, sendo caracterizado pelas elevadas temperaturas e pelo alto volume de chuvas durante o ano.

  • O clima semiárido é predominante no Nordeste, e, com exceção do Maranhão, ocorre em todos os estados da região. É marcado por irregularidade de chuvas, longa estiagem e elevadas temperaturas anuais.

  • O clima tropical atlântico está presente em áreas litorâneas desde o Rio Grande do Norte até a Bahia. Caracteriza-se pela elevada umidade e pelas chuvas recorrentes, mais intensas no inverno.

  • Fatores como a latitude, a atuação das massas de ar, a maritimidade, o relevo e as células de alta pressão influenciam nos climas da região Nordeste.

  • A vegetação do Nordeste tem relação direta com o clima da região. Áreas mais úmidas apresentam formações mais densas, como florestas e matas. Nas áreas mais secas, como o semiárido, identifica-se a presença da Caatinga, que possui plantas adaptadas às condições climáticas locais.

Quais são os climas da região Nordeste?

A região Nordeste do Brasil apresenta quatro tipos de clima: tropical seco e úmido, equatorial, semiárido, e tropical atlântico.

Clima tropical seco e úmido

Chamado também de tropical típico, esse clima é predominante nas porções mais centrais do território brasileiro, abrangendo uma pequena área da região Nordeste que compreende a maior parte do Maranhão e uma parcela dos estados do Piauí e da Bahia. Identifica-se a presença dele, ainda, em algumas áreas do estado do Ceará.

O clima tropical seco e úmido é caracterizado pela distinção de duas estações do ano. A estação seca corresponde ao inverno, marcado por temperaturas amenas que ficam entre 18 ºC e 20 ºC, e pela baixa incidência de chuvas, especialmente no período de junho a agosto. A estação úmida, por sua vez, é o verão, marcado por temperaturas altas que podem variar entre 27 ºC e 30 ºC de média, e por elevado volume de chuvas entre os meses de novembro e abril. A precipitação anual do clima tropical seco e úmido no Nordeste varia entre 1000 mm e 1500 mm.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Clima equatorial

Esse clima pode ser chamado também de tropical úmido, e, na região Nordeste, ocorre somente no oeste do estado do Maranhão, próximo da divisa com o estado do Pará. Municípios como Imperatriz e Açailândia, por exemplo, apresentam clima equatorial.

Esse tipo climático é caracterizado pela elevada umidade relativa do ar e pelas altas temperaturas durante o ano, com mínimas que ficam acima de 20 ºC e temperatura média em torno de 27 ºC, podendo superar 30 ºC nos meses mais quentes do ano. Nas cidades maranhenses de clima equatorial, as chuvas acontecem durante todo o ano, não havendo estiagem. Mesmo no inverno há registro de chuvas, embora em menor volume. Anualmente, o clima equatorial do Nordeste registra entre 1200 mm e 1500 mm de chuvas. Para saber mais sobre esse tipo de clima, clique aqui.

Clima semiárido

Esse é o clima de maior abrangência na região Nordeste. A sub-região em que o clima semiárido está presente recebe o nome de Sertão, e compreende áreas em praticamente todos os estados do Nordeste, com exceção do Maranhão. Mais precisamente, esse clima pode ser encontrado:

  • na maior parcela do Ceará, com exceção do litoral;

  • no leste do Piauí;

  • no centro e no oeste dos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas;

  • no norte do Sergipe;

  • na faixa central, de norte a sul, do estado da Bahia.

Vegetação da Caatinga no estado da Paraíba, típica do clima da região Nordeste.
O clima semiárido é quente e seco, e condiciona a formação de uma paisagem natural típica, que é a Caatinga.

O clima semiárido tem como principal característica a baixa umidade do ar e a estiagem prolongada, isto é, um longo período do ano sem chuvas. Suas temperaturas são elevadas durante todo o ano, e as mínimas ficam sempre acima de 20 ºC. Registra-se, em média, 27 ºC de temperatura anual, com máximas que podem superar os 30 ºC.

A precipitação é bastante irregular, e as chuvas tendem a se concentrar em um intervalo tempo muito curto, que pode ser algumas semanas ou meses, durante o verão. Por serem concentradas, essas chuvas costumam ser muito fortes, o que pode acarretar prejuízos para o solo e para as plantações. Entretanto, os volumes anuais de chuva são muito baixos, e variam entre 250 mm e 750 mm.

Por várias vezes, o Sertão enfrentou secas severas que perduraram anos seguidos, registrando volumes ínfimos de chuva que não foram ou não são suficientes para a recarga dos mananciais ou o desenvolvimento da vegetação e dos cultivos agrícolas. Um desses períodos mais recentes aconteceu entre os anos de 2012 e 2017.|1|

A ampla presença do clima semiárido no Nordeste e os efeitos negativos que ele representa para a população e para a economia local, em função dos longos períodos de seca, condicionaram a criação de uma região de planejamento e gestão chamada de Semiárido Brasileiro, que compreende, hoje, 1477 municípios (IBGE, 2022), tanto nos estados anteriormente listados quanto em Minas Gerais e no Espírito Santo. Para saber mais sobre o clima semiárido, clique aqui.

