Notificações
Você não tem notificações no momento.
Whatsapp icon Whatsapp
Copy icon

Cultura da região Sul

A região Sul apresenta uma extensa e rica tradição cultural que recebeu a influência de povos tradicionais locais e imigrantes estrangeiros, como açorianos e alemães.

Duas cuias de chimarrão, bebida típica da região Sul do Brasil.
A cultura da região Sul é bastante singular e recebeu a influência das tradições culturais de imigrantes europeus como açorianos e alemães.
Imprimir
Texto:
A+
A-
Ouça o texto abaixo!

PUBLICIDADE

A cultura da região Sul do Brasil é o conjunto de costumes e tradições que representam os mais de 30 milhões de pessoas que vivem nos três estados que a compõem. A cultura sulista brasileira é formada por meio dos elementos incorporados pelos diversos povos e etnias que formaram a sua população, dentre os quais podemos destacar indígenas, africanos e europeus, como açorianos, italianos e alemães. Tais influências são identificadas hoje nas festas tradicionais, nas danças e na culinária. É importante destacar ainda a forte ligação da cultura da região Sul do Brasil com a de outros países sul-americanos como Argentina e Uruguai.

Leia também: Cultura brasileira — riqueza e diversidade explicadas pela miscigenação

Tópicos deste artigo

Resumo sobre a cultura da região Sul

  • A cultura da região Sul do Brasil é formada por meio da influência das tradições e costumes dos povos indígenas, africanos e das populações que migraram para a região, em especial os europeus oriundos dos Açores, da Alemanha e da Itália.

  • É expressa em diferentes manifestações, como danças, festas tradicionais, artes, na gastronomia e no modo de vida da população dos estados do Sul.

  • Dentre as festas tradicionais estão a Festa da Uva e a Oktoberfest.

  • As danças da região Sul integram alguns dos principais festivais culturais da região. Uma dessas danças tradicionais é a chula.

  • A rica culinária sulista é formada por preparos como o barreado, a cuca e o churrasco. A bebida típica é o chimarrão.

  • Os trajes tradicionais femininos e masculinos são chamados de pilcha.

  • A região Sul é composta por três estados (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) e 30 milhões de habitantes.

Características da cultura da região Sul

A região Sul é a menor região do Brasil, composta por apenas três estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Eles reúnem uma população de 30.402.587 habitantes, de acordo com o IBGE, sendo a segunda menos populosa do território nacional.

Essa importante região do Brasil reflete um dos principais traços do país, que é a sua grande diversidade cultural. As principais tradições e costumes que caracterizam a cultura da região Sul são derivadas das correntes migratórias europeias que se direcionaram ao país ao longo de sua história, contando também com referências das populações africanas e indígenas. Conheça a seguir alguns dos elementos representativos da cultura sulista brasileira.

→ Festas da região Sul

O calendário anual de festas da região Sul é repleto de celebrações que contemplam cerimônias religiosas, festejos que celebram as colheitas típicas dos estados sulistas e ainda tradições de alguns dos países de origem dos imigrantes europeus. Entre as principais festas da região Sul, estão:

  • Festa de Nossa Senhora dos Navegantes

Trata-se de uma celebração de cunho religioso que homenageia Nossa Senhora dos Navegantes todo dia 2 de fevereiro. É bastante tradicional na cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, onde é realizada desde 1871, ano em que a imagem da santa chegou ao município.

Fiéis caminham junto à imagem de Nossa Senhora dos Navegantes em Porto Alegre (RS). [1]
Fiéis caminham junto à imagem de Nossa Senhora dos Navegantes em Porto Alegre (RS). [1]

A devoção à Nossa Senhora dos Navegantes, protetora dos marinheiros e viajantes, foi incorporada à religiosidade local pelos imigrantes açorianos, vindos do arquipélago português de Açores. Sua realização acontece também em outros estados sulistas e em outras regiões do Brasil, não se restringindo somente ao Rio Grande do Sul.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Oktoberfest

A Oktoberfest é uma celebração de origem alemã. Ela é realizada todos os anos no mês de outubro em diversas cidades da região Sul do Brasil, sendo a mais conhecida aquela feita em Blumenau, no estado de Santa Catarina.

A cerveja é o tema e também a bebida principal da Oktoberfest, festa que foi criada no século XIX para comemorar o casamento do Rei Ludwig I em Munique. Hoje, é um importante atrativo turístico das cidades que a realizam, especialmente Blumenau, atraindo milhões de interessados de todas as regiões do país.

