Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Goiânia

Geografia do Brasil

Goiânia é um município pertencente a Goiás, na região Centro-Oeste. Com 1,5 milhão de habitantes, é uma das cidades mais populosas do Brasil e a principal economia estadual.
Bandeira de Goiânia
Bandeira de Goiânia
PUBLICIDADE

Goiânia é um município brasileiro localizado na região Centro-Oeste. Pertence ao estado de Goiás e desempenha a função de capital, sendo assim o seu centro administrativo. A cidade é, além disso, um dos principais centros econômicos estaduais, destacando-se nas atividades desenvolvidas pelo setor terciário da economia. De clima Tropical semiúmido, Goiânia integra o planalto central brasileiro e está situada na área de abrangência do Cerrado. Conta atualmente com mais de 1,5 milhão de habitantes.

Leia também: Quais são as capitais dos estados brasileiros?

Dados gerais de Goiânia

  • Gentílico: goianiense

  • Localização

    • País: Brasil

    • Unidade federativa: Goiás

    • Região intermediária: Goiânia

    • Região imediata: Goiânia

    • Região metropolitana: Região Metropolitana de Goiânia (RMG)

      Formada pelos seguintes municípios: Goiânia, Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Nerópolis, Nova Veneza, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

    • Municípios limítrofes: Nerópolis, Goianápolis, Senador Canedo, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Abadia de Goiás, Trindade, Goianira, Santo Antônio de Goiás.

  • Geografia

    • Área total: 728,841 km² (IBGE, 2020)

    • População total: 1.536.097 habitantes (IBGE, 2020)

    • Densidade demográfica: 1.776,74 hab./km² (IBGE, 2010)

    • Clima: Tropical semiúmido

    • Altitude: 749 metros

    • Fuso horário: GMT -3

  • Histórico

    • Fundação: 24 de outubro de 1933

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia de Goiânia

Goiânia é um município brasileiro situado na região Centro-Oeste do Brasil. Faz parte da unidade federativa de Goiás, desempenhando a função de capital estadual por abrigar a sede do governo do estado. É a cidade principal da Região Metropolitana de Goiânia, composta atualmente por 21 municípios. O território goianiense faz fronteira com outras nove cidades, sendo elas:

  • Nerópolis, a norte e nordeste;

  • Goianápolis e Senador Canedo, a leste;

  • Aparecida de Goiânia, a sudeste;

  • Aragoiânia, ao sul;

  • Abadia de Goiás, a sudoeste;

  • Trindade, a oeste;

  • Goianira e Santo Antônio de Goiás, a noroeste.

A extensão de Goiânia é de 728,841 km², a 14ª capital brasileira em área. Localiza-se a aproximadamente 200 km da capital federal, Brasília. Abaixo destacamos outras importantes características físicas.

Foto aérea da cidade de Goiânia, Goiás.
Goiânia, capital do estado de Goiás.
  • Clima de Goiânia

O clima predominante em Goiânia é o Tropical semiúmido, caracterizado por duas estações do ano bem definidas: um verão quente e úmido e um inverno ameno e seco. A temperatura média anual fica em torno dos 23 ºC, enquanto as mínimas e máximas variam entre 15 ºC e 31 ºC. O período chuvoso vai de outubro a abril, e a pluviosidade supera os 1500 mm ao ano.

Veja também: Qual é a diferença entre tempo e clima?

  • Relevo de Goiânia

Conforme a classificação do relevo brasileiro estabelecida por Aziz Ab’Sáber, os terrenos que compõem Goiânia integram o Planalto Central. A cidade se encontra situada a uma altitude média de 749 metros, e possui um relevo que varia entre ondulado e plano, composto por formas como chapadas, morros e planícies. O morro do Mendanha consiste no ponto mais elevado da capital goiana, situado a 841 metros cima do nível do mar.

  • Vegetação de Goiânia

Localizada no centro do território nacional, Goiânia se insere na área de abrangência do bioma Cerrado. A vegetação natural desse domínio é formada por gramíneas, arbustos e árvores com galhos retorcidos. Parte da cobertura original pode ser observada em alguns dos parques e bosques da cidade.

  • Hidrografia de Goiânia

Apenas um rio atravessa a cidade, que é o Meia Ponte. Esse rio é um dos afluentes do rio Paranaíba, que, por sua vez, forma uma das bacias hidrográficas mais importantes de Goiás. No total, a capital goiana possui 85 cursos d’água, que, além do rio Meia Ponte, dividem-se em córregos e ribeirões. Estes são quatro: Anicuns, Capivara, Dourados e João Leite.