Clima tropical atlântico

Como o próprio nome sugere, esse tipo de clima acontece no litoral atlântico do Brasil, que se estende pelo leste do território nacional. Assim, está presente na parcela oriental desde o estado do Rio Grande do Norte até o sul do estado da Bahia.

O clima tropical atlântico que acontece no Nordeste tem como principais características a elevada umidade do ar e a ocorrência de chuvas durante todo o ano. No entanto, a precipitação é mais intensa nos meses de inverno. Os altos volumes anuais de chuva colocam algumas cidades do litoral Nordeste entre algumas das que mais chovem no Brasil, como é o caso de São Lourenço da Mata|2|, cidade pernambucana que fica a cerca de 30 km de Recife. Em média, chove 2000 mm por ano. A amplitude térmica é baixa nesse tipo de clima, e as temperaturas médias ficam em torno de 25 ºC.

Veja também: A região Nordeste é só seca?

Fatores que influenciam o clima da região Nordeste

Vista do pico do Jabre, no planalto da Borborema, formação de relevo que interfere no clima da região Nordeste.
Vista do pico do Jabre, no planalto da Borborema, formação de relevo que interfere no clima da região Nordeste.[1]

Os fatores que influenciam os climas da região Nordeste do Brasil são vários. Os principais deles são:

  • Latitude: a região Nordeste está localizada integralmente na zona tropical do planeta Terra, em uma área em que predominam as baixas latitudes. Esse fator interfere na luminosidade anual e na intensidade dos raios solares recebidos ao longo do ano, a qual é maior do que nas demais localidades (ou zonas térmicas). Assim, os climas do Nordeste são bastante quentes.

  • Massas de ar: a atuação das massas de ar interfere diretamente na formação e manutenção dos climas no Nordeste. A massa equatorial continental (mEc) é uma massa quente e úmida que tem origem na Amazônia e condiciona o aparecimento do clima equatorial no oeste do Maranhão.

As massas equatorial atlântica (mEa) e tropical atlântica (mTa) interferem sobretudo na distribuição de umidade nos climas tropical atlântico e tropical típico. Elas são mais intensas no verão, e perdem a força no inverno. Na estação mais fria do ano, a massa polar atlântica (mPa) é responsável pela ocorrência das chuvas frontais. Por essa razão, o clima tropical atlântico é marcado por chuvas no inverno na região Nordeste. Quando a mPa chega com mais intensidade, ela ocasiona queda das temperaturas.

  • Maritimidade e continentalidade: localidades mais próximas do mar apresentam maior umidade do que aquelas mais distantes, com exceção das áreas sob a influência da mEc, que, apesar de ser uma massa de origem continental, carrega bastante umidade oriunda da Floresta Amazônica. Além disso, a maritimidade condiciona menor diferença entre as temperaturas mínimas e máximas, tanto diárias (amplitude térmica diária) quanto anuais (amplitude térmica anual), bem como a ocorrência de ventos (ou brisas).

  • Relevo: as formas de relevo têm um papel importante nas características climáticas da região Nordeste. Acredita-se que a presença do planalto da Borborema, um conjunto de terrenos elevados que fica situado no leste dessa região, seja uma das razões da irregularidade de chuvas do clima semiárido, constituindo, assim, uma barreira orográfica.

  • Células de alta pressão: a presença de áreas de alta pressão em latitudes baixas, como na região Nordeste, provoca o afastamento das massas de ar e impede a maior entrada de umidade nessas áreas. Em função disso, tem-se o surgimento de climas mais secos, como é o caso do clima semiárido.

Relação entre vegetação e clima do Nordeste

O clima e a vegetação do Nordeste são elementos da geografia dessa região que estão diretamente relacionados. Nas áreas mais úmidas, tanto no oeste do Maranhão quanto no litoral, identifica-se a presença de uma cobertura vegetal mais densa, caracterizada pelas formações florestais. O litoral do Nordeste está parcialmente inserido no bioma Mata Atlântica, enquanto o Maranhão está situado na Amazônia Legal, e consiste em uma zona de transição em que é possível observar formações vegetais como a Mata dos Cocais e, ainda, parte da Floresta Amazônica.

Vegetação do rio Preguiças, típica do clima da região Nordeste.
A diversidade de climas proporciona a formação de uma paisagem natural bastante heterogênea no Nordeste.

O clima semiárido, como vimos, é caracterizado pela escassez de chuvas e pelo tempo predominantemente seco, criando, assim, uma paisagem com menor densidade vegetacional. A cobertura vegetal do semiárido do Nordeste é formada por plantas que apresentam xeromorfismo —adaptações ao calor intenso e aos períodos de secas, isto é, sem chuvas. Nessas áreas, o bioma presente é a Caatinga.