Participantes da Oktoberfest brindam com canecas de cerveja.
A Oktoberfest tem origem alemã e é uma das principais festas da região Sul. [2]
  • Festa da Uva

A Festa da Uva é uma celebração tradicional da cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, realizada desde o ano de 1931. A festa teve início com a exposição de uvas dos principais produtores da região da Serra Gaúcha e hoje mantém vivas algumas das tradições ao mesmo tempo que celebra a cultura dos imigrantes italianos que se instalaram naquela região. Atrai centenas de milhares de visitantes de todo o Sul e das demais áreas do Brasil, fomentando o turismo local e a economia da cidade.

Letreiro da Festa da Uva em Caxias do Sul (RS). [3]
Letreiro da Festa da Uva em Caxias do Sul (RS). [3]
  • Festa Nacional do Carneiro no Buraco

Essa é uma festa típica da cidade de Campo Mourão, no interior do estado do Paraná. A celebração acontece após o segundo domingo de julho|1| e gira em torno de (mas não somente) um dos pratos tradicionais da cidade: o carneiro no buraco. A receita desse preparo teria surgido na década de 1960, com a carne sendo cozida no interior de um tacho que é colocado dentro de um buraco feito no chão. A festa atrai visitantes de diversas cidades do Paraná e do Sul do Brasil.

→ Danças da região Sul

Os ritmos musicais e as danças típicas da região Sul apresentam, também, influência da imigração europeia, ao mesmo tempo que conversam com outras culturas do sul da América do Sul. Entre as danças características dessa região brasileira, podemos citar:

  • Chula: trata-se de uma dança trazida pelos imigrantes portugueses e que se popularizou no Rio Grande do Sul, principalmente, mediante a atuação dos tropeiros. A chula é dançada pelos homens e consiste em movimentos de sapateado que são realizados em forma de desafio. É executada sob o som da gaita gaúcha.

  • Dança das Fitas ou Pau de Fitas: também de origem europeia, a Dança das Fitas é realizada por homens e mulheres que se posicionam em torno de um mastro onde fitas coloridas estão presas ao topo. Cada pessoa segura a extremidade de uma fita e realiza movimentos em torno desse mastro que resultam em diversos tipos de trançado. Essa dança é realizada em diversas festas populares na região Sul do Brasil.

  • Chimarrita: típica do Rio Grande do Sul, a chimarrita é originária dos Açores e é dançada também no país vizinho Uruguai. Com trajes típicos, a dança é executada em conjunto por homens e mulheres que inicialmente se separam em filas e depois formam casais que realizam passos como a polca, por exemplo.

→ Comidas da região Sul

A gastronomia é um importante traço cultural de uma população. Conheça alguns dos pratos e comidas típicas da região Sul do Brasil.

  • Barreado: é um preparo típico do estado do Paraná. Feito em uma panela de barro, esse prato tradicional consiste em carne bovina muito bem cozida até o ponto em que ela desmancha, complementada com ingredientes e temperos como cebola, folhas de louro e pimenta do reino.

Panela com barreado, prato típico do Paraná.
Barreado é um prato típico do Paraná.
  • Eisbein: chamado também de joelho de porco na tradução literal, esse ingrediente é uma herança dos imigrantes alemães aos catarinenses. Seu preparo pode ser feito de diversas maneiras, como assado, cozido ou frito, e consiste em uma comida típica de Santa Catarina.

  • Churrasco: o churrasco é sempre o primeiro tipo de preparo associado à região Sul do Brasil, especialmente ao estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma preparação da carne bovina típica dos Pampas, estendendo-se para outros países fronteiriços ao território sul-rio-grandense. A carne é assada na brasa, e, em muitos casos, grandes peças, como de costela, são preparadas em cozimento lento ao ar livre.

O tradicional churrasco gaúcho.
O tradicional churrasco gaúcho.
  • Chimarrão: é uma bebida típica da região Sul do Brasil e de outros países fronteiriços. Seu preparo consiste em uma infusão de erva-mate na água quente, sendo bebida em uma cuia. O chimarrão se transformou em um grande símbolo regional que representa a comunidade e a hospitalidade.

  • Cuca: diferente dos anteriores, a cuca é um prato doce. Trata-se de um bolo de origem alemã sobre o qual é colocado uma farofa doce e crocante que leva manteiga em seu preparo.