Mapa de Goiânia

 Localização e silhueta do território do estado de Goiás com o destaque de Goiânia e Brasília.
O mapa destaca a posição de Goiânia no estado de Goiás, próximo da capital federal, Brasília.

Demografia de Goiânia

Goiânia é o município mais populoso do estado de Goiás, reunindo um contingente populacional de 1.536.097 habitantes. Integra também a lista das maiores capitais brasileiras na 10ª colocação. Representa a segunda maior concentração urbana do estado, com densidade de 1776,74 hab./km². Dessa forma, Goiânia pode ser considerada também uma cidade bastante povoada.

Sua região metropolitana concentra aproximadamente 36% de toda a população do estado, e somente a capital representa quase 60% de todos os moradores da RMG.

De acordo com o último Censo do IBGE, 99,6% dos domicílios goianienses estão situados em áreas urbanizadas. Ainda segundo o mesmo levantamento, a grande maioria da população se autodeclara branca (47,95%) ou parda (44,52%), enquanto 5,68% se declaram negros, e menos de 2%, amarelo e indígena. Relativo à composição etária, há uma grande concentração de pessoas nas faixas situadas entre 20 e 39 anos.

Baseado em parâmetros como educação, renda e saúde, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Goiânia é de 0,799, valor considerado alto e o maior de Goiás. Em escala nacional, a cidade figura na 45ª colocação.

Leia também: As 20 cidades mais populosas do mundo

Divisão geográfica de Goiânia

O município de Goiânia se encontra dividido em 680 bairros e setores. Cada uma dessas unidades pertence a distintas regiões, que atualmente totalizam sete e são nomeadas de acordo com a sua posição geográfica. São elas:

  • Centro

  • Norte

  • Noroeste

  • Oeste

  • Leste

  • Sul

  • Sudoeste

Economia de Goiânia

Goiânia é a principal economia de Goiás e a 10ª capital mais rica do Brasil. Além disso, a cidade desponta como a 16ª em escala nacional, de acordo com o IBGE. Seu Produto Interno Bruto (PIB) é de R$ 49,36 bilhões, valor equivalente a um quarto do PIB estadual.

A economia goianiense era, há algumas décadas, pautada essencialmente pelo setor primário, com destaque para as atividades agropecuárias que ganharam maior força com o avanço da fronteira agrícola para o Cerrado na segunda metade do século XX. No entanto, esse quadro mudou significativamente, e nos dias atuais o setor terciário, que abrange o comércio e os serviços, com exceção da administração pública, responde por cerca de 70% do PIB municipal.

O setor secundário, formado pela indústria, responde por uma parcela de 14,6% da economia goianiense, e possui maior força em escala local do que regional. Os ramos produtivos que se sobressaem são o farmacêutico, de alimentos, da construção civil, e têxtil. A contribuição da agropecuária é menor e agrega menos de 1% à economia municipal. Entre os principais produtos, estão tomate, milho, mandioca, soja, arroz, além da criação de gado e galináceos.

Governo de Goiânia

O governo de Goiânia é do tipo democrático representativo. Os governantes do município são escolhidos pelos cidadãos goianienses a cada quatro anos por meio das eleições municipais. O Poder Executivo municipal tem como chefe o prefeito. O Poder Legislativo, por sua vez, é representado pela Câmara Municipal, composta atualmente por 35 vereadores.

A cidade desempenha também a função de capital estadual. Isso significa que abriga a sede do governo do estado de Goiás, cujas principais atividades e funções se concentram no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Infraestrutura de Goiânia

Goiânia possui um IDH elevado, fator associado à boa qualidade de vida que o município apresenta. Outro aspecto da capital goiana que contribui para essa característica são as suas extensas áreas verdes, cuja disponibilidade vai de encontro aos parâmetros internacionais estabelecidos pelas Nações Unidas para as áreas urbanas, a qual é superior a 12 m² por habitante. De acordo com os dados da prefeitura de Goiânia, esse índice chega a 94 m² no município. O IBGE aponta que a arborização de vias públicas é de 89,3%.

A maior parte das residências da cidade fica em áreas urbanizadas. O esgotamento sanitário adequado tem abrangência de 76,1%, sendo a maioria atendida pelo serviço de coleta de lixo. Aproximadamente 93% dos domicílios de Goiânia se encontram ligados à rede municipal de abastecimento de água, ao passo que a energia elétrica atende 99,9% das residências.