Créditos da imagem

[1] Wikimedia Commons

Notas

|1| REBELLO, Aiuri. Seca de 2012 a 2017 no semiárido foi a mais longa na história do Brasil. UOL Notícias, 03 mar. 2018. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2018/03/03/seca-de-2012-a-2017-no-semiarido-foi-a-mais-longa-da-historia.htm

|2| CASSIMIRO, Humberto. Qual é a cidade que MAIS CHOVE no Brasil? Veja as 5 CIDADES MAIS CHUVOSAS do país. TV Jornal, 19 abr. 2023. Disponível em: https://tvjornal.ne10.uol.com.br/noticias/2023/04/15446281-qual-e-a-cidade-que-mais-chove-no-brasil-veja-as-5-cidades-mais-chuvosas-do-pais.html

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Clima da região Nordeste"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/o-clima-vegetacao-nordeste.htm. Acesso em 29 de fevereiro de 2024.

De estudante para estudante


Lista de exercícios


Exercício 1

(UFRJ-RJ) O texto a seguir refere-se aos grandes conjuntos climatobotânicos.

A vegetação é reflexo das condições naturais, principalmente do solo e do clima do lugar onde ocorre. O Brasil, por contar com grande diversidade climática, apresenta várias formações vegetais. Tem desde densas florestas latifoliadas tropicais, que ocupam mais da metade de seu território, até formações xerófitas, como a Caatinga.

SENE, E. de; MOREIRA, J. C. Geografia Geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. São Paulo: Scipione, 1998. p. 484.

Correlacione as colunas, associando a vegetação aos tipos climáticos.

Coluna 1

1 – Floresta Amazônica

2 – Floresta de Araucária

3 – Floresta Atlântica

4 – Cerrado

5 – Caatinga

Coluna 2

( ) Clima tropical típico

( ) Clima equatorial úmido

( ) Clima tropical litorâneo úmido

( ) Clima subtropical

( ) Clima tropical semiárido

A sequência correta que representa a correlação acima está na opção:

a) 4, 1, 2, 3 e 5.

b) 4, 1, 3, 2 e 5.

c) 4, 1, 5, 2 e 3.

d) 1, 2, 3, 4 e 5.

e) 2, 1, 3, 4 e 5.

Exercício 2

(PUC-MG-2002) A Caatinga cobre uma extensa área do território brasileiro, especialmente na região Nordeste. Trata-se de um tipo de vegetação complexa, não se constituindo em um tipo exclusivamente florestal ou herbáceo. Nesse caso, seria semelhante ao Cerrado. A Caatinga distingue-se do Cerrado, principalmente, por sua acentuada:

a) xerofilia.

b) altimetria.

c) homogeneidade.

d) higrofilia.

Artigos Relacionados


A relação entre vegetação, clima e solo

Clique aqui e conheça qual é a relação entre vegetação, clima e solo!
Geografia

Caatinga

Saiba mais sobre a formação vegetal conhecida como Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro e que abrange boa parte da Região Nordeste do Brasil. Confira aqui aspectos dessa unidade ecológica, como localização, fauna, flora, clima, vegetação, solo e devastação. Veja aqui tudo o que você precisa saber sobre esse bioma!
Geografia do Brasil

Clima equatorial

Clique e saiba tudo sobre o clima equatorial. Veja suas principais características e em quais locais do planeta ele acontece. Conheça a fauna do clima equatorial.
Geografia

Clima semiárido

Clique aqui e conheça as principais características do clima semiárido no Brasil e no mundo. Entenda os problemas ambientais e socioeconômicos a ele associados.
Geografia

Clima tropical

O que você conhece sobre o clima tropical? Clique aqui e saiba tudo sobre o clima predominante no Brasil! Veja suas principais características e onde ele ocorre.
Geografia

Elementos climáticos

Aprenda o que é e qual a função dos elementos climáticos. Veja uma descrição de cada um deles. Saiba a diferença entre elementos climáticos e fatores climáticos.
Geografia

Mata Atlântica

Acesse e aprenda um pouco mais sobre a Mata Atlântica. Saiba sobre sua fauna e flora, bem como sobre suas características e importância.
Biologia

Mata dos cocais

Você conhece a mata dos cocais? Saiba onde essa vegetação ocorre e qual a sua composição de fauna e flora, além da sua importância econômica como ecossistema.
Geografia do Brasil

Região Nordeste

Conheça os aspectos gerais da região Nordeste. Entenda o clima, a hidrografia e o relevo dessa região. Saiba sobre as manifestações culturais nordestinas.
Geografia do Brasil

Secas do Nordeste

Saiba quais foram as consequências advindas das secas do Nordeste, em especial a de 1915.
História do Brasil