Prato com pedaço de cuca.
Cuca é um bolo alemão muito consumido no Sul do Brasil.

→ Roupas da região Sul

Os trajes típicos são comuns a muitas culturas nacionais e regionais, e no caso do Sul do país não é diferente. Em alguns casos, essas vestimentas são utilizadas apenas durante as festas típicas e apresentações culturais que têm como objetivo celebrar o folclore e as tradições locais. Já durante eventos como a Oktoberfest, é comum observar pessoas vestido trajes típicos da Alemanha, por exemplo.

Casal vestido com pilcha, roupa tradicional da região Sul do Brasil.
Pilcha é o nome da indumentária típica da região Sul do Brasil.

O traje típico utilizado pelos sulistas recebe o nome de pilcha.

  • Pilcha masculina: formada por chapéu, lenço amarrado junto ao pescoço que apresenta diversas cores, sendo vermelho uma delas, camisas, cinto (guaiaca) e a bombacha, calças com as pernas largas que os homens utilizam para dentro das botas, que são sempre de cor escura. A vestimenta pode incluir ou não um poncho ou um colete.

  • Pilcha feminina: composta por vestidos longos, possuem caimento evasê, babados e outros elementos complementares ou então saia e blusa. As mulheres usam uma peça sob o vestido, a armação, que tem a função de dar volume à saia, além da bombachinha. As meias devem ser longas, e os sapatos podem ser claros ou escuros.

Leia também: Diferença entre cultural material e imaterial

História da cultura da região Sul

A história da cultura da região Sul do Brasil se confunde com a história de povoamento, expansão e imigração das terras que compõem essa área do território brasileiro. Conforme estudamos, muitos elementos culturais que representam a população sulista brasileira foram incorporados por meio da influência dos povos estrangeiros que vieram ao Brasil entre os séculos XVII e XIX, principalmente. Não podemos deixar de lado também os povos originários que viviam na região muito antes da colonização pelos portugueses.

Os africanos que foram trazidos à força para o Brasil e os portugueses foram os primeiros a exercerem influência sobre a formação da matriz cultural da região Sul. No caso dos povos africanos, muitas de suas referências são identificadas na religião de matriz afro-brasileira, como a Nação, que se desenvolveu no estado do Rio Grande do Sul. Os açorianos passaram a se instalar na região a partir da segunda metade do século XVII, criando comunidades que difundiram seus hábitos, tradições e costumes que são refletidos hoje na cultura regional.

O início do século XIX marcou a intensificação do fluxo de imigrantes europeus para o Brasil, tendo havido a instalação de pessoas oriundas de países como a Alemanha e a Suíça no Sul, em especial no estado do Rio Grande do Sul.

A abolição do trabalho escravo em 1888 e as políticas de atração de imigrantes para atuarem como mão de obra assalariada fez aumentar o número de chegadas ao país, o que levou a um novo fluxo de estrangeiros na região Sul. Destaca-se a presença de imigrantes italianos, japoneses e alemães, que se estabeleceram em terras em diferentes estados dessa região e foram importantes na formação cultural dessas localidades.

A região Sul apresenta ainda populações descendentes de imigrantes do Leste Europeu, que se estabeleceram naquela área do território nacional em meados do século XX e mantiveram (e ainda mantêm) viva a sua cultura mesmo que em terras distantes do seu país de origem.

Notas

|1| MOURANTE, Bruna Lacerda. Do modo de saber-fazer à celebração do Carneiro no Buraco de Campo Mourão – Paraná. In: Revista Memória em Rede, Pelotas, v.12, n.22, Jan/Jun.2020. Disponível aqui.

Créditos da imagem

[1] Ricardo André Frantz / Wikimedia Commnons

[2] Dan Komarcha / Shuttestock

[3] Ricardo André Frantz / Wikimedia Commnons

[4] Ricardo André Frantz / Wikimedia Commnons

 

Por Paloma Guitarrara
Professora de Geografia

Escritor do artigo
Escrito por: Paloma Guitarrara Licenciada e bacharel em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e mestre em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial também pela UNICAMP. Atuo como professora de Geografia e Atualidades e redatora de textos didáticos.

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

GUITARRARA, Paloma. "Cultura da região Sul"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/brasil/aspectos-culturais-regiao-sul.htm. Acesso em 25 de julho de 2024.

De estudante para estudante


Videoaulas