Situada no centro do território brasileiro e a cerca de 200 km da capital federal, Goiânia dispõe de uma ampla rede de transportes que a conecta com todas as demais regiões do Brasil. Além das importantes rodovias federais e estaduais que passam pela cidade, as conexões nacionais e também internacionais são feitas pelo Aeroporto Internacional de Goiânia (Santa Genoveva), o principal do estado.

Cultura de Goiânia

Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia. [1]
Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia. [1]

A cultura goianiense é bastante heterogênea e composta pela influência dos costumes e tradições dos povos que formaram a cidade e o estado de Goiás, notadamente portugueses, africanos e migrantes oriundos de outras regiões brasileiras.

Uma grande parte do seu acervo cultural, e também natural, encontra-se preservado em museus como o Museu de Imagem e Som, o Museu de Arte de Goiânia e o Museu do Cerrado, por exemplo. O acesso popular à cultura se amplia por meio das inúmeras feiras realizadas na cidade, pelas bibliotecas instaladas, teatros e também por meio dos centros culturais, como o Centro Cultural Oscar Niemeyer, cujo prédio foi desenhado pelo próprio arquiteto e resguarda em sua própria estrutura uma homenagem a diversos artistas locais.

Os restaurantes, bares, praças, parques e bosques representam espaços de recreação e socialização dispostos pela cidade, da mesma forma como os mercados municipais, que concentram, além das mercadorias de costume, eventos e áreas de lazer.

Entre os feriados municipais, está o aniversário da cidade (24/10) e o dia da padroeira de Goiânia, Nossa Senhora Auxiliadora (24/05).

Veja também: Cultura material e cultura imaterial

História de Goiânia

A história de Goiânia e do seu status de capital de Goiás está diretamente associada aos ciclos econômicos vivenciados pela região, chamada, à época, de província de Goiás, entre os séculos XVIII e XIX.

Lembremos que o atual estado e o território do Tocantins formavam uma só unidade, e havia a tentativa de transferir a capital da província das terras situadas mais ao norte para a porção centro-sul, onde fica a atual cidade de Pirenópolis. As discussões se delongaram entre 1753 e todo o século XIX, tendo a economia da região e o declínio da atividade aurífera no norte, até então base econômica da província de Goiás, como o seu principal argumento.

O esgotamento das jazidas deu maior ênfase às atividades agropastoris, que se tornaram carro-chefe da economia de Goiás. Situadas em áreas mais propensas a essas práticas, as cidades do sul ganharam maior destaque no cenário regional. Apesar disso, manteve-se a cidade de Goiás como a capital estadual.

A mudança nesse quadro veio a partir da década de 1930, quando se aliaram as políticas de ocupação do território nacional desenvolvidas por Getúlio Vargas, a Marcha para o Oeste, ao contexto político da época. O então presidente nomeou o interventor Pedro Ludovico Teixeira, que, entre outras decisões, estabeleceu a mudança da capital de Goiás.

As análises dos locais tiveram início em 1932, e, no ano seguinte, o projeto urbanístico começou a ganhar corpo. A localidade selecionada corresponde hoje ao atual bairro de Campinas, e a pedra fundamental de Goiânia foi lançada no dia 24 de outubro de 1933. A partir de então, novas áreas foram sendo anexadas, e Goiânia foi se expandindo. O maior crescimento urbano e populacional se deu a partir da década de 1950, com a as novas políticas nacionais de integração do território nacional e a transferência da capital federal para a região, a nordeste de Goiânia.

Crédito da imagem

[1] Wagner Santos de Almeida / Shutterstock

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Goiânia"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/goiania.htm. Acesso em 17 de outubro de 2021.

Artigos Relacionados
Conheça quais são as capitais do Brasil e seus respectivos estados. Saiba como essas capitais distribuem-se pelo Brasil e quais foram as capitais federais.
Clique aqui e leia sobre a cidade de Fortaleza, capital do Ceará. A cidade é hoje a quinta maior do Brasil e uma das mais importantes da Região Nordeste.
Acesse o texto para conhecer detalhes da vida de Iris Rezende, tradicional político de Goiás. Veja detalhes de sua vida e de seu ingresso na política.
Aprenda sobre a cidade de Macapá com o nosso texto. Conheça as principais características de seu território e seus aspectos econômicos, demográficos e culturais.
Amplie seus conhecimentos sobre a cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas. Saiba mais sobre seus aspectos geográficos, população, economia e história.
Tire um tempo para ler sobre a cidade de Salvador. Ela foi a primeira capital do Brasil e é a maior cidade do Nordeste. Conheça sua geografia, economia e população.