Topo
pesquisar

Melatonina

Química

A glândula pineal regula o sono pela liberação da molécula de melatonina. Quando envelhecemos, a capacidade de produzir melatonina diminui.
PUBLICIDADE

Melatonina é um hormônio produzido pela glândula pineal (localizada na parte central de nosso cérebro). Tal glândula é minúscula, mas cumpre um grande papel: ela regula o sono pela liberação da molécula de melatonina.


Molécula de melatonina

Agora uma curiosidade: por que nosso sono diminui à medida que ficamos mais velhos? É simples, os anos passam e nossa capacidade de produzir melatonina diminui. Os níveis de tempo de sono de uma pessoa idosa chegam à metade dos de uma criança.

É comum confundir a melatonina com a melanina (proteína que confere pigmentação à pele). Aliás, a semelhança não é apenas na nomenclatura, conheça um pouco do contexto histórico:

A melatonina foi descoberta pelo dermatologista Aaron Lerner que, no ano de 1958, fez uma pesquisa usando tal substância e constatou que a mesma causava alterações na cor das células (melanóforos) presentes na pele de sapos. Viu como tudo se relaciona com a pele?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Alguns medicamentos trazem em sua composição a substância melatonina, eles são indicados no tratamento para insônia de executivos superestressados. Basta uma pequena dose (3 mg) para começar a sentir os efeitos do medicamento no organismo.

A melatonina também age controlando a temperatura de nosso corpo, reduzindo-a levemente durantes as horas de sono. Em alguns animais (carneiros e veados) a substância tem a função de sinalizar a época de acasalamento e, em outros, cumpre o papel de determinar o período de hibernação.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Química orgânica - Química - Brasil Escola

Melatonina: insônia nunca mais!
Melatonina: insônia nunca mais!

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SOUZA, Líria Alves de. "Melatonina"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/quimica/melatonina.htm. Acesso em 20 de novembro de 2019.

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Brasil Escola